Ivo Aidar receberá Comenda e Medalha em reconhecimento do legislativo de Olímpia

O advogado olimpiense Antonio Ivo Aidar receberá, em data ainda a ser marcada, a “Comenda do Mérito Comunitário” e a “Medalha Professor José Sant’anna”, em sessão solene na Câmara Municipal.

O decreto legislativo 295/2011, aprovado por unanimidade pelos vereadores de Olímpia, é de autoria do líder do prefeito, vereador e engenheiro Luiz Salata (PP). Ivinho Aidar, como é conhecido, “tem uma trajetória profissional vitoriosa, projetando o nome de nossa cidade para o País e até fora dele, nada mais justa essa unânime homenagem de nosso legislativo”, justifica o autor. Leia mais…

Ivo Aidar escreve sobre o “casamento homoafetivo e suas consequências”

Um dos advogados mais experientes e reconhecidos no País quando o assunto é Direito de Família, o olimpiense Antonio Ivo Aidar, da Aidar SBZ Advogados (capital paulista), assina artigo publicado hoje na Tribuna de Ribeirão Preto sobre o, ainda polêmico, tema “Casamento Homoafetivo e suas consequências”.

Antes mesmo de toda a discussão legal, pelos idos de 1986, Ivo Aidar já defendia a questão da partilha de herança na união homoafetiva. Quer saber mais? Clique ao lado. Leia mais…

Haverá mais confrontos conjugais com a nova lei de usucapião do imóvel, analisa Ivo Aidar

O especialista em Direito da Família, advogado olimpiense Antonio Ivo Aidar, da Aidar SBZ Advogados, da capital paulista, publica nesta sexta-feira no site “Migalhas Jurídicas” mais uma contribuição de sua autoria e, novamente, de conteúdo polêmico.

E vai dar polêmica mesmo, afinal a lei 12.424/11 instituiu o usucapião do imóvel de propriedade comum para o cônjuge ou companheiro que permanecer na residência por dois anos ininterruptos, após a saída do outro de casa. Leia mais…

Concubinato: será justo clandestinizá-lo?, questiona o especialista em família Ivo Aidar

79660-largeO conceituado site jurídico “Migalhas” publicou ontem, quinta (30), um artigo que irá interessar não apenas os advogados e demais operadores do Direito, mas a todos os que mantém uniões estáveis, formando o chamado ‘lar conjugal’. O artigo é do renomado especialista em Direito de Família, advogado olimpiense que atual na capital paulista, Antonio Ivo Aidar.

O artigo tem o instigante título “Concubinato, será justo clandestinizá-lo?”. Clique ao lado para ter acesso ao artigo completo. Leia mais…

Ivo Aidar: trânsito em julgado nem sempre fecha as portas na investigação de paternidade

ivoaidarartigoO ‘trânsito em julgado’ significa que acabaram os remédios jurídicos para determinado caso? Em sua maioria, sim. Mas, toda regra tem exceção, ensina Antonio Ivo Aidar, advogado olimpiense que milita há muitos anos na capital paulista, especializado em Direito de Família, autor de livro sobre o tema, e sempre convidado pela grande mídia, como programas de TV, para discorrer sobre assuntos jurídicos relacionados à família.

Ivinho Aidar, como é conhecido em Olímpia, atualmente é é sócio do Aidar SBZ Advogados, em que figuram outros ilustres operadores do Direito olimpienses, como Carlos Miguel Aidar e Alfredo Zucca. E, recentemente, publicou artigo no site “Consultor Jurídico”, intitulado “Identidade Biológica – Segurança jurídica não pode impedir nova investigação”, em que o ‘trânsito em julgado’ não é o caminho final. Clique ao lado para ler todo o artigo, interessante porque trata de investigação de paternidade mesmo depois que o processo tinha sido encerrado em última instância. Leia mais…

Advogado Antonio Ivo Aidar responde perguntas sobre Direito de Família no R7

ivinhor7O advogado olimpiense Antonio Ivo Aidar, especializado em Direito de Família e das Sucessões, com banca advocatícia na capital paulista, é uma das fontes de consulta da jornalista Sophia Camargo, do Portal R7 (Record), respondendo diversas questões enviadas por internautas.

O leitor tem acesso às entrevistas, todas bem concisas e esclarecedoras, como é a proposta do programa, quanto à forma em texto, se preferir. Uma das perguntas respondidas por Ivinho, como o advogado é conhecido: “Meu irmão tem direito à casa de minha mãe, mesmo após construir outra sobre o imóvel dela? Outras questões poderão ser acessadas clicando aqui.

Leia mais…

Súmula do STJ é mal interpretada no caso da pensão aos filhos maiores e formados

Ivo-Aidar06net O advogado olimpiense Antonio Ivo Aidar (foto), pós-graduado em Direito de Família, autor de obras especializadas em Direito de Família e das Sucessões, com experiência de quase 30 anos nessa área, enviou ao Blog do Concon uma valiosa colaboração intitulada “A Súmula 359 do STJ mal interpretada pelos nossos sodalícios”.

Calma! Vamos resumir para você, leitor, entender melhor e, quem sabe, se este não é um dos problemas que vem ocorrendo dentro de sua própria casa: o filho, já maior de idade, que, a pretexto de estudar (e vive sempre repetindo de ano propositalmente, ou faz cursos e mais cursos quase eternamente), ou  mesmo depois de formado em nível técnico ou superior, exige dos pais ou tutores a continuidade ‘ad eternun’ de seu sustento.

Aliás, já virou manchete de ‘Veja’ e do ‘Fantástico’: filhos que não mais buscam viver por si mesmos, mas que preferem, mesmo que formados, continuarem ao abrigo confortável dos pais. Este artigo de Ivinho Aidar interessa a nós todos. Clique abaixo para continuar lendo.

Leia mais…