Agricultura, CATI e Sindicato Rural comemoram o Dia do Agricultor

Na próxima sexta-feira, dia 25 de julho, a Secretaria de Agricultura, Comércio e Indústria, o CATI – Coordenadoria de Assistência Técnica Integral e o Sindicato Rural de Olímpia realizarão o 4º Encontro Regional – Dia do Agricultor, a partir das 8h no Recinto do Folclore.

agricultor

Na programação consta a inscrição dos agricultores, café da manhã, formação de mesa e palestras com Fernando Aluizio Pontes de Oliveira Penteado, Secretário Executivo do Feap; Engenheiro Ambiental Anderson Rodrigo Robes, da Usina Nardini e Engenheiro Agrônomo José Eduardo Bueno da Rocha, da Superintendência do Banco do Brasil e assessor de mercado Agro. Após as palestras, confraternização entre os participantes.

O prefeito Geninho Zuliani, o presidente do Sindicato Rural Osmar Lima, e o Diretor de Indústria e Comércio Flávio Vedovato convidam os agricultores para participarem desse dia comemorativo.

“O evento será voltado aos produtores rurais da comarca de Olímpia e região.Interessados procurar Sindicato Rural de Olímpia e CATI-Casa da Agricultura”, convida Osmar.

Hoje é a primeira Sexta-Feira 13 do ano. Boa sorte pra você…

Hoje é a primeira sexta-feira, 13, de 2013. Na América do Norte e na Europa, uma parcela significativa da população se comporta de maneira estranha em sextas-feiras 13. Nesse dia, essas pessoas não entram em aviões, não dão festas, não se candidatam a empregos, não se casam, nem iniciam um novo projeto. Algumas dessas pessoas nem vão trabalhar.

sexta-13

Nos Estados Unidos, cerca de 8% da população tem medo da sexta-feira 13, uma condição conhecida como parasquavedequatriafobia. A "sexta-feira 13", como conhecemos, está enraizada em muitas tradições e culturas.

A superstição acerca da sexta-feira 13 é, na verdade, uma combinação de dois medos separados: o medo do número 13, chamado triskaidekafobia, e o medo de sextas-feiras. A fonte mais familiar de ambas as fobias é a teologia cristã. O treze é significativo para os cristãos porque é o número de pessoas que estavam presentes na última Ceia (Jesus e seus 12 apóstolos). Judas, o apóstolo que traiu Jesus, foi o décimo terceiro a chegar.

Os cristãos, tradicionalmente, têm mais cautela com as sextas-feiras por Jesus ter sido crucificado nesse dia. Além disso, alguns teólogos dizem que Adão e Eva comeram o fruto proibido em uma sexta-feira, e que o grande dilúvio começou em uma sexta-feira. No passado, muitos cristãos não iniciavam nenhum novo projeto ou viagem em uma sexta-feira, por medo de que o esforço fosse condenado desde o princípio.

Alguns ligam a infâmia do número 13 à cultura nórdica antiga. Na mitologia nórdica, o amado herói Balder foi morto em um banquete com o deus do mal Loki, que se infiltrou em uma festa de 12, totalizando um grupo de 13. Essa história, bem como a história da Santa Ceia, levam à uma das mais fortes conotações do número 13. Nunca se deve sentar-se à mesa em um grupo de 13.

Outra parte significativa da lenda da sexta-feira 13 é a sexta-feira 13 particularmente ruim ocorrida na idade média. Em uma sexta-feira 13, de 1306, o Rei Filipe da França queimou os reverenciados cavaleiros templários, marcando a ocasião como um dia do mal.

Algumas pessoas adquirem o medo da sexta-feira 13 por causa de má sorte que tiveram nesse dia no passado. Se você se envolver em um acidente de carro em uma sexta-feira 13, ou perder sua carteira, o dia ficará marcado para você.

Mas se pensarmos bem, coisas ruins (como derramar o café ou problemas mais sérios) ocorrem todos os dias, portanto, se você procurar por má sorte em uma sexta-feira 13, você provavelmente encontrará.

ALERTA EM FAVOR DOS GATOS PRETOS

gatopreto

A ONG Mi-Au, de Olímpia, alerta para o perigo de pessoas ligadas às bruxarias usarem gatos pretos para oferendas, ou mesmo secarem todo o seu sangue: “Tem muitas pessoas que usam os coitadinhos para retirar todo o sangue e usar para oferendas, já vi muito gato preto morto e sem uma gota de sangue portanto amanhã esconda os bichinhos, é sério”, afirma a presidente Sueli Carvalho.

Fonte: UOL Como Tudo Funciona

Sargento Tarcísio recebe a Medalha da Constituição em solenidade na Assembleia

Nesta terça-feira, 9 de julho, o presidente da Assembleia paulista, Samuel Moreira, comandou a entrega da Medalha Constitucionalista a autoridades homenageadas, entre elas o militar olimpiense sargento do Exército Tarcísio. E, nessa mesma cerimônia, o advogado olimpiense Sílvio Salata estava representando o presidente da Ordem dos Advogados do Brasil (OAB-SP), Marcos da Costa.

revo1

Antes, porém, Moreira e o governador Geraldo Alckmin, e demais autoridades, estiveram no Mausoléu do Soldado Constitucionalista, no Ibirapuera, para comemorar os 81 anos da Revolução Constitucionalista de 1932.

Após a transmissão de comando do Exército Constitucionalista, de Amado Rúbio para William Sacco Worth, foram depositadas as urnas dos heróis homenageados – Archimedes Busato, Luiz Morelli, Benedicto Matosinho e Florêncio da Silva – no mausoléu, com salva fúnebre, toque do silêncio e declamação da Oração ante a Última Trincheira.

A entrega da Medalha da Constituição, na Assembleia Legislativa, é a mais alta distinção do legislativo estadual, destinada às pessoas e instituições que tenham feitos pela epopeia de 32 e pelo povo paulista.

revo2

Na foto abaixo, o sargento Tarcísio com o coronel PM Benedito Roberto Meira – Comandante Geral da Policia Militar do Estado de São Paulo que foi o seu paraninfo naquela solenidade e, abaixo, ao lado do vereador paulistano Coronel Telhada, que também recebeu a referida Medalha.

revo4

revo3

O proponente da solenidade e autor das condecorações foi o deputado estadual major Olímpio Gomes, inclusive a do sargento olimpiense.

Entre outros homenageados, receberam também a Medalha da Constituição Lourival Gomes – Secretário de assuntos Penitenciários do Estado de São Paulo, Luiz Mauricio de Souza Blazeck – Delegado Geral de Policia Civil do Estado de São Paulo, Coronel Benedito Roberto Meira – Comandante Geral da PMESP, Vereador Coronel Telhada, O Estandarte da Policia Civil do Estado de São Paulo; e Govanni Spirandeli da Costa – Presidente do MMDC de São Jose do Rio Preto.

SOBRE A REVOLUÇÃO DE 32

No dia 9/7/1932, movimento popular, sobretudo de jovens, foi às ruas da capital paulista, reivindicando a elaboração de uma nova Constituição federal, após a Revolução de 1930, comandada por Getúlio Vargas, que pôs fim à república do café com leite, que alternava representantes de oligarquias paulistas e mineiras no poder federal.

A resistência de Vargas em convocar a Constituinte e sua insistência em permanecer no poder sem a realização de eleições gerou um conflito armado entre as tropas de apoio a Vargas e as tropas paulistas.

Uma das datas históricas mais representativas do Estado de São Paulo, a Revolução de 32 durou cerca de três meses e resultou em quase mil mortos.

Olímpia reverencia os conterrâneos que pegaram em armas em 32 e Kiill, o pai, é homenageado

Por mais uma aniversário da Revolução Constitucionalista de 32 – o 81º – a Sociedade Veteranos de 32 (M.M.D.C. Núcleo Luiz Salata Neto) realizou solenidade cívico-militar na Praça Heróis Olimpienses de 32 na manhã deste feriado paulista de 9 de Julho. Além de autoridades civis e militares, estiveram presentes diretores de escolas e alunos que declamaram a epopeia constitucionalista, como Otávio Lucas Perpétuo Malheiros, poeta que escreve sobre o evento há cerca de 10 anos, hoje aluno de engenharia da Unorp, em Rio Preto.

revo-capa

A organização, mais uma vez, foi do vereador e presidente da Sociedade Veteranos de 32, de Olímpia, Luiz Salata. E, também presente, a Banda Musical da Igreja Assembleia de Deus, do Ministério Santos, sob o comando do regente Ezequiel e coordenação do pastor Girólamo Di Marco Neto, que também entoou algumas canções e fez a oração de abertura.

DSC_4375

O Tiro de Guerra 02-025, comandado pelo chefe de instrução 1º sargento de Comunicações Marco Aurélio, assim como bombeiros, policiais militares e ex-militares, como o ex-chefe de instrução do TG tenente Luiz Augusto da Silva, prestigiaram a comemoração. O patrono da Casinha do Papai Noel, empresário e ex-vereador José Elias Morais (Zé das Pedras), acompanhou os trabalhos.

DSC_4390

Após as entoações dos Hinos Brasileiro e de Olímpia, e os hasteamentos das bandeiras, o estudante João Vitor Scalco, aluno do 2º ano do ensino médio da E.E. “Dr. Antonio Augusto Reis Neves”, narrou os fatos históricos de 32. Na sequência, a aluna Camila Beatriz Lima, do 1º ano do ensino médio da E.E. “Profª Maria Ubaldina de Barros Furquim, também narrou parte da Guerra Cívica de 32.

DSC_4432

E, para discorrer sobre a participação da juventude olimpiense na Revolução Constitucionalista, a estudante Beatrice Pessoa Ribeiro, filha do historiador Ivair Augusto Ribeiro, resgatou  parte dos fatos da participação de Olímpia em 32.

DSC_4372

Após a execução da marcha ‘Paris Belfort’, transformada por Guilherme de Almeida em Hino ao 9 de Julho (para motivar as tropas paulistas), houve a tradicional deposição de flores em homenagem póstuma aos heróis olimpienses falecidos, inclusive aos voluntários da retaguarda, hoje falecidos e alguns sepultados em outras cidades. Ao mesmo instante, Luiz Salata fez a chamada dos ex-combatentes. O maestro Ezequiel e o jovem músico Deyvid Isac de Oliveira Costa, executaram a Marcha do Silêncio.

DSC_4399

Em seguida, o filho do ex-combatente Rodolfo Kiill, Guilherme Kiill, recebeu a mais alta condecoração da Revolução de 32, colocada pelo vice-prefeito Gustavo Pimenta (representando o prefeito Geninho Zuliani, que está em Brasília, num movimento municipalista), e presidente da Câmara Beto Puttini, ao lado de Salata e demais convidados. O filho do homenageado, oftalmologista Guilherme Kiill Júnior, acompanhou o pai o tempo todo de mão dada (ele que se recupera de infarto ocorrido no final da semana retrasada).

DSC_4485

Um momento de emoção foi a palavra, com microfone sem fio, devido ao seu estado de saúde, do ex-diretor da escola estadual Dona Anita Costa, professor Neder Nadruz Filho, cujo pai foi revolucionário de 32. Apesar da dificuldade de locomoção, ele faz questão de, todos os anos, estar presente. Ele agradeceu pela oportunidade de comemorar o 81º aniversário da Revolução e a organização do evento.

Por fim, as palavras do presidente da Câmara Beto Puttini e do vice-prefeito Gustavo Pimenta e, para encerrar, do presidente da Sociedade Veteranos de 32, Luiz Salata, que agradeceu a presença de todos, em especial da prefeitura pela revitalização da Praça Heróis Olimpiense de 32. (Veja mais fotos no final da matéria)

“O DESPERTAR”, DE OTÁVIO LUCAS

Que paulista é um povo forte
Disso ninguém duvida…
A nossa coragem desafiou a morte
E a morte fez parte da vida…

Prova disso seja a historia
Retrato de um povo valente…
O passado, ainda vivo na memória
Revivido agora no presente…
Recordando a valentia, a bravura
E a determinação de toda essa gente…
Que um dia enfrentou a ditadura

E São Paulo uniu-se, numa grande corrente…
Cada soldado,
Cada vida que ali foi sacrificada
Nada disso seja em vão…

E se o Brasil, hoje é uma pátria democrática
É porque os paulistas lutaram
Por uma nova constituição…
Cada pracinha que na batalha partiu
Esteja onde estiver
Vos prestamos a homenagem…

E, feliz será o Brasil
Se um cidadão de hoje tiver
A metade da vossa coragem…
Perdeu a guerra, venceu o objetivo
E muito além, vibrou a conquista…
E São Paulo, hoje é a terra que tem
Os revolucionários da batalha constitucionalista…

E sempre que alguém disser “brava gente brasileira”
Não se esqueça e diga também
“BRAVA GENTE PAULISTA!!!”…

A mesma praça, o mesmo banco.
As mesmas flores, o mesmo jardim…
Só uma coisa é diferente
Os homens já não são tão valentes assim…

Foram tantos combatentes
Até que chegou o fim…
E hoje fisicamente falando
Nenhum, aqui perto de mim…

Não preciso nem dizer tudo isso que eu lhe digo
Mas nesse mesmo chão que piso e me sustenta…
Repousa vosso corpo
Descansa em paz, velho amigo, a batalha foi sangrenta…

Tanto tempo longe de você
Pensei até que nunca mais fosse te ver
E realmente não te vi…
Mas vagamente relembro… você !!!

Quando vejo por aí…
O jovem de hoje, deitado em berço esplêndido
Despertar, e então sair…

Veteranos de 32
Tanto tempo depois
Que sirvam de inspiração…

Não se vence pela força bruta
Mas é o motivo da luta
Que une uma nação…

Legado de heróis
Que se afastaram de nós
Apenas fisicamente…

Sua historia está mais viva do que nunca
Em nossas mentes…
E o que fizeste no passado
Fica de exemplo pra gente…

Realmente deitados em berço esplendido
Mas nunca adormecidos completamente…
Um dia São Paulo despertou o Brasil
E hoje o desperta novamente…

We cannot display this gallery

Olímpia comemora o 9 de Julho com cerimônia para homenagear os seus heróis

Na manhã deste feriado paulista de 9 de julho, em que se comemora a revolução Constitucionalista de 32, o vereador Luiz Antonio Moreira Salata, também atual presidente da Sociedade Veteranos de 32 em Olímpia, realiza no monumento “Heróis Olimpienses de 32” na Avenida Constitucionalista, cerimônia de homenagens aos ex-combatentes e seus familiares, a partir das 9h.

20110711115027

Este foi o 81° aniversário da Revolução Constitucionalista de 32 e, também o 102 º aniversário de nascimento do patrono da Sociedade Veteranos de 32 – M.M.D.C., Luiz Salata Neto.

Todos estão convidados a participar.

COMO FOI

São Paulo e Campinas sofrendo bombardeios aéreos; o porto de Santos bloqueado por navios de guerra; cidades dos vales do Paraíba e do Ribeira sofrendo ataques de artilharia e trincheiras repletas de soldados cavadas nas divisas do Estado. Tudo isso, hoje algo impensável, aconteceu faz 81 anos.

A Revolução de 32 não é um mero registro histórico. Foi algo que afetou milhões de pessoas e ainda assombra imaginações e o imaginário.

Vargas foi quem provocou a coisa, afinal, com a derrubada do presidente Washington Luís, em outubro de 1930. Ele até foi bem recebido no Estado a caminho da capital, então o Rio de Janeiro. Mas logo começou a bater de frente com os políticos paulistas, saudosos do poder que tinham na República Velha.

Por exemplo, Vargas nomeou como “interventor” (no lugar do governador) o tenentista pernambucano João Alberto Lins de Barros.

Só em março de 1932 Vargas nomeou um interventor mais ao gosto dos paulistas, um civil e nativo do Estado, o diplomata aposentado Pedro de Toledo. Mas ao mesmo tempo o ditador quis mandar no comando da Força Pública (como era chamada a hoje Polícia Militar).

A Força Pública era um trunfo particularmente importante, pois constituía um verdadeiro exército em menor escala, dotada de armas como metralhadoras.

Os políticos e os militares envolvidos na conspiração contra Vargas foram ineptos. Deflagraram o movimento antes da hora, sem articular ações eficazes com potenciais revoltosos em outros estados, especialmente Minas Gerais e Rio Grande do Sul. São Paulo, com pequeno apoio de Mato Grosso, ficou isolado.

A melhor estratégia seria concentrar forças no Vale do Paraíba e rumar ao centro do poder, o Rio. Em vez de fazer isso, os líderes paulistas preferiram ficar na defesa.
Já a estratégia do ditador foi correta. Isolou São Paulo por terra e por mar, e diplomaticamente.

As principais frentes de combate estavam todas vinculadas a ferrovias e rodovias. É por isso que os famosos trens blindados foram tão importantes no conflito.

Os dois lados tiveram centenas de mortos. Não houve batalhas espetaculares; era mais razoável fugir ou se render do que lutar até a morte em uma guerra “entre irmãos”. Uma batalha podia ter dez mortos, 30 feridos e 400 prisioneiros.

Vargas venceu em 32, mas houve a Constituinte em 34 (que ele já tinha prometido antes da revolta). Os líderes paulistas foram exilados, mas por pouco tempo. Vargas deu um golpe de Estado em 1937, mas o legado de 32 permaneceu e foi importante no debate ideológico subsequente e que vem até hoje.

Olimpienses reverenciam os 81 anos da Revolução Constitucionalista

Uma das mais importantes datas históricas reverenciadas pelo Estado de São Paulo começa a ser comemorada nesta terça-feira (2) com vistas ao feriado estadual de 9 de Julho, em Olímpia com todas as honras como é de costume do Núcleo Salata Neto, da Sociedade Veteranos de 32. O 9 de Julho, Dia do Soldado Constitucionalista, receberá várias homenagens na Praça Heróis Olimpienses de 32, no Jardim Santa Ifigênia (localizada no início da Avenida Constitucionalista de 32).

sp

No dia 9, uma terça-feira, haverá a tradicional recepção às autoridades, com presenças confirmadas do prefeito Geninho Zuliani (DEM) e do vice Gustavo Pimenta (PSDB); hasteamento das Bandeiras Nacional, Estado e do Município; Homenagem póstuma aos Heróis de 32; Deposição de flores junto ao Obelisco, em homenagem aos ex-combatentes falecidos; Homenagem aos Veteranos Olimpienses de 32.

A Semana “Benedicto José Pereira (Mindú) reverenciando os 81 anos do movimento armado ocorrido no Estado de São Paulo entre os meses de julho e outubro de 1932, que tinha por objetivo a derrubada do Governo Provisório de Getúlio Vargas e a promulgação de uma nova Constituição para o Brasil.

convite-1

SEMANA CONSTITUCIONALISTA

(Lei nº 1988/89)

(2 A 9 DE JULHO)

“SEMANA BENEDICTO JOSÉ PEREIRA (MINDU)”

(Lei nº 2946/02)

02 a 05 de julho

Local: Escolas Estaduais

– Hasteamento das Bandeiras

– Exaltação ao Movimento de 32

02 a 09 de julho –  a partir 11:00 horas

Local: Rádio Cidade FM 98.7 e Rádio Menina

Palestras alusivas ao Movimento de 32, proferidas por alunos,  professores das Escolas Estaduais e membros da Sociedade Veteranos de 32 – Núcleo Luiz Salata Neto de Olímpia.

Luiz-Salata-Neto7 de julho – Missa em Homenagem Póstuma

Horário: 19h00

Data: 7 de julho (domingo)

Local: Igreja Matriz de São José

Bairro São José

Missa solene em homenagem à memória dos ex-Combatentes de 32 e aos homens e mulheres que, tomaram parte na retaguarda

9 de julho (terça-feira) – ato cívico

“Dia do Soldado Constitucionalista”

Horário: 9:00 horas

Local: Praça Heróis Olimpienses de 32 – Jardim Santa Ifigênia

(localizada no início da Avenida  Constitucionalista de 32)

-Recepção às autoridades

– Hasteamento das Bandeiras Nacional, Estado e do Município;

-Homenagem póstuma aos Heróis de 32;

– Deposição de flores junto ao Obelisco Heróis Olimpienses de 32,   em  homenagem póstuma    aos ex-combatentes falecidos;

– Homenagem  de alunos, professores e membros da comunidade olimpiense

Neste 11 de junho, como vai o nosso patriotismo?, pergunta Manoel Antunes

maneHá 148 anos, no dia 11 de junho de 1865, foi travada a sangrenta Batalha do Riachuelo. Manhã nublada. Densa e misteriosa bruma esconde as ribanceiras do rio Paraná, anunciando os ventos ameaçadores da conflagração iminente.

Pouco a pouco dissipa-se o nevoeiro. Um sol tímido filtra-se por entre as baixas nuvens da quadra outonal. As águas do Paraná, rio lodoso e bulhento, pontilhado de minúsculas ilhas, baixios e vegetação luxuriante, mal espelham as silhuetas das flâmulas e galhardetes que bailam, vaidosas, à mercê da brisa matinal, nos mastros das naves brasileiras fundeadas em Rincón de Lagraña.

Hora de desjejum. Cada um toma seu lugar à mesa. A manhã, agora desanuviada e silente, embala as naus brasileiras que movidas pelo vento do norte, na quietude dominical, aprontam-se.

De súbito, da canhoneira Araguari parte o brado de alerta: “Inimigo à vista!” Nove horas. Os marinheiros rapidamente assumem os postos de combate e aguarda o momento de entrar em ação. No coração de todos e de cada um pulsa o sentimento de amor à Pátria. O firme desígnio de oferecer a própria vida, se necessário for, em holocausto pela defesa do sagrado solo brasileiro.

O Almirante Barroso desfralda no mastro grande da fragata Amazonas, nau capitânia, o sinal enxadrezado: “O Brasil espera que cada um cumpra com o seu dever. Tudo pela Pátria.” Intimorato, o denodado marinheiro desce o rio em direção ao inimigo. Cruel contenda. De ambos os lados, uma nutrida chuva de metralha rasga o ar em todas as direções. A continuidade desta batalha todo mundo sabe.

Riachuelo

Aproveito este dia praticamente ignorado por todos para fazer uma pergunta: Quantos políticos e autoridades de todas as instâncias ousariam hoje com VERDADEIRO SENTIMENTO PATRIOTA ENTUSIASMAR OS BRASILEIROS com frases similares como estas que foram pronunciadas em ocasiões diferentes, mas com verdadeiro amor pela PÁTRIA AMADA: “Sigam-me os que forem brasileiros”, “ O Brasil espera que cada um cumpra o seu dever”, proferidas pelo Duque de Caxias e Almirante Barroso respectivamente?

Contam-se nos dedos e ainda sobram.

Onde está o nosso patriotismo?

O gato comeu, ou as raposas que infelicitam o nosso Brasil brasileiro?

* Manoel Antunes é professor e ex-prefeito de São José do Rio Preto (SP)

Rotary promove Noite dos Namorados

O Rotary Club Olímpia Integração promove a ‘Noite dos Namorados’, quarta-feira (12), no Salão de Festas Martins Eventos, a partir das 20h30.

Buffet de frios, caldos, cerveja, refrigerante, água e suco. Sem contar muita música romântica das décadas 60, 70, 80, 90 e, claro, as atuais.

Mais informações: (17) 3281-2092 ou 3281-9972.

ROTARY_-namorados-2013-cartaz

ACIO informa horário especial do comércio neste sábado e na véspera dos Namorados

Dia dos Namorados sempre é lembrado com um presente, nem se for uma rosa ou mesmo um CD ou DVD. Pensando nisso, a ACIO (Associação Comercial e Industrial de Olímpia) está divulgando o horário especial de funcionamento do comércio neste sábado (8) e, também, para a véspera, dia 11, terça-feira.

21052013020520dia_dos_namorados_comercio

O comércio estará aberto neste sábado das 9h às 16h. E, na véspera do Dia dos Namorados, terça (11), das 9h às 22h.

“Aproveite e surpreenda a pessoa amada com um lindo presente do comércio local”, sugere o presidente da entidade, Flávio Vedovato.

NOTA DE FALECIMENTO

A ACIO informa, ainda, o falecimento do comerciante Vanderci Arcanjo Batista, no final da tarde desta sexta-feira (7), proprietário da NV Magazine.

À família enlutada, os nossos sentimentos dessa irreparável perda.

EMEB Narizinho conscientiza crianças da importância do Meio Ambiente

No Dia do Meio Ambiente, comemorando anteontem, quarta (5), professores, funcionários, alunos e comunidade estiveram reunidos desfilando nas ruas do bairro Santa Ifigênia e plantando árvores na Avenida Constitucionalistas de 32, para saudar a “Mãe Natureza e o Meio Ambiente”.

Estas atividades têm como objetivo conscientizar a comunidade local da importância de se preservar o Meio Ambiente, através também da Reciclagem do Lixo, atividade esta, que a EMEB Narizinho já realiza com sucesso.

Os alunos e funcionários ficaram felizes também com a instalação da nova lixeira que irá servir a escola, para que o lixo fique armazenado de forma correta.

DSC00613

DSC00620

DSC04231

DSC04240

Dia Nacional do Fusca é comemorado com Passeio em Olímpia

Neste domingo, dia 20, é comemorado o Dia Nacional do Fusca. O veículo, que acabou de ser relançado no Brasil com o nome pelo qual sempre foi conhecido, tem uma legião de amantes no País e no mundo. No Brasil, o modelo foi importado da Alemanha entre 1950 e 1959 e recebeu o apelido de Fusca.

DSC04812

Em 1959, ele começou a ser produzido no Brasil, com o nome de VW Sedan. O Fusca foi fabricado até 1986. Depois, no governo Itamar Franco, ele voltou às ruas, mas foi retirado de linha em 1996.

fusca3_1

O modelo continuou a ser produzido no México, onde já era montado desde a década de 1980, até 2003, quando saiu sua última unidade, hoje exposta em um museu da cidade de Wolfsburg, na Alemanha. Em 1998, veio então o New Beetle, que agora deu espaço à volta do Fusca, totalmente remodelado, mas com a antiga essência.

Estima-se que o modelo teve 21 milhões de unidades vendidas em todo o mundo. O Dia Nacional do Fusca foi instituído em 1989 pelo presidente do Sedan Clube, Alexander Gromow.

Para comemorar a data, grupos de amantes do Fusca se reuniram em Olímpia, a partir das 8h deste domingo, na Praça da Matriz. Além de passeios pelas ruas da cidade, culminando no Thermas dos Laranjais, os carros ficaram expostos durante a manhã na Praça.

DSC04763

A organização, em Olímpia, foi de Nilton e Dimas, do Clube do Antigomobilismo. Fuscas da região também estiveram presentes, inclusive, puxando a carreta, o velho Fusca e o novo, do Grupo Faria Veículos, mostrando a evolução desse veículo ainda apaixonante para muitos admiradores e até colecionadores.

Fotos do repórter Julião Pitbull e da leitora Adriana Lopes.

We cannot display this gallery

Dia da Merendeira é comemorado em Olímpia

No último domingo (30), a Stabene Refeições Industriais, responsável pela merenda de escolas e creches municipais de Olímpia, cumprimentou as merendeiras pelo seu dia.

Letícia Rampim, nutricionista coordenadora da Starbene, enviou a mensagem de que se trata “de uma data muito especial. Essas profissionais devem ser consideradas grandes artistas. São elas que transformam simples alimentos em verdadeiras delícias, colocando em cada prato o mais valioso ingrediente: o amor”.

O Blog do Concon também aproveita para cumprimentá-las pelo Dia 30 e, principalmente, pela qualidade do alimento preparado, inclusive com carinho, para as nossas crianças.

Itamar cumprimenta médicos pelo seu Dia

Hoje, dia 18 de outubro comemora-se o dia do médico. O deputado estadual Itamar Borges (PMDB), membro da Comissão de Saúde e coordenador da Frente Parlamentar das Santas Casas e Hospitais Filantrópicos, parabeniza esses profissionais.

“Quero cumprimentar a todos esses profissionais que são os verdadeiros guardiões do nosso bem maior, a vida”, escreve o parlamentar. Leia mais…

Alunos da EMEB Reinaldo Zanim participam de comemoração do Dia das Crianças

Os alunos da EMEB Professor Reinaldo Zanin curtiram o Dia das Crianças na véspera, dia 11, mas com muita alegria e descontração juntamente com gestores, professores e funcionários.

299273_261695030541839_100001040330235_862694_732261055_n

A festa em homenagem ao dia das crianças, contou com muitas atrações como cama elástica, oficina de pintura de rosto, bingo, jogo da velha humano, circuito de jogos, pescaria, boliche entre outros. Leia mais…

Dia do Professor será comemorado na tarde de hoje, na Casa de Cultura, convida Eliana

A secretária da Educação de Olímpia, Eliana Bertoncelo Monteiro, está convidando a comunidade para participar de “uma comemoração bastante simples e significativa” pelo dia do Professor, nesta tarde de sexta (14).

O evento será na Casa de Cultura às 16h30. Como essa efeméride, este ano, recairá no sábado, amanhã, a comemoração foi antecipada.

Hoje é o Dia de quem cuida dos animais de estimação. E dos que estão, ainda, nas ruas

Hoje, 8 de setembro, é o Dia do Veterinário. O Blog parabeniza a todos os profissionais que cuidam tão bem dos animais de estimação e mesmo os que estão abandonados ou a caminho de doação, como é o caso do veterinário Rodrigo Haroldo Ferreira de Mendonça, da OSCIP Mi-Au.

 100_1111

Nessa data, Sheila Favero Mendes, mulher do veterinário Sérgio Mendes, dedica-lhe um poema, publicado no microblog Facebook. Clique ao lado para ler. Leia mais…