Vereador troca a GCM pelo incremento da Atividade Delegada, após ser convencido pela PM

O vereador Marcos Santos (PSC), visitou a 2ª Companhia de Polícia MIlitar, de Olímpia, sendo recebido pelo Capitão Zoppellari, para discutir a criação da Guarda Municipal, projeto de sua autoria que está em trâmite na Câmara Municipal.

03

Durante o encontro, o Capitão mostrou os números e índices positivos da Polícia Militar, em sua jurisdicação, principalmente após a criação da Atividade Delegada no município. Segundo Zopellari, com essa iniciativa dobrou o efetivo na cidade e assim houve a redução das ocorrências.

Zoppellari demonstrou que não há, de imediato, a necessidade da implantação da GCM, pois com a atividade delegada, tem ajudado a suprir a demanda, e a mesma praticamente realiza o trabalho que seria feito pela GCM, só que com um gasto mensal bem inferior, e ainda com um serviço de melhor qualidade, uma  vez que o mesmo será um serviço militarizado.

O vereador Marcos se dispôs, então, a retirar o projeto da Guarda e encaminhar ao prefeito Geninho Zuliani (DEM) em forma de indicação para que seja realizado um melhor estudo sobre o tema.

E para contribuir ainda mais com a segurança pública de Olímpia, o vereador irá também requerer ao prefeito, já na próxima sessão, em forma de indicação, o aumento do número de vagas para a Atividade Delegada, e o aumento do valor na hora paga aos Policiais Militares, incentivando assim ainda mais o desempenho nos trabalhos realizados.

Marco Santos propõe a criação da Guarda Civil Municipal na Estância de Olímpia

Tendo em vista o crescimento populacional da cidade e o grande fluxo de turistas que visitam a Estância diariamente,  o vereador Marco Santos (PSC),propôs o projeto de lei para a criação da GCM (Guarda Civil Municipal), colaborando assim com a segurança pública do município.

foto  1

A GCM tem como objetivo primordial a ronda escolar, orientação no trânsito, guarnição dos patrimônios públicos e da população em geral, contribuindo para uma maior seguridade dos cidadãos.

Segundo o autor, “é de extrema necessidade a aprovação do referido projeto, com isso visa contribuir para o melhor desenvolvimento dos trabalhos da Polícia Militar na cidade de Olímpia”.

Polícia Militar tem novo comandante no Estado

O coronel Ricardo Gambaroni,49, tomou posse como novo comandante Polícia Militar do Estado de São Paulo, em solenidade nesta quinta-feira (15), na capital. Seu nome foi anunciado para o cargo no dia 5 de janeiro, em substituição ao coronel Benedito Roberto Meira, que estava no cargo desde 27 de novembro de 2012, e será transferido para o Estado Maior do Exército.

comandante

O governador Geraldo Alckmin destacou a carreira do oficial. “ É um reconhecimento à excelência dos formados aqui na academia do Barro Branco, primeiro aluno em toda a sua carreira, poliglota, piloto de avião, cursos no exterior, era o comandante do grupamento aéreo da PM, muito bem escolhido pelo secretário Alexandre Moraes”, disse  Alckmin.

“Esta solenidade, mais do que tudo, é uma solenidade de serviço, de se colocar os objetivos da corporação, do alinhamento com todos os objetivos”, destacou o novo comandante. Ricardo Gambaroni ingressou na Academia de Polícia Militar do Barro Branco em fevereiro de 1981 e se formou oficial em 1985.

Polícia Militar de Olímpia classifica-se com um dos menores índices criminais do Estado

A 2ª Companhia da Polícia Militar de Olímpia divulga números positivos dos indicadores criminais, através do comandante, capitão Vinícius Zoppellari, que revela a diminuição do índice de criminalidade e, também, os números positivos das ações dos policiais militares que atendem, além da sede Olímpia, mais cinco municípios: Altair, Guaraci, Cajobi, Severínia e Embaúba, totalizando aproximadamente 100 mil habitantes.

pm-(2)

“Esse trabalho é graças à integração que nós temos com todos os órgãos Poder Judiciário, Ministério Público, com imprensa, Poder Executivo que muito nos apoiam. Em Olímpia temos uma integração com o prefeito Geninho, a atividade delegada também veio a somar a esse resultado. Tudo isso é uma integração de todos os órgãos”, disse o capitão.

Ele assinala que os policiais trabalham, “diuturnamente, no combate a roubos, furtos de veículos, ao trafico de drogas. Nosso desempenho operacional está muito bom por policial, temos computado o que cada policial rende no seu turno de serviço”, disse.

Segundo o capitão, Olímpia responde Barretos que, por sua vez, responde a Ribeirão Preto, com o total de 27 companhias da nossa área, estando a Companhia de Olímpia com um dos menores índices criminais do Estado, antecedida apenas por uma Companhia da região de São Carlos: “O nosso indicador criminal está em 26º num ranking, com total de 94 cidades na nossa região. Na categoria de porte, estamos na 20º com o menor indicador, só tem uma cidade com menor índice que é do mesmo porte da cidade de Olímpia que está ganhando da gente”.

“Todas as solicitações que nós fazemos para o poder publico nós somos atendidos na questão de valorização do policial e demonstrando a importância que ele tem pra isso. Qualquer deficiência o poder publico municipal através do prefeito Geninho nos auxilia. Sempre procurando valorizar o trabalho policial e incentivando a segurança publica através desse incentivo da valorização pessoal”, endossou Zopellari.

capitao-zoppellari

O comandante ressaltou que atitudes da população com a prevenção ajudariam a evitar muitas ocorrências: “Quanto a furto de veículos a população também tem que nos ajudar, em três casos de furto de motos, a chave estava no contato e a vitima deixou até o capacete para o ladrão ir embora com a moto ligada. A população nos auxilia no caso travando sua moto, colocando um cadeado, deixando em um local visível, isso dificulta o trabalho do ladrão”.

“Nós já tivemos um retorno positivo, porque tínhamos uma deficiência no atendimento das comunidades dos distritos de Ribeiro dos Santos como de Baguaçu, agora através do convenio da Atividade Delegada com o incentivo do município, nós temos uma viatura exclusiva para as duas localidades”, acrescenta o comandante, que conclui: “A Policia Militar está de portas abertas para o cidadão, pra prestar o serviço de segurança da comunidade, para fazer nossa função bem feita”.

PM revela estatísticas de diminuição da criminalidade em Olímpia

Sob o comando do capitão Vinicius Zoppelari, a 2º Companhia da Policia Militar de Olímpia divulga números de desempenho operacional que indicam o comprometimento com a segurança e bem estar da população. “A Policia Militar efetua seu trabalho de forma séria e profissional. Focamos no aumento da produtividade do desempenho individual do PM”, disse o comandante.

DSC_0076

Olímpia se encontra numa posição confortável, registrando um dos menores índices criminais da Região de Ribeirão Preto dentre as 27 cidades de maior porte e a Comarca que abrange as cidades de Altair, Guaraci, Severínia, Cajobi e Embaúba.

No total no mês de Maio de 2014 foram abordadas 3.446 pessoas, 1.405 carros e 966 motos. “Dentro do desempenho operacional continuamos nos destacando, temos os policiais que mais trabalham na região. Estes dados refletem no numero de flagrantes e ações. Trabalhamos com o cartão de prioridade de patrulhamento, colocando a viatura no lugar onde está acontecendo o crime. Também auxiliado pela Prefeitura com a atividade delegada, pois conseguimos atender os distritos de Ribeiro dos Santos e Baguaçu, bem como um reforço pra Olímpia”, enfatiza Zoppelari.

Segundo ele, o comando do batalhão, sob a tutela de coronel Marcondes, juntamente com o prefeito Geninho, “acertaram para colocar a Base Móvel em locais onde a população necessita da presença da policia militar, não só na questão de segurança, mas também um apoio diário de informações. Visando à segurança para aquela comunidade a Base Móvel estará fazendo essa parte presencial com a atividade delegada. Pode ser registrado nela, qualquer tipo de atendimento que uma viatura da policia militar bem como a sede da corporação da 2ª Cia”.

DSC_0084-(1)

No mês de maio foram realizados 16 flagrantes, 16 prisões, lavrados 13 atos de infração e 17 menores infratores. Sendo capturados 12 indivíduos, 8 por tráfico de entorpecentes, 11 com armas brancas e 11 com porte de entorpecentes. “Nós estamos com problema de roubo de aparelho celular, foram três flagrantes no mês de maio de menores praticando esse crime com violência, na maioria das vezes sem arma de fogo, com canivete mediante ao um empurrão”, assinala o capitão.

O comandante ressaltou, também, que atitudes da população com a prevenção ajudariam a evitar muitas ocorrências: “Quanto a furto de veículos a população também tem que nos ajudar, em três casos de furto de motos, a chave estava no contato e a vitima deixou até o capacete para o ladrão ir embora com a moto ligada. A população nos auxilia no caso travando sua moto, colocando um cadeado, deixando em um local visível, isso dificulta o trabalho do ladrão”.

“A legislação que nós temos hoje não tem a maioridade penal, o individuo menor de dezoito não pode ser preso, a policia ainda sofre com esse tipo de legislação, que às vezes afrouxa nesse sentido, vamos fazer nosso trabalho, porem na semana seguinte o individuo está roubando ou furtando esse novamente”, acrescenta Zoppelari.

ATIVIDADE DELEGADA

A Atividade Delegada está a todo vapor em Olímpia após convênio firmado entre a Prefeitura e a Policia Militar, sendo possibilitada pelos recursos arrecadados com o IPTU.

“A atividade delegada é o policial militar fardado utilizando toda infraestrutura do estado o material, meios humanos, treinamento, armamento, viatura, é um serviço que o policial militar no caso trabalha em seu horário de folga para Prefeitura e quem custeia essas horas é o poder publico municipal”, disse o comandante.

“Com a atividade delegada também estamos conseguindo atender os distritos de Ribeiro dos Santos e Baguaçu, bem como estamos realizando varias operações na cidade de Olímpia no intuito de aperfeiçoar o trabalho. E a informação que chega pra nós é que a população está muito contente com esse atendimento”, acrescentou Zoppelari.

Ele finaliza assinalando que “a Policia Militar continua com o seu trabalho”, e arremata: “Quero deixar aberto esse canal com a população, a 2ª Cia está de portas abertas. Qualquer informação pra gente é primordial, a policia militar não se faz presente em todos os locais, por isso a população pode ligar anonimamente, pode comparecer na companhia que a sua identidade vai ser preservada em sigilo, de forma a colaborar com que o trabalho seja executado de forma eficaz”.

São Paulo define metas de bônus para policiais

Foram divulgadas nesta segunda-feira, 20, as metas de redução da criminalidade referentes pelas polícias Militar, Civil e Técnico-Científica de São Paulo. O objetivo é reduzir a incidência de roubos e furto de veículos, roubos em geral e crimes contra a vida.

75905_10153096729032837_1461712742_n

Para roubos em geral, a meta é limitar as ocorrências a 57.384 em todo o Estado. No indicador de roubos e furtos de veículos, a meta pretende limitar o número de ocorrências a 50.710. Para as vítimas de letalidade violenta, o objetivo é alcançar no primeiro trimestre um número máximo de 1.277 vitimas.

Os policiais receberão bonificação à medida em que as metas forem atingidas. “O bônus poderá chegar a R$ 8 mil por ano por policial. Isto estimula o trabalho em equipe. As metas são definidas anteriormente. Isto dá objetividade ao trabalho da policia, todo mundo sabe a meta que tem que cumprir, e quem vai ganhar com isso é a sociedade,” explicou Alckmin.

As regras e parâmetros para a definição das metas e para o pagamento dos bônus foram detalhadas em um seminário realizado para cerca de dois mil gestores das três policias. No evento, foi possível aprofundar o conhecimento do programa, que já tem sido apresentado em eventos regionais.

O Projeto de Lei que institui a bonificação por resultados foi enviado em dezembro à Assembleia Legislativa de São Paulo e, após aprovado, terá seus efeitos retroativos a janeiro deste ano. O programa tem o objetivo de reduzir os índices de criminalidade e é baseado em um modelo de gestão desenvolvido em conjunto pela Secretaria da Segurança Pública, o comando das polícias e o Instituto Sou da Paz.

Comandante da PM especializa-se em Segurança no Barro Branco até dezembro

O comandante da 2ª Companhia de Polícia Militar de Olímpia, capitão Vinicius Zoppellari está realizando estudos especializados e profundos em Segurança Pública na Academia de Polícia Militar do Barro Branco, onde permanecerá até dezembro. O comando está sob a responsabilidade, interinamente, do tenente PM Alessandro Righetti.

vinicius-zoppellari

Esse mestrado profissional o habilitará à promoção ao posto de major da PM. O interessante é que o capitão prestou um concurso, em janeiro passado, com apresentação de projeto monográfico sobre a individualização do desempenho operacional do policial militar durante o seu trabalho, tendo a 2ª Companhia da PM de Olímpia como exemplo de sucesso, e foi aprovado.

Concluído esses estudos, no final do ano, o capitão Vinicius Zoppellari, para alcançar o mestrado em Segurança Pública, passará ainda por mais quatro meses não presencial de atividade acadêmica.

Conselho de Segurança se reúne nesta segunda na ACIO

O presidente do Conselho Comunitário de Segurança (CONSEG), de Olímpia, João Paulo Pitta Polisello, convida a população olimpiense para a reunião que ocorrerá na tarde desta segunda-feira (27), às 18h, na sede da ACIO (Associação Comercial e Industrial).

conseg

Os CONSEGs são grupos de pessoas do mesmo bairro ou município que se reúnem para discutir e analisar, planejar e acompanhar a solução de seus problemas comunitários de segurança, desenvolver campanhas educativas e estreitar laços de entendimento e cooperação entre as várias lideranças locais.

Cada Conselho é uma entidade de apoio à Polícia Estadual nas relações comunitárias, e se vinculam, por adesão, às diretrizes emanadas da Secretaria de Segurança Pública, por intermédio do Coordenador Estadual dos Conselhos Comunitários de Segurança.

As reuniões ordinárias de cada Conselho são mensais, realizadas normalmente no período noturno, em imóveis de uso comunitário, segundo uma agenda definida por período anual.

A Secretaria de Segurança Pública tem como representantes, em cada CONSEG, o Comandante da Polícia Militar da área e o Delegado de Polícia Titular do correspondente Distrito Policial.

Sua legitimidade tem sido reconhecida pelas várias esferas de Governo e por institutos independentes, o que permite afirmar que os CONSEGs representam, hoje, a mais ampla, sólida, duradoura e bem sucedida iniciativa de Polícia orientada para a comunidade em curso no Brasil.

Justiça manda PM socorrer vítimas de violência

O juiz Marcos Pimentel Tamassia, da 4.ª Vara da Fazenda Pública de São Paulo, suspendeu uma norma baixada em janeiro pela Secretaria da Segurança Pública de São Paulo que proibia PMs de socorrerem vítimas de violência. O policial deveria só isolar o local do crime e esperar a chegada do socorro.

violencia-crime

Quando a norma saiu, o secretário da Segurança, Fernando Grella Vieira, afirmou que tinha como objetivo coibir a ação de PMs que cometem violência ao simular que estão ajudando as pessoas – nos casos investigados como “resistências seguidas de morte”. Outro ponto importante da mesma resolução foi alterar a classificação das ocorrências para “morte decorrente de intervenção policial”.

Após denúncias de que PMs estariam deixando de prestar socorro a vítimas – e até impedindo o socorro de parentes -, uma ação civil pública foi proposta pelos promotores Luiz Roberto Faggioni e Amanda Alves D’Arienzo em abril. Os dois alegaram que “a ausência do resgate em tempo coloca em risco a saúde e a vida das pessoas, além de causar atritos entre a população e a polícia, entre a polícia e o Samu (resgate) e entre o Samu e a população”.

Em resposta, Grella informou no processo que “em momento nenhum” a resolução impugnada previa “eventual proibição de prestação de socorro”. Já a PM disse que a regra de atendimento às vítimas de violência grave – entre elas lesão corporal e homicídio – foi criada para que as investigações transcorram com isenção. Dessa forma, nem “terceiros” poderiam auxiliar os feridos. Ontem, o jornal O Estado de S. Paulo não conseguiu contato com a secretaria.

O juiz do caso considerou o argumento do Ministério Público. “Em nenhuma linha (da resolução) se lê claramente que a polícia paulista está autorizada a prestar eventual socorro ou permitir a permitir que familiares o façam”, diz Tamassia.

Segundo o inquérito civil, equipes do Samu já chegaram a ser hostilizadas por policiais. De acordo com informações prestadas pelos diretores do órgão, a resolução não foi discutida previamente. Os representantes do Serviço destacaram ainda que o socorro deveria ser prestado por qualquer pessoa na área – e rapidamente.

Na cidade de São Paulo, há 13 unidades de suporte avançado de vida que precisam atender a 617 chamados por dia. Segundo o MP, com a proibição o Samu precisava atender todas as ocorrências sozinho. E a falta de colaboração dificultava resgates.

Fiscalização

De acordo com o juiz, “muitas vezes o caso não pode aguardar a chegada do Samu, sob pena de perecimento da vida”. Segundo Tamassia, aparentemente o objetivo da norma não foi preservar as vítimas, mas o local das investigações.

A decisão judicial também diz que caberá aos PMs com treinamento prestar socorro às vitimas – e os órgão de fiscalização deverão averiguar se houve de fato o atendimento correto. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Policiais militares reforçarão a segurança de Olímpia nos horários de folga

A prefeitura de Olímpia distribuiu nota nesta terça-feira (26) garantindo que, em quinze dias, a segurança da cidade estará reforçada. Isso porque entrará em vigor a lei que instituiu a Atividade Delegada no Município, ou seja, policiais militares poderão trabalhar em seus dias de folga prestando serviço policial para o município e sendo pagos pelo próprio município.

2013-01-17-12.10.42

Dias atrás, o Secretário de Assuntos Jurídicos da Prefeitura, advogado Edilson De Nadai,  esteve na Secretaria de Segurança Pública do Estado de São Paulo fazendo as alterações no convênio entre a Prefeitura e Secretaria para que o município tenha a Atividade Delegada.

Em 2012, conforme já divulgado neste Diário, a Prefeitura já havia celebrado o convênio, mas foram necessárias algumas alterações. “Estive na Assessoria Técnico Policial, que é onde o processo encontra-se parado. Nós fizemos as alterações, agora adaptando para a nova realidade da Polícia Militar. Provavelmente, no máximo em 15 dias, será realizada uma solenidade com o Prefeito Geninho para a assinatura do convênio”, disse o secretário.

Segundo o secretário, os policiais tem uma escala de horário: “Eles trabalham um período e folgam outro período. Nessas horas de folgas, com essa atividade delegada, eles podem prestar serviço para o município, resguardado o mínimo de descanso possível tendo em vista a atividade que eles exercem. Essa atividade delegada vai então regularizar essa situação, o município vai conseguir ter uma prestação de serviço de qualidade e a Polícia Militar vai ter um complemento salarial para os seus policiais”.

De acordo com o Decreto nº 5.406, de 12 de março de 2013, de autoria do prefeito Geninho Zuliani (DEM), o valor mensal da gratificação por Atividade Delegada corresponderá aos seguintes valores: a gratificação para eventual Tenente PM será fixada no valor de R$ 19,46 por hora trabalhada. Já a gratificação para Subtenente PM, 1º Sargento PM, 2º Sargento PM, 3º Sargento PM, Cabo PM e Soldado PM será fixada no valor de R$ 14,88 por hora trabalhada. As escalas não excederão o limite de oito horas diárias por militar escalado, respeitando o seu limite mensal individual de 80 horas.

Os policiais militares, quando estiverem exercendo a atividade delegada, continuam usando toda a estrutura da Polícia Militar, farda, cassetete, revólveres, carros, viaturas, mas prestando serviços para o município. “Eles usam a estrutura da PM e prestam serviços para o município, que é quem paga por isso”, afirmou o advogado.

As atividades a serem desenvolvidas pelos Policiais Militares através da atividade delegada são aquelas relativas ao controle e fiscalização de atividades geradoras de ruídos; à fiscalização de regulamentação da utilização de passeios públicos; à fiscalização de proibição de comercialização de bebidas alcoólicas ou não, em garrafas, latas ou copos não descartáveis nas praças esportivas municipais; à proibição de venda de bebidas alcoólicas nas dependências da Estação Rodoviária Paschoal Lama; fiscalização de comércio ambulante, entre outros. (Com Informações da Prefeitura local)

Juiz e comandantes da Polícia Militar de Olímpia recebem honrarias em Novo Horizonte

O juiz de Direito Lucas Figueiredo e os comandantes da Polícia Militar de Olímpia – capitão Vinicius Zoppellari, da 2ª Companhia, e o tenente Alessandro Righetti, do pelotão local –, além de além do subcomandante do 33º BPMI de Barretos, major Rogério Longhi da Silva, receberam nesta terça-feira (20) várias honrarias por se destacarem no cumprimento do dever.

Cap-Zoppellari,-Dr-Lucas,-Ten-Cel-Mondin-Cmt-de-Catanduva-e-Sgt-Tarcísio

O evento ocorreu nas dependências da Câmara de Vereadores de Novo Horizonte, com a presença de diversas autoridades e representantes da sociedade civil, para a entrega de Láureas do Mérito Pessoal e de outorga das Medalhas do Mérito Constitucionalista, Colar Cruz de Honra Constitucionalista, Medalha Esplendor de São Miguel, Sociedade de Veteranos de 32 M.M.D.C., além do Colar e Medalha da Justiça Militar da União.

Visão-geral

O juiz olimpiense, Lucas Figueiredo, recebeu o Colar da Justiça Militar da União.

Juiz-Dr-Lucas-e-Cap-Zoppellari

O Major Rogério Longhi da Silva, de Barretos, a medalha Esplendor de São Miguel.

Maj-Rogério-SCmt-do-33BPMI

O capitão Vinicius Zoppellari, o Colar Cruz de Honra Constitucionalista.

Cap-Vinicius-Zoppellari-recebendo-colar-Cruz-de-Honra-Constitucionalista-em-Novo-Horizonte

E o tenente Alessandro Righetti, a medalha Esplendor de São Miguel.

Ten-Righetti-medalha-esplendor-de-são-miguel

A solenidade contou com a presença, também, do Comandante do CPI-5, coronel Azor Lopes da Silva Júnior; do comandante do 52º BPM Rio Preto, tenente-coronel Ivano Pedro Rodrigues Filho; do comandante do 17º BPMI Rio Preto, tenente-coronel Afonso Cesar Evaristo; do comandante do 30º BPMI Catanduva, tenente coronel Lourenço Mondim, e do sargento do Exército Tarcísio, de Olímpia, que, por sinal, foi elogiado por autoridades presentes, sendo reconhecido, também, pelo trabalho que desenvolve.

Cel-Azor-Lopes-da-Silva-Cmt-do-Cpi-5-junto-com-Dr-Lucas-e-juiz-e-promotor-de-Novo-horizonte-recebendo-colar-da-justiça-militar-da-União

Os oficiais da Polícia Militar da região e o Dr Lucas, juiz de direito,  foram amplamente reconhecidos e agraciados pelos trabalhos realizados em prol da comunidade que atendem, pela excelência de trabalho e gestão na qualidade.Deixando Olímpia em posição de destaque por tal condecoração e pelos profissionais que aqui desempenham suas funções.

Cap-Zoppellari-e-Cap-Carmona-Cmt-de-Novo-Horizonte

Cap-Zoppellari,-Cap-Berardo-Cmt-da-1-Cia-Catanduva,-Cap-Marchi-CPI5-e-Cap-Carmona

Cap-Carmona,-Dimas-Carmona-e-Cap-Zoppellari

Cap-Carmona,-Cap-Zoppellari,-Cel-Azor,-Ten-Cel-Ivano-Cmt-do-52-BPMI-SJRio-Preto

Visão-Geral-2

Medalhas

Medalha-Colar-da-Justiça-Militar-da-União

Comandante Geral da PM visita Olímpia e reforça compromisso com policiais e a cidade

O Comandante Geral da Polícia Militar do Estado de Sao Paulo, coronel Roberval Ferreira Franca e sua esposa estiveram em visita à cidade de Olímpia, sendo recebidos pelo vice-prefeito reeleito Gustavo Pimenta (PSDB), pelo comandante da 2ª Companhia de Polícia Militar da comarca de Olímpia, capitão Vinicius Zoppellari, pelo sub-comando tenente Alessandro Righetti, pelo sargento Tarcísio e familiares, e na oportunidade foi-lhe entregue Decreto do prefeito Geninho Zuliani (DEM) de visitante ilustre. Ele ficou hospedado no Thermas Olímpia Resort.

DSC04974

Em entrevista, o comandante Zoppellari disse que “foi uma honra receber o comandante-geral em nossa cidade, uma pessoa altamente gabaritada, compromissada, preocupado com os rumos da Instituição, gestor nato, inteligente, respeitoso, humilde, íntegro, que vem revolucionando a Corporação, trazendo uma nova fase, colocando a Policia Militar um século a frente, interessado com a vida de cada policial militar, tratando-os como sua família, valorizando-os, tem o reconhecimento de cada um de nos e estamos juntos nessa batalha diária de combate à criminalidade e na preservação da ordem publica, tudo em beneficio da comunidade por nós atendida, um exemplo de pessoa, um verdadeiro comandante”.

DSC04971

Por sua vez, também entrevistado, o comandante-geral da PM externou “as melhores impressões de Olímpia, maravilhado com a hospitalidade e infra-estrutura”, e revelou, na oportunidade, de sua “confiança e apoio total ao comando do Batalhão, Ten-Cel Luiz Henrique Usai, no Comando da ª2 Cia, Cap Vinicius Zoppellari e Ten Alessandro Righetti, oficiais responsáveis que direcionam a Policia Militar na região”, e frisou que deixa o seu “respaldo às ações destes ótimos oficiais, estando abertas as nossas portas para a troca de informações, no intuito de otimizar os trabalhos realizados, e também terá o nosso apoio o município de Olímpia, aqui representado pelo vice Gustavo”.

DSC04978

O coronel Roberval vem implementando junto à Policia Militar no Estado ações de excelência, com total apoio do Secretario de Segurança Publica e do Governo do Estado de Sao Paulo, otimizando na valorização do homem em si, bem como na prestação de serviços, reformulando quadros, colocando mais policiais nas ruas, aumentando a sensação de segurança, mostrando sua visão gestora, compromissada,  e preocupação total com a população atendida pela Policia Militar.

DSC04979

DSC04981

DSC04983

DSC04987

Polícia abordará motorista em bares neste final de semana

Policiais militares fardados vão abordar frequentadores de bares em todo o Estado, a fim de alertar para os riscos de dirigir após beber e para repassar orientações de direção segura. A ação começa neste fim de semana e faz parte de um conjunto de medidas anunciadas na terça-feira (18) pelo governador Geraldo Alckmin (PSDB), durante a Semana Nacional de Trânsito.

embriaguez-volante

Segundo o comandante-geral da PM, coronel Roberval Ferreira França, durante as ações os policiais vão distribuir panfletos com orientações sobre respeito aos limites de velocidade, aos pedestres, sobre uso de celular enquanto o motorista dirige e, claro, sobre evitar beber antes de dirigir. Mas ele diz que essa é apenas uma das 14 ações que a PM vai adotar até o fim do ano. “É um conjunto que inclui propaganda na TV e no rádio”, explica.

Na capital, segundo o capitão Paulo Oliveira, do Comando de Policiamento de Trânsito (CPTran), ainda está sendo definido se os policiais que abordarem motoristas nos bares vão levar o bafômetro. Mesmo com o aparelho, as ações terão apenas caráter educativo.

Oliveira afirma que as abordagens nos bares servem para alertar o cidadão sobre a presença de policiais na área. “O motorista contumaz que é complicado. Aquele que bebe sempre e dirige, mesmo sabendo da presença da PM e da multa, que é cara”, afirma. “Fazemos operação (Direção Segura, para fiscalizar a lei seca) de segunda a segunda e todo dia prendemos gente”, completa o capitão.

Educação

bafo_testeAs ações da Polícia Militar foram anunciadas na terça-feira (18) em um seminário no Palácio dos Bandeirantes, sede do governo do Estado. No evento, a Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Regional também divulgou uma agenda de ações – a secretaria é a atual gestora do Departamento Estadual de Trânsito (Detran). Ao todo, os investimentos somam R$ 85 milhões.

Um dos destaques é a criação da Escola Pública de Trânsito, que nasce com orçamento de R$ 15 milhões para dar cursos online para motoristas. O curso não é obrigatório, mas a ideia, segundo o secretário de Planejamento, Julio Francisco Semeghini Neto, é que sejam criados incentivos para os motoristas aderirem ao programa – como, por exemplo, a possibilidade de não sofrer punição por infrações leves de trânsito. “Se você é voluntário, faz todos os cursos, assume um compromisso e, depois, se transforma em um bom motorista, você vai perdendo os pontos (da CNH)”, disse.

Para isso, entretanto, o secretário Semeghini disse que seria preciso uma edição de regulamentação específica por parte do Conselho Nacional de Trânsito (Contran) – o que não tem data prevista para acontecer. Os primeiros 3 mil alunos dos cursos serão funcionários do Departamento Estadual de Trânsito (Detran), que terão aulas a partir do mês que vem.

Infocrim do trânsito

Outra novidade anunciada pelo governo é a criação do Infocrim do Trânsito – uma alusão ao Sistema de Informações Criminais (Infocrim), da polícia, que registra todas as ocorrências relatadas no Estado de São Paulo. O Infocrim do trânsito é um sistema que vai coletar informações de todos os acidentes de trânsito do Estado, com data, hora e local, e será usado para adoção de medidas que tornem as vias mais seguras. A gestão desse sistema será feita pelo Comitê Paulista de Ações para Segurança Viária, que vai envolver 11 secretarias (incluindo Saúde, Segurança Pública e Transportes), criado na terça-feira (18). As informações são do jornal O Estado de S.Paulo.

Fonte: Agencia Estado

Balanço da PM durante 48º Festival: sem ocorrências e alta produtividade

O Comando da 2ª Companhia de Policia Militar, divulgou nota à imprensa na tarde desta segunda-feira (30) de que, durante o período do 48º Festival do Folclore de Olímpia, “a Polícia Militar garantiu a segurança do evento, trazendo total sensação de segurança a população olimpiense, com serviço diuturno prestado pela Corporação”.

DSC_0894

A nota, assinada pelo capitão Vinicius Cláudio Zoppellari, comandante da 2ª Companhia, esclarece, ainda, que “não foi registrado no período, nenhuma ocorrência de furto, furto de veículos, roubo, roubo de veículos, agressão, ameaça, homicídio, dentre outras, se fazendo um evento totalmente seguro em benefício dos cidadãos, turistas e as famílias que ali frequentaram, prestando segurança pública não só no interior e imediações do Recinto, como também no restante da cidade”.

A PM informa, ainda, que, com o trabalho realizado nos últimos dias, “apresentamos excelentes índices de produtividade em tal policiamento, prendendo 13 pessoas em ocorrências (flagrantes, menores, condenados capturados) e apreendendo duas armas, certos de nosso compromisso maior de trazer a população por nós atendida a ‘sensação de segurança’, estando totalmente atenta a retirar pessoas nocivas junto ao convívio das pessoas de bem de nossa comunidade”.

E, conclui: “Contem sempre com o apoio e o trabalho da Polícia Militar do Estado de São Paulo”.

INOVAÇÃO

Na edição do 48º Fefol, e ao que tudo indica será também adotado na Festa de Peão de Barretos, a PM inovou instalando, no Recinto, alguns pontos de observação, e os homens estavam com capacetes mais visíveis e, boa parte dos homens, desarmados, apenas com gás pimenta, tonfa e algemas; apenas alguns homens estava com o armamento completo.

DSCN5297

O comandante geral do 33ª Batalhão de Policiamento Militar do Interior (BPMI), de Barretos, tenente-coronel Naby Affiune, comentou: “Ideia feliz e brilhante do Major Pedro, Coordenador Operacional do 33º Batalhão”.

O Festival contou, todos os dias, com reforço de policiais da comarca e do Batalhão, inclusive com Força Tática e Canil, detalhe para os cães pastores alemães que chamaram a atenção das crianças e até de adultos, tirando fotos e interagindo a PM com a população.

DSC_1416

E vai uma dica dos policiais do Canil: “Nunca tente se aproximar de um cão com a mão por cima da cabeça dele, porque ele não tem a visão e pode se assustar. Sempre ofereça, se o animal estiver na guia e com um policial ao lado, o dorso da mão para ele cheirar primeiro e, depois, acaricie por baixo de seu pescoço. E outro detalhe: todo cão morde. É preciso cuidado”.

Concurso para soldado temporário é adiado. Três vagas são para a PM de Olímpia

A Polícia Militar informa que as inscrições do processo seletivo para soldado temporário foram prorrogadas até as 16h de 7 de fevereiro pelo site www.vunesp.com.br.

A PM-SP recebe inscrições para 1.992 postos. Candidatos deverão ser maiores de 18 anos e menores de 23. Prova da primeira fase será aplicada em 11 de março, na capital e em outras 15 cidades paulistas.

Três dessas vagas são para Olímpia.

CDP de Taiúva é inaugurado hoje com abertura de mais 768 vagas para presos

A secretaria de Administração Penitenciária inaugura hoje, quarta-feira (18), o Centro de Detenção Provisória (CDP) de Taiúva.

ng1440552

Com a abertura da unidade para 768 detentos em regime fechado, as cadeias de Barretos e Guaíra devem ser desativadas.

“Este é o plano da Delegacia Seccional, através do dr. Osinski”, explicou o delegado Edson Guilhem, que responde pela Seccional durante as férias do titular João Osinski Júnior.

A interdição da cadeia barretense foi também determinada pelo Judiciário, em ação proposta pelo Ministério Público.

O investimento do Estado na construção do CDP de Taiúva é de R$ 36 milhões e a unidade tem área construída de 10,8 mil m2.