Não, o Thermas dos Laranjais não irá fechar. E isso é fantástico…

Publicado em 03 de agosto de 2015 às 13h50
Atualizado em 03 de agosto de 2015 às 13h52

Por Leonardo Concon — Nos últimos dias, os habitantes da Estância Turística de Olímpia se comoveram, e se uniram nas redes sociais, contra a manipulação de informações contraditórias, inverdades e erros grosseiros, levada ao ar na noite deste domingo (2) pelo Fantástico: uma pseudo denúncia de que o Thermas dos Laranjais estaria utilizando águas profundas, termais, de forma irregular, ilegal, e correndo o risco de fechar, a exemplo de vários clubes, cujos poços, conforme demonstrou a reportagem, estão abandonados, vazando 100 mil litros de água termal por hora. Uma denúncia sem sentido, já decidida pela Justiça em favor do Thermas e da Estância de Olímpia.

fantastico

Por causa da reportagem feita às avessas, como se em Olímpia estivesse sendo cometido um crime, ou mesmo um ‘roubo’, como chegou a falar, irresponsavelmente, o diretor do DNPM (Departamento Nacional de Produção Mineral), de São Paulo, Ricardo Moraes, sucessor de Enzo Nico Jr., que lacrou e depois deslacrou e até lutou por Olímpia na Justiça, em 2009, as agências de turismo de Olímpia – algumas entraram em contato com o Diário na manhã de hoje (3) – estão recebendo inúmeros telefonemas de turistas questionando se o Thermas irá fechar.

Não, o Thermas dos Laranjais não irá fechar. E isso é fantástico, e sabe a razão? Porque o Thermas está amparado na Justiça Federal que reconheceu no clube o seu caráter social, econômico, vital para uma cidade e região, ao contrário da ação irresponsável do DNPM que, por ele, fecharia e pronto. Ou paga os R$ 17 milhões devidos por bilhões de litros de água utilizados, ou fecha. Fácil para eles, um departamento que possui apenas 14 técnicos para todo o Estado e que é vinculado à uma teia de interesses políticos.

O repórter misturou alhos com bugalhos, confundiu filtros com poços profundos. Mostrou um clube e uma cidade em pleno progresso, enquanto cidades, onde os poços foram fechados, entregues às moscas, vazando milhares de litros de águas termais, medicinais, por hora. E a cara de espanto da geóloga do DNPM é de dar risada quando o repórter mostrou o estado dos poços arrebentados, vazando o ‘precioso líquido’ sem que ninguém o utilize para o progresso, para gerar empregos, divisas, benefícios sociais.

A TEIA DE INTERESSES QUE ENVOLVE O DNPM

“O Departamento Nacional de Produção Mineral (DNPM) é um órgão ligado ao Ministério das Minas e Energia (MME). Cabe a ele autorizar lavras, e fiscalizar as atividades mineradoras. Após ter ficado anos nas mãos do PT, quem tem controlado o órgão, desde o fim do governo Lula, é o PMDB, que detém as indicações da maior parte das superintendências do DNPM. Com algumas concessões para outros partidos da base governista, como o PP, o PSB e o próprio PT”, segundo reportagem do site apublica.org.

E o site revela: “A seguir publicamos um quadro com os políticos e partidos que indicaram os dois principais diretores do DNPM e a maior parte dos 25 superintendentes, inclusive este de São Paulo. Note-se que muitos atuam em comissões importantes do Congresso, como a Comissão de Minas e Energia, permanente na Câmara, e a Comissão Especial de Mineração, específica para discutir a reforma do Código:

imagem10

IMAGEM2

“À indicação política dos cargos de direção e superintendências do DNPM soma-se o fato de que muitas autorizações são suspeitas. No Maranhão, os servidores do DNPM protocolaram em novembro do ano passado uma denúncia contra o diretor de Gestão de Títulos Minerários, Jomar da Silva Feitosa. Contra o responsável, portanto, pela administração da concessão de títulos. Segundo os servidores e empresários mineradores, ele estaria cobrando propina para liberar processos pendentes.

“O esquema funcionaria desde 2009. Alguns denunciantes estariam sem poder trabalhar por se recusarem a pagar até R$ 250 mil para receberem as licenças. Os servidores apresentaram documentos que comprovariam a história. Multas ligadas a políticos maranhenses, dizem os funcionários, foram pagas pelo próprio diretor, com desconto direto do valor do boleto em sua conta bancária”, revela o site apublica.org.

Daí, se conclui: O DNPM está interessado no ‘case Olímpia’? Não. Está tratando o caso como se fosse hoje o primeiro dia de lavra do poço Petrobrás que, sim, será fechado até 2020, segundo atesta o advogado do Thermas, Caia Piton. Não leva em consideração décadas de trabalho de pessoas honestas e idealistas, como Benito Benatti, e a transformação de uma cidade antes ‘dormitório’ do agronegócio, em Estância Turística. Felizmente, tem juiz federal que se preocupa, e para isso existem juízes, e não carrascos, que deram um fôlego para Olímpia continuar avante, e sempre.

Não, o Thermas não fechará as suas portas. E nem Olímpia deixará de ser Estância.

Quem viver, verá.

QUER MORRER DE RIR? VEJA A REPORTAGEM DO ‘FANTÁSTICO’:

Assunto(s): ,

Leia também:

4 comentários

  1. Fernando disse:

    Novamente volta a tona um “defunto já sepultado”, e como característico o odor do mesmo, porém desta vez este mal cheiro vem de algumas camadas ou pessoas que simplesmente não sabem o quanto esse gente lutou e luta diuturnamente para manter a nossa querida a agora Estância Turística, terra essa que assim como no Folclore tem sua tradição, o Turismo entra para completar tudo que nós Olimpienses de coração devemos manter como nossa joia, pois graças ao empenho de anos hoje temos no Brasil a referencia turística de Olímpia, basta ter a oportunidade de fazer uma viagem a qualquer ponto do Brasil, eu mesmo já vivenciei isso na Capital e no Litoral, todos diziam ..
    Não é la quem tem aquele parque-aquático?
    Nessa a hora a gente tem orgulho (confesso)
    Então acredito que a sociedade deve se unir, ganhar força, para não deixar que alguns poucos levem o que com tanto esforço esse Município laborou para conquistar, para mim seria o mesmo que tirar de nós o Titulo de Capital do Folclore, que tanto Prof. Jose Santana que Deus o tenha, se empenhou para nos deixar.
    Seremos maiores que qualquer medida ou deixemos em vão nosso empenho?

  2. Voz disse:

    Então, mas a água vem do aqüífero Guarani ou não? Se toda cidade tivesse um clube semelhante ao Thermas,existiria comprometimento dos recursos hídricos?Uma empresa que consumisse a mesma quantidade de água que o nosso clube consome, pagaria bem mais caro, por que o Thermas paga menos?Repórter do Fantástico não tem fundamento algum na sua reportagem?Que coisa heim.. O Thermas é importantíssimo para Olímpia,é fato! Mas que existe muita coisa envolvida,isso também é fato!!!Né senhor Concon…

  3. SILVIO MIGUEL GOMES disse:

    O órgão do Governo Federal e o MP perderam na Justiça. Já virou praxe não aceitar qualquer derrota e buscar a grande imprensa para fazer pressão.
    É próprio também do Jornalismo praticado pela Rede Globo, não respeitam nada, querem destruir qualquer empresa, não se importam com desemprego.
    OS donos da Rede Globo são proprietários e invadiram áreas de preservação ambiental, não respeitam nada e deviam ser condenados.
    milionários também invadem áreas no Amazonas e vão construindo, destruindo.
    O uso de veneno (agrotóxico) já contaminou o aquifero guarani.
    O termas faz uso das águas há 30 anos e agora querem destruir tudo.
    É necessário além do turismo, lutar por indústrias na cidade e não destuir o que já tem.

  4. Luiz Ferreira disse:

    Gostaria de deixar meu comentario, meu direito de expressao, sem pender a favor ou contra estas decisoes judiciais bem como sem querer julgar o fato.
    Gostaria de alertar sobre o que é mais importante e de forma mais abrangente, nao apenas me referindo ao caso em questao mas uma reflexao, se o desenvolvimento, se o agronegocio, se a agricultura e todos argumentos lancados realmente sao mais importantes do que manter nosso planeta, ou se devemos continuar explorando os recursos ate que um dia teremos necessidade de artificializar tudo para que possamos sobreviver.

    => não se importam com desemprego
    seria muito interessante nao ter desemprego em um planeta sem recursos. mais facil todos ficarem empregados ate que se esgotem os recursos e so apos isso se pense em uma solucao, porem no momento serao 2 problemas e nao apenas 1

    => … sem que ninguém o utilize para o progresso, para gerar empregos, divisas, benefícios sociais.
    muito bom ter progresso, empregos divisas e beneficios sociais em um mundo sem recursos, devastado e poluido? tudo isso sera usufruido dentro de bolhas artificiais, agua dessalinizada, oxigenio filtrado etc, afinal o dinheiro ira financiar tudo isso

    => Não leva em consideração décadas de trabalho de pessoas honestas e idealistas, como Benito Benatti, e a transformação de uma cidade antes ‘dormitório’ do agronegócio, em Estância Turística.
    Exato, tudo isso esta acima do meio ambiente!!! Precisamos acabar com os recursos naturais para trazer desenvolvimento!!! Nao ha remorso algum com relacao a isto.

    Me refiro a forma de pensar! Se a humanidade continuar com esse pensamento vamos morrer consumindo combustiveis fosseis porque caso contrario a economia para. Vamos morrer tendo que todos os dias dirigir horas ida e volta para o trabalho sendo que a maioria das pessoas nao sai de sua baia de trabalho e poderia trabalhar de sua casa. Vamos morrer sem agua pois poluimos todos nossos rios. E a lista nao tem fim.
    A grande realidade, é esta, nao me excluo disso, nao tenho opcao, preciso pegar meu carro, tambem preciso poluir os rios para sobrevicer! Sempre foi assim! Para que mudar?

Resposta para Luiz Ferreira