Criança que morreu no colo do pai que se atirou do 13º andar é sobrinho de olimpiense

O menino de seis anos, que morreu ao cair do 13º andar de um prédio em Osasco, na Grande São Paulo, “chorava muito e pedia para o pai parar”, conforme informação do boletim de ocorrência. Célia Regina, mulher do homem que pulou com o filho de um prédio, está internada num hospital de Osasco (SP) e passou por cirurgia. Célia foi agredida pelo marido durante uma discussão, momentos antes da tragédia.

A criança de seis anos que morreu juntamente com o pai que se atirou da janela do 13º andar de seu apartamento, em Osasco (SP), na noite de ontem, segunda-feira (17), é sobrinho do subtenente dos Bombeiros, reformado, de Olímpia, Manoel Pesquero Mioti. Segundo já noticiado em todo o País, um professor de 52 anos  se jogou do 13º andar de um prédio em Osasco, na Grande São Paulo, com o filho após briga de ciúmes.

mae-e-filho

Ambos morreram ao colidirem no chão em um edifício na Avenida Manoel Pedro Pimentel.  Edemir de Mattos e seu filho Ivan Pesquero de Mattos foram encontrados mortos pela PM por volta das 22h30. O ato de homicídio e suicídio foi presenciado por vizinhos que foram ouvidos pela polícia e disseram ter visto o professor saltar da sacada com o filho, chorando no seu colo.

1jk1y7pt77_70bwslzdno_file

A mulher do professor, Célia Regina Pesquero, que diz ter sido agredida pelo marido, é filha do irmão do subtenente Mioti, de Olímpia, e contou que o marido estava transtornado antes de se jogar da sacada.

Vizinhos relataram ter ouvido um barulho estranho vindo do apartamento e tentaram abrir a porta, mas não conseguiram entrar.

A mulher, uma química de 49, afirmou à polícia que o marido, com quem estava casada havia sete anos, era muito nervoso e costumava ser agredida por ele.  Segunda ela, o professor tinha o  trauma de um casamento anterior no qual não pode mais ver sua outra filha após a separação e costumava a dizer que poderia matar o filho ou fugir com ele. Na noite de segunda, ele teria tido um acesso de raiva sem nenhuma explicação e começado a ameaçar a matar o filho e se suicidar.

Pelo relato da vítima, a mulher preparava um lanche para o filho quando Mattos começou a ficar agressivo sem um motivo aparente.  Na sequência, ele teria agredido a química com socos e pontapés. Marcas de sangue foram encontradas em todo o apartamento pela polícia. Quando a PM foi acionada, a vítima estava no térreo, com o rosto ensanguentado e precisou ser levada para o Pronto-Socorro do Hospital Municipal Antônio Giglio, em Osasco.

A PM também encontrou uma faca branca usada pelo pai para cortar a tela de proteção da sacada. Um vizinho contou à polícia que viu o professor com as pernas do lado de fora da sacada e procurou dissuadí-lo de pular. Mattos, segundo essa testemunha, não deu ouvidos. O vizinho chamou outros moradores para tentar arrombar a porta, sem sucesso. A testemunha contou que a criança, que chorava muito, foi pega no colo pelo pai.  O menino implorava para que o pai parasse com a ameaça. A mulher teria gritado ao marido: “Seu filho, seu filho”. Esse vizinho também cortou a tela da sua sacada, mas mesmo assim disse que não conseguiu impedir que o professor saltasse com a criança no colo.  O pai teria dito a ele: “Não vem não, que eu pulo”.

A mulher não informou por que não abriu a porta do apartamento aos vizinhos, de acordo com a polícia.

O caso foi registrado no 5º Distrito Policial de Osasco (Centro), mas será investigado pelo 9º Distrito Policial como lesão corporal, violência doméstica e homicídio.

Tragédia em Rio Preto: trem descarrila e faz 12 vítimas. Oito morreram

Um trem carregado com milho descarrilou na tarde deste domingo (24) no Jardim Conceição, em São José do Rio Preto (SP), e atingiu quatro casas, fazendo 12 vítimas. Segundo o Corpo de Bombeiros, oito pessoas morreram soterradas com a carga (eram seis, o número foi corrigido para oito nesta manhã de segunda). A informação passada anteriormente pela Polícia Civil era de que havia quatro mortes. Entre as vítimas estão duas crianças (de 2 e 5 anos) e uma mulher grávida. A ocorrência foi por volta das 17h. Confira no final desta matéria série de fotos de leitores que estavam no local.

foto-G1

Ainda de acordo com o tenente-comandante do Corpo de Bombeiros, Paulo Cesar Berto, duas pessoas ainda estão encobertas pela carga, escombro das casas e ferragens do trem. O resgate prossegue no local. Duas pessoas foram socorridas em estado grave.

Equipes de resgate do Corpo de Bombeiros e do Serviço de Atendimento Médico de Urgência (Samu) foram até o local e encaminharam os feridos para o Hospital de Base e a Santa Casa.

1421450_469295399854424_131757656_n

Segundo o delegado Marcelo Goulart da Silva, nove vagões descarrilaram e alguns deles atingiram as residências. Marcelo disse que alguns moradores apontaram que o maquinista estaria transitando pelo trecho em alta velocidade. Como a região é perímetro urbano, a velocidade máxima na linha férrea é de 40 km/h. Um engenheiro da empresa responsável pelo trem que está no local negou a informação para o delegado, que informou que vai instaurar um inquérito para averiguar a causa do acidente.

Ainda conforme o delegado, o maquinista foi levado para a delegacia para prestar depoimento. Algumas testemunhas comentaram que um churrasco era feito em uma das casas atingidas no momento do acidente. (G1)

Uma olimpiense, Josiane Carvalho, ainda registrou o trem passando por Catiguá, momentos antes de descarrilar. Ela estava em companhia da cabeleireira Irinéia Gonçalves:

leitora

1456713_514249985338172_1549899978_n

1459895_514249872004850_731008454_n

1470414_514249952004842_1545354011_n

GALERIA DE FOTOS

Confira mais fotos, tiradas por leitores e postadas na rede social Facebook, clicando na imagem abaixo:

flickr-trem

Siga o Diário de Olímpia no Twitter, Facebook e Flickr

O Brasil está de luto. Oremos!

Mais de 200 morreram após incêndio em boate na madrugada deste domingo (27).

A polícia e o Corpo de Bombeiros ainda trabalham no local em busca de mais informações sobre as circunstâncias da tragédia e para retirar corpos da área.

O número de pessoas que estavam na boate no momento do incêndio ainda não foi confirmado pelas autoridades. A festa reunia estudantes da Universidade Federal de Santa Maria, dos cursos de Pedagogia, Agronomia, Medicina Veterinária, Zootecnia e dois cursos técnicos.

Segundo informações preliminares, o fogo teria começado por volta das 2h30, depois que o vocalista da banda que se apresentava fez uma espécie de show pirotécnico, usando um sinalizador. As faíscas teriam atingido a espuma que faz o isolamento acústico no teto do estabelecimento e as chamas se espalharam.

O incêndio provocou pânico e muitas pessoas não conseguiram acessar a saída de emergência. Segundo o Corpo de Bombeiros, a boate estava com o alvará vencido.

tragedia_santa_maria-2

CPFL trocará poste afetado por desabamento da sede do Lions nesta sexta

A CPFL Paulista informa que o desabamento da estrutura de um prédio, na rua Dr. Waldemar Lopes Ferraz com a rua Coronel Francisco Nogueira, em Olímpia, na noite de quarta-feira (1), causou danos estruturais em um poste da rede elétrica.

O acidente aconteceu por volta das 23h30 e nenhum cliente foi afetado por interrupção no fornecimento de energia.

dsc_4547

A troca do poste foi programada para sexta-feira (3) após a conclusão do trabalho de limpeza dos entulhos pela prefeitura.

Vídeo exclusivo do desmoronamento do prédio do Lions Club de Olímpia

O Diário de Olímpia gravou alguns vídeos da cobertura jornalística de ontem à noite acerca do desmoronamento do prédio do Lions Club de Olímpia.

Este vídeo mostra a situação em que ficou meia hora após a queda das paredes e mostrando, ainda, a parede lateral, defronte a Avenida Dr. Waldemar Lopes Ferraz, intacta.

Aguardem durante esta quinta-feira mais fotos, vídeos e reportagens sobre o tema.

PRÉDIO DO LIONS CLUB DE OLÍMPIA DESMORONA E CAI SOBRE UM CARRO

ATUALIZADO – O prédio do Lions Club de Olímpia, situado entre a avenida Dr. Waldemar Lopes Ferraz com a rua Coronel Francisco Nogueira, no centro, desmoronou por volta das 23h30. Não havia ninguém em seu interior e, provavelmente, não há vítimas. As máquinas da prefeitura retiraram os entulhos das ruas e calçadas e terminou de derrubar a parede remanescente. Todo esse trabalho terminou por volta das 2h.

capalions

Bombeiros e policiais militares foram os primeiros a chegarem no local, interditando as ruas e as imediações da única parede, a que dá defronte à avenida Waldemar, ainda estava intacta, mas que foi derrubada pelas máquinas, pelo risco de desmoronamento. Um carro estava quase coberto de pedras e entulhos de construção, pertencente ao jovem médico Wagner Nazareth.

DSC_4655

O sargento Jorge Obrigon, dos Bombeiros, imediatamente comunicou os fatos ao prefeito Geninho Zuliani (DEM) que, por sua vez, mobilizou a Defesa Civil, através de João Paulo Pitta Polisello, e o secretário de Obras Gilberto Tonelli Cunha, que, por sua vez, avaliou a situação e determinou ao Pátio da Prefeitura a vinda de uma retroescavadeira e caminhões para a retirada de entulhos e, pela preocupação dos Bombeiros, de haver vítimas soterradas, que, felizmente, não se concretizou.

DSC_4570

Os vereadores Luiz Salata (PP), líder de governo, e Guto Zanetti (PSB), que pertence ao Lions, assim como alguns membros da diretoria estiveram no local. Eles recolheram quadros de ex-presidentes e alguns pertences da entidade, através da ação de bombeiros.

DSC_4560

O prédio é antigo, já pertenceu à família Forti. É visível o madeiramento do telhado podre, com cupim. Salata afirma que, antes do desmoronamento, um vento forte teria passado pelo centro da cidade. Esse fato meteorológico não foi confirmado.

DSC_4671

A CPFL desligou o relógio principal, do interior do prédio, com ajuda dos bombeiros, e está vigilante por causa do poste avariado.

A Polícia Científica virá durante o dia desta quinta (2) para a avaliação dos fatos.

A presidente do Lions, Margarida Piton, juntamente com o seu marido Edgar, foram comunicados por telefone dos fatos por seus familiares. Eles participam de uma reunião do Lions em Juiz de Fora (MG).

Por fim, a CPFL constatou que apenas um poste ficou seriamente atingido e, durante esta quinta-feira, fará a sua troca.

Um computador antigo foi ‘resgatado’ após a demolição do que restava, inclusive com auxílio do taxista Marcos Garcia. Mas, segundo consta, não há em seu HD (hard disk) nenhuma informação relevante.

[scrollGallery id=16]

Brasileira que está no Japão conta o drama que viveu (e ainda vive) do terremoto e tsunami

Kiteria-com-irmas-que-estao-no-Brasil-Ladjane-(esq)-e-Laudiceia-(dir)A diretora deste Blog, Laudicéia Cordeiro Morais, tem uma irmã que mora Japão e que viveu, e ainda vive, o drama do terremoto e tsunami de anteontem, sexta (11). Quitéria Bião Sato era enfermeira em Pernambuco e, há 20 anos, foi morar no Japão para se casar. 

Ela foi entrevistada pelo repórter Ed Wanderley, do Diário de Pernambuco, que este Blog reproduz.Hoje, ela vive em Tsurume, perto de Tóquio. Ela nunca imaginou que passaria por um susto como o de anteontem. Leia mais…

Polícia Militar recolhe doações para desabrigados do Vale do Paraíba

Desde ontem, domingo (3), todas a Unidades da Polícia Militar do Estado de São Paulo já estão recebendo doações de comida, colchões e outros objetos que possam ajudar os desabrigados da cidade de Cunha (SP), Vale do Paraíba. Em Olímpia, o doador poderá ligar para 190 ou levar pessoalmente à sede da 2ª Companhia de Polícia Militar, na avenida Waldemar Lopes Ferraz, centro da cidade.

A Defesa Civil contabiliza 4.000 pessoas desabrigadas encaminhadas para abrigos públicos e 5.000 desalojados que aguardam a água baixar em casas de amigos ou parentes. De acordo com o IBGE (Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística), a população estimada da cidade, em 2009, era 10.908 pessoas.