Qual é a sua?

Por Ivanaldo Mendonça – O assunto é vocação! Qual é a sua?

A palavra vocação significa chamado. Nossa existência é permeada pela realidade do chamado. Do chamado à vida participam todos os seres humanos. A imagem bíblica do paraíso ensina que Adão e Eva, representantes da humanidade, vivem onde não existe o mal e a felicidade é plena. Todo ser humano deve responder ao dom da vida com excelência.

Muitos são chamados, também, à vocação cristã, na qual são inseridos através do batismo, intimamente unidos a Cristo ‘Caminho, Verdade e Vida’, como seus discípulos, seus missionários. O que chamamos de vocação especifica, refere-se ao que, humanamente e, à luz da fé, cada pessoa abraça como forma de ocupar e marcar seu lugar no mundo: o matrimônio, a consagração, a profissão, o serviço aos necessitados…

É fundamental que cada pessoa perceba, reflita e assuma sua vocação, descobrindo a maneira através da qual sua busca pela felicidade se concretiza. Como descobrir a verdadeira vocação? A resposta é fruto do processo de amadurecimento e busca pessoal. Para trilhar o caminho, com segurança e equilíbrio, condições básicas são necessárias, dentre as quais estão os valores primários: amor, justiça, respeito e fraternidade; elementos irrenunciáveis à dignidade humana.

A perspectiva vocacional da existência humana tem sido ignorada e, o conceito de vocação, reduzido à profissão. Este equívoco impede que, sobretudo, os adolescentes e jovens, considerem a realização pessoal alicerçada em valores. Entre os muitos prejuízos está a substituição do “ser” pelo “ter” e pelo “fazer”. O número de profissionais desqualificados e frustrados, que visam, unicamente, retorno financeiro e status, aumenta consideravelmente.

Conciliar vocação e profissão é o caminho para favorecer a realização mais perfeita do ser humano: unir o ser ao fazer. Eis o desafio da verdadeira educação. Sem princípios, a educação perde o sentido de existir, tornando-se mais um instrumento que impede a reflexão, o discernimento e anestesia a consciência.

Responda sim a Deus, à vida, à fé! Descubra e viva sua vocação específica, realizando-se e colaborando para que outros se realizem. Todo chamado exige resposta. Qual é a sua?

Ivanaldo Mendonça, Padre, Pós-graduado em Psicologia
[email protected]

Curso promissor chega em Olímpia: Mecânico Jr de Colhedora, a partir de hoje

Chegou em Olimpia o 1º Curso de Mecânico Jr de Colhedora a partir desta segunda-feira, 2, 19h. A primeira aula será na sede na Secretaria da Agricultura de Olímpia (Rua Nove de Julho, 1.457). O projeto já teve destaque na programação da TV Globo e é uma realidade em cidades como Penápolis, Araçatuba, Lins, Guaiçara, Andradina entre outras.

O projeto tem por finalidade qualificar a mão de obra no segmento de colhedoras de Cana com aulas práticas e teóricas. O gerente da escola, Marcio Lima, que tem mais de 12 anos de experiência no segmento de colheita mecanizada, definiu o curso como “A profissão do futuro”, pois em 2.1014, segundo a lei estadual nº 11.241/02, não poderá mais existir a queima da cana para o corte e hoje menos de 35% da colheita é mecanizada no Estado de São Paulo.

Ou seja, já existe nas usinas e fazendas de terceiros uma grande demanda por mão de obra especializada.

DSC00649

Sobre o curso, o gerente também explica que trata-se do melhor investimento que uma pessoa pode fazer, pois um mecânico pode ganhar ate R$ 3.000 por mês e com um investimento de, no máximo R$ 299 mensais, existindo planos de até R$ 149 por mês.

Assim, o aluno investindo no máximo R$ 2.400 pode em menos de um ano dobrar o seu salário, e em menos de três meses ter todo valor do curso de volta como retorno do seu investimento.

DSC00651

Marcio Lima acentua, ainda, que existem vários casos de alunos que com o curso ainda em andamento que já conseguiram o seu tão sonhado emprego de mecânico, melhorando seus salários e suas vidas.

Dessa forma, este é o melhor momento para investir em um curso de capacitação, pois em um período de apenas três meses ele se qualificará para o mercado de trabalho que, por sinal, está carente dessa espécie de mão de obra especializada.

Atualmente, um curso superior dura, em média, cinco anos, e o investimento total passa de 40 mil reais no final do curso, e sem a certeza de um emprego que devolva seu investimento. Já no curso de mecânico Junior de colhedora o candidato poderá melhorar de emprego de forma rápida com um pequeno investimento.

O gerente Marcio Lima coloca à disposição o telefone da empresa e seu celular para mais esclarecimentos:

CONTATOS

(17) 9608-5553 / (17)81782976 / fixo (18)36526488 ou ainda 03007770300

Em tempo: a 1º aula ocorrerá sem qualquer compromisso onde serão explicadas todas as vantagens e detalhes desta profissão que tanto cresce no País.