Guisela retorna a Olímpia, desta vez para ficar, após 10 anos de Exterior

Dez anos depois de deixar Olímpia, está de volta, desta vez para morar e trabalhar, a escritora internacional Guisela Noemi Montoya Poblete, nascida no Chile, e que morou em Quito, Equador, após a morte de seu marido, o ex-jornalista Antonio Fernandes, em junho de 1993 que, com ele, manteve em Olímpia o semanário “Cidade”, entre os anos de 1987 a 1994, e também a escolinha infantil ‘Laranjinho’.

Guisela se manteve em Olímpia até 2005, quando se mudou para Quito, Equador, de onde retornou há cerca de 20 dias. “Eu tenho verdadeira paixão por Olímpia, aqui foi casada pela segunda vez, tive um filho, tenho amigos e lembranças, a minha história está em Olímpia, agora venho para ficar”, disse ao Diário, em visita à Redação na manhã de hoje (14). Nesses dez anos, além do Equador, viajou por toda a América Latina, e países da Europa e Ásia.

Ultimamente, permaneceu na Itália por quatro meses, em decorrência de ter sido premiada, em segundo lugar, em um Concurso de Poesias. Ficou mais na Sicília, mas percorreu Roma, Firenze e outras tantas cidades, onde pode, também, fazer a pesquisa de seu próximo livro sobre a oliveira e o azeite. Na Redação, mostrou, orgulhosa, a poesia publicada e a placa de Menção Honrosa.

IMG_9224

poesia

IMG_9225

Agora, Guisela está ministrando aulas de Espanhol na Alternative Idiomas e tem outros planos, prosseguindo com a condução de seu Grupo Internacional de Poesia, o Metáfora, que tem uma ramificação em Olímpia, conduzida pelo professor Genival Ferreira Miranda (também presidente da Academia Olimpiense de Letras, AOL), e escrever dois novos livros (já tem cinco publicados), um sobre a Oliva e o Azeite (de cunho científico) e outro literário.

IMG_9227

Aproveitou para receber a última edição da Revista Top, de Catanduva, onde a diretora do Diário, Lau Concon, é colunista de Olímpia. “Aproveite esta oportunidade, ela vale ouro”, aconselhou a escritora.

Guisela Montoya estará hoje ao vivo na Ciudad Radio Mexico

Nesta terça-feira (18), estará no ar o da poeta Guisela Noemi Montoya Poblete, que será transmitido pela Ciudad Radio, México, às 19h de Brasília (veja o link abaixo). É um programa cultural, com muita poesia e músicas.

Ela é poetisa, editora de livros e presidente internacional do Grupo Metáfora, de Poesia. Em Olímpia, o presidente é Genival Ferreira de Miranda (na foto abaixo, com Guisela e vereador Luiz Salata), também presidente da AOL (Academia Olimpiense de Letras) e do Conselho Municipal de Assistência Social.

Salata-Homenagem-3-001

Leia mais

Não percam a oportunidade de escutar, já que Guisela, como ainda olimpiense de coração (morou e trabalhou por décadas em jornalismo, inclusive), sempre manda recados para Olímpia.

Acessem http://tunein.com/radio/Ciudad-Radio-s173469/ ou o site direto da emissora em www.ciudadradio.mx

ico-u107

Grupo Metáfora Internacional Olímpia empossa Genival Miranda, da AOL, como novo presidente

O Grupo Metáfora Internacional, através de sua presidente, poeta, escritora e editora Guisela Noemi Montoya Poblete, deu posse ao novo presidente do Grupo, em Olímpia, que agora passa a ser Genival Ferreira de Miranda, também presidente da AOL (Academia Olimpiense de Letras), no último sábado (18), em sua sede.

DSC_8626

Estiveram presentes poetas, convidados e homenageados, que Guisela fez questão de agradecer pela colaboração ao grupo, entre eles este editor do Diário de Olímpia, Leonardo Concon; o engenheiro e vereador Luiz Salata (PP), que esteve representando o prefeito Geninho Zuliani e presidente da Câmara Beto Puttini; a poeta e ex-Primeira Dama Djalva Trondi; o ex-presidente do Metáfora Olímpia, poeta e subtenente do Exército reformado Luiz Augusto da Silva; professora Edna Fátima da Silva, a musicista Aurora (Lola) Gigliotti; Ivone Albano Simões, da Casa do Artesão de Olímpia; entre outros. Na parte musical do evento, professor Thiago e músico Luan, além de Everton Augusto Pessoa D’Avila, com a sua família e, claro, viola.

DSC_8531

Guisela e Genival declamaram poesias, em espanhol, do livro ‘Gotas de Chuva’, de Guisela, e até a aluna do curso de iniciação teatral, ministrado por ele, Wini Cristina dos Santos, também fez uma declamação com bastante desenvoltura.

DSC_8527

O momento também foi de comemoração, do aniversário de Genival, com bolo, salgados e refrigerantes.

DSC_8523

Salata, ao usar a palavra, além de agradecer a homenagem, falou em nome dos poderes Executivo e Legislativo de Olímpia, ressaltando a importância do Grupo Metáfora em disseminar a poesia, o incentivo à leitura, e demais atividades artístico-culturais no município, reafirmando a parceria para que o Metáfora prossiga em sua missão.

DSC_8521

Após receber a placa de transmissão de posse, Genival Miranda disse que a partir de agora o Grupo Metáfora “será um grande parceiro da Academia Olimpiense de Letras fortalecendo ainda mais as ações da Academia estendendo-se para âmbito internacional como o Metáfora Internacional, sendo o presidente da AOL o representante do Metáfora no Brasil, estamos assim agregando e estendendo nossas relações com escritores de outros países”.

DSC_8607

GALERIA DE FOTOS

Clique na imagem abaixo e confira as fotos desta reportagem:

flickr-genival

Guisela Montoya empossa Genival Miranda no Metáfora Olímpia e presta homenagens

O grupo Metáfora Internacional se reúne neste sábado (18), a partir das 20h, na sede da AOL (Academia Olimpiense de Letras), para uma sessão extraordinária. O motivo é o dar posse ao novo presidente da Metáfora Olímpia, Genival Miranda. O antecessor era o subtenente do Exército Luiz Augusto da Silva. Estará presente a presidente internacional Guisela Noemi Montoya Poblete, poeta, escritora e editora do Metáfora Ediciones.

metafora2

Guisela e o novo presidente do Metáfora Olímpia, Genival Miranda, estiveram em visita na tarde de ontem, sexta (17), na Redação do Diário de Olímpia. Guisela presentou Miranda e Leonardo com o legítimo chapéu Panamá, assim como à diretora do Diário, Laudiceia Cordeiro Morais, com um mimo. Aproveitaram para tomar o já famoso café do Diário, no caso, um ‘cortado espanhol’ – café com toque de leite.

metafora1

Também serão homenageados outras pessoas que fazem parte do Grupo Metáfora Olímpia, com placas gravadas em metal, através do Metáfora Internacional, em reconhecimento a algumas personalidades do cenário cultural da cidade de Olímpia. São eles: professora Djalva Trondi, poeta, comerciante e ex primeira dama; professora e escritora Aurora Gigliotte; vereador Luiz Salata, que colabora com a cultura, e o jornalista Leonardo Concon, que leva a notícia regional e também o subtenente Luiz Augusto da Silva que trabalhou ativamente liderando o Grupo.

Esse grupo de poetas, escritores e artistas, tem um amplo projeto para realizar em Olímpia. Entre outros, oficinas de leitura e escrita criativa, como também concurso de poesia, seminários e congresso internacional artístico e literário.

Escritora olimpiense Claudenice Sisto lança livro de poesias eróticas

“No início, foi como se estivesse brincando com as palavras, começou a usar sensualidade ao falar do amor, começou a imaginar encontros amorosos entre duas pessoas e como elas agiriam se houvesse fogo, se houvesse paixão”. Ele pode ser comprado neste link (clique aqui) em versão impressa ou E-book.

capa

Dessa forma, a escritora olimpiense Claudenice Sisto, fala sobre a sua nova obra, “Atentado ao Pudor”, em que, ainda conforme as suas palavras, “descobre que pode unir o amor com sensualidade, e transforma palavras e imaginações em atos prazerosos”.

Claudenice até chegou a pensar em parar de escrever, mas pediu por mais. Foi então que nasceu a arte do erotismo em suas palavras. Nesse livro, o leitor, ou a leitora, encontrará a feminilidade de uma mulher que transborda toda a sua sensualidade.

Suas palavras são intensas e profundas, aos poucos os sentimentos estão se tornando avassaladores. A verdade é o que o livro é muito mais do que um amontado de meras palavras picantes, é uma entrega total de alma.

Este livro é recomendado para maiores de 18 anos.

Atentado ao Pudor

Número de páginas: 42
Edição: 1(2013)
Formato: A5 148×210
Coloração: Preto e branco
Acabamento: Brochura c/ orelha
Tipo de papel: Offset 75g

Versão impressa: R$ 26,87

Versão e-book: R$ 11,06

Claudenice Sisto lança ‘Lacunas, Preenchendo um Vazio’ na Casa de Cultura

Conforme amplamente noticiado, a escritora e membro da Academia Olimpiense de Letras Claudenice Sisto lançou, no último sábado (22), o seu livro “Lacunas, Preenchendo um Vazio”, na Casa da Cultura. Fotos Janaína Longhi

claudenice-capa

Para a autora, foi “uma noite de autógrafos inesquecível, porque também contou com a presença de amigos e de membros da Academia Olimpiense de Letras, familiares e convidados ilustres”. O esposo Sebastião Leardine e os filhos Luara e Thales, também prestigiaram, e até Luara, de 9 anos, recitou o poema dedicado à ela na obra, ‘Doce Luara’. Na ocasião, Mariana Souza Juliano, também de 9 anos, recitou o poema “Frustração”, que traz momentos da infância da escritora.

SONY DSC

A escritora declamou o poema “Retratos da Vida”. E fez uma homenagem ao marido Sebastião com o poema “Declaração de Amor”, recebendo muitos aplausos e elogios.

SONY DSC

Segundo a escritora “foi uma noite memorável que, com certeza, guardarei para sempre em minha mente e, mais ainda, em meu coração”.

SONY DSC

O Diário de Olímpia deseja à escritora Claudenice muito sucesso.

60747_505997946079045_1790539141_n

148809_3684371713028_1215823965_n

148830_505382102807296_605773724_n

523909_3684373393070_2036617872_n

533828_2500228040970_963189299_n

563936_2499212535583_1537957841_n

564382_3684373673077_204785630_n

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

SONY DSC

Jovem autor lança o seu primeiro livro de poesias na Casa da Cultura, sábado

Na noite de hoje, sábado (30), às 19h, na Casa de Cultura de Olímpia, o adolescente Raphael Anthonio Grecco Ramos, de 15 anos de idade, lançará o livro “O Poeta deu um Grito” com poesias de sua autoria.

DSC05291

Incentivado por Vitor Ferraz, outro jovem escritor olimpiense, Raphael resolveu tentar. Com a ajuda da avó e de uma tia conseguiu patrocínio para a publicação do livro, 117 páginas, editora Vitrine Literária.

O autor pertence à Ordem Demolay e, também, é membro da Academia Olimpiense de Letras, criada recentemente pela Secretaria de Cultura. Cursa o 2º Colegial no Objetivo.

Com 50 poemas distribuídos ao longo de 117 páginas, o livro “O Poeta deu um Grito” reúne os melhores versos escritos por ele durante o ano passado. Em quatro capítulos, explora temas primordiais que causam questionamentos em todos nós: a procura pela identidade, a desilusão amorosa, impressões sobre a sociedade na qual estamos inseridos e o sentido por trás da arte. O preço do livro é R$ 20.

[capa-do-livro]

Quem é o ícone de sua cidade? Escreva poesia e participe do concurso do Metáfora

Estão abertas as inscrições para o primeiro concurso de poesia promovido pelo Grupo Metáfora Internacional com o tema “O ícone da cidade”, com apoio da filial de Olímpia.

grupo-metafora

As inscrições podem ser feitas até o dia 21 de julho. A iniciativa tem o apoio, também, da Universidade Tecnologia Equinocial, do Equador. Podem participar poetas e escritores de Olímpia com mais de 18 anos.

O Grupo Metáfora Olímpia reuniu-se no ultimo dia 19, às 20hm no Educandário Frei Roque Biscione, e realizou uma videoconferência presidida pela escritora e poeta Guísela Montoya Poblete, diretora do Grupo Metáfora Internacional (Quito, Equador).

Ficou, então, decidido o Concurso de Poesia intitulado “O Ícone da Nossa Cidade” e sobre uma reunião internacional em Quito, quando será publicada uma antologia.

Na reunião ficou decidido que o Grupo Metáfora de Olímpia é o responsável em receber as inscrições e encaminhar para Quito. As inscrições devem ser originais com o tema que o poeta escolher como Ícone, a palavra ícone vem do Grego “eikon” e significa imagem, já na informática ícone é um pequeno símbolo, como por exemplo; Olímpia possui vários símbolos e imagens que representam a nossa cultura e o nosso povo, o ícone pode ser uma praça, uma igreja, uma pessoa importante, ou qualquer coisa que logo identifica a nossa cidade como sendo do povo olimpiense.

AS REGRAS

1. As Inscrições devem ser originais com o tema “ícone da minha cidade” e cada participante poderão inscrever até dois trabalhos e uma categoria (ficção curta ou poesia).

2. Para participar, cada concorrente deve preencher um formulário que irá anexar às bases e envia-lo por e-mail para: [email protected].

3. As obras para o concurso deverão ser originais e enviadas em três cópias em folha de papel A4 com espaço duplo as linhas e escritas nos idiomas português ou espanhol.

4. As obras deverão ser remetidas em tempo hábil para que cheguem no endereço indicado no máximo até o dia 21 de julho de 2012 às 18:00 horas. Caso contrário o candidato será desclassificado sem prévio aviso.

5. Os ganhadores terão como premio um troféu, um diploma e a publicação de sua obra na antologia, também lhe dará direito em receber o premio em Quito no Equador no evento de entrega dos prêmios que acontecerá em novembro de 2012.

Segundo Luiz Augusto da Silva, presidente do Grupo Metáfora Olímpia, as inscrições serão recebidas pelo secretário Genival Miranda, na sede do Educandário Frei Roque Biscione, e, vencido o prazo serão enviadas para Quito, sede do Grupo Metáfora, onde haverá comissão julgadora de três juízes que fará a seleção das obras ganhadoras, o resultado das obras selecionadas será divulgado após o mês de agosto.

Mais informações pelos telefones:

(17) 3281-6465 Luiz Augusto da Silva

(17) 3279-8401 Genival Miranda

(17) 3281-4094 Gabriel

E-mail: [email protected]

FAER e Grupo Metáfora comemoram hoje o Dia Internacional da Poesia

A FAER (Faculdade Ernesto Riscali) comemora hoje (21), o Dia Internacional da Poesia, com a visita do Grupo Metáfora de Olímpia, às 19h20, no anfiteatro da instituição. A data é comemorada em mais de cem países, promulgada pela UNESCO.

poesia

O curso de Letras, juntamente com a professora-coordenadora Simoni Becerra Franco, fará a recepção e a organização do “Café com Poesia”, já realizado algumas vezes, com muito lirismo e boa literatura. Estarão presentes no anfiteatro da instituição – alunos dos cursos de Letras e Pedagogia, egressos interessados em poesia e bons textos, professores, funcionários e o Grupo Metáfora.

Segundo Simoni, “a FAER incentiva estes encontros por acreditar que a poesia alimenta não só a alma, como nosso cotidiano, provocando nas pessoas motivação para a alegria, a reflexão, a sensibilidade e a busca por uma bagagem intelectual mais rica e interessante, que ajudará o aluno a enxergar o mundo com um olhar mais aberto e sensível”.

Ela enfatiza que “grandes poetas brasileiros fazem parte da nossa história poética de todos os tempos, tais como Adélia Prado, Álvares de Azevedo, Augusto dos Anjos, Casimiro de Abreu, Castro Alves, Cecília Meirelles, Cora Coralina, Ferreira Gullar, Gregório de Matos, Machado de Assis, Manuel Bandeira, Mario Quintana, Olavo Bilac, Mário de Andrade, Murilo Mendes, Paulo Mendes Campos e Vinícius de Moraes são apenas alguns de nossos melhores”.

Poesia – manifestação literária que se diferencia da prosa, na forma e no conteúdo. A palavra poesia é herdada do grego, “poíesis”, “ação de fazer algo”, pelo latim – “poese”, + “-ia” que significa “criação”.

Entre os maiores poetas da humanidade estão o italiano Dante Alighiere, autor da obra “Divina Comédia”, o português Luís de Camões, autor do célebre poema épico “Os Lusíadas” e o brasileiro Olavo Bilac, autor de “O Pássaro Cativo”.

SONETO DA SEPARAÇÃO
Vinícius de Moraes

De repente do riso fez-se o pranto
Silencioso e branco como a bruma
E das bocas unidas fez-se a espuma
E das mãos espalmadas fez-se o pranto.

De repente da calma fez-se o vento
Que dos olhos desfez a chama
E da paixão fez-se o pressentimento
E do momento fez-se o drama.

De repente, não mais que de repente
Fez-se de triste o que se fez amante
E de sozinho o que se fez contente.
Fez-se do amigo próximo o distante
Fez-se da vida uma aventura errante
De repente, não mais que de repente.

Autor: Vinícius de Moraes

Quem se interessar por boa poesia, bons textos e bons momentos estão convidados.

Local: Faculdade Ernesto Riscali

Horário: 19h20

Anfiteatro da Instituição.

Organização: Curso de Letras da FAER

Metáfora Olímpia comemorou o Dia da Poesia

O Grupo Metáfora Olímpia comemorou na Lanchonete Stop Lanches anteontem, quarta (14), o Dia da Poesia, apoiado pelo Grupo Metáfora Internacional, de Quito (Equador). Na sequência, a visita foi na Escola Estadual Dalva Vieira Ittavo, na Cohab 2.

100_2449

Foi a sua segunda tertúlia literária coordenada pela poeta Guísela Montoya Poblete, ao lado do presidente do grupo local, poeta olimpiense Luiz Augusto da Silva.

Naquele dia, vários poetas declamaram as suas obras, com muita música e projetados alguns vídeos literários.

100_2428

Grupo Metáfora Olímpia lota Casa da Cultura para noite de literatura e poesia

O Grupo Metáfora Olímpia promoveu nesta sexta-feira (9) o 1º Encontro Literário, às 19h, na Casa de Cultura. Esse grupo é uma extensão do Metáfora Internacional, idealizado pela escritora e poeta Guisela Montoya.

DSC_6155

O público, ao contrário do que se pode imaginar, aprecia literatura e poesia, pois tomou conta praticamente de todas as cadeiras da Casa de Cultura, inclusive alunos de Letras e Pedagogia da FAER (Faculdade Ernesto Riscali) e até atiradores do Tiro de Guerra, que saíram da solenidade de apresentação,e  foram prestigiar um colega que fora declamar.

DSC_6181

Já na recepção, a poesia tomou conta do ambiente: as mulheres foram presenteadas com um botão de rosa em homenagem ao Dia Internacional da Mulher, comemorado no dia anterior (8).

DSC_6159

A abertura do encontro se deu com duas músicas clássicas executadas pelo violonista e escritor Gabriel Paschoal, seguidas por um vídeo que mostrou os bastidores da formação do grupo Metáfora Olímpia. Walter Gonzalis, mestre de cerimônias, declamou poema em homenagem ao grupo Metáfora Internacional.

DSC_6160

Fizeram uso da palavra a presidente do grupo Metáfora Internacional, professora e escritora Guisela Montoya, e o presidente do grupo Metáfora Olímpia, poeta Luiz Augusto da Silva, que explicaram o propósito de atuação do grupo olimpiense: promover eventos literários e descobrir novos talentos.

DSCN3403

A tradição olimpiense de escritores ofereceu nesta sexta-feira música, poesia e prosa, nas vozes dos poetas João Paschoal, Djalva Trondi Ferraz, Aurora Giglioti Paschoal, Maria Antonia de Oliveira, Alair Faria de Oliveira, Judite Martins, Wadão Marques e Luiz Augusto da Silva. Guisela Montoya, recitou poema em espanhol, do livro Gotas de Lluvia, e dedicou a leitura aos alunos de espanhol que assistiam ao evento.

DSC_6161

NOVOS TALENTOS

O destaque ficou para os jovens Victor Ferraz, que recentemente lançou o livro “O melhor divã”, e Thales Rafael Vieira Arantes, que declamou, sem ler, poema dedicado às mães, de autoria de seu pai, o professor e escritor Luiz Antonio Arantes – que também expôs trabalho de sua lavra.

DSCN3407

Na etapa do evento denominada “Verso Livre” (destinada a apresentação do público), dois jovens subiram ao palco com muito sentimento: Giselaine Marques Cosso declamou poesia por ela escrita e o atirador Pereira recitou, de cor, um poema romântico em homenagens às mulheres.

DSCN3423

Ao final do evento, a diretoria do grupo Metáfora Olímpia foi apresentada ao público e a professora e escritora Taíse Renata da Cruz tomou posse no cargo de assessora bibliotecária. O presidente Luiz Augusto, em suas considerações finais, convidou a todos para participarem da 2ª Tertúlia Literária, que será realizada na próxima quarta-feira (14), no Stop Lanches, em comemoração ao Dia da Poesia.

DSC_6183

Prestigiaram o encontro os alunos dos cursos de Letras e Pedagogia da FAER, o diretor da escola Elói Lopes Ferraz Romeu Tamelini, (também professor dessa Faculdade), o vereador José Elias de Morais (Zé das Pedras, PMDB) e os atiradores do TG 02-025 de Olímpia.

DSC_6175

O evento contou com o apoio cultural da Secretaria de Cultura, Stop Lanches do Cabral, Rádios Difusora AM, Band FM e Menina AM, Faculdades Ernesto Riscali – FAER, Floricultura Pavese, RN Decorações e Diário de Olímpia – Blog do Concon. Cuidou dos trabalhos técnicos Daniel Diotto.

DSC_6186

ANTOLOGIA

Os trabalhos apresentados neste encontro e na 2ª Tertúlia que será realizada no dia 14 comporão um livro (antologia) que será publicado pela editora Metáfora Ediciones, da escritora Guisela Montoya. Portanto, poetas de Olímpia e região, tirem dos baús, das gavetas e do meio dos livros os seus trabalhos. (Texto: Walter Gonzalis / Fotos Diário de Olímpia)

GALERIA DE FOTOS

We cannot display this gallery

Poetas olimpienses, e o público, são convidados para Encontro Literário, sexta

Os grupos “Metáfora Internacional” e “Metáfora Olímpia” convidam a todos para o Encontro Literário que será realizado na próxima sexta-feira (9), às 19h, na Casa de Cultura.

dsc_5893

Haverá muita música, poesia e cultura. Os interessados em expor seus trabalhos (poema ou prosa poética) devem levá-los impressos naquele dia, juntamente com uma foto e uma breve biografia.

Os trabalhos serão recolhidos e farão parte de um livro (antologia) que será publicado pela “Metáfora Ediciones”.

Mais-Espeto-Tira

Há matéria jornalística, com fotos,  no Diário de Olímpia (Blog do Concon), a respeito da formação do grupo “Metáfora Olímpia”, sob a presidência do subtenente reformado, poeta olimpiense Luiz Augusto da Silva e orientação da professora, escritora e editora Guisela Noemi Montoya Poblete.

A informação é do diretor de protocolo do grupo recém-criado, Walter Gonzalis.

Criado o grupo literário Metáfora Olímpia e 2ª Tertúlia será no dia 9, na Casa de Cultura

Foi criado na noite deste feriado dos 109 anos de Olímpia, o Grupo Metáfora local, reunindo poetas, escritores, músicos e pintores – uma extensão do Metáfora que existe em Quito (Equador), Barcelona e Marrocos.

metafora

A iniciativa é da fundadora do Metáfora Internacional, escritora e poeta internacionalmente conhecida Guisela Montoya, ex-editora do jornal Cidades, de Olímpia, entre as décadas de 80 e 90, juntamente com o seu marido, o jornalista falecido Antonio Fernandez, que veio de Quito, onde mora atualmente, para a formação desse grupo em Olímpia.

DSC_5855

O evento começou às 9h, numa ‘sala’ ao ar livre improvisada pelo anfitrião e diretor de relações públicas do novo grupo, Dejanir Cabral, em seu Stop Lanches, com espaços de leitura criados ao redor das ‘geladeiras culturais’ – uma só para gibi e outra para livros – cercadas de objetos antigos, inclusive motos, lambretas, eletrodomésticos e muitos acessórios do passado.

DSC_5860

Cerca de 30 pessoas prestigiaram, inclusive autores de livros de poesias, como Aline Balbo (escritora aos 20 anos e hoje, aos 22, futura mãe de Lívia), Alair Faria de Oliveira (poucos sabem, mas o presidente do Grupo de Terceira Idade Nova Esperança é autor de uma obra literária, “O Caipira Poeta”, inclusive com poesias dedicadas à Olímpia), o jovem escritor Victor Ferraz, que não pode estar presente, mas enviou o seu livro, ‘O Melhor Divã’, através de sua avó, Djalva Trondi; e o cantor, compositor e, também, escritor, Vadão Marques, com o seu livro “Bagaço de Laranja”.

DSC_5867

Guisela Montoya, também autora de livros, possui uma editora internacional, Metáfora Ediciones, pretende reunir uma antologia com artistas locais para lançar um livro, por isso é importante que o maior número de talentos da cidade participem do novo Metáfora Olímpia.

DSC_5849

A fundadora do Metáfora abriu o evento, chamado de ‘1ª Tertúlia Literária’, saudando dos 109 anos de Olímpia. Ressaltou a importância do grupo literário olimpiense que se formava e apresentou o seu primeiro presidente, o poeta Luiz Augusto da Silva.

DSC_5851

Os demais cargos foram anunciados: José Ricardo de Lima (diretor de patrimônio), Luiz Antonio Arantes (coordenador de palestras), Dejanir Cabral (relações públicas), Gabriel Paschoal (diretor artístico), Tereza Marina Gonçalves Aziz (diretora de eventos), Djalva Trondi (assessora sócio-cultural), Walter Gonzalis (diretor de protocolo), Genival Ferreira de Miranda (secretário) e, até o momento, ainda falta preencher o cargo de assessor bibliotecário.

DSC_5838

Diversos poetas fizeram leituras de poesias, como Djalva Trondi, Luiz Augusto, Guisela Montoya (que prestou homenagem à filha Brooke, que mora em São Paulo, emocionando-a), Aurora Paschoal, Aline Balbo, Vadão Marques e Alair Faria de Oliveira.

DSC_5878

Vadão também cantou, inclusive uma composição recente “brindando à minha entrada à Terceira Idade”. Gabriel Paschoal também tocou o seu violão, acompanhando a leitura das poesias, e fez parceria com Vadão.

DSC_5870

Guisela leu um poema escrito pelo neto de Djalva, Victor Ferraz, que não pode estar presente porque ingressou em uma universidade fora de Olímpia. Ela teceu elogios pelo fato de Victor ter escrito o livro “muito jovem, aos 17 anos, demonstrando um talento e sensibilidade bastante aguçados”.

DSC_5875

Estiveram presentes, após assistirem à missa dos 109 anos na Igreja-Matriz de São José (por isso chegaram atrasados), os vereadores José Elias Morais (Zé das Pedras, líder do PMDB) e o líder de governo Luiz Salata (PP).
DSC_5899DSC_5902

CASA DA CULTURA, DIA 9

Na próxima sexta-feira (9), às 19h30, será realizada a 2ª Tertúlia Literária, e Guisela está fazendo mais contatos para trazer mais escritores ao evento, como, por exemplo, o advogado e atual provedor da Santa Casa, Mário Montini, entre outros.

DSC_5829

A data foi marcada pelo secretário Beto Puttini (Cultura, Turismo, Esportes e Lazer), que prometeu prestigiar, já que nesta sexta não pode estar presente no Stop Lanches.

GALERIA DE FOTOS

We cannot display this gallery

Grupo de poetas e escritores formam hoje o “Metáfora Olímpia” com Guisela Montoya

Forma-se o grupo literário “Metáfora – Olímpia”, extensão do “Grupo Artístico Literário Metáfora Internacional”, dirigido no Equador pela escritora Guisela Montoya.

Poetas, escritores e leitores estão sendo convidados para o lançamento nesta sexta (2), da 1ª Tertúlia Literária, às 19h, no Stop Lanches do Cabral (av. Aurora Forti Neves), oportunidade em que haverá leitura de poemas e interpretações musicais.

O grupo de Olímpia, formado recentemente, será presidido pelo subtenente e poeta Luiz Augusto da Silva. Esse encargo lhe foi concedido por unanimidade pela diretoria e membros do “Coletivo Metáfora do Equador”, em reunião que antecedeu à vinda da gestora cultural Guisela Montoya ao Brasil. Ela se faz presente para coordenar e orientar as atividades culturais iniciais na cidade e região.

Na ocasião, haverá a posse aos demais cargos do grupo.

Guisela retorna para reunir poetas e escritores de Olímpia ao Grupo Metáfora

A escritora Guisela Naomi Montoya Poblete, que mora em Quito (Equador), viúva de Antonio Fernandes, e que militou na imprensa de Olímpia (jornal ‘Cidades’ e rádio Difusora), está no Brasil para lançar ramificações da Metáfora Internacional, o seu grupo de poetas e artistas espalhados pela América Latina e demais países do mundo.

Em Olímpia, hospedada na casa da também poeta Djalva Trondi Lopes Ferraz, Guisela começou a montar um núcleo da Metáfora, tendo o comerciante Dejanir Cabral como relações públicas e o poeta Luiz Augusto da Silva como o seu diretor.

187026_807312763_5919633_nE será no Stop Lanches, de Cabral, que Guisela já agendou uma reunião com poetas e escritores de Olímpia, na sexta-feira (2), às 19h, para a apresentação e lançamento dessa ideia.

Guisela esteve em Olímpia em junho do ano passado para o lançamento de seu livro “Gotas de lluvia”, escrito em espanhol. Ela é escritora e poeta internacionalmente conhecida, conferencista e jornalista. Excelente oradora, gravou poemas em São Paulo. E tem participado de várias antologias de poesia no Brasil, Argentina e Espanha.

Em Olímpia, Guisela também marcou um Sarau de Música e Poesia, também no Stop Lanches, dia 9 de março, às 20h.

Como textos pedagógicos em espanhol para coluna Luso, publicado pela Embaixada da Espanha no Brasil. Durante sete anos, ela foi editora do jornal “Cidades”, de Olímpia, no qual ela escreveu duas colunas “Woman To Woman”, “A Janela da Cidade”. Posteriormente também foi colunista do jornal Metro News, na capital.

No Brasil também ensinou na Faculdade de Turismo, na capital paulista, e da Universidade de Turismo, em Barretos.

Ela percorreu todos os países da América do Sul, Europa, bem como Portugal, Espanha e Alemanha. Passou quatro anos na Espanha, onde passou grande parte do seu tempo em estudo e investigação literária.

guisela

Escritora olimpiense lança 2° livro de poesias

DSC03565-(1)A jovem escritora Claudenice Sisto, moradora em Olímpia, na Cohab III, acaba de lançar o seu segundo livro de poemas intitulado “1-(2)Meu Ser em Você”.

Segundo a autora, o livro traz “pequenos romances distribuídos em doces poemas, eu diria que é quase que uma estreia literária. São histórias de vidas românticas, traduzidas ao pé da letra em forma de poesias”.

Claudenice descreve, ainda, que o segundo livro traz “retratos de sentimentos verídicos, é uma mente de uma mulher que busca, nas madrugadas uma fome desesperadora por palavras doces e melancólicas, é uma fascinante viagem ao redor da alma”. Leia mais…