Thermas dos Laranjais só cresce: novas atrações, frequência, mercados e a mídia reconhece

Publicado em 06 de junho de 2013 às 10h25
Atualizado em 06 de junho de 2013 às 18h24

Novas atrações, investimentos nas mídias espontâneas, novas patentes e busca de novos mercados são as ações do marketing do Thermas dos Laranjais.

thermas3

O Thermas dos Laranjais está investindo fortemente na mídia especializada em economia, negócios e turismo, para mostrar todo o potencial turístico gerado pelo parque e que tem transformado a cidade de Olímpia num local de grande potencial de investimentos e negócios.

thermas1

Só no mês passado o parque trouxe para Olímpia, jornais de São Paulo, Campinas, Araraquara, Guarulhos, Ribeirão Preto, Osasco, Brasília e São Bernardo do Campo. Estes jornalistas conferiram a grandiosidade do parque, além dos grandes investimentos que tem sido realizados no empreendimento . Mais de 90% das matérias já foram veiculadas gerando diretamente mídias espontâneas no valor de aproximado de R$ 2 milhões de reais em mídias positivas, que destacaram os serviços e o número enorme de visitantes, que o município recebeu através do Thermas.

gravacao2

GERAÇÃO DE EMPREGOS E IMPACTO POSITIVO

O empreendimento têm 25 anos de funcionamento e atualmente gera aproximadamente 350 empregos diretos e mais 400 que trabalham nas lojas, restaurantes, lanchonetes e outros pontos de venda dentro do parque.

thermas4

Devemos destacar ainda os 7.300 postos de trabalho que foram preenchidos em áreas distintas do comércio, serviços e hotelaria, que hoje representam mais de 70% da economia local.

O movimento da rede hoteleira e o crescimento da mesma, tem acontecido em função do grande movimento que o Thermas dos Laranjais proporciona para a cidade de Olímpia.

thermas6

Somente nesse primeiro semestre de 2013, aproximadamente 750 mil visitantes cruzaram as entradas do parque, que é o maior sucesso de público do país. Segundo a direção do parque, existem atualmente 30 patentes já registradas e mais 20 com pedidos que sairão até o final desse ano. Esse procedimento garante aos associados o grande patrimônio conquistado nesses 25 anos, além da preocupação constante em sempre estar atualizado.

Outro fator muito importante é o índice de satisfação que o parque tem tido em relação aos usuários. A aprovação é de 98% e todos demonstram interesse no retorno. Isto motiva a direção a criar no mínimo duas atrações a cada ano. A última a ser inaugurada foi a Asa Delta e até o final do próximo semestre entram em operação o Rio Bravo e A Montanha Russa Aquática que irão gerar no mínimo 30 novos empregos diretos.

BOA PARTE CAI, O THERMAS CRESCE NA FREQUÊNCIA

Segundo alguns institutos de pesquisa no Brasil 80% dos parques temáticos e de diversão morrem após o terceiro ano de vida. Além disso,  a visitação na maioria dos parques do país em funcionamento tem tido quedas acentuadas. O que ocorre no Thermas dos Laranjais é exatamente o contrário. A cada ano, o número de visitantes aumenta e também o nível dos visitantes.

thermas5

NOVOS MERCADOS E MAIS PÚBLICO

O Thermas dos Laranjais também faz sua parte e têm se preocupado em buscar novos mercados. Vinte e cinco veículos especializados em economia e turismo estarão visitando o parque nesse próximo final de semana. Profissionais da imprensa de São Paulo e Grande ABC , Santos, São Vicente, Bragança Paulista, Alphaville, Sorocaba e emissoras de TV do ABC e do Litoral de São Paulo, além de veículos de economia a nível nacional e grandes portais como o Terra e ABCD. Nesse evento a expectativa é de gerar o dobro de veiculações em mídia espontânea.

942263_461341173951323_1163522224_n

Para o final do mês de junho Thermas dos Laranjais receberá o jornal “O Estado de S.Paulo, a equipe do SBT e também pela primeira vez veículos de imprensa de outros estados, como o Jornal Hoje em Dia de Belo Horizonte, Jornal O estado de Minas de Belo Horizonte, Jornal O Globo do Rio de Janeiro, além de diversas revistas de economia e negócios.

Está previsto ainda, ampla divulgação no segundo semestre desse ano do parque além de todo potencial turístico da cidade para mídias especializadas do Rio de Janeiro, norte do Paraná e Curitiba além de jornalistas do nordeste.

Assunto(s):

Leia também:

Faça um comentário