Guarani recebe Selo Energia Verde

A Guarani, empresa do Grupo Tereos, acaba de receber mais um reconhecimento pela qualidade de seus produtos e procedimentos. A Unidade Industrial Cruz Alta, localizada em Olímpia (SP), foi certificada pela União da Indústria de Cana-de-Açúcar (UNICA) e pela Câmara de Comercialização de Energia Elétrica (CCEE) com o Selo Energia Verde.

selo-verde

O Selo, lançado hoje na sede da UNICA, em São Paulo, foi concedido para usinas geradoras de bioeletricidade a partir do bagaço e palha de cana-de-açúcar, signatárias do Protocolo Agroambiental do Setor Sucroalcooleiro Paulista (assinado pelo governo paulista e setor sucroenergético em 2007), que atenderam a vários critérios de sustentabilidade e requisitos de eficiência energética. Empresas que utilizam pelo menos 20% de energia limpa em suas instalações também receberam o certificado.

Os projetos de cogeração de energia elétrica para a venda tiveram início na Guarani em 2003.  A energia produzida a partir do bagaço da cana-de-açúcar é limpa e renovável, contribuindo para o desenvolvimento sustentável do Brasil, uma vez que reduz a emissão de gases poluentes que causam o efeito estufa.

“A certificação recebida pela Guarani demonstra a habilidade da unidade na cogeração de energia e é um reconhecimento do trabalho que a Guarani vem fazendo na área de bioletricidade, que cada vez mais vem se mostrando importante na rentabilidade do negócio sucroenergético”, diz Jacyr Costa, diretor da Divisão Brasil do Grupo Tereos.

Desde 2011, a Guarani quadruplicou os investimentos em sua capacidade de cogerar energia, passando de 300 mil MWh, em 2011, para 1,2 GWh, em 2016. Na safra 2013/14, a empresa produziu 750 mil MWh de energia para o sistema elétrico e estima comercializar mais de 1 GWh na atual safra (2014/15).

Sobre a Guarani

A Guarani é uma das empresas líderes do setor de cana-de-açúcar do Brasil e destaca-se entre as maiores produtoras de açúcar, etanol e energia. Possui oito unidades industriais, sendo sete no Brasil, na região noroeste do Estado de São Paulo, e uma unidade em Moçambique.Na safra 2013/14, a Companhia processou 19,7 milhões de toneladas de cana-de-açúcar e produziu 1,5 milhão de toneladas de açúcar, 535 milhões de litros de etanol e 695 GWh de energia para a comercialização. Em abril de 2010, a Tereos Internacional e a Petrobras Biocombustível estabeleceram uma parceria estratégica e de longo prazo para consolidar a Guarani como um dos principais atores do setor sucroenergético.

Sobre Tereos

Quinto maior grupo de açúcar do mundo, a Tereos é especializada na transformação de beterraba, cana-de-açúcar e cereais. O Grupo tem também posições de liderança nos mercados de álcool (primeiro na Europa e terceiro no Brasil) e amido (terceiro na Europa). A Tereos tem 42 unidades industriais e emprega 24.000 pessoas em quatro continentes. Em 2013/14, o Grupo registrou 4,7 bilhões de euros em receitas. Como grupo cooperativo, a Tereos reúne 12 mil produtores cooperados e atua com uma visão de longo prazo: a adição de valor às matérias-primas agrícolas, contribuindo para o fornecimento de alimentos de qualidade.

Guarani tem novo presidente e Diretor financeiro a partir de hoje

Para dar continuidade e acelerar o processo de mudança em curso na Guarani, subsidiária brasileira do Grupo Tereos, o Conselho de Administração da Guarani indicou Pierre Santoul (foto) para o cargo de Diretor Presidente, em substituição a Alberto Pedrosa, e Jairo Carolinski para o cargo de Diretor Financeiro, em substituição a Reynaldo Benitez.

Em um mercado que enfrenta preços deprimidos e uma elevada estrutura de custos, a Guarani agora avança para uma nova etapa em seu processo de mudança, visando aumentar o número de iniciativas de excelência operacional destinadas a melhorar significativamente seu desempenho, e colher ainda mais benefícios das vantagens competitivas da Guarani.

IMG_7026.JPG

Pierre Santoul é formado pela Ecole des Hautes Etudes Commerciales (HEC Paris) e trabalhou como consultor na McKinsey & Company por seis anos. Ele se juntou a Goodyear Dunlop como Diretor de Marketing na França em 2004, e foi então nomeado Diretor da Divisão de Pneus na França, antes de se tornar responsável pela Europa, Oriente Médio e África. Pierre Santoul entrou para o Grupo Tereos como Diretor de Excelência Operacional em junho de 2014.

Jairo Carolinski é formado pela Escola de Administração de Empresas de São Paulo (FGV EAESP), e possui Mestrado em Gestão pela Universidade de Boston. Depois de trabalhar como Gerente Sênior da Bain & Company em São Paulo por nove anos, Jairo se juntou a Cosan como Diretor de Controle de Gestão, em 2006, e ajudou na criação da Raizen (JV entre Cosan e Shell). Ocupou o cargo de Diretor Financeiro na trading de etanol do Grupo Raízen de 2011 até agora.

Apesar da seca, Guarani processa mais de 20 milhões de cana na safra que termina

A Guarani, empresa do Grupo Tereos e uma das líderes do setor sucroenergético brasileiro, encerra a safra 2014/15, em meados de dezembro e, apesar do longo período de estiagem registrado nesse ano, deverá moer 20,3 milhões de toneladas de cana-de-açúcar. Um crescimento de 3% em relação à safra anterior.

capa-usina

O evento para oficializar o encerramento do ciclo ocorreu hoje (10), no Parque do Peão em Barretos, e recebeu fornecedores de cana do Grupo, autoridades e entidades representativas do setor, como a UNICA (União da Indústria de Cana de Açúcar) e o CTC (Centro de Tecnologia Canavieira).

Estiveram presentes de Olímpia, além de alguns produtores rurais, como Otávio Lamana Sarti, Ronald Remondy Jr., Luiz Foresti, e Dirceu Bertoco, que é produtor canavieiro e secretário de Agricultura de Olímpia, representando o prefeito Geninho Zuliani. E o presidente eleito da Câmara, Luiz Salata; o vice-prefeito Gustavo Pimenta; o vice-presidente eleito da Câmara Marco Rodrigues; o presidente da Associação Comercial e Industrial de Olímpia (ACIO), Flávio Vedovato; Donizete da Coopercitrus; fotógrafo Hélio Garcia, o Diário de Olímpia (cobertura exclusiva, inclusive online), entre outros.

IMG_6929.JPG

Durante o encontro, a Companhia anunciou o balanço da safra 2014/15 e antecipou as perspectivas para o próximo ciclo. Segundo Alberto Pedrosa, diretor Presidente da Guarani, 2014 foi um ano, particularmente, difícil e de muitos desafios para o setor sucroenergético.

“Fomos surpreendidos por uma seca histórica, que trouxe impacto negativo para nossas atividades, já afetadas por uma série de fatores de mercado desfavoráveis. Tivemos uma redução significativa na produtividade agrícola e no volume total de produção. Precisamos manter o foco em nossa competitividade para garantir nosso sucesso, mesmo em tempos adversos”, acrescenta.

Na safra 2014/15 a empresa avançou na cogeração de bioeletricidade e, já no próximo ano, deve gerar 1200 GWh de energia limpa e renovável para comercialização.

No campo, a Guarani também chega ao fim da safra cumprindo integralmente o compromisso assumido com a assinatura do Protocolo Agroambiental. A empresa implementou a colheita mecanizada em 100% das áreas mecanizáveis. Isso representa 98% de sua cana própria.

“A colheita mecanizada elimina a queima da palha, trazendo benefícios ambientais para a nossa região”, conclui Pedrosa.

Para a próxima safra, a expectativa da companhia, é continuar crescendo o seu volume de moagem.

Sobre a Guarani

A Guarani, controlada da Tereos, é uma das empresas líderes do setor de cana-de-açúcar do Brasil e destaca-se como a terceira maior produtora de açúcar do País. Possui sete unidades industriais, na região noroeste do Estado de São Paulo. Em 2013, a Companhia processou 19,7 milhões de toneladas de cana-de-açúcar e produziu 1,6 milhão de toneladas de açúcar, 600 milhões de litros de etanol e 750 GWh de energia para a comercialização.

GALERIA DE FOTOS

Clique na imagem abaixo para visualizar as fotos desta reportagem:

galeria-usina

Presidente da Guarani mostra otimismo com safra apesar ‘do desafio da falta de chuvas’

O presidente da Guarani, Alberto Pedrosa, revelou ao final da missa realizada hoje, sexta-feira (5), na unidade Cruz Alta, de Olímpia, em Ação de Graças pelo término da corrente safra, que “foi uma safra difícil, em que a falta de chuvas representou um desafio extra às nossas equipes, exigindo uma maior coordenação de todas as áreas para minimizar o impacto dessas condições adversas”, mas que houve “progresso, foi uma entressafra segura e que, no próximo ano, seja de realizações”. Fotos exclusivas Leonardo Concon/Diário

DSC_0909

Conforme divulgado pelo Diário de Olímpia, as unidades da Guarani vem realizando missas para agradecer a Deus pelo término do corte e, aos poucos, da moagem e fabricação de açúcar e álcool, e nesta sexta-feira foi a vez da Cruz Alta, em Olímpia, com a presença, além do presidente Alberto Pedrosa, de diretores, funcionários, do prefeito José Pulicci (Guapiaçu), do presidente da Câmara daquela cidade Toninho Longo, do secretário de Governo de Olímpia Pitta Polisello (representando o prefeito Geninho Zuliani), do vereador Hilário Ruiz (de Olímpia) e do Papai Noel Oficial de Olímpia e diretor da ACIO (Associação Comercial e Industrial) José Elias Morais (Zé das Pedras). A missa foi celebrada pelo padre Ivanaldo Mendonça, da Paróquia de São José.

DSC_0940

Como de hábito, foram ofertados à Missa símbolos da produção de açúcar e álcool, como uniformes, capacetes, facões, cana de açúcar, sacos de açúcar e vasilhames com álcool, pães, entre outros.

DSC_0914

Confira a íntegra do discurso do presidente Pedrosa, abaixo.

DISCURSO DO PRESIDENTE

 

Caros amigos,

 

Bom dia,

2014-12-05 10.23.27

 

Estamos aqui nesta manhã para agradecer por mais uma safra que se termina, por mais um ano de trabalho, e pelos resultados obtidos.

 

Esta foi uma safra difícil, em que a falta de chuvas representou um desafio extra às nossas equipes, exigindo uma maior coordenação de todas as áreas para minimizar o impacto destas condições adversas.

 

Deveremos encerrar a safra no final da próxima semana, e a partir de então iniciaremos as férias gerais, para um merecido repouso.

 

No entanto, vários de nossos colegas continuarão mobilizados para coordenar e executar para os trabalhos da entressafra. Este período é extremamente importante, já que é da qualidade e da pertinência destas intervenções que dependera o bom funcionamento dos nossos equipamentos ao longo da próxima safra.

 

Este ano, preparamos com muito empenho e cuidado o planejamento das intervenções da entressafra, para que tenhamos o melhor resultado possível e estejamos prontos para iniciar a nova safra em meados de abril.

 

Tudo isto devera ser feito tendo em vista nosso objetivo de zero acidentes. Progredimos muito neste ano em termos de segurança, porém temos que ser incansáveis na busca da proteção dos nossos colaboradores, principalmente neste período da entressafra em que teremos grande numero de prestadores de serviços atuando em nossas unidades.

 

Que esta seja uma entressafra segura e que nos prepare para uma safra de sucesso e de muitas realizações no próximo ano.

 

Quero agradecer a todos pelo seu empenho e dedicação ao longo deste ano, e desejar a todos vocês um Feliz Natal junto com seus familiares, e um ótimo Ano Novo.

 

Um agradecimento especial ao nosso padre Ivanaldo,da Paroquia São José de Olimpia, por esta Missa.

 

2014-12-05 09.20.40

 

Gostaria também de registrar as presenças , que muito nos honram:

 

Do Prefeito de Guapiaçu, José Pulicci

 

Do Presidente da Câmara Municipal de Guapiaçu, Toninho Longo

 

Do Secretário de Governo de Olimpia, Pitta Polisello, representando o Prefeito Geninho

 

Do Vereador de Olimpia Hilário Ruiz,

 

E das demais autoridades presentes, que muito nos honram em participar desta Missa.

 

Muito obrigado pela presença de todos, e convido vocês após o encerramento da Missa para um café.

 

Obrigado.

 

GALERIA DE FOTOS

Clique na imagem abaixo e confira as fotos desta reportagem exclusiva:

galeria-usina

Guarani marca tradicionais missas de fim-de-safra. Em Olímpia será dia 5

DA REDAÇÃO – Para marcar o encerramento da safra 2014/15, a Guarani promove as tradicionais missas e culto em ação de graças em todas as unidades industriais do Grupo, que reúnem colaboradores, diretores, fornecedores de cana, prestadores de serviço e autoridades das regiões onde as unidades estão instaladas.

100_4368

Durante as celebrações os colaboradores ofertarão objetos que fazem parte do dia a dia na Guarani, como uniformes, luvas, capacetes e a cana-de-açúcar. Esse gesto é uma forma de agradecimento pelo sucesso no plantio e na colheita da cana, bem como pelo bom trabalho desempenhado ao longo da safra.

Programação:

Dia 2 de dezembro

Missa na unidade Mandu – celebrada por Padre Edson Páttaro

Missa na unidade São José – celebrada por Padre Santana

Dia 3 de dezembro

Missa na unidade Andrade – celebrada por Padre Cícero de Brito

Missa na unidade Tanabi – celebrada por Padre Jamil Serafim de Paula

Dia 5 de dezembro

Missa unidade Cruz Alta – celebrada por Ivanaldo Mendonça

Missa unidade Severínia – celebrada por Padre Degnor Mário Russo

Dia 10 de dezembro

Culto Ecumênico na unidade Vertente – celebrado por Padre Hamilton Raimundo Baltazar, Igreja Católica; Pastor Robson Nicomedes, Igreja Presbiteriana Renovada e Sra. Maria Aparecida Jorge, Representante do Centro Espírita Alan Kardec.

Sobre a Guarani

A Guarani, controlada da Tereos, é uma das empresas líderes do setor de cana-de-açúcar do Brasil e destaca-se como a terceira maior produtora de açúcar do País. Possui sete unidades industriais, na região noroeste do Estado de São Paulo. Em 2013, a Companhia processou 19,7 milhões de toneladas de cana-de-açúcar e produziu 1,6 milhão de toneladas de açúcar, 600 milhões de litros de etanol e 750 GWh de energia para a comercialização.

Guarani agenda para o dia 10 reunião de fim de safra no Parque do Peão

A Guarani agendou para o dia 10 de dezembro, às 10 horas, no Parque do Peão, a reunião de final da safra 2014/2015, reunindo produtores, técnicos e parceiros da empresa. O roteiro de atividades inclui exposição sobre “tecnologia de produção – visão global”.

usina

No início da safra, a estimativa da Guarani era de colher 98% da cana própria mecanicamente. Produtores paulistas de cana-de-açúcar têm até o final deste ano para cumprir o Protocolo Ambiental firmado entre a Secretaria de Estado de Meio Ambiente e o setor em 2007.

O documento prevê o fim da queima da palha da cana em áreas mecanizáveis em 2014. O prazo vai até 2017 para as áreas em que não é possível utilizar máquinas para colheita. A mecanização também se estende para o plantio da cana.

No ciclo 2014/15, a meta era de plantio 85% mecanizado na Guarani, representando um grande salto comparado à safra 2012/13 quando foi registrado índice de 34%.

A safra 2014/15 também marcou o avanço do projeto de ampliação da cogeração de energia limpa na Guarani.

Autossuficiente em energia gerada a partir do bagaço da cana-de-açúcar, a Companhia estimava comercializar mais de 1 milhão de MWh na atual safra, o que representa um aumento de 40% em relação à safra anterior.

O Diário de Barretos

Guarani: usina Vertente recebe a certificação Bonsucro

São José do Rio Preto, 29 de outubro de 2014 – A Usina Vertente, localizada em Guaraci (SP), acaba de receber a certificação Bonsucro. A usina é uma parceria entre o Grupo Humus e a Guarani, uma das líderes do setor sucroenergético do Brasil, que já obteve o certificado de sustentabilidade para outras duas unidades industriais em Olímpia e Severínia.

IMG_3916-0.JPG

A conquista dessa certificação foi precedida por um processo de auditoria cuidadoso, conduzido por uma auditoria independente. A avaliação certifica a sustentabilidade da operação da empresa e a gestão e modelo de negócios.

Para o superintendente de Sustentabilidade, Qualidade, Saúde, Segurança e Meio Ambiente da Guarani, Edilberto Bannwart, a Bonsucro premia os esforços da empresa para minimizar os impactos ambientais, reforçando o seu compromisso com o desenvolvimento sustentável. “A sustentabilidade é um requisito fundamental em nossa estratégia de negócios”, diz Bannwart.

A Bonsucro é organização global sem fins lucrativos, sediada em Londres. Ela foi criada em 2006 com o objetivo de reduzir os impactos ambientais da produção de açúcar e etanol a partir da cana-de-açúcar.

Na prática, o certificado Bonsucro reconhece a adequação das práticas de produção do açúcar e etanol aos pré-requisitos estabelecidos para as esferas legais; de meio ambiente: biodiversidade e impacto ao ecossistema; direitos humanos; qualidade e melhoria contínua, entre outros.

As empresas certificadas ainda têm seus produtos enquadrados em diferentes requisitos de qualidade e são reconhecidas por países da União Europeia, que seguem a Política de Combustíveis Renováveis. Essa política afirma que até 2020, 10% do combustível utilizado pelos países do bloco devem ser produzidos a partir de fontes renováveis​​. É um cenário que pode oferecer novos mercados para o etanol brasileiro.

Natasha Schwarzbach, Diretora de Engajamento da Bonsucro, declarou: “Parabenizo a Usina Verente pela conquista. Ela passa a integrar a lista crescente de membros certificados pela Bonsucro e que fazem parte dos 3,7% que compõe da área mundial de cana cultivada o aos 3,37% da produção mundial de cana. Damos as boas-vindas à Usina Vertente como membro da Bonsucro e agradecemos seu empenho e dedicação pela busca da sustentabilidade a partir de nossa organização.

Sobre Bonsucro

A Bonsucro é uma organização global sem fins lucrativos, que lida com diferentes públicos de interesse, promovendo a sustentabilidade do setor sucroenergético a partir de um modelo líder em certificação e apoio para a melhoria contínua de seus membros.

Com uma lista crescente de associados, a Bonsucro tem hoje cerca de 200 membros em 27 países. Esses membros representam todas as áreas da cadeia de produção e contam com um Conselho de Administração composto por diferentes administradores da indústria.

Bonsucro é uma associação sólida, transparente e democrática que tem recursos e comprometimento para levar a sua visão: o setor sucroenergético está continuamente aprimorando e auditando suas práticas de sustentabilidade.

Sobre a Guarani

A Guarani, controlada da Tereos, é uma das empresas líderes do setor de cana-de-açúcar do Brasil e destaca-se como a terceira maior produtora de açúcar do País. Possui sete unidades industriais, na região noroeste do Estado de São Paulo.

Em 2013, a Companhia processou 19,7 milhões de toneladas de cana-de-açúcar e produziu 1,6 milhão de toneladas de açúcar, 600 milhões de litros de etanol e 750 GWh de energia para a comercialização.

Em 2010, a Guarani estabeleceu uma parceria com o grupo Humus para administrar 50% da Usina Vertente.

Sobre a Tereos

A Tereos é o quinto maior produtor de açúcar do mundo, especializada no processamento de beterraba, cana-de-açúcar e cereais. O Grupo ocupa posições de liderança no mercado de álcool (n º 1 na Europa e n º 5 no Brasil) e no mercado de amido (n º 3 na Europa).

A Tereos opera 42 unidades industriais e tem 24.000 funcionários em quatro continentes. Em 2013/14, o Grupo obteve receita líquida de 4,7 bilhões de euros.

Como um grupo cooperativo, a Tereos reúne 12.000 cooperados que atuam com uma mesma visão de longo prazo: extrair valor de commodities agrícolas e contribuir para oferecer produtos de qualidade ao mercado.

No Brasil, o Grupo atua em duas atividades agroindustriais, processamento de cana-de-açúcar (Guarani S/A) e processamento de milho e mandioca (Tereos Syral S/A) para a produção de açúcar, etanol, energia, amido e derivados de amido.

A Tereos é o acionista majoritário da Tereos Internacional, listada na BM & FBovespa (TERI3). Para mais informações visite: www.tereos.com e www.tereosinternacional.com

Guarani encerra hoje inscrições para jovens em cursos do Projeto Pescar

As inscrições para o Projeto Pescar estão abertas somente até esta terça. Os jovens interessados em participar do curso gratuito de Eletromecânica e Logística em 2015 podem se inscrever. É necessário residir em Olímpia ou Severínia e não ter vínculo direto (filhos) com trabalhadores da Guarani, promotora do projeto. O curso será realizado na unidade Cruz Alta. O prazo encerra-se hoje, terça-feira (21), às 16h

pescar2

O Projeto Pescar é uma iniciativa social que visa o investimento na formação de jovens em situação de vulnerabilidade social e econômica, preparando-os para o mercado de trabalho e para o exercício da cidadania. Trata-se de uma parceria entre a Guarani e Fundação Projeto Pescar, instituição com mais de 38 anos, que possui várias unidades espalhadas pelo Brasil e também em países como Paraguai, Argentina e Angola.

História do Projeto Pescar na Guarani

O Projeto Pescar na Guarani teve início em 2013, numa parceria com a Fundação Projeto Pescar de Porto Alegre – RS, na unidade Cruz Alta. Na ocasião, foram selecionados 26 jovens para participar do curso de iniciação profissional em eletromecânica.

Em 2014, o Projeto atendeu 24 jovens no curso de iniciação profissional em Logística, também na unidade Cruz Alta. O Projeto está consolidado e pode ser renovado a cada ano, com a inserção de mais jovens da comunidade local e implantação de novos cursos de formação.

pescar3

Podem participar do Projeto Pescar jovens de comunidades próximas à

unidade Cruz Alta (Olímpia, Severínia e Baguaçu), que tenham entre 16 e 19 anos e estejam cursando ou tenham concluído o Ensino Médio em escolas públicas. Os filhos de colaboradores da companhia não podem participar da seleção, exceto os filhos de rurícolas.

No Projeto Pescar a capacitação teórica e prática é feita por voluntários que dedicam seu tempo e conhecimento para o desenvolvimento pessoal e profissional dos participantes.

O trabalho voluntário no Pescar pode ser realizado através das aulas teóricas; pelo apoio e acompanhamento na capacitação prática, por meio da tutoria e, de forma indireta, no auxílio de atividades pontuais como visitas técnicas e organização de eventos, doações de livros e identificação de parcerias externas.

O voluntariado promove a solidariedade e o espírito de cidadania, reflete na melhora do ambiente do trabalho e proporciona o desenvolvimento de competências de comunicação, condução de trabalhos em equipe, didática e apresentações em público.

pescar

Jacyr Costa Filho está entre os mais influentes do agronegócio brasileiro

A edição de outubro da Revista Dinheiro Rural, publicação especializada em agronegócios, elencou sete executivos da área de biocombustíveis dentre as 100 personalidade mais influentes do agronegócio em 2014. O primeiro da lista é Jacyr Costa Filho, diretor da divisão Brasil do Grupo Tereos.

IMG_3528.JPG

Na sequência do ranking estão: Bernardo Gradin, presidente da Granbio; Rubens Ometto Silveira Mello, presidente do conselho da Raízen; Elizabeth Farina, presidente da UNICA, Luiz de Mendonça, presidente da Odebrecht Agroindústria; Fábio Venturelli, membro do Conselho de Administração do Grupo São Martinho e Maurílio Biagi Filho, presidente da Maubisa.

Jacyr Costa tem 30 anos de experiência no setor sucroenergético, onde ocupou funções estratégicas em diferentes empresas. Atualmente, é diretor da divisão Brasil do grupo Tereos, Presidente do Sindicato da Indústria da Fabricação do Álcool no Estado de São Paulo, Presidente do Comitê de Agroenergia da Abag (Associação Brasileira do Agronegócio), membro do Conselho Consultivo da UNICA (União da Indústria de Cana-de-açúcar) e membro do Conselho Superior do Agronegócio (Cosag) da FIESP (Federação das Indústrias do Estado de São Paulo).
Sobre o Grupo Tereos

A Tereos é o quinto maior produtor de açúcar do mundo, especializada no processamento de beterraba, cana-de-açúcar e cereais. O Grupo ocupa posições de liderança no mercado de álcool (n º 1 na Europa e n º 5 no Brasil) e no mercado de amido (n º 3 na Europa). A Tereos opera 42 unidades industriais e tem 24.000 funcionários em quatro continentes. Em 2013/14, o Grupo obteve receita líquida de 4,7 bilhões de euros.

Como um grupo cooperativo, a Tereos reúne 12.000 cooperados que atuam com uma mesma visão de longo prazo: extrair valor de commodities agrícolas e contribuir para oferecer produtos de qualidade ao mercado.

No Brasil, o Grupo atua em duas atividades agroindustriais, processamento de cana-de-açúcar (Guarani S/A) e processamento de milho e mandioca (Tereos Syral S/A) para a produção de açúcar, etanol, energia, amido e derivados de amido.

A Tereos é o acionista majoritário da Tereos Internacional, listada na BM & FBovespa (TERI3). Para mais informações visite: www.tereos.com e www.tereosinternacional.com
Sobre a Guarani

A Guarani, controlada da Tereos, é uma das empresas líderes do setor de cana-de-açúcar do Brasil e destaca-se como a terceira maior produtora de açúcar do País. Possui sete unidades industriais, na região noroeste do Estado de São Paulo.

Em 2013, a Companhia processou 19,7 milhões de toneladas de cana-de-açúcar e produziu 1,6 milhão de toneladas de açúcar, 600 milhões de litros de etanol e 750 GWh de energia para a comercialização.

Foto: JornalCana

Guarani lança programa para jovens engenheiros

A Guarani, uma das líderes do setor sucroenergético brasileiro, está com inscrições abertas para o processo seletivo do Programa Jovens Engenheiros 2015, onde recém-formados terão a oportunidade de trabalhar em um ambiente desafiador, acelerando sua curva de aprendizado e desenvolvimento profissional.

jovens-engenheiros

O programa engloba desenvolvimento de competências técnicas e comportamentais, através de atividades direcionadas por profissionais experientes e diversos treinamentos. Elaine Morita, Gestora de Recrutamento e Seleção da Guarani, explica ao Diário que os candidatos selecionados terão interface com setores estratégicos da companhia e poderão trocar experiências com as lideranças.

 

“Buscamos jovens engajados, com iniciativa e atitude empreendedora, abertos as novas ideais e formas mais eficientes de fazer as coisas. O Programa Jovens Engenheiros é uma possibilidade de colocar o conhecimento em prática, com a supervisão de especialistas da área”, acrescenta Elaine.

 

Pré-requisitos

Para se inscrever, o candidato precisa ter graduação em Engenharia e ter concluído o curso entre dezembro de 2012 e dezembro de 2014; inglês ou francês avançado; disponibilidade para residir no interior do Estado de São Paulo, nas regiões de São José do Rio Preto e Barretos.

Sobre a Guarani

A Guarani é uma das empresas líderes do setor de cana-de-açúcar do Brasil e destaca-se como a 3ª maior produtora de açúcar. Possui oito unidades industriais, sendo sete no Brasil, na região noroeste do Estado de São Paulo, e uma unidade em Moçambique. Na safra 2013/14, a Companhia processou 19,7 milhões de toneladas de cana-de-açúcar e produziu 1,6 milhão de toneladas de açúcar, 602 milhões de litros de etanol e 720 GWh de energia para a comercialização.

A Guarani é parte do Grupo Tereos, quarto maior produtor de açúcar do mundo. Em abril de 2010, a Tereos Internacional e a Petrobras Biocombustível estabeleceram uma parceria estratégica e de longo prazo para consolidar a Guarani como um dos principais atores do setor sucroenergético.

Processo seletivo

As inscrições devem ser efetuadas de 13/10 a 05/11 pelo site www.vagas.com.br/guarani

De 6 a 10/11 – Provas online

17 a 20/11 – Dinâmicas de grupo

24 a 28/11 –  Painel de Negócios; Avaliação oral de idiomas e Mesa redonda “Estudo de Caso”.

Produção de etanol da Guarani deve crescer 34%

O diretor da divisão de cana-de-açúcar da Tereos Internacional, Jacyr Costa Filho, afirmou, em entrevista ao Broadcast, serviço em tempo real da Agência Estado, que a produção de etanol nas sete unidades da Guarani – empresa da qual a companhia é acionista majoritária – deve atingir 720 milhões de litros em 2014/2015, alta de 34,6% sobre os 535 milhões de litros da safra passada.

jacyr_thumb

“Com uma rentabilidade maior, aumentamos a produção do combustível e esperamos chegar ao teto estimado de produção, entre 650 milhões e 720 milhões de litros, este ano”, disse. “O mercado sinaliza, pelos preços baixos, que está saturado de açúcar e nossa produção deve atender um mercado que demanda mais o combustível”, completou.

A Guarani deve processar até 21 milhões de toneladas de cana-de-açúcar na atual safra, leve alta sobre as 19,7 milhões de toneladas moídas na safra 2013/2014, mas uma queda de 5% ante o esperado anteriormente, por conta da estiagem que provocou quebra de produção. No entanto, a seca trouxe um aumento na produtividade, de acordo com o executivo, apontada na última avaliação da Tereos Internacional feita nos canaviais, na semana passada. “A notícia positiva é que a seca trouxe um aumento na qualidade da cana, e esperamos que um aumento do ATR (Açúcar Total Recuperável) de 138 quilos (por tonelada processada) para 140 kg/t”, disse Costa.

No entanto, segundo o diretor da Tereos Internacional, a seca do início do ano e a estiagem também registrada a partir de maio deste ano devem prejudicar a produtividade da cana na safra 2015/2016, cuja colheita começa em abril do ano que vem. “É cedo para falar, mas efeito negativo já tem, porque a cana cortada depois de maio deste ano não recebeu chuvas. É claro que pode ter recuperação com as chuvas que virão, mas a expectativa é de uma redução de produtividade.”

256cecf3b19507ec1a9dd1e5fa38309a

Costa citou que em 2015 termina o ciclo de aportes de R$ 1,6 bilhão, no total, feitos pela Petrobras Biocombustível na Guarani, valor de investimento da companhia de origem francesa no Brasil em troca da participação da petroleira nacional na produtora de açúcar, etanol e energia. Um dos investimentos foi ampliar a produção de energia cogerada até atingir 1,2 milhão de Megawatt/hora no próximo ano. “Estamos finalizando os investimentos de cogeração e todos os outros investimentos serão canalizados em aumento de produtividade e a consequente redução nos custos, porque não adianta crescer produção com um mercado que mostra não querer mais açúcar”, afirmou.

Costa avaliou que a perspectiva de aumento na mistura do etanol anidro à gasolina, de 25% para 27,5%, se autorizada, só deve trazer efeitos práticos para o setor a partir do começo da próxima safra, em abril de 2015. O executivo lembra que não há tempo para que as companhias do setor se programem para aumentar a oferta do combustível até o final da atual safra, em novembro deste ano.

Já o retorno da cobrança da Contribuição de Intervenção no Domínio Econômico (Cide) sobre a gasolina, que daria mais competitividade ao álcool, é considerada pelo diretor da Tereos Internacional “uma demanda justa” do setor, “pois reconhece os benefícios gerados pelo etanol” ante o combustível fóssil. “É um ganho para a sociedade a utilização do etanol e acredito que o pleito do setor será atendido pelos três candidatos (a presidente da República) como plataforma de governo”, concluiu.

Fonte: Estadão Conteúdo

Guarani realiza leilão de 187 itens, inclusive veículos e tratores

A Guarani, terceira maior indústria no setor sucroenergético do País, realiza, nesta quinta-feira (11), leilão para a renovação de seu maquinário e frota. Serão, ao todo, 187 itens localizados em Olímpia. Os lotes estão avaliados em R$ 2,8 milhões.

leilao

Entre os destaques estão cavalos mecânicos, colheitadeiras, tratores, grades laranjeiras e tanques bombeiro para caminhão. Há também pick-ups, veículos leves e motos, entre eles os modelos VW Saveiro, GM S10 Advantage, VW Fox, VW Gol, GM S10 Colina, Honda XR 250 e Yamaha Lander. Os lances variam de R$ 200 a R$ 53.500.

Os lances podem ser feitos até a data do leilão, por meio do site da Superbid (www.superbid.net), que organiza a venda,  ou na sede desta empresa (alameda Lorena, 800, 2º andar, Jardim Paulista – São Paulo). O resultado é processado eletronicamente. Para participar, pessoas físicas ou jurídicas devem se cadastrar no site e solicitar habilitação.

Os interessados em visitar os ativos devem entrar em contato com a Superbid, pelo telefone (11) 2163-7800 ou no email [email protected].

Fonte: Diário de Barretos

Guarani recebe ônibus do Hospital de Câncer para realização de exames preventivos

Para facilitar o acesso à saúde e incentivar a prevenção, a Guarani recebe, pelo quarto ano consecutivo, o Ônibus de Exames do Hospital de Câncer de Barretos. O mutirão de exames é direcionado às colaboradoras de todas as áreas da unidade Cruz Alta, em Olímpia (SP), e está agendado para 15 de setembro, a partir das 7h30.

DSC_0943_thumb

As mulheres terão acesso à mamografia, para detecção do câncer de mama e Papanicolau, para investigação do câncer de colo de útero. Segundo Alessandra Silva Alves Pizeti, técnica em Enfermagem da Guarani, foi realizado cadastro prévio das interessadas e estão agendados aproximadamente 90 exames.

“Esta iniciativa pretende atender aquela colaboradora que, por algum motivo, não tem condição de realizar tais exames. É um trabalho muito importante porque tem foco na prevenção das doenças que mais acometem mulheres”, acrescenta Alessandra.

O Hospital enviará o resultado dos exames ao ambulatório da Guarani em um prazo de 40 dias.

Sobre a Guarani

A Guarani é uma das empresas líderes do setor de cana-de-açúcar do Brasil e destaca-se como a 3ª maior produtora de açúcar. Possui oito unidades industriais, sendo sete no Brasil, na região noroeste do Estado de São Paulo, e uma unidade em Moçambique. Na safra 2013/14, a Companhia processou 19,7 milhões de toneladas de cana-de-açúcar e produziu 1,6 milhão de toneladas de açúcar, 602 milhões de litros de etanol e 720 GWh de energia para a comercialização.

A Guarani é parte do Grupo Tereos, quarto maior produtor de açúcar do mundo. Em abril de 2010, a Tereos Internacional e a Petrobras Biocombustível estabeleceram uma parceria estratégica e de longo prazo para consolidar a Guarani como um dos principais gestores do setor sucroenergético.

Sobre o Hospital de Câncer de Barretos

Excelência em oncologia, o Hospital registra 3,5 mil atendimentos/dia, 100% SUS. Acolhe pacientes de todo o Brasil, com profissionalismo e humanização, o grande diferencial da instituição. Em 2000, foi escolhido pelo Ministério da Saúde como o melhor hospital público do país e em 2007 foi certificado em proficiência pelo ONA (Organização Nacional de Acreditação Hospitalar). Em 2011 foram 549.104 atendimentos para 97.630 pacientes vindos de 1.527 municípios, de todos os 27 estados do país – um recorde de cobertura. Além disso, reúne 250 médicos e mais de 2,5 mil funcionários. Mantém, ainda, 13 alojamentos oferecidos gratuitamente a pacientes e acompanhantes de doentes, com 650 lugares.

Serviço

Ônibus de Exames do Hospital de Câncer de Barretos

Local: Guarani – unidade Cruz Alta

Data: 15 de setembro

Horário: a partir das 7h30

Guarani recruta profissionais no 1º Feirão de Empregos e Qualificação de Bebedouro, hoje

Com o objetivo de recrutar profissionais da região para ocupar as vagas de emprego em aberto, a Guarani vai participar do 1° Feirão de Empregos e Qualificação de Bebedouro, neste sábado (30), das 9 às 14 horas, na Estação Cultura.

emprego

A Companhia vai oferecer 62 vagas, de nível operacional à gestão, nas áreas Administrativa, Agrícola e Industrial. Elaine Cristina Chinaid Morita, gestora de Recrutamento e Seleção da Guarani, explica que são vagas para engenheiros, mecânicos, eletricistas, tratoristas, lubrificadores, auxiliares industriais e profissionais para setores administrativos como logística, compras, financeiro e tecnologia da informação.

No estande, os interessados poderão entregar os currículos e já participar do processo de triagem. Após avaliação dos perfis, os candidatos selecionados serão convocados para a realização de entrevista em uma das unidades da Companhia.

“Para compor seu quadro de colaboradores, a Guarani busca pessoas alinhadas com os valores e objetivos da organização, com foco em resultados, visão de equipe, espírito empreendedor, iniciativa e atitudes pautadas por respeito e profissionalismo”, salienta Elaine.

Sobre a Guarani

A Guarani é uma das empresas líderes do setor de cana-de-açúcar do Brasil e destaca-se como a 3ª maior produtora de açúcar. Possui oito unidades industriais, sendo sete no Brasil, na região noroeste do Estado de São Paulo, e uma unidade em Moçambique. Na safra 2013/14, a Companhia processou 19,7 milhões de toneladas de cana-de-açúcar e produziu 1,6 milhão de toneladas de açúcar, 602 milhões de litros de etanol e 720 GWh de energia para a comercialização.

A Guarani é parte do Grupo Tereos, quarto maior produtor de açúcar do mundo. Em abril de 2010, a Tereos Internacional e a Petrobras Biocombustível estabeleceram uma parceria estratégica e de longo prazo para consolidar a Guarani como um dos principais atores do setor sucroenergético.

Serviço

1° Feirão de Empregos e Qualificação de Bebedouro

Data: 30 de agosto

Horário: das 9 às 14 horas

Local: Estação Cultura

Endereço: Avenida dos Antunes, s/n

Participação gratuita

Guarani apresenta soluções para setor de alimentos na FiSA 2014

A Guarani, empresa do Grupo Tereos e um dos maiores players do setor sucroenergético do Brasil, mais uma vez marca presença na Food Ingredientes South América – FiSA, que acontece entre os dias 5 e 7 de agosto, no Expo Center Norte, em São Paulo.

14

No evento, considerado como a principal feira de ingredientes alimentícios da América Latina, a Guarani apresentará diferentes tipos de açúcares para diversas aplicações no mercado industrial de alimentos. Alguns deles já são conhecidos do público como o açúcar cristal usado na fabricação de diversos produtos como pães, massas, achocolatados, etc; o açúcar líquido, ingrediente essencial na produção de refrigerantes; e o açúcar amorfo usado para produzir principalmente bebidas e molhos.

Participando de um mercado cada vez mais global e exigente, a Guarani está focada em gerar valor na sua cadeira produtiva. Ela acaba de receber a recomendação para a FSSC 22000 (Food Safety System Certification), certificação, aceita internacionalmente, que atesta o nível de excelência dos sistemas de gestão da segurança do alimento. A recomendação foi feita pela Control Union, auditoria independente, após avaliação de todas as etapas de processo de produção de açúcar refinado granulado, desde a recepção matéria-prima até a sua comercialização. A norma considera ainda no escopo de avaliação, o transporte e a estocagem na planta industrial.

Outra prova dessa preocupação está na obtenção da certificação Bonsucro para as unidades industriais Cruz Alta e Severínia no final de 2013. O selo Bonsucro atesta a adequação da empresa às normas de sustentabilidade pré-estabelecidas por mercados nacionais e internacionais tais como respeito à biodiversidade, direitos humanos, qualidade e melhoria contínua.

Segundo o diretor comercial, Paulo José Mendes Passos, “estamos focados em atender nossos clientes industriais oferecendo-lhes produtos de qualidade atestada internacionalmente. Gerimos nossos negócios visando à sustentabilidade de toda a cadeia produtiva.”

Além das duas certificações citadas acima, a Guarani possui certificação ISO 9000, ISO 14000, ISO 22000, Kosher, Halal Certificates e Valore (da Bayer).

A Guarani é uma das empresas líderes do setor sucroenergético brasileiro e destaca-se como a 3ª maior produtora de açúcar no ranking nacional. Possui oito unidades industriais, sendo sete no Brasil, na região noroeste do Estado de São Paulo, e uma unidade em Moçambique.  Na safra 2013/14, a Companhia processou 19,7 milhões de toneladas de cana-de-açúcar e produziu 1,6 milhão de toneladas de açúcar, 600 milhões de litros de etanol e 750 GWh de energia para a comercialização.

Durante a Food Ingredients South América os executivos da área comercial da Guarani aproveitarão para aprofundar o relacionamento com seus clientes e parceiros de negócios, prestando consultoria técnica e maximizando oportunidades conjuntas.

 

Serviço

Food Ingredients South America – FiSA 2014

De 5 a 7 de agosto de 2014 no Expo Center Norte

Rua José Bernardo Pinto, 333 – Vila Guilherme – São Paulo/SP

Funcionamento das 13h às 20h

A Guarani S/A estará localizada no stand G08

Guarani orienta agricultores durante a Feira de Agronegócios Coopercitrus

Para auxiliar o produtor agrícola no aumento da produtividade, diminuição dos custos e implantação de novas tecnologias, a Guarani participa pela primeira vez da FEACOOP – Feira de Agronegócios da Coopercitrus, que se realiza de terça a quinta-feira desta semana (5, 6 e 7) em Bebedouro.

Agro_feacoop_2

A Companhia terá estande onde os profissionais do programa Guarani em Campo vão orientar os agricultores e distribuir a cartilha de bolso da Guarani, com informações sobre pragas e doenças, manejo varietal, ambientes de produção, época e resultados esperados.

Segundo José Olavo Bueno Vendramini, gerente de Desenvolvimento de Tecnologia Agrícola da Guarani, o objetivo é atender tanto os fornecedores da empresa, quanto outros produtores de cana-de-açúcar.

“Nossa equipe estará à disposição para esclarecer dúvidas desde o plantio até a colheita com intuito de contribuir com o desenvolvimento dos produtores de cana”, acrescenta.

Sobre a Guarani

A Guarani é uma das empresas líderes do setor de cana-de-açúcar do Brasil e destaca-se como a 3ª maior produtora de açúcar. Possui oito unidades industriais, sendo sete no Brasil, na região noroeste do Estado de São Paulo, e uma unidade em Moçambique. Na safra 2013/14, a Companhia processou 19,7 milhões de toneladas de cana-de-açúcar e produziu 1,6 milhão de toneladas de açúcar, 602 milhões de litros de etanol e 720 GWh de energia para a comercialização.

A Guarani é parte do Grupo Tereos, quarto maior produtor de açúcar do mundo. Em abril de 2010, a Tereos Internacional e a Petrobras Biocombustível estabeleceram uma parceria estratégica e de longo prazo para consolidar a Guarani como um dos principais atores do setor sucroenergético.

Serviço
FEACOOP – Feira de Agronegócios da Coopercitrus
Data: de 5 a 7 de agosto
Horário: das 8h30 às 18h30
Local: Estação Experimental de Citricultura de Bebedouro
Endereço: Rodovia Brigadeiro Faria Lima, km 384 – Bebedouro (SP)