Poupança é uma boa para quem possui até R$ 20 mil para investir

O pequeno poupador pode respirar aliviado. Mesmo com as mudanças anunciadas ontem na remuneração, a caderneta de poupança ainda vale a pena para quem tem até R$ 20 mil para investir.

poupa

O governo anunciou que o rendimento passa a ser de 70% da Selic (taxa básica de juros) mais a TR (Taxa Referencial) sempre que a Selic ficar em 8,5% ou abaixo disso. Hoje, a poupança rende 6% ao ano mais TR.

A mudança foi necessária porque o país caminha para um cenário de juros baixos. Com taxas abaixo de 8,5%, a remuneração fixa da caderneta a torna muito atraente e pode haver uma corrida dos investidores dos fundos. “O governo precisa dos investimentos em títulos públicos para financiar sua dívida”, explicou Márcio Salvato, professor do Ibmec.

Segundo simulações feitas por Marcos Fritzen, diretor do fundo de investimentos Quantitas, a poupança ainda é uma boa opção para quem tem até R$ 20 mil. Como não tem taxa de administração nem Imposto de Renda, ela só perde para os fundos quando a taxa cobrada pela administradora for menor do que 1,25%, o que é raro.

Por exemplo, se a Selic for a 8,5% na próxima reunião do Copom, o rendimento da poupança será de 0,50% ao mês. Nesse caso, apenas um fundo com taxa abaixo de 0,75% é mais vantajoso. “Com a nova regra, o governo permitiu que a poupança continuasse atrativa para o pequeno e médio aplicador, sem gerar incentivo para que os grandes investidores migrem para a poupança”, disse Marcos Fritzen, da Quantitas.

Opção/ Outra opção para o pequeno investidor são os CDBs (Certificado de Depósito Bancário), que têm remuneração atrelada a um percentual do CDI (taxa das operações entre os próprios bancos, que acompanha a Selic). Na média, os bancos pagam entre 70% e 75% do CDI para quem deixa o dinheiro aplicado por seis meses. Esse percentual varia de acordo com o prazo de permanência. A partir de 85% do CDI, o CBD passa a ser opção mais vantajosa do que a poupança. (Multimídia)