Prefeitura efetiva mais professores para o próximo ano

Na manhã de anteontem, terça-feira (4), foi realizada na Secretaria da Educação a apresentação dos documentos dos professores que foram aprovados no concurso para titular de cargos na Rede Municipal. Os aprovados foram convocados pela Imprensa para apresentarem a documentação na Secretaria Municipal da Educação para a efetivação.

efetivacao-professores-(1)

Segunda Eliana Bertoncello Monteiro, Secretária da Educação, a apresentação da documentação aconteceu por meio de “um trabalho conjunto do Departamento Pessoal, representado pela funcionária Isabela, com a Secretaria. Esses professores apresentaram a documentação, depois dirigiram-se à Secretaria de Gestão para agendarem perícia no Departamento Médico, e assim que nós tivermos a conclusão da perícia, faremos a convocação para que eles possam escolher suas vagas.

efetivacao-professores-(3)

De acordo com Eliana, essa é a segunda convocação. “No começo do ano efetivamos 79 professores que já estão trabalhando em seus respectivos cargos. Recentemente, em segunda etapa, foram convocados 25 professores PEB I (Professor de Educação Básica I, ou seja, aquele que trabalha na Educação Infantil, ou Ensino Fundamental, anos iniciais) e mais quatro professores PEB II, Educação Física. É preciso enfatizar que, no dia 1º de novembro, foi convocado mais um grupo de professores, sendo, desta vez, composto por 29 PEB I, e mais três PEB II, Educação Física. Eles passarão pelas mesmas fases já citadas. Desta forma, nós esperamos que todos, em janeiro de 2015, possam tomar posse e começar o ano letivo, cada um na sua escola. Viabiliza-se, desta forma, o compromisso do Prefeito de Geninho de efetivação de professores municipais”, concluiu Eliana.

efetivacao-professores-(2)

No dia do Professor, nós e até o Google prestamos merecidas homenagens

O Dia dos Professores, data comemorada no Brasil nesta quarta-feira (15), recebe homenagem em Doodle do Google. A arte na página inicial do buscador traz seis disciplinas escolares, cada uma representada por uma letra. A data é comemorada no Brasil desde 1947, mas sua origem se deu ainda no período de Império do Brasil.

captura_de_tela_2014-10-15_as_07.14.52

A comemoração começou no ano de 1827, quando Dom Pedro I, Imperador do Brasil, criou o Ensino Elementar no país, decretando que “todas as cidades, vilas e lugarejos tivessem suas “Escolas de primeiras letras”. Em tal decreto, o Imperador defendia a descentralização do ensino, o salário dos professores, as matérias básicas que todos os alunos deveriam aprender e até como os professores deveriam ser contratados.

Já a data, 15 de outubro, foi escolhida devido a influência da Igreja Católica. No mesmo dia comemora-se o dia de Santa Teresa de Ávila, religiosa e escritora espanhola, considerada a Padroeira dos Professores.

mensagem

A primeira comemoração ocorreu apenas 120 anos depois do decreto de Dom Pedro. Em 1947, na cidade de São Paulo, quatro professores se reuniram para tirar um “dia de folga” após um longo período de aulas. Naquele ano, o semestre durou do dia 1 de junho ao dia 15 de dezembro, com apenas dez dias de férias em todo o tempo.

O responsável pela festa foi o professor Salomão Becker. Ele sugeriu que o encontro fosse dia 15 de outubro, quando, em Piracicaba, sua cidade natal, professores e alunos traziam doces de casa para confraternizar. A festa no Ginásio Caetano Campos contou com a presença de alunos e pais. Neste dia decidiram realizar o encontro anualmente. O discurso do professor Becker ficou famoso pela frase ” Professor é profissão. Educador é missão”.

A celebração se espalhou pela cidade até ser oficializada pelo Decreto Federal 52.682, de 14 de outubro de 1963, que define a razão do Dia dos Professores: “Para comemorar condignamente o Dia do Professor, os estabelecimentos de ensino farão promover solenidades, em que se enalteça a função do mestre na sociedade moderna, fazendo participar os alunos e as famílias”.

Fonte: TechTudo

Educação promoverá curso para professores durante o replanejamento

Com o intuito de oferecer subsídios consistentes e diversificados ao professor, para que ele possa de forma consciente, encaminhar suas aulas utilizando estratégias que atendam à necessidade de cada aluno, a Secretaria Municipal da Educação promoverá no período de replanejamento, 14 e 15 de julho, o curso ‘Boquinhas no Desenvolvimento Infantil: Pré-requisito Para Uma Alfabetização Segura’.

0000047_material-kit-de-livros-curso-ead

O curso que será ministrado por uma fonoaudióloga totalizará 16 horas e atenderá 74 profissionais, dentre eles, professores da Base Nacional Comum, professores coordenadores da Pré-escola e professores da Educação Especial.

“Durante o curso os professores além de questões teóricas, irão vivenciar jogos, para que possam perceber as possibilidades de aprendizagem que cada um proporciona e, o desenvolvimento esperado nas diferentes faixas etárias de atuação”, disse Luciana Ferreira De Julle, Supervisora de Ensino da SME.

boquinhas

Os alunos beneficiados têm entre 4 e 5 anos. “O curso é voltado para o público-alvo da Educação Infantil, Pré-escola, os jogos que serão trabalhados já foram adquiridos e todas as Pré-escolas da Rede Municipal os receberam”.

“Acreditamos que a parceria Fonoaudiologia e Pedagogia têm trazido ganhos à educação em geral, e que o jogo é um mediador que promove a aprendizagem, efetuado pela triangulação dos saberes cognitivo/emocional/social, sendo assim, confiamos que este curso possibilitará atender ao objetivo da Pré-escola em proporcionar aprendizagem de forma lúdica e prazerosa”, finalizou.

Prefeito em exercício e secretários se reúnem com professores

Na tarde de ontem, quinta-feira (13), o prefeito em exercício Gustavo Pimenta e o secretário de Governo Paulo Marcondes acompanharam a secretária de Educação Eliana Bertoncello em reunião com professores no Gabinete Executivo, para ouvir solicitações e informações no que tange o aumento salarial de 4,91% e o plano de carreira da categoria no município de Olímpia.

DSC_0010

 

A categoria solicita aumento de 6,5% para todo o funcionalismo municipal, mais um ajuste para a classe, e recentemente fizeram manifestação diante do Gabinete acerca desta reivindicação. Estiverem presentes no encontro, também, o presidente do Sindicato dos Servidores Públicos Municipais, Jesus Buzzo, professores e dirigentes escolares.

“Como secretária e professora não posso ignorar uma manifestação da categoria, por isso analisamos o teor do ocorrido e convidamos estas pessoas para esta reunião para ouvi-las”, disse Eliana.

DSC_0034

 

A reunião foi organizada pelas próprias manifestantes, convidando representantes da pré-escola, creche e ensino fundamental, além de diretoras.

“Nesta conversa pudemos receber de forma evidente as angústias da classe quanto à questão salarial e do plano de carreira, com bastante liberdade de comunicação. Agora com esta troca de informações e os esclarecimentos quanto ao Orçamento Municipal decidimos nos reunir outra vez, porém com a presença do prefeito Geninho, que encontra-se em viagem, recebendo novos estudos e a pauta de solicitações afinada pelas professoras”, disse Eliana.

DSC_0044

A professora Luciana Martinelli Secondino destacou como “positiva oportunidade de ouvir a voz da classe. Gostamos pelo fato de ser uma reunião informal com pontos que gostaríamos de expor a muito tempo e foram ouvidos”.

“A partir de agora vamos partir para estudos sobre as mudanças que podem ocorrer no nosso plano de carreira. Quanto ao aumento, o Sindicato tem uma reunião com o prefeito Geninho na terça-feira (18), para discutir se existe a possibilidade do reajuste de 6,5% para todo o funcionalismo municipal, mais um aumento para a classe que solicitamos, e esperamos com esperança que isto aconteça”, disse Andréia Cazarine.

“Foi uma reunião eficiente, onde pudemos ouvir as solicitações e explicar alguns pontos, vamos aguardar o andamento das conversas para podermos determinar o que será feito efetivamente”, finalizou o prefeito em exercício Gustavo Pimenta.

Professores temporários disputam atribuições de aulas do município

Os professores ACT’s (contratados por tempo determinado), de Olímpia, participaram da atribuição de salas de aulas vagas para o ano letivo de 2014, nos últimos dois dias (terça e quarta). Foram mais de 400 profissionais que compareceram na Casa de Cultura para conseguir atribuição de aula nos períodos regular, de cinco horas e complementar com carga de três horas.

atribuicao-acts-(2)

“Na base nacional comum foram 50 professores, na educação especial foram 25 professores, dentre eles os professores auxiliares, somando 75 no total de atribuições do dia 21”, disse a secretária de Educação Eliana Bertoncello. “Para o período complementar foram atribuídas 91 salas durante a manhã do dia 22”.

No dia 22, à tarde, foram atribuídas duas salas do EJA – Educação de Jovens e Adultos do 5º e 7º ano com aulas de artes e matemática, mais duas aulas de informática e 15 para educação física. “Este ano o número de professores de educação física aumentou, pois inserimos a disciplina em todas as escolas, incluindo educação infantil que anteriormente não tinha”.

atribuicao-acts-(3)

“Estes profissionais atendem as necessidades do município em diversos casos e garantem que os alunos tenham aula, como por exemplo, em salas vagas, com professores afastados, em casos de aposentadorias, licenças saúdes, licenças prêmios, licença maternidade, abonadas e faltas médicas, assim quando acontece podemos acioná-los para suprir esta necessidade do aluno”, finalizou.

ETEC de Olímpia abre dia 18 Concurso Público para Docentes

Estão abertas inscrições para Concurso Público de Docentes da Etec de Olímpia, de 18 a 25 deste mês, das 9h às 17h, na própria instituição.

etec

A taxa de inscrição é de R$ 40. As vagas são nas áreas de Administração, Direito e Língua Portuguesa.

Trata-se de concurso para provimento de emprego público permanente do Centro Paula Souza.

Os interessados devem se dirigir à Etec e apresentar cópia do RG, do CPF e do diploma (na falta deste, será aceita declaração de conclusão de curso).

O edital, na íntegra, encontra-se afixado no mural da Etec, no site da imprensa oficial (www.imprensaoficial.com.br) e no site do Centro Paula Souza (www.centropaulasouza.sp.gov.br).

Siga o Diário de Olímpia no Twitter, Facebook e Flickr

Qualquer dúvida, entrar em contato pelos telefones (17) 3279-9400 / 3279-9403 ou na Etec, rua José Piton, 165, Vila Rodrigues, em Olímpia.

Missa em Ação de Graças pelos Professores na Igreja-Matriz de São João

Foi realizada na manhã deste domingo (20), na Igreja-Matriz de São João Batista, em Olímpia, Missa em Ação de Graças pelo Dia do Professor, transcorrido no último dia 15, a convite da Secretaria de Educação.

profcapa

Diversas escolas municipais, lideranças, professores e funcionários, participaram da missa, que foi celebrada pelo padre Carlos.

A secretária Eliana Bertoncello Monteiro também esteve presente, cumprimentando a todos e distribuindo pãezinhos que foram abençoados pelo padre.

Na missa, também, momentos de música e exaltação ao mister de Educar.

GALERIA DE FOTOS

Confira as fotos de Julião Pitbull para o Diário, através do álbum no Flickr, clicando na figura abaixo:

flickr-professor

Professores municipais participam de palestra motivadora para o 2º semestre

Mais de 500 participantes– entre professores da rede municipal de ensino, coordenadores e supervisores da Secretaria da Educação de Olímpia – se reuniram nesta terça-feira (30), para ouvirem palestra do professor Nélio Spréa, Mestre em Educação pela Universidade Federal do Paraná, no Centro do Professorado Paulista (CPP), das 8h30 às 11h30.

SAM_0191

Um dos objetivos do evento, segundo a secretária Eliana Bertoncello Monteiro, foi motivar e incentivar os professores quanto ao retorno do segundo semestre, além de ensinar brincadeiras e como forma de aprendizagem na sala de aula. Mas o principal, de acordo com ela, é que “a palestra promove a reflexão sobre dois aspectos inerentes ao processo de desenvolvimento humano: a socialização e a singularização do indivíduo”.

Através de uma abordagem direta, lúdica e valendo-se da apresentação de vídeos, histórias e canções, o palestrante procurou sensibilizar o público sobre a necessidade de acolher e valorizar as diferenças pessoais, de modo que a demarcação de limites e regras seja também uma conquista afetuosa e mútua entre pais e filhos. “O respeito à diferença e o desenvolvimento de uma escuta aguçada podem revelar caminhos prazerosos na construção da relação afetiva e potencializar a aprendizagem”, explica o palestrante.

SAM_0186

Nélio Spréa é professor, produtor cultural, músico e pesquisador. Mestre em Educação pela Universidade Federal do Paraná e graduado em música pela Faculdade de Artes do Paraná, coordena atualmente a Parabolé Educação e Cultura, onde desenvolve pesquisas e projetos culturais ligados à infância, à formação de professores e à revitalização do espaço escolar.

Professores da rede estadual podem pleitear bolsa para pós-graduação

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo está com novo período de inscrições aberto aos professores, supervisores e diretores da rede estadual de ensino interessados em pleitear bolsas de estudo para cursos de pós-graduação stricto sensu.

São oferecidos benefícios mensais de R$ 1.300 para mestrado e de R$ 1.600 para doutorado. O cadastramento deve ser feito no site do Projeto Bolsa Mestrado/Doutorado até o dia 29 de fevereiro. A iniciativa tem por objetivo estimular a melhora da qualificação dos servidores da rede.

“Estamos investindo na formação dos nossos professores, oferecendo uma ajuda financeira àqueles que desejam se aperfeiçoar. Com o incentivo, esperamos ampliar o número de docentes com mestrado e doutorado lecionando nas escolas estaduais”, disse o Secretário de Estado da Educação, professor Herman Voorwald.

Para participar, os educadores devem ter no mínimo três anos de atuação no cargo, ser efetivos e atender aos demais requisitos do projeto (confira lista abaixo). Aqueles que já estiverem cursando a pós-graduação também podem se inscrever. Nesse caso, receberão bolsa proporcional ao tempo de curso (sem efeito retroativo), com base no prazo de conclusão estipulado pela Secretaria, que é de até 30 meses para o mestrado e até 54 meses para o doutorado. Um docente que cursa o mestrado há 10 meses, por exemplo, terá direito ao benefício pelo período máximo de 20 meses.

Desde 2004, quando teve início o Bolsa Mestrado/Doutorado, mais 3,4 mil trabalhos foram inscritos e aprovados, dos quais 2.246 concluídos, dentre eles o do professor Mário Conceição Oliveira, titular da disciplina de física na Escola Estadual Maestro Fabiano Lozano, localizada na Vila Mariana, na Capital. Mário é efetivo na rede desde 2004, ano em que começou seu mestrado sobre interação em museus de ciências, na Faculdade de Educação/ Instituto de Física da Universidade de São Paulo (USP). “A bolsa ajudou demais. Sem o programa, seria muito complicado concluir o mestrado”, salienta o professor, que terminou sua tese em 2007.

Segundo ele, a experiência foi muito importante para sua carreira. “Hoje minha aula tem mais qualidade. Mudei a forma de interagir com os alunos, de lidar com as dúvidas e questionamentos. Também procuro passar a eles um pouco da rotina de pesquisa e estudo que vivenciei no mestrado”, acrescentou o professor.

Para pleitear a bolsa, os professores devem atender aos seguintes requisitos:

• ser titular de cargo efetivo;

• ter sido considerado estável nos termos da Constituição Federal;

• ser portador de licenciatura plena;

• estar em efetivo exercício em unidade da rede pública estadual;

• ter sido admitido como aluno regular em curso de pós-graduação, em nível de mestrado ou doutorado, reconhecido/recomendado pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES, na disciplina do cargo ou em educação;

• enquanto receber o benefício da SEE, não usufruir de nenhum tipo de bolsa para curso de pós-graduação de mestrado ou doutorado, concedida por órgão público;

• não ter sofrido penalidade em procedimento administrativo disciplinar nos últimos cinco anos;

• não se encontrar em regime de acumulação remunerada de cargos ou de cargo/função/emprego públicos;

• estar distante da aposentadoria a pelo menos cinco anos, quando se tratar de curso de mestrado, e nove anos, quando se tratar de curso de doutorado;

• autorizar no respectivo termo de compromisso que a SEE torne pública a íntegra ou partes do trabalho acadêmico produzido, renunciando consequentemente a qualquer reivindicação de direito autoral.

Sobre o projeto

O projeto Bolsa Mestrado/Doutorado integra o Programa de Formação Continuada de educadores da Secretaria da Educação com a finalidade de propiciar aos profissionais da educação a continuidade de estudos em cursos de pós-graduação stricto sensu (mestrado e doutorado).

Para obter o benefício, o professor tem que firmar compromisso de que permanecerá no magistério público estadual, após a conclusão do curso, pelo prazo mínimo proporcional ao tempo em que o benefício foi recebido. As bolsas são concedidas para que os docentes possam fazer o mestrado ou doutorado em cursos reconhecidos pela Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior – CAPES, na área inerente à disciplina do cargo exercido ou na área da educação.

A Secretaria da Educação do Estado de São Paulo está com novo período de inscrições aberto aos professores, supervisores e diretores da rede estadual de ensino interessados em pleitear bolsas de estudo para cursos de pós-graduação stricto sensu.

São oferecidos benefícios mensais de R$ 1.300 para mestrado e de R$ 1.600 para doutorado.

SERVIÇO

O cadastramento deve ser feito no site do Projeto Bolsa Mestrado/Doutorado (http://bolsamestrado.edunet.sp.gov.br/) até o dia 29 de fevereiro.