Engenheiros visitam o morro do Alemão e o Santuário da Penha e confirmam pacificação

O presidente e vice da AEAA (Associação dos Engenheiros de Olímpia), Roberto Blanco e Omar Eduardo de Nadai, participaram de simpósio na capital do Rio de Janeiro, DSC03017semana passada, conforme já foi divulgado neste Portal, e aproveitaram para constatar ‘in loco’ a pacificação do complexo do Alemão, incluindo o Santuário de Nossa Senhora da Penha.

Foi nessa igreja que os traficantes atiravam contra militares e moradores, durante o confronto ocorrido recentemente e que culminou com a tomada do complexo pelas Forças Armadas. “É impressionante o apoio da população do Rio em relação à invasão. Conversamos com pessoas comuns do centro do Rio, com motoristas de taxis e principalmente, com moradores do Alemão”, relata Omar ao Portal.

DSC03013

Segundo Omar, que participou, juntamente com Roberto, como inspetores do CREA-SP (Conselho Regional de Engenharia), “a satisfação é algo gratificante de se ver e ouvir. Estivemos ‘in loco’ e constatamos, além desses comentários, a beleza do Santuário de Nossa Sra. da Penha, que foi construída em 1634, tem mais de 360 degraus esculpidos na própria rocha do morro onde se ergue a igreja. É um local único. De lá se avista parte do Rio de Janeiro e principalmente o complexo do Alemão. É um local de peregrinação, que não mais atraía fieis devido à ocupação pelos traficantes. Agora nota-se um local de paz. Existia uma festa tradicional neste local, e há 3 anos esta não mais se realizava devido aos traficantes”.

DSC03015

“Recomendo aos nossos amigos, que forem fazer turismo no Rio, que não deixem de conhecer este Santuário”, afirma Omar.

***


* Fique à vontade para dar a sua opinião, mas atenção: se ele não aparecer no mesmo dia é porque, com certeza, você não leu a nossa política de comentários. No momento, está sob moderação.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *