Clube de Campo poderá ser parque termal e complexo hoteleiro 

Embora ainda na fase de acertos e legalização de áreas, mas com projeto bastante adiantado, o Clube de Campo Álvaro Britto-CCAB poderá se transformar a partir de 2016 em mais um parque com águas termais ladeado por um hotel com 250 apartamentos.

O Diário já tinha publicado em outubro de 2012 uma informação semelhante, ou seja, que o CCAB já tratava de seu futuro fazendo parcerias para a sua revitalização e construção de novo complexo hoteleiro em Olímpia.

O projeto terá investimento de R$ 6,5 milhões a ser feito pela Construtora Conref Engenharia de Piscinas Ltda., que há anos atua no município nas obras voltadas ao entretenimento do Grupo Ferrasa.

O novo complexo termal será desenvolvido em parceria com o CCAB, que terá seu nome preservado.

A informação foi passada esta semana pelo presidente do CCAB, comerciante Túlio Antônio Pinheiro, após encontro com o prefeito Geninho Zuliani (DEM), em seu gabinete (foto), quando tratou de questões ligadas às áreas no entorno do projeto. “Todo o complexo hoje existente e que pertence ao clube será revitalizado”, informa Pinheiro. Além disso, outra área anexa será utilizada para a construção de um hotel com 250 apartamentos.

“O investimento da empresa Conref será na faixa de R$ 6,5 milhões equiparado ao valor da área que nós permutamos com eles”, complementa o presidente. Num prazo de 12 meses – as obras das piscinas foram iniciadas em abril de 2015, segundo Pinheiro -, “se tudo correr bem, em abril de 2016 estaremos com o clube pronto”.

Atualmente, o Clube de Campo Álvaro Brito possui 70 sócios-proprietários, dos quais sete são remidos e 63 são sócios patrimoniais. “O nosso objetivo é atingir até mil sócios patrimoniais na cidade de Olímpia. Vamos fazer um lançamento de um lote inicial de 500 títulos e posteriormente vamos fazer o lançamento dos outros títulos”, anuncia Pinheiro, descartando para o complexo, a princípio, o sistema day use (uso diário).

Na avaliação de Túlio Pinheiro, este renascimento põe fim às especulações em torno do futuro do CCAB, patrimônio histórico da cidade. “O Clube de Campo Álvaro Britto tem uma situação relativamente tranquila, nós não devemos para fornecedores, não temos passivos trabalhistas, o débito fiscal que o clube tem está muito aquém do patrimônio”, relata.

“Então, o clube sempre vai existir, o Clube de Campo é um marco em Olímpia. Estamos completando esse ano de 2015, 53 anos, fizemos uma grande festa no aniversário de 50 anos e pretendemos no ano que vem fazer uma grande festa de relançamento do clube”, planeja Pinheiro.

Para que esse projeto pudesse ser viabilizado, a diretoria do Clube de Campo fez uma parceria com a Conref, empresa de São Paulo, a mesma que construiu as piscinas do Hot Beach e do Celebration, antigo Acqua Thermas, empreendimentos da Ferrasa, empresa olimpiense com a qual tem parceria.

Trata-se de uma empresa “muito grande” e respeitável no mercado brasileiro, onde já desenvolveu projetos para o sistema de lazer dos funcionários do Bradesco, para o Complexo Olímpico do Fluminense, complexos do Wet’n’Wild, Beach Park no Nordeste, além de manter projetos com o Senac, o Sesi, etc.

“Nós estamos fazendo uma permuta com eles de 10 mil metros quadrados de uma matricula que temos, em valores equivalentes aos que serão investidos na reforma do clube, ou melhor, na reconstrução do clube. Vamos manter, no entanto, o salão social, que é um marco na história de Olímpia, e o nome, que permanecerá como ‘Clube de Campo Álvaro Brito’”, revela Túlio Pinheiro.

De acordo com Pinheiro, em toda a área da piscina será construído um parque aquático, quatro quadras de tênis, duas quadras poliesportivas, duas quadras de areia, área de quiosque, pista de caminhada e outros equipamentos condizentes com o projeto e o local.

“Nós vamos ter um clube com um parque aquático e água aquecida voltado exclusivamente para sócios, um clube que no primeiro momento não contempla o day use. Mas isso não é uma coisa absoluta, pode ser mudado dependendo das condições. Nós vamos ter um custo de manutenção elevada, então provavelmente a gente deve adequar essas situações futuramente”, afirma Pinheiro.

HOTEL

Quanto à empresa, ela desenvolve um projeto para a construção de um hotel com 250 apartamentos na área que está adquirindo (no lado esquerdo do clube, onde hoje estão os campos de futebol). “A ideia é a de que os turistas ali hospedados possam usufruir do parque aquático do Clube de Campo Álvaro Brito”, conta Pinheiro.

“Nós posteriormente vamos colocar à venda novos títulos para associados de Olímpia e eventualmente da região. Ainda não temos tabulado valores, condições, etc. É um próximo passo que será dado. Neste primeiro momento estamos oficiando o projeto global, com tudo o que temos que fazer”, prosseguiu.

AVENIDA

O projeto irá trazer benefício direto ao município também no quesito da mobilidade urbana. Uma área de 2.382 metros quadrados será anexada com a do município para a construção do prolongamento da Aurora Forti Neves, pista lateral ao clube, que na confluência do Olhos D’água com o Córrego do Matadouro, ganhará uma ponte. “Nós estamos com a maior boa vontade em atender às necessidades da prefeitura, já que isso também vai ser benéfico para o próprio clube”, finaliza Pinheiro.

Capitalização do investimento no Thermas Olímpia Resort foi de 70% nos últimos 36 meses

“Baseada em um estudo minucioso sobre investimentos, liquidez e valorização de mercado realizada pelo Controle de Qualidade, confirmou-se mais uma vez que a capitalização do investimento no Thermas Olímpia Resort demonstra que somos um empreendimento acima da curva”, afirma o gestor Caia Piton.

Gestores-Caia-e-Iscilla

A análise foi realizada utilizando o ROI (fórmula de retorno do investimento) e a Valorização do Imóvel, somados à remuneração atualizada. E o relatório está sendo enviado aos investidores, conforme gráfico abaixo.

“A mostra demonstra que, entre outros indicativos, durante os 36 meses de operação da Tuti Administração, o capital investido aqui valorizou 70%, índice maior do que o rendimento das aplicações na caderneta de poupança no mesmo período”, conclui Caia.

valorizacao-tuti

Ferrasa apresenta o Celebration e revela investimentos de R$ 500 mi em Olímpia até 2020

O Grupo Ferrasa promoveu anteontem, sábado (18), uma coletiva de imprensa para apresentar o Celebration Resort, o mais novo empreendimento na cidade de Olímpia, que exigiu um aporte de R$ 41 milhões com recursos captados no mercado de investidores e parte de recursos próprios do Grupo Ferrasa, e que está em regime de soft opening. Dispõe de 264 apartamentos e vem ser mais uma opção de hospedagem de alta qualidade em lazer para a família com crianças. Participou desta coletiva de imprensa, Manoel Carlos Cardoso, Diretor de operações do Grupo Ferrasa, o Diretor Executivo Sérgio Ney Padilha e Newton Ferrato, Diretor presidente. Com texto de Edgar J. Oliveira (editor Revista Hotéis) e Fotos Leonardo Concon

IMG_2742

Para Manoel Carlos a entrada em operação deste empreendimento ‘vem coroar’ a atuação do Grupo Ferrasa que atua em quatro segmentos distintos, sendo, empreendimentos imobiliários, entretenimento, vacation ownership (timeshare) e hospitalidade. Além disto, reforçar a grande vocação econômica de Olímpia que possui 50 mil habitantes, sendo 15 mil pessoas ligadas diretamente ao turismo. “As águas termais atraem dois milhões de visitantes por ano e a expectativa é de aumentar ainda mais, pois recentemente a cidade foi promovida à estância turística”, destaca Cardoso.

IMG_2773

Segundo ele, o Grupo Ferrasa está preparado para superar estes desafios. “Segurança é a palavra chave do sucesso de novas operações e ela compreende instalações, produtos e serviços, assim como temos o DNA do bem receber. Estamos em processo acelerado de crescimento, pois devemos ter 1238 apartamentos em nosso portfólio nos próximos cinco anos, o que nos coloca no top teen do Brasil o que remonta R$ 500 milhões em investimentos”, assegura Cardoso que espera ter ocupação do Celebration Resort em torno de 70% já a partir de janeiro do próximo ano.

IMG_2759

Para Sérgio Ney, o sucesso do Grupo Ferrasa é baseado na palavra respeito que tem pelos clientes e investidores. “Desde 2002 fazemos pesquisas junto aos clientes para entender suas necessidades e apresentar soluções como o Hot Beach que vem suprir a carência de parque aquático na Região e devemos colocar em operação no próximo. Além de praia artificial e ampla área aquática para crianças, terá piscinas com ondas, rio lento artificial com água quente e natural, piscina com bar aquático, deck molhado, sombrites em madeira rústica e toboáguas kamikazes”, revela Ney.

IMG_2775

IMG_2750

O Diretor Newton Ferrato destacou que o turismo em Olímpia está baseado no tripé água quente, hospedagem e entretenimento e que os investimentos do Grupo Ferrasa continuarão a contemplar este tripé.

“Devemos colocar em operação em 2020 nosso quarto empreendimento, o Hot Beach Suítes que contempla três modalidades, sendo: a hotelaria convencional, o fractional (uso fracionado do imóvel por 12 pessoas no decorrer do ano) e o vacation club (time share). Concluímos a perfuração do segundo poço termal e a água será proveniente do Aquífero Guarani para atender o Hot Beach. Testes comprovam que a capacidade de vazão de 500 mil litros hora e temperatura de 51 graus na boca. Após a utilização, a água será doada para atender a demanda da população de Olímpia”, revelou Ferrato.

IMG_2743

HOT BEACH: QUASE 70% CONCLUÍDO

Texto e fotos Leonardo Concon — Em visita às obras do Hot Beach, os jornalistas puderam constatar o que os diretores haviam revelado na coletiva: as obras estão em estágio bem avançado, cumprindo o cronograma em quase 70% para que, em meados de setembro do ano que vem, 2016, seja oficialmente inaugurado.

IMG_2712

Os portais Diário de Olímpia e Estância Turística de Olímpia acompanharam a visita ‘in loco’ com os jornalistas especializados e, de fato, o Resort em si está em fase de finalização e entrada em acabamento, assim como o Restaurante para 700 pessoas sentadas, ar condicionado central, e arquitetura imponente com colunas (que se revelam, ainda, feitas em madeira).

IMG_2691

IMG_2657

Em breve, estarão chegando os brinquedos adquiridos no México e Canadá. A estrutura metálica do toboágua gigante também está totalmente erguido, assim como as estruturas do ‘Rio Lento’ ao redor do Resort, enorme piscina de ondas e demais atrativos, todos contemplados com o poço profundo próprio de águas termais, aliás, o primeiro grupo a adquirir concessão para tanto no Estado de São Paulo, segundo revelaram os diretores.

GALERIA DE FOTOS

Quer ver as galerias de fotos? Clique nas imagens abaixo:

A ENTREVISTA COLETIVA

galeria-entrevista

AS OBRAS DO HOT BEACH

galeria-obras-hot

O CELEBRATION RESORT

galeria-celebration

Thermas dos Laranjais destaca Olímpia mundialmente e eleva sucesso de investimentos no Tuti Resort

A cidade de Olímpia desponta mais uma vez como destaque mundial no cenário turístico de entretenimento, atraindo assim novos investidores e empreendimentos e tornando a Estância Turística uma exceção à crise que afeta todos os setores da economia. Fotos Edinaldo Luppi

Thermas-dos-Laranjais

De acordo com o ranking 2014 divulgado pela Themed Entertainment Association (TEAConnect), o parque Thermas dos Laranjais saltou de quinto para o quarto lugar como o parque aquático mais visitado do mundo.

Tuti-Resort-Olímpia

Com esse resultado, o parque de Olímpia desbanca o Ocean World, da Coreia do Sul, ficando atrás apenas do Chimelong Waterpark, de Guangzhou, China (2,25 milhões de visitantes) e dois parques aquáticos da Disney, em Orlando, Flórida: Typhoon Lagoon (2,1 milhões) e Blizzard Beach (2 milhões).

E é neste embalo crescente que a Estância Turística de Olímpia vem atraindo empreendedores de todo o Brasil como, por exemplo, o cantor sertanejo João Bosco, da dupla “João Bosco e Vinícius”, que escolheu o Tuti Resort, o hotel mais visitado do País, para investir com a sua 15º operação da Mexicoletas, a marca de paletas artesanais assinadas pelo artista e em expansão em todo País.

“Olímpia é um oásis para quem deseja investir, já que possui uma visitação turística crescente e constante, além de ter anexo ao parque Thermas dos Laranjais o Tuti Resort, o hotel mais visitado do País, com excelentes oportunidades de hospedagem e entretenimento, além de retorno comercial garantido”, explica João Bosco.

Tuti-Resort

Confira detalhes do ranking 2014 divulgado pela Themed Entertainment Association (TEAConnect):

Dos parques aquáticos brasileiros, o Hot Park Rio Quente, em Caldas Novas (GO), aparece na 9ª posição, com 1,28 milhão de turistas, e o Beach Park, em Aquiraz (CE), com 949 mil visitas, em 19º.

Thermas-dos-Laranjais2

A associação sem fins lucrativos é especializada em analisar e ranquear os maiores empreendimentos turísticos mundiais, avaliou que no ano passado, o clube de Olímpia recebeu 1,93 milhão de turistas, 289 mil a mais do que em 2013, quando ficou na quinta colocação mundial. Uma média de 5,3 mil visitantes/dia no ano passado com o maior crescimento de público entre 2013 e 2014 (17,5%).

Na festa dos 95 anos do Automóvel Clube com Wanderley Cardoso novo Resort é anunciado

Durante o tradicional baile dos 95 anos do Rio Preto Automóvel Clube, no último sábado (16), que teve como atração o cantor da Jovem Guarda Wanderley Cardoso, o presidente Ronaldo Alcântara, assim como os demais diretores, confirmaram a parceira com a Tuti Negócios Inteligentes (Tuti-Ni), de Olímpia, para o lançamento do AC Resort, que poderá ficar pronto quando o clube estiver completando uma década, 100 anos, em 2020.

DSC_5136

Os gestores do Tuti, Caia e Iscilla Piton, foram convidados à frente, no cerimonial com os ex-presidentes e diretores do AC, e o anúncio foi feito. O AC Resort foi apresentado aos conselheiros no último dia 12, na sede da entidade, com cobertura exclusiva do Diário de Olímpia.

DSC_5214

Leia mais

Tuti e Automóvel Clube querem Resort de Lazer e Negócios em Rio Preto

O cantor, que comemora os 50 anos de carreira em 2015, é o intérprete de hits como “Preste Atenção”, “Se Ela Voltar” e “O Bom Rapaz”, maior sucesso do artista que vendeu mais de 6 milhões de cópias em todo o país, e participou de programas de TV da época, como “Jovem Guarda” e “Os Trapalhões”. Atualmente, além das canções românticas, Wanderley também lança discos de música gospel, e já vendeu mais de 500 mil cópias no gênero, além de outras premiações.

DSC_5312

A atração foi um presente da Tuti-Ni ao Automóvel Clube.

DSC_5303

Além do show principal, o evento teve  coquetel e um bolo de aniversário de 50 kg, encomendado pela diretoria para completar a festa. Com informações de Malu Rodrigues

DSC_5168

VEJA MAIS FOTOS

Clique na imagem abaixo e confira as fotos, por Leonardo Concon:

galeria-WC

Hot Beach quer ampliar o cenário turístico de Olímpia a partir do ano que vem

Importante para a maior parte das atividades recreativas, a condição climática não é um fator decisivo para atrair turistas a Olímpia. De acordo com a secretaria municipal de Turismo, o movimento na cidade é praticamente o mesmo em janeiro, no ápice do verão, e julho, quando as temperaturas já estão bem mais baixas. Com inauguração prevista para o próximo ano, o complexo Hot Beach deve potencializar esse panorama.

piscina

Sérgio-Ney-Padilha,-diretor-do-Grupo-FerrasaA principal explicação para o cenário vem da natureza: Olímpia está localizada privilegiadamente sobre o Aquífero Guarani, um dos principais mananciais de águas termais em todo o mundo. “Essa condição natural faz com que, hoje, o número de turistas em janeiro seja praticamente idêntico ao de julho. Isso contribuiu para atingirmos a marca de 2 milhões de visitantes no ano passado”, afirma o secretário municipal de Turismo, Humberto José Puttini.

Também no inverno, em agosto, a prefeitura realiza o tradicional Festival do Folclore, que neste ano chega a sua 51ª edição. Com atrações culturais, esportivas e musicais, entre outras, o evento reúne milhares de pessoas de várias regiões de São Paulo e até de outros Estados.

A estabilidade no número de turistas de janeiro a dezembro respinga em toda a economia local, positivamente. “Como impacto desse atrativo turístico durante todo o ano, há um fomento de empregos que destoa de outras cidades da região. Consequentemente, a receita do município se mantém crescente e o comércio também se beneficia, na medida em que o poder de compra da população não cai”, comenta Flávio Vedovato, presidente da Associação Comercial e Industrial de Olímpia (Acio) e diretor de Indústria e Comércio do município.

E as perspectivas são promissoras. A partir do próximo ano, quando o complexo Hot Beach entra em funcionamento, a cidade já projeta um aumento considerável de turistas no verão e também no inverno, uma vez que o parque também terá atrações com águas termais. “Além de ser uma alternativa a mais para o turismo de inverno, o complexo deve empregar mais de 600 pessoas quando estiver em funcionamento, mantendo aquecida toda a economia do município”, diz Sérgio Ney Padilha, diretor do Grupo Ferrasa, responsável pela construção e administração do Hot Beach.

Sobre o Hot Beach

O Hot Beach Resort Olímpia é mais um empreendimento do Grupo Ferrasa, da sociedade Ferrato e Sant’Anna de Olímpia. O complexo está em fase avançada de obras em uma área de 140 mil m², em Olímpia, no interior de São Paulo. Com inauguração prevista para 2016, o Hot Beach Resort Olímpia contará com 484 apartamentos de 40 m² e restaurante projetado com padrões internacionais, além de cozinha show, bar com estrutura para eventos musicais, lounge bar e centro comercial.

Já o parque aquático Hot Beach, além de praia artificial para o turista e ampla área aquática para crianças, terá piscinas com ondas, rio lento artificial com água quente e natural, piscina com bar aquático, integrada ao restaurante, deck molhado, sombrites em madeira rústica e toboáguas kamikazes. Os investimentos chegam à casa dos R$ 130 milhões.

ETE de R$ 21 milhões deverá ser inaugurada em novembro, segundo coordenador do convênio

O Sistema de Tratamento de Esgoto-ETE da Estância Turística de Olímpia, que está sendo construído por meio de convênio firmado com o Governo do Estado, no valor de R$ 21 milhões, está com 52,8% de suas obras prontas, e tem previsão de entrega para novembro deste ano. Quando pronta, a nova ETE vai possibilitar o tratamento de 100% do esgoto em Olímpia.

DSC_0074

De acordo com o coordenador do Convênio-BTG (Bacia Turvo-Grande), Guilherme Diogo Júnior, “a obra está atualmente 52,8% executada, e a previsão de conclusão é para novembro de 2015”.

 

AVANÇOS SIGNIFICATIVOS

Olímpia tem registrado avanços na área do Saneamento Básico e na preservação ambiental. Uma das principais conquistas está sendo a construção desta ETE, a maior obra de saneamento da cidade e que colocará Olímpia em um patamar privilegiado entre os municípios do Estado.

A ETE está sendo construída pela ETC-Empreendimentos, Tecnologia e Construção Ltda., e está localizada na antiga área da Cutrale, nas margens da Rodovia Assis Chateaubriand (SP-425). A construção faz parte de convênio assinado entre o Prefeito Geninho Zuliani e o Governador Geraldo Alckmin no “Programa Água Limpa”, com investimento inicial de R$ 21 milhões. A sua concepção é suficiente para atender a uma população estimada de 61 mil habitantes.

“Será um sistema dos mais modernos em se tratando de captação e tratamento de esgoto”, diz o Prefeito Geninho. “Esta obra, além de trazer inúmeros benefícios para a cidade, tem gerado cerca 120 empregos diretos e indiretos, em média”, completa.

estacao1

O município já conta com uma ETE Compacta na chamada Bacia 2 de Olímpia, no Córrego dos Pretos, que atende 11 bairros na região do Jardim Santa Fé. Com a finalização da ETE na chamada Bacia 1, será possível tratar 100% do esgoto da cidade.

 

UNIDADES COMPONENTES DA ETE

Todo esgoto gerado na Bacia 1 será direcionado por meio de um emissário de esgoto bruto para uma Estação Elevatória de Esgoto Final /Projetada que, por meio de uma Linha de Recalque Final vai lançar todo o efluente até à ETE.

As unidades componentes da ETE são as seguintes: Estrutura de tratamento primário, com peneira mecânica, gradeamento manual, Calha Parshall, removedores mecânicos de areia e roscas transportadoras de areia; dois Reatores Anaeróbios; dois Filtros Biológicos; dois Decantadores Secundários; Adensador por Gravidade; Casa de Desidratação e Câmara de Contato. Estas unidades foram dimensionadas para que o efluente final que será lançado junto ao Córrego Olhos D´Água atenda a todos os parâmetros previstos nas legislações vigentes.

Franquia de João Bosco se interessa pelo potencial de mercado do Tuti Resort

O Tuti Resort de Olímpia está atraindo novos investidores, ampliando o seu potencial de mercado junto aos turistas e, também, localmente. Um desses investidores é o cantor João Bosco, que faz dupla com Vinicíus, que possui uma franquia de paletas mexicanas. Em recente reunião com o cantor, gestor Caia Piton, gerente de marketing Gustavo Serrano e empresário Marco Aurélio Storto, a parceira foi concretizada e, segundo previsões, até as férias de julho as paletas feitas artesanalmente na fábrica de Ribeirão Preto (SP), estarão sendo vendidas dentro do complexo hoteleiro do Resort.

IMG_1771

Para Caia Piton, esta nova abertura de negócio sinaliza “que o Tuti Resort gerou resultados, inclusive em 2014 foi o hotel mais visitado do Brasil e, assim, possui visibilidade, e credibilidade, para atrair novos olhares que tragam divisas, não apenas para o hotel, mas também para a Estância Turística de Olímpia”. E, melhor ainda, segundo ele: foi a própria marca quem procurou o Tuti para ampliar o seu negócio, “o que nos confere praticamente um selo de qualidade, um terreno fértil para novos negócios dentro do segmento, afinal o lançamento será em Goiânia, Sao Paulo, Brasília, Ribeirão Preto e Olimpia”.

Por outro lado, internamente, os investidores (proprietários dos apartamentos) tem obtido rendimentos acima da média do mercado e, segundo o gestor, “isso também contribui para essa visibilidade do Tuti, além do fato de contarmos com a evolução vertiginosa do Parque Thermas dos Laranjais – hoje, o terceiro mais visitado do mundo, segundo a TEA/COM (Themed Enterteinment Association), e da nova Estância Turística de Olímpia que se firma, cada vez mais, como um verdadeiro destino turístico”.

Atualmente, segundo ele, “a consolidação do destino é a tarefa mais importante para garantir a sustentabilidade futura dos projetos e ela só se faz agregando grandes marcas, nomes de relevância nacional, já que temos hoje a dura missão de angariar hóspedes para os cerca de 13 mil leitos já disponíveis,  somos o Resort oficial da festa do peão de Barretos, a única cidade de interior escolhida entre grandes centros para o lançamento de uma marca atrelada ao nome de um dos cantores mais famosos do pais, com 4 milhões de seguidores somente no facebook. A visão precisa mudar, turismo não é só construir hotéis, viabiliza-los é primordial.”

mexicoletas_release_geral_web

O CANTOR E AS PALETAS

A mais nova atração, em breve, no Tuti Resort, irá apresentar as paletas mexicanas – Mexicoletas –  com diversos sabores, inclusive Wafer, Banana com Nutella e Paçoca.

O cantor sertanejo João Bosco acredita tanto nessa cultura que já conta com 12 pontos espalhados por todo o país com mexicolés variados, de sabores únicos que só um empreendedor sertanejo de plantão, carismático e exigente como ele pode buscar por melhores resultados e ideias inovadoras, com uma visão global e simplicidade criativa.

sabores

Todos são grandes centros urbanos, daí a importância do Tuti ter arrebanhado mais este investimento para dentro do território olimpiense. “Com toda a importância que hoje o turismo detém, conseguimos atrair uma marca que vem sendo disputada por grandes centros populacionais, shoppings centers e afins. A vinda de marcas atreladas a celebridades ou nomes notórios mostra que estamos no caminho certo para divulgar o destino como um todo”, disse Caia.

Com o compromisso de trazer paletas naturais feitas artesanalmente, as paletas produzidas pela fábrica do cantor, batizadas de Mexicolés, são feitas da verdadeira fruta, com receitas recheadas, cremosas e frutadas. São 120g de puro sabor da fruta, e não apresenta conservantes e nem produtos químicos, por isso o sabor de cada um é tão especial.

E, até meados de julho, elas estão disponíveis dentro do Tuti Resort, tanto para turistas, quanto visitantes.

Revitalização da Avenida Aurora e Construção de Centro Cultural foram aprovados pelo COC

Em recente reunião do COC – Conselho de Orientação e Controle do Fundo de Melhorias das Estâncias, órgão ligado ao DADE – Departamento e Apoio ao Desenvolvimento das Estâncias, foram aprovados os dois projetos da Estância Turística de Olímpia, a revitalização turística da Avenida Aurora Forti Neves e construção do Centro Gastronômico, Cultural e Turístico.

Imagem-ilustrativa-do-Centro-Gastronômico,-Cultural-e-Turístico---(3)

O COC tem a função de planejar, supervisionar e controlar a distribuição dos recursos financeiros do Fundo de Melhoria das Estâncias. É composto por seis membros sendo três prefeitos de estâncias, um representante da Secretaria Estadual de Turismo, um representante da Casa Civil e um representante da Secretaria da Fazenda. A verba do DADE é um recurso que está disponível para cada estância no orçamento do Estado todos os anos. E, para recebê-lo, a Prefeitura deve determinar quais serão os objetos dos convênios a serem celebrados, ou seja, aonde a verba será aplicada. Esses objetos são apresentados primeiramente ao COC, por meio de planos de trabalho. Depois vem a apresentação do projeto executivo, explicando detalhadamente como será utilizada a verba que receber do DADE. Após a aprovação dos projetos, os convênios entre município e DADE são assinados pelo prefeito e pelo secretário de Turismo do Estado. A partir daí, os recursos começam a ser liberados.

O município de Olímpia teve os projetos aprovados na primeira etapa e agora apresentará a parte burocrática, com planilhas orçamentárias e mais detalhes dos projetos.

A obra de revitalização da Avenida Aurora Forti foi orçada no valor de R$ 5 milhões e terá bicicletários, bancos, decks para descanso e contemplação, pista de caminhada e ciclovia, vaporizadores, bebedouros para pessoas e animais, iluminação de LED com fiação subterrânea e programável, academia ao ar livre e três novos acessos entre os lados, com pontes de ligação com bancos, ideais para descanso e apreciação do cenário.

Imagem-ilustrativa-da-Avenida-Aurora-Forti-Neves--(1)

Já o Centro Gastronômico, localizado na Avenida Olimpienses, foi orçado em R$ 3 milhões e será uma área de lazer, entretenimento e de apresentações culturais que promoverá em suas linhas arquitetônicas uma homenagem e proposta de resgate do Trançado Estrela, artesanato olimpiense que trabalha a palha do milho. “Serão boxes de alimentação e artesanato que serão licitados e deverão obedecer a regras e horários para o funcionamento visando o atendimento à população e ao setor turístico de Olímpia”, disse o prefeito de Olímpia, Geninho Zuliani.

Segundo o secretário de Turismo, Beto Puttini,   os projetos serão realizados em duas etapas. “Na primeira etapa serão destinados R$ 1,5 milhão para cada projeto no ano de 2015 e o restante de R$ 1,5 milhão em 2016. Ficamos muito felizes com a aprovação dos dois projetos, pois trará muitos benefícios para o turista e para o povo olimpiense. Serão duas obras muito importantes para o desenvolvimento do turismo em Olímpia. Além de proporcionar geração de renda para os olimpienses”, concluiu o secretário.

Além das duas obras, também já foi iniciada a canalização do Córrego Olhos D’água no mesmo trecho na Avenida Aurora Forti Neves, no valor de R$ 3 milhões, verba liberada pelo Governador Geraldo Alckmin quando esteve em Olímpia, em novembro de 2013.

 

Turismo em Olímpia

Atualmente, o turismo abrange uma gama de serviços e fornecedores bastante considerável, inclusive a construção civil. “Direta e indiretamente estima-se que aproximadamente 30% da população de Olímpia hoje, faz parte da cadeia produtiva do turismo local. Ainda há uma migração de outros setores para o turismo, a demanda para o setor operacional e de gestão cresce continuamente, em virtude de inúmeros empreendimentos se estabelecendo em nossa cidade”, disse Beto Puttini.

Imagem-ilustrativa-da-Avenida-Aurora-Forti-Neves--(2)

A Prefeitura da Estância Turística de Olímpia investe constantemente em capacitação profissional. “O papel do setor público é fomentar e viabilizar cursos profissionalizantes e de gestão, em parcerias com instituições como Etec, Senac, Senar, Sebrae, Abecao, Fundo Social e tantas outras. Todas as funções são importantes e devem ser desempenhadas como verdadeiros profissionais. São vários os cursos oferecidos, podemos citar camareira, garçom, maitre, técnico em hospedagem, além das faculdade que oferecem cursos de administração e desenvolvem projetos no ramo de gestão hoteleira e gestão com enfoque turístico, entre outros”, afirmou o secretário de Turismo.

O município de Olímpia recebe também profissionais das cidades vizinhas como Catanduva e Barretos. “Recebemos profissionais de cidades satélites para o setor operacional, e para gestão nos grandes empreendimentos, o que mostra claramente que o turismo impulsiona a economia da região. As pessoas que se deslocam  de seu habitat para um determinado destino, quer também conhecer esta região, isto é natural. Por isso devemos trabalhar  no sentido de regionalização, dando opções ao turista de vivenciar toda uma região, impulsionando  sua economia”, concluiu Beto Puttini.

Apart-Hotel com centro comercial e mini parque é autorizado hoje por Geninho

Na manhã desta terça-feira, 19, o prefeito Geninho Zuliani (DEM) entregou ao representante Bruno Ferrare, da ABL Prime Gerenciadora de Empreendimentos, os documentos para a liberação da construção de novo empreendimento a ser construído na cidade.

Com previsão de lançamento de vendas em abril de 2013, e entrega em cinco anos, dezembro de 2018, o empreendimento terá centro comercial e um miniparque aquático. Serão 912 apartamentos de 1 e 2 quartos em quatro torres. “Serão vendidas cotas imobiliárias, com escrituras, utilizáveis por períodos agendados pelos proprietários, no sistema apart-hotel”, contou Bruno.

O grupo é composto por quatro investidores: Grupo Prime (Caldas Novas), Griffe Investimentos, ABL Prime e Scodro. E as obras serão realizadas no prolongamento da Avenida Aurora Forti Neves. “Agradeço ao prefeito Geninho, pois este investimento seria impossível sem o apoio efetivo dele”, ressaltou Bruno.

barbatira

Geninho destacou a importância do novo empreendimento: “Os documentos que entregamos hoje é para que eles possam dar andamento e fazer desenvolver a cidade, o turismo e ser mais um atrativo. O Thermas é, sempre foi e sempre será, nosso grande ícone turístico”, finalizou Geninho.

Hôtelier News enfatiza lançamento do Hot Beach pela Ferrasa na sexta

Uma das mais conceituadas revistas do setor hoteleiro do País – Hôtelier News – está divulgando nesta quarta-feira (20) o lançamento do “mais novo complexo de hospedagem e lazer do interior de São Paulo”, do grupo Ferrasa, nesta sexta-feira (22), às 20h, no Clube de Campo Álvaro Brito (CCAB): o Hot Beach.

hot_beach_1

“O desenvolvimento turístico da cidade de Olímpia começou há cerca de 30 anos com a inauguração do primeiro parque aquático da região, o Thermas dos Laranjais. Foi um estabelecimento que começou a funcionar como local, posteriormente regional, e hoje atinge o Estado todo e até públicos de fora”, conta, em tom professoral, o executivo do grupo Ferrasa.

A explicação tem como intenção provar que o município interiorano tem a vocação turística como característica. “Esse local levou a cidade à vocação turística e a partir disto foram surgindo vários outros empreendimentos na cidade”, completa.

“Em 2001, o grupo Ferrasa – que tem 33 anos e sempre trabalhou com áreas públicas, obras privadas e incorporações – começou a construir seu primeiro hotel, inaugurado em 2003. Tendo êxito no negócio, a empresa passou a considerar a hotelaria como um novo nicho de atração de público e começou a apostar em novas investidas”, relata.

Satisfeita com o desempenho do primeiro empreendimento, a corporação lançou, em meados de 2011, o segundo projeto, o Thermas Aqua Resort Club, que tem previsão de abertura para meados de 2014. “Agora estamos lançando o terceiro meio de hospedagem e um parque aquático. Além disto, atuamos também como agência de viagem – fornecendo pacotes exclusivos para o nosso destino junto ao mercado paulista”, acrescenta.

newtonferrato

Complexo Hot Beach
Com os olhos totalmente focados no novo projeto, o grupo Ferrasa dividiu os custos para bancar o complexo em duas partes. O montante de R$ 130 milhões é custeado em partes diferentes por investidores individuais pulverizados e pela própria empresa.

barbatira

“São dois empreendimentos e, desta maneira, optamos pela divisão nos investimentos. A verba para o meio de hospedagem é de R$ 80 milhões, valor oriundo da venda de apartamentos para o mercado de investidores. Já no caso do parque são R$ 50 milhões em aplicações financeiras com recursos da própria empresa”, afirma Ferrato.

Para ele, a aposta da corporação no segmento de hotéis tem finalidades além do interesse financeiro: pretendem desenvolver a cidade como polo turístico e transformá-la em destino movimentado da região.

Quer ler a matéria na íntegra? Clique aqui.

Turismo trouxe para Olímpia investimentos de R$ 1,7 milhão em asfalto

O turismo tem trazido desenvolvimento e verbas de investimentos para Olímpia. Das 44 cidades da região, Olímpia situa-se na quarta posição em recebimento de verbas do Ministério do Turismo nos dois últimos anos, conforme reportagem publicada pelo Diário da Região.

recape

Dos R$ 20.868.401,61 injetados na região, Olímpia recebeu R$ 1.767.342,00. Asfalto e recapeamento de ruas são o principal investimento do Ministério do Turismo na região. Entre 2011 e 2012, o ministério, que tem por objetivo fomentar o turismo, injetou R$ 20,8 milhões em serviço de recape em 44 cidades da região, segundo dados do Portal da Transparência (veja relação abaixo).

Desde a operação Voucher da Polícia Federal, em 2011, que prendeu funcionários do Turismo por suspeita de desvio de verba pública principalmente em festas, o ministério estancou a liberação de recursos para eventos. Transferiu seu foco para o asfalto.

Os recursos da pasta são liberados em sua maioria por meio de emendas parlamentares. É o ministério que mais atende as demandas dos deputados federais. Além de asfalto, o Turismo libera dinheiro público para revitalização de anel viário e até infraestrutura de loteamento. As cidades mais beneficiadas com recursos turísticos foram Fernandópolis, Jales, Olímpia e Adolfo. Estes firmaram convênios milionários.

Apenas em Adolfo foram R$ 2,4 milhões para pavimentação de anel viário e recapeamento da alameda Jacarandá. Em Fernandópolis, a prefeitura foi agraciada com convênio de R$ 2,5 milhões para “recapeamento nas marginais, avenidas e ruas.” No site do Portal da Transparência não consta quais vias de Fernandópolis foram recapeadas nem a extensão do serviço. Jales recebeu R$ 2,4 milhões para “revitalização de canteiro”, e “recapeamento” e também não consta qual foi o serviço nem onde foi realizado. O mesmo vale para Olímpia, que recebeu R$ 1,8 milhão para “recapeamento” e “construção de passeio”, ou seja, calçada.

Já em Guaraci, por exemplo, houve parceria de R$ 390 mil para pavimentação da rua Roberto Azeda Ribeiro de Aguiar, curiosamente, nome do atual prefeito. Em Catanduva, há registro de convênio para infraestrutura de loteamento, aos custos de R$ 173,3 mil.

barbatira

Deputados

Congressistas da região se disseram surpresos com a quantidade de dinheiro para asfalto liberado pelo Ministério do Turismo às prefeituras. O senador Aloysio Nunes (PSDB), afirma que, em havendo irregularidade, o problema “está na origem.” “Recursos do Turismo para ações que não tem a ver com turismo é desvio de finalidade. Com irregularidades, melhor das hipóteses (de distribuição de verbas) foi para finalidade eleitoral”, afirma.

João Dado (PDT) diz não considerar asfalto como obra turística. “Asfaltamento de rua não é turístico. Não tem conotação turística”, diz. Para Eleuses Paiva (PSD), caso a cidade seja turística, não há problema em firmar convênios. “Tem que ver como está sendo aplicado, se a verba vai proporcionar melhorias para cidade”, afirma.

Edinho Araújo (PMDB) joga para o Poder Executivo o dever de fiscalizar. “Cabe ao governo federal apurar se os recursos foram aplicados corretamente, de acordo com o objetivo do convênio assinado entre a União e o município”, diz. Vaz de Lima (PSDB) não foi encontrado para comentar sobre o assunto.

Ministro nega descontrole

Em entrevista ao Diário, o ministro do Turismo, Gastão Vieira (PMDB) nega descontrole na liberação de recursos para municípios por meio de emendas de parlamentares e e diz não ver problema em aplicar dinheiro do Turismo para recapeamento e pavimentação. Para ele, não há “de maneira nenhuma” descontrole na pasta por liberar recursos para infraestrutura dos municípios. Leia trechos da entrevista.

Diário da Região– O Ministério do Turismo é um dos mais requisitados por parlamentares por liberar verbas desde recapeamento a festas populares. Isso não prejudica o orçamento da pasta?

Gastão Vieira – Ao contrário. O planejamento estratégico do ministério prevê a criação de instrumentos que estimulem os parlamentares a destinarem emendas para programas alinhados com a Política Nacional de Turismo. É bom para o turismo.

Diário – Não há descontrole, porque o Ministério Cidades também libera verba para recapeamento, por exemplo?

Gastão – De maneira nenhuma. O Ministério do Turismo trabalha com critérios bem definidos de apoio a obras e eventos no Brasil. Tanto os projetos de infraestrutura quanto de festas populares que recebem recursos da pasta são, hoje, regidos pela Portaria 112.
Diário – Desde que o senhor se tornou ministro em setembro de 2011, quanto foi liberado para municípios?

Gastão– A execução orçamentária do Ministério do Turismo em 2012 foi superior a dos dois anos anteriores, em relação ao limite liberado para desembolso. O valor de R$ 1,181 bilhão empenhado em 2012 representa 98,1% do limite; em 2011, esse percentual foi de 96,9% e, em 2010, de 92,7%. (Diarioweb)

770ef4e729a919e8631d5be6edb76207 (1)

Royal e Royal Star: investimento de R$ 75 milhões em turismo de alto padrão em Olímpia

A WGR – Construtora e Incorporadora Ltda., de Goiânia (GO), apresentou nesta terça-feira (22), para corretores de imóveis o segundo investimento para atender o turismo de alto padrão em Olímpia: o Royal Star Thermas Turismo, com 504 apartamentos.

royalcapa

Trata-se da continuidade do complexo que teve início com o Royal Thermas Resort, cujos 456 apartamentos estão 100% vendidos, e com inauguração prevista para a Copa do Mundo do ano que vem, ou seja, julho de 2014. São 65 mil metros quadrados de área, com os dois ‘Resorts’; 960 apartamentos, mais de 2 mil leitos criados.

Royal-Star-008

Já o Royal Star tem previsão de estar concluído para as Olimpíadas de 2016, também no mês de julho. Na tarde desta terça, no auditório ‘Monsenhor Antonio Sant’climents Torras’, no Tuti Resort, os empreendedores Winston Costa Rezende, com os filhos Pedro, Gustavo e o engenheiro responsável pela obra, Filipe, distribuíram aos corretores um luxuoso catálogo, revelando detalhes do investimento que, em Olímpia, como demonstrou reportagem da Folha de S.Paulo publicada no último Natal, “Investimentos em turismo na região de Ribeirão passam de R$ 300 milhões”, citando que “o maior dos investimentos ocorrerá em Olímpia”.

DSC_3156

A Folha estava certa. Este novo investimento da WGR Construtora e Incorporadora – que tem a parceria do Thermas dos Laranjais, Imobiliária Apoio e Invest Imóveis – tem o custo orçado, hoje, em R$ 40 milhões. O primeiro empreendimento, o Royal Thermas Resort, está orçado em R$ 35 milhões, também em valores desta terça-feira (23). Portanto, mais R$ 75 milhões sendo investidos no turismo olimpiense.

DSC_3181

“Sem dúvida, o senhor Winston e os seus filhos sabem muito bem que investir em Olímpia dá retorno, não somente para eles, como para nós, corretores e, principalmente, atraindo empresários e hóspedes de gostos aprimorados. Hoje, investir em flats é ter o retorno garantido de 1% a 1,5% cada unidade para o seu proprietário, valorização de 50% até a entrega das chaves e a vantagem do acesso direto ao Thermas dos Laranjais, o nosso ícone do turismo, hoje nacional, e até internacional”, disse Carlos Savian, da Apoio, presente ao lançamento.

Royal-Star-013

As obras do Royal estão em fase avançada e as chaves serão entregues em julho do ano que vem. E as do Royal Star já começaram, com pesadas fundações e um cronograma impecável. Segundo o engenheiro Filipe, trabalham no Royal 230 trabalhadores e já no Star mais 50, por enquanto. Preferencialmente, são contratados trabalhadores de Olímpia.

DSC_0574

O ROYAL STAR

O Royal Thermas Resort, com 450 apartamentos, possui alas norte e sul, torres já erguidas e bem ao lado do Thermas dos Laranjais. O novo Resort, o Royal Star, terá mais duas alas, leste e oeste, em um terreno de 18,7 mil metros quadrados e, de construção, 33.255 metros quadrados. Serão 504 flats, sendo 448 standard com 40 metros quadrados e 56 master com 50 metros quadrados.

DSC_3157

Serão, também, 16 pavimentos, sendo dois mezaninos e mais 14 pavimentos padrão: 32 flats cada um, sendo 18 por ala. O prazo da obra é de 60 meses, ou seja, até às Olimpíadas de 2016.

DSC_3165

O Royal Star terá oito elevados, quatro por ala, além de lojas comerciais, restaurante para mil pessoas, bistrô, salão de beleza, brinquedoteca, salas de cinema (adulto e infantil), salão de jogos, centro multi-uso para 300 pessoas e espaço para ginástica e massagem.

Royal-Star-003

Já na área externa, o Star terá: praça do Luau e das Flores, arena de espetáculo, solariuns, espaço gourmet, playground, redário, jardins, duchas, três quadras (poliesportiva, tênis e areia), vestiários e estacionamento rotativo com manobrista.

Royal-Star-007

E quem não quiser usufruir do Thermas dos Laranjais, o Star, assim como o Royal, terão piscinas de águas quentes e frias, adulto e infantil; ofurôs com hidromassagem, bar molhado, SPA com piscina raiada e sauna.

Royal-Star-015

LAZER E LUCRATIVIDADE

Segundo o catálogo distribuído, a fórmula dos empreendimentos do grupo WGR é unir ‘lazer e lucratividade com o seu melhor investimento’. Segundo explicou o incorporador Winston, o turismo se tornou uma “excelente fonte de investimento e para garantir a rentabilidade de seus empreendimentos, a WGR Construtora pensa minuciosamente em todos os detalhes. O Royal Star será administrado por um ‘pool’ hoteleiro, onde o investidor usufrui do imóvel e o aluga durante todo o ano”.

Royal-Star-004

Ele explicou que “o pool hoteleiro valoriza o imóvel e garante retorno rápido e lucrativo”.  E o Grupo GR conhece bem essa fórmula, afinal há mais de 15 anos vem se dedicando a construir imóveis de excelência, como o Thermas Paradise, em Rio Quente (GO); o Millenium Thermas Residence Service, em Caldas Novas (GO) e o Splendor Thermas Apart Service, também em Caldas Novas.

Royal-Star-440

Mais informações com a Apoio Imobiliária (www.imobiliariaapoio.com) ou pelo telefone (17) 3281-4848.

GALERIA DE FOTOS

Na galeria de fotos, momentos do lançamento do Royal Star Thermas – com exclusividade do Diário de Olímpia.Com –, do ritmo de construção e finalização do Royal Thermas e a moderna maquete do Royal Star Thermas dos Laranjais.

We cannot display this gallery

Ferrasa compra área dada em garantia à Ceagesp para ampliar Acqua Resort

O prefeito Geninho Zuliani (DEM) e o representante da Ferrasa Incorporação e Administração, engenheiro civil Flávio Baptista de Sant’Anna, assinaram na manhã desta quinta-feira (30), no gabinete da prefeitura de Olímpia, o contrato de compra e venda do imóvel urbano que estava na garantia de pagamento da renegociação da dívida com a Ceagesp em favor da Italcabos, impasse que se arrastou por 14 mais.

DSC_4156

“Estou muito feliz por concluir este trabalho de engenharia administrativa para manter cerca de 250 empregos, uma vez que a Italcabos pretendia se mudar para o Estado de Pernambuco se continuasse sem a sua escritura definitiva”, disse o prefeito. A área vendida foi oferecida à Ceagesp em garantia, fica anexa à empresa e, estrategicamente, completa o investimento que a Ferrasa vem realizando para as obras de um novo complexo hoteleiro, já tendo adquirido outra área, a da ex-AABB, para concretizar os seus planos de investimentos turísticos.

DSC_4158

O prefeito assinala que o procedimento foi realizado com autorização legislativa (lei 3.599/12) e que superou o valor mínimo estipulado, que era de R$ 1.050 milhão: a Ferrasa adquiriu essa área, de 20.493 metros quadrados por R$ 1.384.930,00. “Esse dinheiro não é nosso, será imediatamente repassado à Ceagesp, abatendo a dívida renegociada”, revela o prefeito.

“Temos de agradecer a Ferrasa que tem dado o impulso do desenvolvimento turístico que a cidade tanto necessita, já pavimentando a sexta laje do Acqua Resort, devendo entregar a obra em um ano e meio a dois, e com a aquisição da área da ex-AABB e dessa, agora, o investimento chegará até à margem da rodovia de acesso à SP-425”, disse Geninho.

A assinatura da Concorrência Pública 006/12 foi presenciada pelos secretários Alaor Tosto do Amaral (Planejamento) e Renê Galette (Obras).

DSC_4161

DSC_4162

Geninho inspeciona investimentos de quase R$ 10 milhões no Distrito de Baguaçu: “Nunca se investiu tanto lá como nesses dois anos”

O distrito de Baguaçu está recebendo investimentos de quase R$ 10 milhões, entre recursos estaduais, municipais e da parceria com a empresa Guarani S.A. Na tarde de hoje, o prefeito Geninho Zuliani (DEM), juntamente com o vereador Dirceu Bertoco (PR) e o secretário de obras Gilberto Tonelli Cunha, inspecionaram algumas dessas obras em andamento.

100_1206

Somente de recursos municipais, nesses dois anos e meio de governo, os investimentos são da ordem de R$ 3,5 milhões, além dos R$ 5 milhões das 190 casas do CDHU a serem construídas, entre outros que fazem parte da gestão política do prefeito.

Continuar lendo Geninho inspeciona investimentos de quase R$ 10 milhões no Distrito de Baguaçu: “Nunca se investiu tanto lá como nesses dois anos”

Beto Puttini reforma micro-ônibus para atender aos projetos culturais e esportivos

A partir de agora, a Secretaria de Cultura, Turismo, Esportes e Lazer, conta com micro-ônibus próprio. O investimento foi de R$ 30 mil, reformando um veículo que já era da Prefeitura de Olímpia.

O micro-ônibus servirá para projetos exclusivos dessa Secretaria, conforma assinalou o seu titular: "Nossa Secretaria não tinha transporte e toda vez era um dilema para levar nossos atletas dos projetos para os campeonatos, agora temos uma agenda própria onde podemos nos organizar e não correr o risco mais de ficar de fora de competições importantes, conseguindo desta forma estimular nossos jovens a treinarem mais" Leia mais…