Fernandinho não gostou do que leu dele e ordenou: “Para o Blog, só com papel”

O chefe de gabinete do presidente-aniversariante de hoje da Câmara Municipal Hilário Ruiz (PT), Fernando Roberto da Silva, o Fernandinho, não gostou, provavelmente, do que leu a seu respeito logo abaixo e trancou as chaves do estúdio de som para este modesto neo-blogueiro: cópia em pendrive (mp3) da sessão legislativa só com expressa autorização, após apresentação de um pedaço de papel…ops… de um ofício devidamente timbrado.

Continue lendo…

UEUO: Presidente da Câmara abre o jogo para Geninho. Seu chefe de gabinete, esconde (e ainda diz que prefeito se ‘retratou’)

Nem sempre o assessor é pago para falar a verdade. Na maioria das vezes, ele é pago para camuflar e, se possível for, ainda reverter o placar da situação. Foi o que fez Fernando Roberto da Silva, o Fernandinho, fiel e antigo escudeiro do atual presidente do legislativo olimpiense Hilário Ruiz (PT).

Hoje como chefe de gabinete na Câmara Municipal, Fernandinho participou como ouvinte da reunião entre o prefeito Geninho Zuliani (DEM), e comissão de universitários e vereadores, quinta-feira passada (1°), e se transformou em porta-voz falante na Rádio Menina AM no dia seguinte, sexta (2), revertendo totalmente a favor do patrão e dos universitários, a questão do repasse de subídios para a UEUO (União dos Estudantes Universitários de Olimpia). O leitor poderá saber melhor sobre esta questão lendo o tópico anterior sobre o assunto. Que papelão, heim Fernandinho?

Continue lendo…

HILÁRIO ABRE O JOGO: Desvio de dinheiro na UEUO, diretoria sem legitimidade e estrutura decadente. E ele já sabia disso…

Conforme havia prometido, o blog relata a reunião ocorrida na manhã de quinta-feira (1°) entre o prefeito Geninho Zuliani (DEM), alguns vereadores, entre eles o presidente Hilário Ruiz (PT) e comissão de universitários da UEUO (União dos Estudantes Universitários de Olímpia). A pauta: uma fórmula da prefeitura continuar liberando, mensalmente, R$ 20 mil para subsidiar parte do transporte universitário para cidades da região, face à desorganização, falta de estrutura, apontamentos de irregularidades pelo Tribunal de Contas do Estado (TCE) e até a ausência de legalidade da União em receber qualquer ajuda governamental sem que a atual diretoria esteja registrada e reconhecida em Cartório.

Prefeito Geninho, vereadores José Elias e Hilário Ruiz. Assessora Ana grava. Foto: Jonas Olmos

Durante a reunião, mais revelações: desconfia-se de que parte de subsídios tenham sido desviados, simplesmente sumiram; não se paga energia elétrica desde janeiro (a sede está às escuras e sem energia), o presidente Giovani Gibim simplesmente deixou a entidade abandonada, alegando compromissos particulares, surgindo agora na reunião, mas não se manifestou, exceto quando o prefeito Geninho lhe dirigiu algumas perguntas; o tesoureiro também não tem participado – enfim, uma entidade totalmente sem condições de continuar recebendo subvenções da prefeitura. Continue lendo…

Zé das Pedras preparou uma ‘arapuca’ ou ‘saia justa’ para o jovem Guto?

O vereador José Elias Morais (PMDB, foto acima), primeiro secretário da Câmarazeguto Municipal de Olímpia, colocou ‘na parede’, e numa tremenda ‘saia justa’, seu companheiro (ou ex?) de ‘coalizão’, a eufemística bancada de oposição ao prefeito Geninho, Gustavo Zanette (Guto, foto abaixo), do PSB: “Afinal, eu queria saber do jovem vereador o que ele está fazendo em prol dos estudantes, para resolver essa questão da União dos Estudantes Universitários, A UEUO?”

E o vereador ficou sem saber exatamente o que Zé das Pedras, como é conhecido o peemedebista, quis dizer.

Mas, a arapuca já tinha sido armada, e Zé foi mais rápido.

Ouça a Rádio Blog para saber mais e, quem sabe, ajudar a decifrar o acontecimento: foi mesmo uma arapuca para o ‘jovem vereador’ ou é uma pérola legislativa? Você decide.

Cadê a UEUO? Cadê o presidente? Cadê as contas?

A União dos Estudantes Universitários de Olímpia (UEUO) sumiu.

Deixou praticamente os estudantes na mão: não se resolve o impasse das contas que a entidade deve prestar à Prefeitura, pelo subsídio que recebe, trancando os subsídios futuros por força de lei, e nem o presidente dá as caras para se explicar ao prefeito Geninho Zuliani e aos próprios alunos que estão, literalmente, a ver…ônibus, já que a ajuda oficial é para isso mesmo: transporte para cidades vizinhas, como São José do Rio Preto.

O prefeito está amarrado. Por força de lei não pode continuar subsidiando a UEUO enquanto as questões levantadas pelo Tribunal de Contas do Estado não forem solucionadas. Continue lendo…