Obras da construção das piscinas do Hot Beach começam esta semana

Publicado em 30 de julho de 2013 às 17h09
Atualizado em 30 de julho de 2013 às 17h12

Ao menos 15 funcionários de uma empresa paulistana, especializada em piscinas para parques, hotéis e resorts, desembarcam ainda esta semana em Olímpia para dar início à segunda etapa das obras do Hot Beach Diversões Aquáticas e do Hot Beach Resort Olímpia. Nesta fase, serão construídos o rio lento, piscinas de ondas e baby, toboáguas, spa e bares molhados, entre outras atrações, todas previstas no megaprojeto.

DSC_3014

 

A primeira a tomar forma será a piscina de ondas, com seis mil metros quadrados, profundidade média de 1,40 m e picos de ondas de 2 metros. A previsão é de que leve cinco meses para ser finalizada, contando com o trabalho de mais 35 funcionários, que devem juntar-se ao grupo no decorrer da obra. “Nossa equipe trabalha com tecnologia canadense e tem experiência em parques aquáticos Brasil afora. Agora, trazemos tudo isso para o interior paulista”, enfatiza Kleber Lozano, engenheiro civil e um dos diretores da empresa responsável pela obra. tematizacao

 

Com um projeto grandioso, os números que envolvem as piscinas do empreendimento também chamam a atenção. Serão necessários 20 milhões de litros de água para enchê-las, o que corresponde ao volume de oito piscinas olímpicas, com 50 metros de comprimento, 25 de largura e 2 de profundidade. Vale ressaltar que toda essa água sairá das torneiras uma única vez, sendo, em seguida, tratada para a reutilização.

 

O empreendimento passa ainda por uma cuidadosa escolha dos brinquedos e atrações do parque aquático.

Tematização

 

Na última semana, os diretores do Hot Beach Diversões Aquáticas e do Hot Beach Resort Olímpia, Newton Ferrato, Flávio Sant’Anna e Sérgio Ney Garcia reuniram-se com a arquiteta paulistana e que hoje vive em Goiânia, Maryana Pinto. Especializada em resorts e hotéis de luxo, a profissional destacou a necessidade de, em um projeto como esse, aliar sofisticação, sustentabilidade e referências da cultura local. “A ideia é criar uma atmosfera surpreendente, refrescante, com muitos elementos naturais e regionalizados. As cores serão sóbrias, porém, com uma pitada mais colorida para agradar às crianças”, enfatizou a arquiteta.

 

 

 

Além de embelezar e encantar o visitante, Maryana pontuou que a tematização do Hot Beach Diversões Aquáticas e do Hot Beach Resort Olímpia será ainda funcional, delimitando os 160 mil m² do empreendimento.

 

A beleza natural, o paisagismo exuberante e a cultura popular farão parte da ambientação do empreendimento. Aliado a isso, o Hot Beach oferecerá também águas termais, naturalmente aquecidas, já que Olímpia tem localização privilegiada sobre o Aquífero Guarani.

 

“Queremos algo provocativo, inovador e que seja diferente de tudo o que já temos no país em questão de parque aquático. O Hot Beach Diversões Aquáticas está sendo pensado para surpreender, inclusive o turista mais exigente”, complementa Newton Ferrato.

Assunto(s):

Leia também:

Faça um comentário