Conta de luz da CPFL fica mais cara a partir desta quarta

A conta de energia elétrica dos moradores de Olímpia e região fica mais cara a partir desta quarta-feira, dia 8. 

  

A Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) aprovou ontem, durante Reunião Pública, o reajuste tarifário da Companhia Paulista de Força e Luz (CPFL Paulista). 

Para os consumidores residenciais, o reajuste será de 4,13%.

Para alta tensão, haverá um aumento de 5,29%, enquanto para baixa tensão a elevação será de 4,24%.

Os novos valores serão aplicados a partir desta quarta para 4,095 milhões de unidades consumidoras localizadas em 234 municípios de São Paulo.

(Diarioweb)

Tarifas e preços dos Correios foram reajustados em mais de 9% hoje

O Ministério da Fazenda autorizou um reajuste linear de 9,329% nas tarifas e preços dos serviços postais de monopólio prestados pelos Correios. A decisão consta de portaria assinada pelo ministro Joaquim Levy publicada no Diário Oficial da União (DOU) desta terça-feira, 7.

carteiro

O documento autoriza os valores máximos a serem cobrados pela empresa. Os preços finais, no entanto, devem ser definidos pelo Ministério das Comunicações. “O reajuste das tarifas dos serviços postais e telegráficos, nacionais e internacionais, prestados exclusivamente pela Empresa Brasileira de Correios e Telégrafos – ECT, a ser aprovado pelo Ministério das Comunicações, nos termos do art. 32 da Lei nº 6.538, de 22 de junho de 1978, deverá observar os limites constantes do Anexo a esta Portaria e o disposto na Portaria MF nº 244, de 25 de março de 2010”, diz a portaria.

Qualquer outro reajuste das tarifas somente poderá ser implementado depois de decorridos 12 meses, no mínimo, ressalta o documento. Segundo a portaria, a tarifa da carta comercial de até 20 gramas, por exemplo, não poderá exceder o valor de R$ 1,40. Já os telegramas internacionais para o grupo 1 de países não poderá custar mais que R$ 1,08, por palavra.

Fonte: Diarioweb

Com taxímetro engavetado, taxistas reajustam tarifa básica em R$ 15

Boa parte dos taxistas de Olímpia estão cobrando, a partir desta semana, R$ 15 pela corrida ‘básica’. A decisão parte dos taxistas da Rodoviária que comunicam os demais. Nem todos cumprem a nova ‘tabela’. A alegação principal é o reajuste recente do preço dos combustíveis. O reajuste foi de 15,38%, mas álcool e gasolina subiram, no máximo, 3%.

taxi

Enquanto isso, a lei municipal do taxímetro está, há 15 meses e 12 dias, engavetada. O taxímetro é uma exigência federal para cidades com mais de 50 mil habitantes. Segundo já disse o superintendente da Prodem, autarquia que cuida do setor, Amaury Hernandes, ‘a lei vai entrar em vigor’, mas não precisou quando. O comentário é que a lei ficará no papel porque ‘aqui não vai funcionar’. O taxímetro não é garantia de corrida ‘mais em conta’, muito pelo contrário. Pode até ultrapassar os atuais R$ 15.

A única especificação que os taxistas já cumpriram antes do prazo legal, é a uniformização do taxi branco, mas também não é unanimidade.

Há, também, a perspectiva de que, no começo do ano, o prefeito Geninho Zuliani autorize a abertura de sete novas vagas para o táxi de Olímpia, inclusive para regulamentar melhor a questão dos plantões no período noturno.

O taxista Marcos Garcia (Barba) faz uma análise da situação, e justifica:  “O último reajuste das tarifas dos táxis de Olímpia, ocorreu em janeiro de 2013, e lá se vão 22 meses… Durante este período, a gasolina aumentou 6,6% em janeiro/2013, 4% em novembro/2013 e mais os 3% deste mês (que, na minha opinião, este último ainda não deve ser considerado para efeitos do reajuste do táxi). De qualquer forma temos 10,86% de aumento da gasolina, no período. Os pneus tiveram seus preços elevados em, aproximadamente, 15% (conforme Bonadio Pneus). O óleo do motor teve aumento de, aproximadamente, 20% no período (conforme Rei do Óleo). O INPC-Geral chegou a 10,86%. O IPCA-Geral chegou a 11,26% no período. E por aí vai…”

Geninho atende assembleia de servidores e envia à Câmara reajuste de 6,5%

O prefeito Geninho Zuliani, de Olímpia, convocou a imprensa na manhã de hoje e, ao lado do presidente do Sindicato dos Funcionários Públicos Municipais, Jesus Buzzo, e com a sua bancada de vereadores, entregou ao presidente da Câmara, Beto Puttini (PTB), projeto de lei que atende à reivindicação de reajuste salarial dos servidores, cujo índice aprovado em assembleia recentemente foi de 6,5%, atendendo ao índice inflacionário e mais reposição salarial. “É um dos melhores reajustes salariais do funcionalismo público do Estado e até do País”, disse Geninho.

DSCN5617

Para atender à essa reivindicação, duas medidas foram tomadas: o corte de R$ 2 milhões em investimentos e, ao mesmo tempo, um plano que vem sendo executado de cortes internos de despesas. “Mas, não vamos andar para trás, estamos atendendo, com justiça, o que o servidor nos pede, porém, vamos buscar a eficácia na arrecadação, e felizmente temos 50% dos carnês de IPTU pagos, seja à vista ou parceladamente, além de outras medidas de gestão. O nosso governo não é populista, não está para agradar tão somente, está para gerenciar da melhor forma o coletivo, se fosse para buscar somente aplausos a nossa gestão estaria muito a desejar”, disse Geninho.

DSCN5618

Ele aproveitou a ocasião para anunciar que, dentro de 90 dias, estará enviando ao legislativo um esboço do Plano de Carreira do Magistério, através da Comissão de Educação presidida pelo vereador, e educador, Alcides Becerra Canhada Jr. (PSD).

Também dentro de um ou dois meses, novos concursos públicos serão anunciados. “A cidade ganhou novos bairros, portanto mais asfalto, iluminação, serviços públicos devem ser cuidados”, justifica o prefeito.

DSCN5623

Cerca de 1/4 do quadro funcional terá, ainda, um reajuste ‘plus’ de 6%, dentro do plano de ‘meritocracia’ vigente e aprovado pela Câmara, ou seja, os que são pontuais, que desenvolvem o trabalho dentro do estabelecido em cada departamento, entre outros quesitos de mérito. São 250 funcionários que terão quase 13% de reajuste no próximo salário.

DSCN5619

Geninho lembrou que, em dezembro de 2008, o piso salarial da prefeitura de Olímpia era de R$ 510, no mesmo período em 2009 era de R$ 542,70, até atingir, em janeiro deste ano, R$ 750,19, mais R$ 51,65 de assiduidade e R$ 80 de alimentação (assiduidade passou a valer a partir de dezembro de 2010 e alimentação em 2012). Esses dois itens passaram a significar um ganho real de R$ 17,55% no salário do servidor. Veja o quadro abaixo.

DSCN5639

Durante o governo Geninho Zuliani, o ganho real no salário foi de 39,80%, com mais R$ 17,55% de benefícios, mais 6% com a avaliação de desempenho, como 33% de reposição no período, totalizando 96,45% ao servidor.

ENTREVISTA

O atual reajuste de 6,5% é retroativo ao mês de janeiro passado. Em nome do líder na Câmara, vereador Luiz Salata (PP), Geninho agradeceu o apoio dos vereadores.

DSCN5625

DSCN5628

DSCN5631

DSCN5634

DSCN5638

Servidores da Prefeitura aprovam reajuste de 7% oferecido por Geninho

Os funcionários públicos municipais de Olímpia aceitaram o percentual de 7% para o reajuste de seus vencimentos em 2013.

DSC03500

Em assembleia realizada na noite desta quarta-feira (6), na Casa de Cultura, promovida pelo sindicato da categoria, 74 servidores que compareceram e assinaram o livro de ata, resolveram aceitar a proposta de 7% do prefeito Geninho Zuliani (DEM).

Segundo o presidente do Sindicato, Jesus Buzzo, o percentual cobre a inflação de 6,61% e ainda ‘dá um ganho de 0,39%’.

barbatira

O reajuste será retroativo a janeiro, ou seja, no próximo dia 28 os vencimentos serão acrescidos com a diferença do reajuste do mês anterior.

Mais aumentos: agora é a vez da telefonia fixa custar mais caro

A Agência Nacional de Telecomunicações (Anatel) aprovou nesta quinta-feira o reajuste tarifário da telefonia fixa no País.

conta-telefone

Os preços da cesta de serviços locais e de longa distância das operadoras deverão ser aumentados dois dias depois da publicação da medida no Diário Oficial da União, o que deve acontecer até a próxima semana.

Para Telefônica, CTBC e Sercomtel, o aumento autorizado nas tarifas foi de 0,568%. Já a Oi/Telemar o reajuste aprovado foi de 0,553%.

barbatira

Por fim, as tarifas da Embratel subirão 0,554%. O último reajuste de tarifas de telefonia fixa havia ocorrido em dezembro de 2011.

Abasteça logo o carro. Vem aumento de gasolina e diesel à meia-noite

Os preços da gasolina A nas refinarias terão reajuste de 6,6 por cento e os do diesel subirão 5,4 por cento a partir de quarta-feira, informou a Petrobras nesta terça-feira.

gasolina

Os reajustes deverão ser repassados aos consumidores, mas não integralmente.

“O impacto na bomba é menor, é amortecido pela mistura de biocombustíveis, no caso da gasolina, o álcool, e no caso do diesel, o biodiesel”, afirmou à Reuters o presidente do Sindicato Nacional das Empresas Distribuidoras de Combustíveis e Lubrificantes (Sindicom), Alisio Vaz.

A gasolina recebe atualmente uma mistura de 20 por cento de etanol, enquanto a do biodiesel no diesel é de 5 por cento.

Ele disse ainda que o impacto do aumento pode ser amenizado por eventuais mudanças nas margens de distribuição e comercialização de cada distribuidora.

Segundo ele, cada distribuidora pode mexer em sua margem para repassar esse valor em um percentual maior ou menor, e por isso é difícil calcular qual será o nível repasse de preço.

“Um aumento de reajuste na refinaria normalmente não chega nos mesmo percentuais aos postos. Normalmente, são ligeiramente inferiores”, afirmou ele.

barbatira

“Esse reajuste foi definido levando em consideração a política de preços da Companhia, que busca alinhar o preço dos derivados aos valores praticados no mercado internacional em uma perspectiva de médio e longo prazo”, afirmou a companhia em nota.

De acordo com a estatal, os preços da gasolina e do diesel, sobre os quais incide o reajuste anunciado, não incluem os tributos federais CIDE e PIS/Cofins e o tributo estadual ICMS.

QUER COMENTAR? FIQUE À VONTADE, MAS LEIA ESSE RECADO ANTES, POR FAVOR: comentarios

Tarifa DDD para celulares tem reajuste nesta segunda

Ato da Anatel publicado nesta segunda, 14, no Diário Oficial da União (DOU) estabeleceu as novas tarifas máximas que poderão ser cobradas pelas concessionárias nas chamadas de longa distância VC2 (quando o primeiro dígito dos DDDs dos telefones envolvidos for igual) e VC3 (quando o primeiro dígito dos DDDs dos telefones for diferente).

celular

Basicamente, se o primeiro dígito dos DDDs é igual, os números são do mesmo Estado ou da mesma região geográfica.

No mesmo ato a Anatel fixou as tarifas máximas que poderão ser cobradas pelas concessionárias nas chamadas para a Nextel, que deve iniciar sua operação de SMP em breve.

A tarifa em horário normal varia de R$ 0,538 (para os clientes da Telefônica) a R$ 0,572 (para os clientes da CTBC). Os valores são líquidos de impostos e contribuições sociais e valem para os planos básicos de cada empresa.

Salário mínimo estadual sobe para R$ 755 na segunda-feira

O governador Geraldo Alckmin vai assinar na segunda-feira (14) a lei que reajusta o salário mínimo regional do Estado de São Paulo e eleva o piso dos empregados domésticos para R$ 755.

governador1

O novo piso entrará em vigor em 1º de fevereiro.

O mínimo regional beneficia trabalhadores de empresas privadas que não possuam piso definido por lei federal, convenção ou acordo coletivo. Ele é dividido em três faixas salariais, de acordo com a categoria.

O piso da primeira faixa salarial passará de R$ 690 para R$ 755. Ao lado dos domésticos, compõem esse grupo os trabalhadores que atuam em serviços de limpeza e de conservação, entre outros.

Para a segunda faixa, o mínimo subirá de R$ 700 para R$ 765, beneficiando profissionais como os trabalhadores de serviços de turismo.

O salário mínimo da terceira faixa –que atinge, entre outros, os profissionais de higiene e de saúde– subirá de R$ 710 para R$ 775.

O mínimo federal subiu para R$ 678 em 1º de janeiro.

Pesquise antes de pegar táxi. Alguns já cobram 30% a mais em suas tarifas

A partir desta quarta-feira (9) os taxistas de Olímpia estarão cobrando 30% a mais em suas tarifas, seja local ou nas viagens, como, por exemplo, aos aeroportos da região. O auto-reajuste corresponde a seis anos de inflação, ou seja, de 2006 a 2012, que soma 29,986% de inflação, segundo a FGV.

Mas, nem todos. Os taxistas dos dois pontos da Praça Rui Barbosa irão manter o mesmo preço por alguns dias (tem taxista que só irá cobrar a nova tarifa no dia 1º de fevereiro) até que os seus clientes estejam conscientes do reajuste. “Concordamos que a tarifa repõe não apenas a inflação mas as perdas dos anos em que ela não foi reajustada, mas faremos isso após os nossos passageiros estarem bem avisados”, disse um deles.

Hoje a tarifa para os taxistas da Rodoviária, por exemplo, custa R$ 13 na cidade e, após à meia noite, R$ 15. Na Praça Rui Barbosa, continua R$ 10, pelo menos é o que asseguraram alguns taxistas ao Diário. Nesse período, é bom perguntar antes ao taxista qual a tarifa vigente. A economia poderá render, já que, por exemplo, para o aeroporto de Rio Preto alguns irão cobrar R$ 130 e outros, por enquanto, R$ 100.

O setor não é regulamentado, ao contrário dos mototaxistas e ônibus coletivos. A empresa pública Prodem (Progresso e Desenvolvimento Municipal) estuda essa regulamentação para evitar, por exemplo, que ocorra uma majoração repentina, e elevada, como esta, apesar que há alguns anos a tarifa não era reajustada e, conforme adiantou um taxista, era “a mais barata da região”.

Porém, o consumidor vai reclamar, e com razão: afinal, a cada três corridas, praticamente estará dando uma, do valor antigo, de reajuste. E os R$ 3 a mais equivale à pagar uma tarifa de ônibus coletivo (R$ 2,25) ou uma corrida de moto taxi (alguns cobram esse valor e não os R$ 3,50 da maioria). Quem usa muito o táxi agora, com certeza, irá refazer as contas.

O novo presidente da Prodem, Amaury Hernandez, tem à frente o desafio de regulamentar a profissão de taxista em seus mínimos detalhes, com direitos e deveres, inclusive determinando de que forma eles poderão majorar tarifas de acordo com o interesse social.