Paciente usa, e abusa, do dinheiro público: mais de 10 mil exames estão encalhados na Saúde

Publicado em 24 de setembro de 2015 às 12h44
Atualizado em 24 de setembro de 2015 às 12h45

Levantamento feito pela Secretaria Municipal de Saúde de Olímpia, junto às Unidades Básicas de Saúde-UBS’s, Centro de Referência e Ambulatório contabilizou, em todo ano de 2014 até junho deste ano, 10.180 resultados de exames médicos diversos arquivados, ou seja, que o paciente não foi buscar.

postao

Este número representa um contingente superior a 3,6 mil pacientes que realizaram exames gratuitamente e depois não se interessaram pelo resultado. Os exames são realizados mediante a solicitação médica, de acordo com as necessidades do paciente.

De acordo com a Diretora de Divisão de Atenção Básica do Município, Rosa Maria de Carvalho, neste montante está contabilizado o número de envelopes de exames, ou seja, o número de pessoas que não buscam o resultado. Em serviços laboratoriais são em média cinco exames por envelope, ou seja, como são 1.624 pacientes que não compareceram para retirá-los neste período, há em todas as Unidades, 8.120 resultados “arquivados”.

imagem95651_thumb

Nos dados apresentados pela Secretaria, o Ambulatório de Referência e Especialidades (ARE [“Postão”]) é a Unidade que apresenta o maior número de resultados laboratoriais “arquivados”, no período de 18 meses. São 380 pacientes que não compareceram para retirar os exames para verificação, contabilizando 1,9 mil resultados. Em relação aos exames de Papanicolau e Mamografia, a unidade apresenta acúmulo de 73 no primeiro caso, e de 67 exames não procurados no segundo caso.

Outra Unidade que registra grande número de pacientes que não buscaram os resultados é a “Dona Dalva Moreda Ayusso”, no Jardim Campo Belo, que contabiliza 350 pacientes, ou 1.750 resultados.

No levantamento, outros dois exames apresentam alto índice de “abandono”: o Raio-X e o Ultrassom, dois dos exames mais solicitados na rede, e que são feitos na Unidade de Pronto Atendimento-UPA, e depois retirados na sede da Secretaria (Praça Altino Arantes). Somando ambos os exames, há 791 resultados aguardando seus destinatários.

Conforme explica a Chefe do Laboratório local de Saúde, Graziela Cristiane Sperandio, os resultados dos exames ficam à disposição dos clientes na recepção das Unidades de Saúde.

“O resultado retorna ao posto de origem da consulta. Por exemplo, se o paciente se consultou na UBS da São José, buscará o resultado naquela UBS, já que fica mais fácil para pegá-lo e marcar o retorno com o médico. Agora, caso tenha urgência e necessite do resultado para o mesmo dia, o paciente vai retirá-lo no ARE (“Postão”), ou enviamos por e-mail se as UBS’s forem dos distritos”.

Quando o paciente faz o exame, recebe uma guia de retirada, constando nome e data em que o fez. Caso não busque no prazo e perca a guia de retirada, o paciente precisará apenas dizer o seu nome e informar que é um resultado de exame mais antigo.

TABELA

Assunto(s):

Leia também:

4 comentários

  1. Ana Laura Vieira disse:

    Realmente e um abuso,mas gostaria de saber a data da consulta que este paciente fez qdo foi pedido estes exames,e a data que foi feito o exame,e o mais importante a data que o resultado ficou pronto.
    Porque da consulta a realização e resultado do exame o paciente pode ate ter sido curado,dependendo da demora.

  2. mario cesar disse:

    são só os pacientes q abusam do dinheiro publico?

Faça um comentário