ETEC de Olímpia conquista, de novo, o 1º lugar da regional de Barretos

Foi divulgado nesta quarta-feira (5), o resultado do ENEM (Exame Nacional do Ensino Médio) de 2014. E mais uma vez, a ETEC de Olímpia mostra o resultado do trabalho e dedicação de sua equipe, obtendo novamente o primeiro lugar entre as escolas públicas da Diretoria de Ensino de Barretos. Em 9º lugar, está a Escola Estadual Dona Anita Costa.

etec

De acordo com o diretor da ETEC, professor Evaldo Guimarães, “o resultado mostra a dedicação e comprometimento de alunos, professores e funcionários da escola em oferecer sempre um ensino gratuito e de qualidade. Sabemos que não é só o resultado do ENEM que mostra a qualidade do ensino, mas trata-se de um índice importantíssimo, que mostra que apesar de nova, nossa escola está no caminho certo”.

resultado-enem-2014

Curso online gratuito para preparar alunos que enfrentarão o Enem

Os alunos da 3ª série do Ensino Médio que se preparam para as provas do Enem terão acesso livre aos fins de semana à plataforma de estudos Geekie Lab, nas unidades do programa Escola da Família.

ensino-distancia

Implantado pela Secretaria da Educação do Estado de São Paulo no primeiro semestre, o site reúne exercícios de todas áreas do conhecimento exigidas pelo exame. Neste ano, a avaliação nacional está marcada para os dias 24 e 25 de outubro.

Além de uma série com mais de 600 questões, o Geekie apresenta aos alunos um roteiro de estudos personalizado. Ou seja: se o objetivo é aprofundar os temas de Matemática, a plataforma sugere quais atividades devem ser trabalhadas. O mesmo vale para aqueles que querem melhorar o desempenho em Linguagens, Ciências Humanas e da Natureza. A cada etapa um relatório é produzido e indica os pontos fortes e fracos dos estudantes.

Os interessados em utilizar os computadores aos fins de semana devem procurar as salas do Acessa Escola e fazer o cadastro. É necessário ter em mãos o número do R.A. (registro do aluno). Cada unidade conta com uma equipe de educadores e monitores à disposição para ajudar no acesso e tirar possíveis dúvidas.

A plataforma Geekie Lab é aberta a alunos da 3ª série do Ensino Médio, regular e da Educação de Jovens e Adultos (EJA).

Enem vence hoje e as inscrições estão abaixo da expectativa

A poucas horas do fim do prazo, a edição 2015 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) recebeu 6,75 milhões de inscrições. O balanço parcial, com dados até as 10 horas desta sexta-feira (5),  foi divulgado pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais (Inep). O prazo para se inscrever termina às 23h59 também desta sexta.

Segundo o Jornal Hoje, da TV Globo, de hoje, as inscrições estão abaixo da expectativa do que era esperado.

enem (2)

Os candidatos devem fazer sua inscrição no site do exame. Caso o estudante tenha algum problema, ele deve ligar no 0800 616161.

Lentidão no site

O grande número de acessos deixou a página do Enem instável. Com a falha, estudantes madrugaram para fazer a inscrição.

Na quarta-feira (27), o Inep informou que o sistema estava instável por causa dos acessos concentrados entre 8h e 19h. Nas redes sociais, o instituto sugeriu que os alunos façam a inscrição em horários alternativos.

O que é preciso

O candidato precisa ter em mãos seu RG, o número do seu CPF e um endereço de e-mail pessoal. Neste ano, o mesmo endereço de e-mail não poderá ser usado em mais de uma inscrição no exame.

É necessário informar também um número válido de telefone fixo ou de celular.

Quanto custa

O Ministério da Educação aumentou o valor da taxa de inscrição para R$ 63. O aluno vai gerar um boleto bancário que deverá ser pago até o dia 10 de junho às 21h59 (horário de Brasília).

O boleto bancário é criado na opção Gerar GRU. A página será aberta em uma outra janela, por isso é preciso habilitar a abertura de pop-ups no navegador.

Caso a taxa não seja paga, a inscrição do candidato será cancelada.

Quem pode fazer o exame de graça

Alunos da rede pública que cursam o 3° ano do ensino médio estão automaticamente isentos da taxa de inscrição.

Candidatos que comprovarem baixa renda também podem pedir isenção do pagamento ao final da inscrição. Após preencher o questionário socioeconômico, o estudante deve entrar na opção declarar carência. Nesse caso, é preciso conferir se o pedido foi aceito pelo Inep antes do fim do período de inscrições.

A partir desta edição, os candidatos isentos que não comparecerem nos dois dias de provas perderão o benefício para a próxima edição.

Como pedir atendimento especial

Estudantes com baixa visão, cegueira, visão monocular, deficiência física, deficiência auditiva,  surdez, deficiência intelectual, dislexia, déficit de atenção, autismo, discalculia ou com outra condição especial podem pedir atendimento especializado durante as provas do Enem. É preciso que preencham o campo específico no formulário de inscrição indicando qual o atendimento necessário durante o exame.

Gestantes, lactantes, idosos, alunos em classe hospitalar e sabatistas também têm o direito a atendimento específico desde que informem sua condição no ato da inscrição.

Nome social

Travestis e transexuais podem solicitar o uso do nome social no exame. Para isso, devem fazer sua inscrição normalmente no site até o dia 5 de junho.

No período entre 15 e 26 de junho, devem entrar novamente na página do Enem e solicitar o uso do nome social em formulário disponível on-line. O candidato deve ter documentos comprobatórios de sua condição.

Diploma de ensino médio

O candidato que tiver mais de 18 anos e pretende usar o exame nacional para pedir a certificação de ensino médio deve indicar seu objetivo na inscrição.

Língua estrangeira

No formulário de inscrição, o candidato deve selecionar se quer responder a perguntas de inglês ou de espanhol como língua estrangeira.

Local para a prova

O estudante deve escolher em qual cidade pretende fazer as provas do exame nacional, que serão aplicadas nos dias 24 e 25 de outubro. O local pode ser alterado até o fim do período de inscrições.

Confirmação de inscrição

Os candidatos que pediram a isenção do pagamento devem conferir na página do Enem se o seu pedido foi aceito até o dia 5 de junho. Caso o pedido seja negado, é preciso criar o boleto de pagamento no site e pagá-lo até o dia 10 de junho.

Cartão de confirmação da inscrição

Neste ano, o cartão de confirmação do candidato será divulgado pelo Inep apenas no site do Enem. Ainda não há data prevista para sua divulgação.

Fonte: G1

Enem abre inscrições e podem ser feitas até o dia 5

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2015 estarão abertas das 10h desta segunda-feira (25), até as 23h59 do dia 5 junho, no horário de Brasília.

enem

Os interessados em participar do exame devem se inscrever pela internet, no portal www.enem.inep.gov.br. As provas serão realizadas no fim de semana de 24 e 25 de outubro.

São isentos da taxa de inscrição os concluintes do ensino médio em 2015 matriculados em escolas da rede pública e as pessoas que se declararem carentes. O restante dos participantes deve pagar a taxa de inscrição até as 21h59 do dia 10 de junho. Neste ano, a taxa subiu para R$ 63, conforme revelado pelo portal Estadão com.br no dia 13 de maio. O Ministério da Educação (MEC) espera que mais de 9 milhões de candidatos se inscrevam neste ano.

A nota do Enem é usada como seleção de alunos de 115 instituições públicas de ensino. Também é critério para bolsas do Programa Universidade para Todos (ProUni), Financiamento Estudantil (Fies) e para participar do programa Ciência Sem Fronteiras (CsF).

As vagas gratuitas dos cursos técnicos oferecidos pelo Sistema de Seleção Unificada da Educação Profissional e Tecnológica (Sisutec) também são por meio de nota do Enem.

Além disso, estudantes maiores de 18 anos podem também obter a certificação do ensino médio por meio do Enem.

Fonte: Diarioweb

Alunos da Etec de Olímpia se destacam em resultados individuais do Enem

Os resultados individuais do ENEM 2014 começam a ser divulgados e alunos dos três anos do Ensino Médio, da turma de 2014, da ETEC de Olímpia aparecem com destaque.

enem

Notas acima de 700 e até de 800 foram obtidas por alunos do primeiro, segundo e terceiro anos do ensino médio, “comprovando o compromisso da ETEC com o ensino público e gratuito de qualidade”, assinala o assistente técnico administrativo José Carlos Seno Jr.

“A ETEC de Olímpia parabeniza a todos os alunos e também a equipe da ETEC pelos brilhantes resultados e também a todos os pais que acreditam em nosso trabalho. Nossos agradecimentos ainda ao prefeito Geninho Zuliani por ter trazido a ETEC para Olímpia, e temos a certeza de um futuro de sucesso ainda maior”, conclui Seno.

Etecs são as melhores escolas do País, destaca Inep de acordo com as notas do Enem

As Escolas Técnicas do Estado de São Paulo (Etecs) estão, mais uma vez, entre as melhores escolas estaduais do Brasil, de acordo com o resultado do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013, divulgado nesta segunda-feira, 22 de dezembro, pelo Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) ligado ao Ministério da Educação (MEC).

etec

Entre as 60 escolas estaduais do País com melhor desempenho no exame, 37 são unidades administradas pelo Centro Paula Souza. Já entre as 60 primeiras escolas públicas do Estado, considerando as redes municipais, estadual e federal, 50 são Etecs. Na avaliação das 20 melhores escolas públicas da Capital, 19 são Etecs.

Na região de Barretos o levantamento de 2013 mostra que a primeira colocada entre as escolas públicas foi a ETEC de Olímpia, que participou pela primeira vez do ENEM , tendo obtido nota média de nota média de 539,66 na prova objetiva e 545,59 na prova de redação.

Esta média mostra o comprometimento dos alunos e da equipe docente e da direção da ETEC no fortalecimento da escola pública, que pode e deve oferecer um ensino gratuito e de qualidade, afirmou o diretor da ETEC de Olímpia, professor Evaldo Guimarães.  “Para o ENEM 2014, a expectativa é que os resultados sejam ainda melhores”, concluiu.​

Faltam quatro dias: inflação, juros e trigonometria são temas do ENEM

Faltam quatro dias para o início do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem), marcado para este sábado (8) e domingo (9) e a dica nesta contagem regressiva é para a prova de matemática que será no último dia, junto com linguagens e redação.

fuvest (2)

Questões envolvendo estatísticas, probabilidade, funções, análises combinatórias, geometria plana, geometria espacial e noções de trigonometria têm sido mais cobradas.

A inflação foi tema constante no noticiário este ano. Você sabe o que é e como se calcula a inflação?

“Inflação é o aumento geral e persistente dos preços. Estas duas características são cruciais. Se apenas uns poucos preços aumentam, enquanto os demais permanecem estáveis, não há como caracterizar um processo inflacionário, ainda que o índice de preços mostre valores positivos”, explica Alexandre Schwartsman, sócio-diretor da Schwartsman & Associados e ex-diretor do Banco Central.

“Da mesma forma, se há um aumento de todos os preços num dado mês, por exemplo, por conta da imposição de algum tributo, mas estabilidade em seguida, também não temos como caracterizar inflação; esta tem que ser generalizada e persistente.”

Tema que se relaciona com progressão geométrica, o cálculo de juros é mostrado como exemplo pelo professor Vítor Israel faz cálculos de investimento financeiro com base na progressão geométrica. Para montar a fórmula, Israel usa os seguintes dados: uma pessoa fez depósitos anuais no valor de R$ 2.000, por dez anos, a uma taxa de 10% de juros ao ano. Qual foi o valor do montante que ela conseguiu juntar?

A geometria espacial é abordada em questões sobre cálculos de volume, como por exemplo quantos litros cabem em uma caixa d’agua a partir das medidas de altura e diâmetro conhecidas no enunciado.

O conhecimento de geometria plana e espacial (cálculo de áreas e volumes de figuras espaciais), que aparece em cerca de 20% da prova, é trabalhado na competência ao utilizar o conhecimento geométrico para realizar a leitura e a representação da realidade e agir sobre ela.

O logaritmo pode ser aplicado, por exemplo, nas questões que pedem para que sejam comparadas as energias entre dois terremotos e a formação de tsunamis.

Média, moda, mediana, variância e desvio padrão de um conjunto de valores são alguns conceitos de estatística que podem aparecer no Enem.

Fonte: G1

Candidato pode conferir notas do Enem e deve ficar atento ao calendário

Os 5 milhões de participantes do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2013 já podem consultar seus resultados individuais desde ontem, sábado (4). A consultar é feita pelo site www.inep.gov.br.

enem

A nota do Enem é a porta de entrada exclusiva para 171 mil vagas em instituições públicas de ensino superior, sobretudo federais, neste primeiro semestre. A inscrição no Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que centraliza as vagas, abre na segunda-feira, dia 6. A inscrição ocorre pelo site www.sisu.mec.gov.br.

O desempenho no Enem também é usado na obtenção de bolsas de estudos em faculdades particulares pelo Programa Universidade Para Todos (ProUni) e para financiamento estudantil federal (Fies). Ainda serve para certificação do ensino médio e para participação no Programa Ciência Sem Fronteiras, de bolsas no exterior.

O candidato que fez o Enem tem acesso a cinco notas: a da redação, que vai de 0 a 1.000, e das quatro áreas da prova (Ciências Humanas, Ciências da Natureza, Matemática e Linguagens).

Por causa do modelo matemático adotado na correção do Enem, chamado Teoria da Resposta ao Item (TRI), as notas das áreas não chegam a 1.000 (a escala com as notas mínimas e máximas ainda será divulgada) e a pontuação não corresponde exatamente ao número de acertos.

Como a prova divide as questões em níveis de dificuldade, a nota depende também de quais itens foram acertados. Dois participantes com o mesmo total de acertos podem ter, portanto, notas diferentes por causa da diferença de dificuldade das questões.

No Sisu, algumas instituições podem dar peso diferenciado para alguma área da prova na seleção de determinados cursos. Mas, em geral, a média para se chegar à nota de corte é obtida com as cinco notas (somadas e divididas por cinco).

Siga o Diário de Olímpia no Twitter, Facebook e Flickr

Confira o calendário:

Inscrições no Sisu:
De 6 a 10 de janeiro

Divulgação dos resultados da 1ª chamada:
13 de janeiro de 2014

Matrícula da 1ª chamada:
Dias 17, 20 e 21 de janeiro de 2014

Divulgação dos resultados da 2ª chamada:
27 de janeiro de 2014

Matrícula da 2ª chamada:
31 de janeiro, 3 e 4 de fevereiro de 2014

Inscrição na lista de espera (somente para a 1ª opção de curso):
27 de janeiro até 7 de fevereiro de 2014

Fonte: Agência Estado

Em Olímpia, escolas particulares se destacam no Enem, segundo o Inep

O Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira (Inep) divulgou no dia 26 de novembro as médias de desempenho das escolas no Enem 2012, também divulgado pelo Diário. Na matéria local, divulgamos que, entre as 50 escolas melhor avaliadas na região, de Olímpia apenas o Centro Educacional Objetivo, escola particular, figurava em 13º lugar, e o Colégio Objetivo, também particular, em 49º.

anita-costa

Num contexto de 140 escolas, o Objetivo está em 20º lugar, o Colégio Eduvale em 74º e, pela primeira vez, neste novo cenário, aparece uma escola estadual, e única melhor avaliada em Olímpia, que é a Escola Estadual Dona Anita Costa, em 91º.

E, num cenário regional, as escolas técnicas se destacam graças ao vestibular seletivo, estudo em tempo integral e conhecimentos práticos, por isso estão entre as unidades públicas com melhor colocação no Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) de 2012, divulgado pelo Inep (Instituto Nacional de Estudos e Pesquisas Educacionais Anísio Teixeira).

Tirando as particulares, as quatro escolas estaduais da região, neste cenário de 140 estabelecimentos, com melhor classificação no Enem são técnicas, de acordo com levantamento do Diário da Região, com base nas médias por disciplina que cada escola obteve no exame. A primeira no pódio é o Philadelpho, de Rio Preto, com o 15º lugar. Pelo segundo ano consecutivo a escola é a única pública entre as 40 primeiras unidades classificadas.

Na avaliação do professor Victor Viterbo, da Philadelpho, não é justo comparar alunos da rede pública com a rede particular e analisa que o Enem é colocado como uma política de avaliação, quando é seletivo: “As escolas particulares preparam o aluno só para o Enem e as estaduais não preparam. O exame que foi pensado como uma política de inclusão das escolas carentes, perde seu principal público”.

O Inep divulgou inicialmente as notas de 11,2 mil escolas. O pré-requisito é que as escolas tenham no mínimo 50% de participação dos alunos concluintes do ensino médio no exame e que a porcentagem corresponda a pelo menos dez estudantes.

Siga o Diário de Olímpia no Twitter, Facebook e Flickr

Nenhuma escola pública de Olímpia está entre as 50 melhores, segundo o Enem

Nenhuma escola pública de Olímpia se destaca entre as 50 melhores da região face aos últimos resultados do exame Nacional do Ensino Médio (Enem). Apenas duas escolas particulares, o Centro Educacional de Olímpia – Unidade 1 (Objetivo), em 13′ lugar e Colégio Eduvale em 49′ lugar.

Pior: segundo divulga o Diário da Região apenas três são estaduais. As outras 47 são da rede privada. A classificação foi feita pelo Diário a partir das médias que cada escola obteve nas disciplinas avaliadas na prova, sem considerar a redação.

Entram nesse ranking, além de Rio Preto, unidades de ensino das dez maiores cidades da região: Catanduva, Fernandópolis, Votuporanga, Monte Aprazível, Novo Horizonte, Olímpia, Santa Fé do Sul, Jales, José Bonifácio e Mirassol.

O primeiro no ranking foi o Colégio Anglo Santa Rita, de Novo Horizonte com média de 625,4. A média geral da cidade, também de acordo com levantamento do Diário, foi de 574,28, e a do Estado, 544,7. O coordenador da escola, Wilson Manoel da Silva, recebeu a notícia com entusiasmo. “A gente trabalha em ritmo constante o ano todo. É resultado do trabalho duro e preparo dos alunos.”

O Colégio London, de Rio Preto, foi o segundo classificado no ranking regional e o primeiro classificado entre as escolas rio-pretenses. No ano passado, ficou em segundo lugar, atrás do Kelvin. “A classificação é fruto de um trabalho realizado desde que o aluno entra na escola”, apontou o diretor Pedro Acquaroni Neto.

Apenas 23 escolas de Rio Preto tiveram a média divulgada. O MEC considerou, na classificação das médias, as escolas que tiveram mais de 10 alunos participando do Enem, além do mínimo de 50% dos alunos participando de todas as provas do exame. O Colégio Kelvin, por exemplo, que foi o primeiro classificado no exame no ano passado, não entrou na lista deste ano. A diretoria da escola informou, entretanto, que está entrando com recurso junto ao MEC, já que garante ter cumprido os requisitos para a classificação.

Os colégios Intelectus e Coopec vieram em segundo e terceiro lugar no ranking. No ano passado o Intelectus ficou em quinto lugar e o Albert Sabin em 12º lugar. O Intelectus comemorou. “É sinal de que a nossa escola dá o suporte necessário para o aluno”, diz a diretora Emília da Costa Borduchi. Para a diretora pedagógica da Coopec, Moema Saes, o bom resultado é fruto do processo contínuo de preparação. “Nossos alunos se saem bem em vestibulares e outros tipos de seleção porque são preparados para esses desafios durante todo o ensino médio”, afirma.

O suporte ao aluno citado pelas escolas bem ranqueadas parece mesmo ser o diferencial, como atesta Jorge Basilides Basso Eufrosino, 17 anos. Ele diz que não perdeu uma aula preparatória para o Enem. O Colégio London, onde ele cursa o 3º ano do ensino médio, ofereceu das 7h às 20h da quarta-feira aulas especializadas no exame. “Me ajudou muito”, diz Jorge, que almeja cursar Direito em universidade pública. Até o fechamento da reportagem, às 20h30, a Secretaria de Educação do Estado não havia se pronunciado sobre o mau desempenho no exame.

Técnicas

As escolas estaduais Philadelpho Gouvea Neto (11º lugar), de Rio Preto; Centro Paula Souza, de Fernandópolis (31º) e Elias Nechar, de Catanduva (38º) foram as três melhores classificadas.

Fonte: Diarioweb

20131127-112456.jpg

Estudantes podem fazer o simulado final do Enem a partir de hoje

A partir desta quarta-feira (9), quem acessar a plataforma  "Geekie Games – O desafio do Enem"vai poder fazer um simulado final nos mesmos moldes do Exame Nacional do Ensino Médio.

simuladofinal

Serão quatro provas de 45 questões cada nas áreas do conhecimento do Enem (ciências humanas, ciências da natureza, matemática e linguagens) e o estudante terá 2h30 para resolver cada uma das provas. É uma oportunidade real de treinar para o exame que será aplicado nos dias 26 e 27 de outubro.

As inscrições para o simulado estão abertas, a participação é gratuita e feita inteiramente pela internet. A Geekie decidiu estender o prazo do simulado para até o último dia do Enem.

CLIQUE AQUI E ACESSE A PLATAFORMA DO SIMULADO ‘GEEKIE GAMES’

O "Geekie Games" é uma realização da Geekie, uma startup de tecnologia aplicada à educação, com divulgação no G1, o portal de notícias da Globo.

Até agora, os alunos que se cadastraram na plataforma puderam treinar para este simulado final com exercícios pontuais em cada uma das áreas, aulas em vídeo e simulados. Ao final de cada treino o candidato recebia a sua pontuação, a indicação dos pontos fortes e pontos fracos a apresentados e um conteúdo personalizado feito em cima de suas deficiências. Inicialmente, esta plataforma de treinos teria suas inscrições encerradas nesta quarta, mas elas continuarão abertas e em funcionamento junto com o simulado final.

Mais desafio

No simulado final do Enem, o desafio aumenta. Assim que começa cada uma das provas o participantes não pode parar. Tem que responder a todas as questões no tempo determinado. O estudante envia as respostas e recebe o resultado imediatamente, com o número de acertos e com os pontos fortes e fracos que apresentou..

As questões usadas nos testes e no simulado final utilizam a Teoria de Resposta ao Item (TRI), método de avaliação utilizado pelo Enem que dá pesos diferentes para as questões de acordo com seu grau de dificuldade.

COMO PARTICIPAR

1) Faça a sua inscrição. É grátis

Quem já se cadastrou na plataforma pode começar a fazer o simulado final. Quem ainda não tem cadastro pode criar um um login e senha ou usando o seu perfil no Facebook. No alto da tela vai aparecer um banner com o acesso para o simulado final.

No ato da inscrição é preciso completar as informações com nome, data de nascimento, CPF, sexo, e o nome da escola onde você estuda, com a cidade e o Estado.

2) Teste os seus conhecimentos

Após a inscrição, já pode começar a responder às questões do simulado final. Você pode fazer as quatro provas na ordem que preferir. Mas atenção: depois de escolhida uma das provas, o tempo começa a rodar e você terá de responder a todas as 45 questões até o fim. O tempo de preenchimento é de 2h30 em cada prova. O estudante poderá fazer as quatro provas na ordem que quiser.

Também é possível acessar a plataforma de treinamento nas quatro áreas do Enem ciências da natureza, ciências humanas, matemática e linguagens. Basta clicar em uma delas e começar a responder as questões que vão treinar o aluno para o simulado.

3) Veja o seu desempenho

Ao enviar, as respostas serão analisadas e ele vai receber um desempenho em cada uma das provas. O participante vai poder ver quantas questões acertou, e quais foram os pontos fortes e os pontos fracos diagnosticados naquele teste.

Também é mostrado um ranking no qual a nota do aluno é comparada com as de outros participantes e ele pode ver em que posição se encontra no ranking do ‘Geekie Games’.

4) Reforce o seu conteúdo

A partir dos pontos fracos o candidato tem acesso a aulas online explicando o assunto no qual ele mostrou ter mais dificuldade.

Em texto e vídeo, o estudante pode rever o conteúdo e assimilar melhor a matéria. Em seguida, ele é convidado a fazer testes para detectar se entendeu melhor o assunto.

É preciso completar todas as "missões" enviadas pela plataforma para poder certificar de que tudo foi assimilado.

Cálculo das notas

A plataforma tem três etapas para deixar o aluno melhor preparado para o Enem. Na primeira etapa, quem se inscrever vai poder fazer exercícios das quatro áreas de conhecimento que são cobradas no Enem: ciências da natureza, ciências humanas, matemática e linguagens. Na segunda etapa, o estudante recebe um plano de estudos destacando seus pontos fortes e pontos fracos que merecem maior atenção. Ao final do processo, de 9 a 16 de outubro, o aluno vai fazer um simulado online no mesmo formato do Enem.

As notas são calculadas a partir da TRI. O cálculo final não soma a quantidade de respostas certas, mas a "qualidade" destas respostas. Na TRI, o foco é no item, como é chamada cada questão. A teoria é o conjunto de modelos que relacionam uma ou mais habilidades com a probabilidade de a pessoa acertar a resposta. Assim, dois candidatos podem acertar o mesmo número de questões, mas terão pontuações diferentes de acordo com quais questões ele acertou.

A TRI qualifica o item de acordo com três parâmetros: o poder de discriminação, que é a capacidade de um item distinguir os estudantes que têm a proficiência requisitada daqueles quem não a têm; o grau de dificuldade da questão; e a possibilidade de acerto ao acaso (chute)

Pelo "Geekie Games" será possível ao estudante comparar sua nota com a nota de corte dos cursos e faculdades de sua escolha, além de saber que objetos de conhecimento priorizar para atingir seus objetivos.

A plataforma permite ainda que professores, escolas e secretarias de educação tenham acesso ao desempenho dos seus estudantes e possam entender as principais dificuldades dos alunos.

Esse simulado será aberto pra todos os alunos, mesmo aqueles que não estiverem utilizando a plataforma. O participante vai receber um relatório personalizado do seu desempenho com a pontuação obtida no simulado e a comparação do seu desempenho com as notas de cortes dos cursos oferecidos no último Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

O Enem será realizado nos dias 26 e 27 de outubro. O exame tem 7,1 milhões de candidatos inscritos.

Inscrições do Enem podem ser pagas até às 22h pela web no BB

Os estudantes inscritos na edição de 2013 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm até às 22h desta quarta-feira (29) para pagar a taxa de R$ 35 e poder participar das provas, marcadas para os dias 26 e 27 de outubro.

vestibular

Segundo a assessoria de imprensa do Banco do Brasil, serão aceitos os pagamentos computados até este horário. Como as agências bancárias já fecharam nesta quarta, as únicas opções para realizar o pagamento são o site do banco na internet ou os terminais de autoatendimento que usam os serviços do Banco do Brasil.

De acordo com a assessoria, para realizar a transação nesses dois canais, será necessário que o pagamento seja feito de uma conta bancária do Banco do Brasil.

Na tarde da terça-feira (28), o ministro da Educação, Aloizio Mercadante, disse que, naquele momento, 2.181.145 de inscritos no exame ainda precisavam pagar a taxa. O ministério afirmou que vai aceitar apenas os pagamentos que o Banco do Brasil computar até esta quarta-feira e que o prazo não será prorrogado.

Inscrição para o Enem se encerra às 15h desta quarta-feira

Os estudantes que fizeram inscrição na edição de 2013 do Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) têm até o fim do horário bancário desta quarta-feira (29) para pagar a taxa de R$ 35. Em Olímpia, os bancos fecham às 15h.

Segundo o ministro da Educação Aloizio Mercadante, esse prazo não será prorrogado, e quem não fizer o pagamento não fará o Enem.

notas-do-enem

Na tarde desta terça-feira (28), ele disse que 2.181.145 de inscritos no exame ainda precisavam pagar a taxa. “Esses 2.181.145 têm que pagar R$ 35 até amanhã para poder confirmar a sua matrícula, se não o fizerem não poderão participar do Enem”, disse ele em entrevista coletiva, em Brasília, para comentar o balanço final das inscrições do Enem.

Esse número representa 27,8% dos 7.834.024 inscritos. As inscrições foram encerradas às 23h59 desta segunda-feira (27). O número é recorde na história de 15 anos do exame do MEC, e 26% maior que o do ano passado. Em 2012, 6.495.446 se inscreveram, segundo o ministro, e 5.971.290 confirmaram a inscrição, números recorde até então. As provas serão nos dias 26 e 27 de outubro.

Mercadante chamou a atenção para a mania de o brasileiro deixar tudo para a última hora. Segundo ele, no último dia de prazo, 1.718.144 de candidatos se inscreveram (21,8% do total), sendo que mais de 1 milhão de candidatos se inscreveram nas últimas quatro horas do prazo, com média de 3 mil inscrições por minuto. “O Enem requer planejamento, inclusive de quem vai fazer a prova”, destacou. “No ano passado, muitos candidatos deixaram para ir para o local de prova na última hora e encontraram os portões fechados. Outros esqueceram os documentos e não puderam entrar. É preciso se planejar”, disse o ministro.

Mercadante afirmou que o número de concluintes do ensino médio inscritos no exame já está próximo com a quantidade total de estudantes nesta situação, de acordo com o Censo Escolar. “É muito positivo, o Enem virou quase um objetivo universal dos estudantes do ensino médio no Brasil”, contou ele. Segundo Mercadante, 1,6 milhões de alunos do ensino médio regular estão inscritos no Enem.

Inscritos por Estado

A Região Sudeste responde por 36% dos inscritos, seguida do Nordeste, com 32%, do Sul, com 13%, da Região Norte, com 10%, e do Centro-Oeste, que teve 9% dos inscritos. A distribuição de candidatos é parecida com a do ano passado.

O estado com o maior número de inscritos é São Paulo, com 1,23 milhão de inscrições. Porém, segundo Mercadante, o Amapá foi o estado onde mais aumentou a procura pelo Enem. O número total de inscritos no estado foi 56,36% maior que na edição de 2012.

O número de candidatos que declararam interesse em fazer o Enem para conseguir a certificação do ensino médio  foi de 849.058, disse o ministro.

Prazo para inscrição no Enem vence às 23h59 de hoje

Faltando poucas horas para o término do prazo de inscrições, o  Exame Nacional do Ensino Médio (Enem) chegou a 6.600.403 candidatos, segundo balanço do Ministério da Educação fechado às 16h desta segunda-feira (27). O Estado de São Paulo é o que mais tem candidatos, e passou, na tarde desta segunda, da marca de um milhão de inscritos. Já são 1.030.658, segundo o ministério.

vestibular

No fim da manhã, o exame já havia batido o recorde de inscrições, superando o número registrado em 2012, com 5.971.290 inscritos, recorde até então.

De acordo com o balanço do MEC, mais de 250 mil pessoas se inscreveram em um período de menos de cinco horas nesta segunda-feira, entre as 11h20 e as 16h. As inscrições terminam às 23h59 desta segunda. O prazo não será prorrogado, segundo o Ministério da Educação.

O pagamento da taxa, no valor de R$ 35, pode ser feito até esta quarta-feira (29). Quem não pagar vai perder a inscrição. As provas serão nos dias 26 e 27 de outubro. As inscrições devem ser feitas no site sitesistemasenem2.inep.gov.br/inscricaoEnem.

No início da madrugada desta segunda-feira, uma falha no site de inscrição do Enem fez aparecer a frase “inscrições encerradas”. O MEC afirma que o erro foi rapidamente corrigido e que em nenhum momento o sistema de inscrição foi encerrado.

O MEC colocou no ar um site com o passo a passo para ajudar o candidato fazer a inscrição para o Exame Nacional do Ensino Médio (Enem 2013). O endereço do site é www.enem.inep.gov.br. Nele também é possível acessar o link para a página de inscrição.

Inscrições para o Enem devem ser feitas pela Internet até o dia 27

As inscrições para o Exame Nacional do Ensino médio (Enem) foram abertas às 10h desta segunda-feira (13), e podem ser feitas até o dia 27 de maio somente pela internet.

vestibular

O valor da taxa de inscrição para a prova é R$ 35,00. Estão isentos do pagamento os alunos com renda familiar de, no máximo, 1,5 salário mínimo por pessoa e todos os estudantes que concluíram o ensino médio em escolas públicas.

As provas estão marcadas para os dias 26 e 27 de outubro. O Ministério da Educação (MEC) espera que 6,1 milhões de alunos se inscrevam no Exame.

Além de avaliar o desempenho dos estudantes do ensino médio no País, o Enem pode ser utilizado pelo candidato para disputa de vagas em universidades públicas, através do Sistema de Seleção Unificada (Sisu).

A nota da prova também pode dar acesso aos programas Universidade para Todos (ProUni), Fundo de Financiamento Estudantil (Fies) e Ciência sem Fronteiras.

Os estudantes maiores de 18 anos que não concluíram o ensino médio podem ainda utilizar o Enem para obter a certificação.

Fonte: Agencia Estado

Notas do Enem 2012 já estão disponíveis para consulta

O Ministério da Educação (MEC) liberou nesta sexta-feira (28) o acesso dos candidatos às notas do Enem 2012. Mais de 4 milhões de estudantes participaram do exame. Eles fizeram provas objetivas de Linguagens e Códigos, Matemática, Ciências Humanas e Ciências da Natureza. Também escreveram uma redação.

As notas podem ser consultadas neste site. Para acessar o sistema, o aluno deve informar seu CPF ou número de inscrição e a senha pessoal.

Na tarde da quinta-feira (27), alguns candidatos viram a nota da redação durante teste do site do MEC. Segundo a Pasta, o acesso ficou liberado por cerca de 30 minutos somente para quem estava logado no sistema. O ministério descartou a possibilidade de vazamento da pontuação. Disse que o teste é um “procedimento técnico comum” e serviu para verificar se o site estava funcionando como deveria.

Com a pontuação em mãos, os candidatos podem concorrer a vagas em instituições públicas de ensino superior por meio do Sistema de Seleção Unificada (Sisu), que oferecerá 129.279 cadeiras no primeiro semestre de 2013.

As inscrições para o Sisu começam em 7 de janeiro. Para se candidatar às vagas o aluno deve ter feito o Enem de 2012 e não ter tirado zero na prova de redação. Os estudantes podem consultar as vagas oferecidas pelas 101 instituições públicas de ensino superior que utilizam o Sisu, no site http://sisu.mec.gov.br/.

Os candidatos conseguem pesquisar as cadeiras disponíveis por cidade, curso e instituição. Só para Medicina, por exemplo, são oferecidas 1.830 vagas. O estudante pode fazer até duas opções de curso no Sisu. Diariamente, o sistema divulga a nota de corte preliminar de cada carreira com base na nota dos alunos que pleiteiam as vagas.

O estudante também deverá especificar uma entre as três modalidade de concorrência existentes. Ele poderá disputar as vagas destinadas à ampla concorrência, as cadeiras reservadas para cotistas ou aquelas separadas para as demais ações afirmativas adotadas pelas instituições.

Fonte: Agencia Estado