Unimed Rio Preto não tem nada a ver com ‘quebra’ da Paulistana, diz nota

A ‘quebra’ da Unimed Paulistana em nada afeta a Unimed de São José do Rio Preto. É o que afirma a nota da instituição após a divulgação, pelo Diário de Olímpia, na última quarta-feira (2), de que a crise no sistema de saúde complementar no Brasil se agravou hoje com a decisão da ANS sobre a Unimed Paulistana. A operadora terá de entregar sua carteira de clientes para um outro administrador em 30 dias, a contar da data da notificação, publicada naquela quarta-feira no “Diário Oficial da União”.

unimed

A repercussão da notícia causou mal-estar em alguns usuários. “Muitos clientes acham que o problema tem reflexo na Unimed Rio Preto, mas não tem”, assegura a assessoria de imprensa ao Diário.

A NOTA OFICIAL

Diz a nota encaminhada ao Diário de Olímpia que:

“Com relação ao processo de alienação compulsória da Unimed Paulistana, esclarecemos que em nada afeta o funcionamento da Unimed São José do Rio Preto. Todas as Unimeds são independentes entre si, com carteiras de clientes e administração próprias, por isso, tais fatos dizem respeito exclusivamente à Unimed Paulistana.

Unimed Rio Preto Coluna do Beck

“Atualmente, a Unimed Rio Preto possui 240 mil clientes e 1.400 médicos cooperados. A situação financeira da cooperativa rio-pretense é totalmente estável e segura. Os clientes continuam com atendimento garantido na cidade de São Paulo em caso de necessidade por meio do intercâmbio, com total respaldo dos prestadores de serviços médicos da Federação das Unimeds do Estado de São Paulo – Fesp”.

Unimed instala farmácia em Olímpia para 20 mil clientes da cidade e região

Os clientes e cooperados de Olímpia e região agora contam com mais um benefício exclusivo Unimed São José do Rio Preto. Já está em funcionamento na cidade uma unidade da Farmácia Unimed, localizada à rua Síria, 410, Centro. Esta é a segunda unidade de farmácia da cooperativa, a outra fica em Rio Preto.

P1160472

Em um espaço planejado, os clientes irão encontrar mais de seis mil itens como medicamentos, perfumes nacionais e importados, produtos de higiene e dermocosméticos das mais variadas marcas e renomados laboratórios. Tudo a preços competitivos.

10262055_897224020293934_6962258014956155736_n

Para garantir total satisfação dos clientes, a Farmácia Unimed conta com 12 profissionais especializados como farmacêuticos, atendentes, dermocosultoras, entre outros, todos à disposição para auxiliar no que for necessário.

10348310_897224006960602_3022247900039864964_n

Segundo o presidente da Unimed Rio Preto, Emerson Gomez, a nova farmácia trará benefícios para os mais de 20 mil clientes da cooperativa que moram em Olímpia e região.

10296563_897223926960610_5406886134510034514_n

“A partir de agora, passamos a oferecer uma nova experiência em compras. Com um mix variado de produtos de altíssima qualidade e profissionais capacitados para garantir a satisfação de todos”, afirma Gomez.

P1160486

A Farmácia Unimed em Olímpia é exclusiva para clientes e cooperados Unimed e funcionará todos os dias da semana, inclusive aos sábados e domingos, das 8 às 22 horas. O telefone para contato é (17) 3279-1425.

10300762_897223903627279_6408723113208765958_n

10377468_897223823627287_104410671822811199_n

10245439_897223706960632_5283595996106282616_n

10402535_897223690293967_3491375214179386603_n

10349074_897223556960647_5566152712154383998_n

10308161_897223573627312_3201708427936583989_n

10374483_897223510293985_9026686232865257046_n

10390185_897223316960671_5593519530971426311_n

10415560_897223096960693_3887925010319548567_n

10401371_897223353627334_401128427341086414_n

UNIMED reúne médicos de Olimpia para apresentar inovações a partir deste ano

Texto e Fotos Cristiane Gracindo — Na segunda-feira (26) representantes da UNIMED Rio Preto reuniram cerca de setenta médicos de Olimpia e região para uma demonstração dos benefícios oferecidos aos associados além das inovações oferecidas pelo plano.

10308566_711710338870923_8945874968450684842_n

Os médicos cooperados foram recebidos no Buffet Dat Badan com um jantar organizado pela Comunic de Rio Preto que fez questão de oferecer com conforto um espaço para que todas as dúvidas fossem sanadas.

10351974_711709822204308_5118520753724418700_n

O evento foi aberto com a explanação do doutor Emerson Gomez, presidente da UNIMED, sobre os investimentos feitos na cidade de Olimpia, a inauguração da farmácia e suas vantagens para os clientes, além dos pacotes de grupos de serviços( Clube de Vantagens) que a UNIMED coloca à disposição dos médicos associados, tais como restaurantes, lojas e outros que oferecem menor preço para os profissionais.

10330244_711709332204357_6779565691964293192_n

Dentre os presentes estiveram Miguel Zerati, médico de renome nacional, João Aris (pesquisador e diretor da UNIMED, Fatima Bozelli, diretora de marketing da rede que, ao lado de Emerson, fizeram questão de dialogar sobre todas as dificuldades que os associados se deparam e assim desenvolver um trabalho em conjunto para atender os quase vinte mil detentores dos planos de saúde que a cidade oferece.

10370375_711711515537472_7871086969859861607_n

“A UNIMED devido ao seu crescimento tem de oferecer um investimento estratégico para que possa atender ao mercado com respeito e eficiência que é o que se espera de um plano de saúde” – reitera Gomez ao final de sua apresentação.

10392442_711712798870677_2504327007903720928_n

10322824_711709865537637_3047292340848691150_n

10418507_711710085537615_5188013790428147339_n

Posto Adulto Infantil 24 Horas Unimed começa a funcionar nesta quarta-feira logo cedo

Se estivesse entre nós, o pioneiro da industrialização de Olímpia Walter Zucca estaria aplaudindo a concretização de sua campanha. Nesta noite de terça-feira (14), foi inaugurado, no local onde funcionava o Pronto Socorro Municipal, ao lado da Santa Casa, o primeiro Pronto Atendimento Adulto Infantil 24 Horas da Unimed Rio Preto, ao custo de R$ 250 mil, que já começa a funcionar às 7h desta quarta (15) com uma infra-estrutura moderna e única na região. Em Rio Preto, por exemplo, um Posto igual somente será inaugurado daqui um ano meio, revelou o presidente da instituição, Emerson Gomez.

DSC_1326

DSC00983Zucca, mesmo quando estava com a saúde debilitada, três anos antes de sua morte, aos 86 anos, após três tentativas frustradas de formar comissões de olimpienses para trazer um ‘hospital Unimed’, ainda revelou a este Diário: “Ainda não desisti. Vou formar uma nova comissão, com apoio político, para trazer este hospital. São 15 mil associados na cidade, vai desafogar a Santa Casa, as Unidades Básicas de Saúde, Olímpia merece um hospital particular, e a Unimed tem de retribuir o que leva daqui”.

No ano passado, faleceu sem ver o sonho realizado. E, nas sucessivas crises da Santa Casa, a Unimed sempre foi lembrada – e criticada com rigor – por possuir tantos usuários e não dar o ‘devido valor’ com um atendimento diferenciado. E o nome de Walter Zucca sempre foi lembrado. Agora, não são mais 15 mil, mas 20 mil usuários, e precisou a Santa Casa fechar as portas para o SUS, e para os planos de saúde, em outubro do ano passado, para que a Unimed, como confessou o presidente Emerson Gomez em DSC_1317entrevista “passasse a ir além de ser uma operadora de saúde, de vender planos, buscando com uma solução digna para os nossos beneficiários em virtude de toda essa situação criada em Olímpia”.

Nessa nova conjuntura estão, na ponta, o provedor Mário Montini, o diretor clínico e amigo pessoal do presidente da Unimed Rio Preto Nilton Martinez e o prefeito Geninho Zuliani. Ao abrir os discursos, Emerson Gomez resumiu, em dois minutos, que “Olímpia é a cidade que entra nos anais da Unimed por possuir o primeiro Pronto Atendimento da rede, tornou-se realidade graças ao comprometimento dos cooperados que se integraram ao processo, auxiliando no alinhamento da parceria com a Santa Casa, e ao médico Nilton Martinez, em nome de todos eles, por ser também o mais velho e respeitado, e que muito nos ajudou neste empreendimento”.

2013-05-14-21.14.44

Gomez elogiou a direção da Santa Casa que “percebendo o enorme problema de Saúde lançado em suas mãos, aceitou discutir essa parceria”.

Na entrevista com o Diário e a Rádio Menina AM, Gomez fez um rodeio para admitir que a Unimed Rio Preto foi impulsionada pela crise gerada em outubro passado: “O nosso primeiro olhar foi para os 20 mil usuários da cidade, fora os da comarca. E o segundo grande motivo foi o fechamento da emergência da Santa Casa, fechou para todos, inclusive para nós que estávamos pagando regularmente. Acabamos sendo prejudicados e daí iniciamos um trabalho para não piorar ainda mais a situação para os beneficiários, foi quando o provedor Montini e o médico Martinez nos envolveu em uma parceria, depois em uma série de reuniões, vistorias no local, alvarás novos, CNPJs diferentes, aquisição de equipamentos, alvenaria, enfim, levamos cinco meses, mas conseguimos”.

DSC_1286

“É o primeiro Pronto Atendimento completo da Unimed Rio Preto. Basicamente, a Unimed é uma operadora de Saúde, ela vende planos de Saúde, mas em virtude de toda essa situação que foi criada em Olímpia, e tendo em vista o número de beneficiários, decidimos abrir o nosso primeiro Pronto Atendimento, dentro de um ano a um ano e meio deveremos estar inaugurando em Rio Preto então, desta vez, Rio Preto ficou em segundo lugar”, disse Gomez.

E o presidente da Unimed gostou de fazer parcerias com Olímpia: “Dentro em breve, virão novas parcerias com a Santa Casa, aumentando o número de cirurgias. A Unimed preza a vida humana, queremos fixar o indivíduo na cidade dele, para que ele não precise sair em busca de atendimento fora, correndo riscos nas rodovias. A Santa Casa terá muito a ganhar”, revelou, na entrevista.

DSC_1339

DESABAFO DE MONTINI

Em contraponto ao rápido discurso do presidente da Unimed, o provedor Mário Montini não poupou o tempo e fez um longo desabafo: “É muito difícil administrar um hospital como a Santa Casa, não tem o respeito de boa parte da população que, precisa verdadeiramente deste hospital, mas que foi muito atacada injustamente, e continuamos a ter dificuldades porque não temos o apoio de que precisamos. Temos 50 mil habitantes para um hospital, uma micro região que soma mais 50 mil, além de uma população flutuante de mais de 100 mil pessoas por mês, assim teremos uma população de 200 mil pessoas em torno do hospital e se não tivermos um atendimento digno, o que será de nosso turismo, por exemplo? O turismo e o empreendedorismo em Olímpia só crescem, só que para a Santa Casa nada, ninguém compreende as suas reais necessidades. Não compreende que não adianta a cidade crescer se não tiver um hospital para suportar essa demanda”.

DSC_1299

“E estamos precisando de mais ajuda, senão não iremos suportar. O prejuízo do SUS para a Santa Casa é imenso, vocês não fazem ideia, temos uma UTI com cinco leitos para o SUS, se vocês forem ver agora há sete leitos ocupados na UTI SUS. Recebemos R$ 14,5 mil mensais para o atendimento dessa UTI SUS, e gastamos, só com médicos, mais de R$ 50 mil. Como é que podemos suportar uma situação dessas, precisamos de ajuda e que as pessoas, especialmente as formadoras de opinião passem a ver a Santa Casa de forma diferente”, prosseguiu, em seu desabafo, o provedor da Santa Casa.

DSC_1281

Montini chegou a revelar uma crítica “absurda” que ouviu, recentemente, a respeito da necessidade da contratação de um anestesista: “Situação lamentável que tivemos de ouvir, em relação a médico anestesista, que é o nosso maior problema hoje, que um médico anestesista ganhar R$ 10 mil mensais era muito e que um anestesista era formado em apenas três meses. Vejam que absurdo temos de ouvir e de conviver. É uma falta de respeito para com os médicos, coma nossa instituição”.

DSC_1298

O provedor voltou a insistir na necessidade do apoio da população, mesmo com o trabalho que a Unimed resolveu fazer na cidade: “A diretoria da Unimed de Rio Preto sempre esteve conversando conosco, nos apoiando. Mas, o que precisamos mesmo é do apoio da DSC_1260população, senão de nada vai adiantar todo esse esforço”, e fez pergunta: “Como é que a Santa Casa suportou até agora todos esses problemas?”, daí os cumprimentos ao prefeito Geninho Zuliani: “Tenho de pedir a oportunidade de agradecer ao prefeito Geninho, porque o seu dinamismo fez com que eventos, como quermesse, fossem realizados, reuniu os prefeitos para uma melhor ajuda à Santa Casa, que ainda não é suficiente, as verbas que conseguimos em 2011 para fecharmos o ano com menos prejuízos, principalmente com o deputado federal Rodrigo Garcia, até tivemos um superávit no ano passado graças às verbas conseguidas pelo prefeito, mas precisamos da ajuda também dos prefeitos da região, dos vereadores que busquem com os seus deputados verbas de custeio”.

Montini disparou contra o governo federal, citando nominalmente a presidenta da República: “Se tivéssemos recursos não teríamos atrasado os salários dos funcionários neste mês, atrasamos porque a dona Dilma não mandou o dinheiro para que pagássemos os funcionários, a culpa vem lá do Ministério da Saúde, essa fórmula que vem lá de cima está errada, é injusta. Basta ver que somente a UTI nos dá um prejuízo mensal de R$ 80 mil, sendo que R$ 50 mil é só de remédios, não tem jeito, não tem como tocar”.

Ao finalizar, deixou uma mensagem de esperança: “Acreditamos que, apesar de todo esse quadro, a situação vai melhorar um pouco, temos trabalhado com Vivaldo Mendes e o Mazer, especialmente na área financeira, mas volto a repetir: precisamos do apoio e da confiança da população, assim como a Unimed teve confiança na nossa diretoria, na cidade, esse projeto não se viabilizaria. Hoje a nossa parceria se reforça ainda mais, me perdoe o desabafo”.

PREFEITO: CRISE NACIONAL DAS SANTAS CASAS

DSC_1304

Na mesma esteira de raciocínio, o prefeito Geninho Zuliani, ao fazer os agradecimentos de praxe à Unimed, disse que este é um “momento festivo e histórico para Olímpia, e quero parabenizar o provedor Mário Montini pelo trabalho que vem fazendo e reforçar o que eu sempre disse: enquanto você estiver aqui, Mário, você será criticado. É muito mais cômodo para o que se acovarda dentro de casa do que para aquele que assume o trabalho voluntário de uma entidade filantrópica, como a Santa Casa. Todos nós sabemos das dificuldades nacionais que passam os hospitais filantrópicos, o caso não é Olímpia e sim o País todo, e porque o governo federal abandonou os hospitais filantrópicos há décadas, e todas as Santas Casas do País estão quebradas. Quanto você reúne uma diretoria com dez, vinte pessoas, da sociedade, para tocar uma Santa Casa nessa conjuntura, é preciso tirar o chapéu para vocês, deixar a família de lado, atender telefone qualquer hora da madrugada, passar nervoso sem necessidade, mas no fim das contas você pode ter a certeza de que, a cada dia, você coloca um tijolinho lá no Céu”.

DSC_1301

O prefeito também cumprimentou a secretária da Saúde Silvia Forti “que trabalha, e bem, com o nosso SUS, e que até cidades de outros Estados, até do Sul, vem até Olímpia conhecer o trabalho desenvolvido com o SUS, o nosso modelo é um exemplo, pode não ser para os usuários que estão acostumados com um padrão superior, mas para os que estão de fora, ver que estamos acima da média nacional no tocante ao SUS, é um orgulho”.

E fez uma análise da situação do atendimento de emergência, envolvendo o SUS, os planos de Saúde e a Santa Casa: “Desde o fechamento do Pronto Socorro Municipal, neste prédio, por mais de décadas, SUS, Unimed e todos os convênios, todos os pacientes entravam por esta porta e, um pouco antes, por outra porta lateral da Santa Casa, mas passavam por aqui. Veio a UPA há quase um ano. E a Unimed é forte na cidade, a cada três olimpienses, um tem Unimed. Naquele momento de crise, fizemos as críticas corretas à Unimed Rio Preto pelo fato de que deveria ter uma ação imediata, tinha que ter um Pronto Atendimento, e tivemos uma sobrecarga no SUS, tivesse Unimed ou outro plano, tudo pelo SUS, nesses últimos meses. Hoje sei que teve de ter reuniões, assembleias na Unimed e de todo o esforço da diretoria Unimed”.

DSC_1310

E, encerrou fazendo um novo pedido à Unimed e revelando que o novo Pronto Atendimento irá desafogar o serviço público de Saúde: “Vocês enxergaram o potencial da cidade, ninguém investe em uma cidade que anda para trás. Sei que, no andar do tempo, a Unimed poderá assumir alguns leitos e ajudar até mais a nossa Santa Casa, pelo seu número de usuários. Vamos, de imediato, tirar de 1,5 mil a 2 mil pessoas do SUS. Muito obrigado por acreditar na cidade e em nosso governo”.

Na sequência, o padre Ivanaldo Mendonça fez as bênçãos, e foram descerradas a placa comemorativa e a fita inaugural. O Buffet Dat Badan cuidou do serviço do coquetel. O Coral da Unimed – Uniencanta – se apresentou na parte de fora, e coberta, surpreendendo a todos pela musicalidade e talento.

Com 300 m2 de área, divididos em 14 salas, o prédio abrigará cerca de 40 profissionais especializados como médicos, enfermeiros, plantonistas, administrativo, vigilância 24 horas, entre outros. O projeto, realizado com apoio da Santa Casa, dará suporte ainda mais eficiente e completo aos mais de 20 mil clientes da região de Olímpia. Em caso de necessidade, exames laboratoriais e raio-x também serão feitos em parceria com o hospital.

DSC_1340

O diretor clínico do novo Posto de Atendimento Unimed é o médico Luiz Fernando Rímoli.

Confira cada detalhe do interior do primeiro Posto de Atendimento Adulto Infantil 24 Horas da Unimed Rio Preto, em Olímpia, e da inauguração nas fotos do Diário:

We cannot display this gallery

Unimed inaugura hoje PS 24 horas e vai desafogar o SUS de Olímpia

A transformação do antigo Pronto-Socorro de Olímpia, em anexo à Santa Casa de Misericórdia, para um moderno Posto de Atendimento Unimed 24 Horas será nesta terça-feira (14), às 19 horas, em solenidade de inauguração. Segundo afirma a secretária da Saúde de Olímpia, Silvia Forti Storti, a presença da Unimed com um PS próprio poderá desafogar em até 30% o serviço público, inclusive de emergência da UPA (Unidade de Pronto Atendimento), já que o convênio mantém, na cidade e comarca, cerca de 20 mil usuários.

unimed-capa

O Diário já tinha revelado como estava ficando as salas e novas instalações, quando estavam presentes no prédio, na semana passada, o coordenador de Marketing da Unimed Rio Preto, Mauro Sérgio Fernedes; a enfermeira Paula Carvalho; Marcos Vinicius, analista de Marketing; Cristiane Aldrigue, supervisora de Enfermagem; e, também, Kátia Morales, da equipe de Marketing.

DSC_0980

O Diário percorreu o prédio revitalizado, já com as cores da Unimed, placas nas portas, macas, equipamentos e suprimentos já sendo distribuídos pelas 14 salas. São 300 metros quadrados de área. A capacidade de atendimento, conforme já divulgado, é de 1,5 mil atendimentos mensais, exclusivamente para clientes Unimed e particulares. Equipamentos de última geração e mobiliários equipam a Unimed Serviços-3, de Olímpia.

O serviço contará com cerca de 40 profissionais especializados como médicos, enfermeiros, plantonistas, administrativo, vigilância 24 horas, entre outros. O projeto, realizado com apoio da Santa Casa, dará suporte ainda mais eficiente e completo aos mais de 20 mil clientes da região de Olímpia. Em caso de necessidade, exames laboratoriais e raio-x também serão feitos em parceria com o hospital.

A inauguração será na terça-feira (14), às 19h, e o atendimento começará no dia seguinte, pela manhã.

CONFIRA DETALHES DA REFORMA

We cannot display this gallery

Antigo PS da Santa Casa se transforma em Pronto Atendimento Unimed na terça, 14

A data já está confirmada: a partir da próxima terça-feira (14), às 19h, o antigo Pronto-Socorro da Santa Casa de Misericórdia de Olímpia – desativada pela chegada da UPA 24 horas – se transforma em moderno Pronto Atendimento Adulto e Infantil Unimed 24 horas, contando inclusive com UTI Móvel para possíveis deslocamentos para Rio Preto, por exemplo.

pronto-santacasa

Conforme divulgado ontem pelo Diário, com exclusividade, o local tem capacidade para realizar mais de 1.500 atendimentos por mês exclusivamente a clientes Unimed e particulares, está em fase de acabamento e reestruturação com equipamentos de última geração e mobiliários para receber a Unimed Serviços 3.

Com 300m2 de área, divididos em 14 salas, o prédio abrigará cerca de 40 profissionais especializados como médicos, enfermeiros, plantonistas, administrativo, vigilância 24 horas, entre outros. Inclusive UTI Móvel e, segundo o provedor Mário Montini, futuramente serviço de quimioterapia, vacinas etc.

O projeto, realizado com apoio da Santa Casa, dará suporte ainda mais eficiente e completo aos mais de 20 mil clientes da região de Olímpia. Em caso de necessidade, exames laboratoriais e raio-x também serão feitos em parceria com o hospital.

Para o presidente da Unimed Rio Preto, Emerson Gomez, a inauguração do Pronto Atendimento Adulto e Infantil 24 horas na cidade de Olímpia representa um avanço tanto para a cooperativa médica como para todos os clientes daquela região.

“Vamos garantir um atendimento de altíssima qualidade. Dessa forma, além de prezar pela saúde e bem-estar dos nossos clientes, vamos contribuir para a melhora da saúde em todo município, uma vez que cerca de 20 mil pessoas deixarão de usar os pronto atendimentos ligados à Prefeitura e Santa Casa”, afirma Gomez.

Finalmente! Unimed anuncia prédio com atendimento próprio em Olímpia ainda este mês

Com objetivo de garantir mais qualidade e excelência nos serviços prestados aos clientes da cidade de Olímpia e região, a Unimed São José do Rio Preto está concluindo as obras do Pronto Atendimento Adulto e Infantil Unimed 24 horas, que será inaugurado até o dia 15 deste mês.

A campanha do industrial falecido, Walter Zucca, para que a Unimed tivesse um hospital ou algo parecido, como este Pronto Atendimento, enfim foi cumprido.

unimed

O local, com capacidade para realizar mais de 1.500 atendimentos por mês exclusivamente a clientes Unimed e particulares, está em fase de acabamento e reestruturação com equipamentos de última geração e mobiliários para receber a Unimed Serviços 3.

Com 300m2 de área. divididos em 14 salas, o prédio abrigará cerca de 40 profissionais especializados como médicos, enfermeiros, plantonistas, administrativo, vigilância 24 horas, entre outros.

O projeto, realizado com apoio da Santa Casa, dará suporte ainda mais eficiente e completo aos mais de 20 mil clientes da região de Olímpia. Em caso de necessidade, exames laboratoriais e raio-x também serão feitos em parceria com o hospital.

Para o presidente da Unimed Rio Preto, Emerson Gomez, a inauguração do Pronto Atendimento Adulto e Infantil 24 horas na cidade de Olímpia representa um avanço tanto para a cooperativa médica como para todos os clientes daquela região.

“Vamos garantir um atendimento de altíssima qualidade. Dessa forma, além de prezar pela saúde e bem-estar dos nossos clientes, vamos contribuir para a melhora da saúde em todo município, uma vez que cerca de 20 mil pessoas deixarão de usar os pronto atendimentos ligados à Prefeitura e Santa Casa”, afirma Gomez.

O Pronto Atendimento Adulto e Infantil Unimed 24 horas está localizado à rua Síria, 139.

Santa Casa e Unimed buscam um novo modelo, e mais justo, de atendimento aos usuários

As diretorias da Santa Casa de Misericórdia de Olímpia e do convênio médico Unimed, de Rio Preto, estiveram reunidos para a busca de soluções que viabilizem o retorno ao atendimento do Pronto-Socorro do hospital com este convênio, fechado desde o dia 22 de outubro.

Santa Casa

A crise, enfim, serviu para que o modelo de atendimento do convênio seja alterado e, segundo disse o provedor Mário Montini ao Diário, “essa reabertura, que deverá ocorrer em breve, mudará os conceitos de atendimento de planos de saúde em Olímpia”, mas não quis revelar detalhes.

No início desta semana, uma nova reunião entre o hospital e a Unimed ocorrerá para melhores definições. O provedor disse que “uma comissão está cuidando dos valores do serviços hospitalares, ou seja, faremos um novo contrato com a Unimed para o atendimento hospitalar, dentro de padrões justos, cuja comissão também estará reunida nos próximos dias”.

Segundo ele, “a expectativa é que as nossas reclamações sejam levadas a bom termo junto à Unimed a fim de que os usuários tenham o melhor serviço”.

Unimed diz que não em ‘culpa da crise’ e tomará medidas contra Santa Casa

Em relação à crise da Santa Casa local, e também como o convênio da Unimed foi citado em declarações do provedor Mário Montini, e inclusive o atendimento cortado, a cooperativa médica enviou nota ao Diário afirmando que ela “não tem culpa da crise do hospital de Olímpia” e que, muito pelo contrário, somente este ano fez dois reajustes “acima da média dos demais convênios por ela praticados”.

carteira-unimed

A nota em sua íntegra é a seguinte:

“A Unimed Rio Preto desconhece a alegação da Santa Casa de Misericórdia da cidade de Olímpia de que o repasse da cooperativa seria insuficiente para manter o atendimento dos clientes no local. A cooperativa sempre honrou com seus compromissos com a Santa Casa de Olímpia, com os médicos e clientes.

“Diante da percepção das dificuldades pelas quais o hospital vem passando, a Unimed, mesmo possuindo a melhor remuneração no valor da consulta de toda a região, concedeu dois aumentos consecutivos, um no primeiro e outro no segundo semestre de 2012, exclusivos para a Santa Casa de Olímpia. Além desse aumento, por várias vezes a Unimed antecipou o pagamento das faturas do hospital como forma de ajudar e ainda se comprometeu em oferecer cursos de educação continuada com objetivo de capacitar ainda mais os profissionais do local.

“A Unimed Rio Preto possui compromisso tanto com a qualidade dos serviços prestados aos clientes, bem como com as condições de trabalho e remuneração dos médicos cooperados.

“A Unimed Rio Preto é uma operadora de plano de saúde e, como tal, compra serviços de hospitais e clínicas, não sendo gestora ou administradora de qualquer hospital.

“Com relação à interrupção do atendimento, abrupta e irregular, a cooperativa tomará as medidas judiciais cabíveis para o reestabelecimento do contrato e para o atendimento dos usuários pela Santa Casa de Olímpia”.

Nota do Diário: Olímpia já passou da hora de ter um Hospital Unimed com os seus 16 mil usuários. Há cidades com menos usuários e ela disponibiliza, ao menos, uma Unidade de Atendimento. Vamos à campanha popular contra isso.

Campanha de Walter Zucca para UNIMED instalar ambulatório próprio ainda é atual

DSC00983Em tempos onde se discute questões de saúde pública, seja a insatisfação dos médicos do plantão à distância que ameaçam cruzar os braços ou mesmo em silenciosa greve branca, seja quando ocorre a morte de uma paciente, como foi o caso da senhora de 29 anos no domingo, desfalecendo na porta de entrada do Pronto Socorro da Santa Casa, é bom lembrar que a cruzada de um pioneiro de Olímpia, inclusive da industrialização da cidade, Walter Zucca, 87, mantém acesa a chama de uma campanha deflagrada hospitalanos atrás, ainda bem atual e consciente: não era hora do convênio médico UNIMED ter em Olímpia o seu próprio ambulatório?

“Afinal, o próprio convênio afirma que Olímpia é a segunda ou terceira cidade com mais usuários, cerca de 15 mil, então já passou da hora da cidade ser contemplada com um hospital ou ambulatório que seja”, afirma Zucca. Leia mais…