Interessados em leilão de carros e motos têm até hoje para visitar veículos

O Departamento Estadual de Trânsito (Detran) confirmou leilão de veículos apreendidos na região, que se realiza nos dias 30 de junho e 1º de julho em Barretos. Foto Tininho Jr.

foto-Tininho-Jr

O evento conta com a participação de outros quatro municípios, entre eles Colina, Colômbia, Guaíra e Jaborandi. O diretor de Trânsito, André Luiz Freitas, disse que em Barretos existem cerca de 600 lotes para serem leiloados.

“Será um leilão com uma parte presencial e a outra virtual. Dos mais de 1,2 mil veículos, vão a leilão aproximadamente 600 carros e motos da cidade de Barretos”, afirmou.

O Detran informou que poderão ser arrematados 898 carros e motos, entre os quais 113 com direito a documentação, ou seja, que podem voltar a circular. Os demais são destinados ao desmonte para revenda das autopeças.

A parte presencial do leilão será realizada no mezanino do North Bowling, localizado no shopping da cidade, na Via Conselheiros Antônio Prado, 1.400. O início do evento está confirmado para as 10 horas nos dois dias.

Interessados poderão visitar os veículos somente até esta segunda-feira (29), das 9 às 12 horas e das 13 às 16 horas. Em Colômbia a visitação ocorre apenas de manhã.

É possível obter algumas informações dos lotes no site do leiloeiro, através do endereço eletrônico www.lanceleiloes.com.

Fonte: Diário de Barretos

Veículos com placas final 2 devem ser licenciados até o dia 29

Os veículos com placa final 2 devem fazer o licenciamento até o dia 29 de maio. O Certificado de Registro e Licenciamento de Veículos (CRLV) 2015 é obrigatório para todos os proprietários, que podem optar pelo sistema de licenciamento eletrônico ou fazer o procedimento pessoalmente, nas unidades do Detran.SP ou Ciretran (Circunscrição Regional de Trânsito).

final 2

Para fazer o licenciamento, é preciso ter em mãos o número do Renavam (Registro Nacional de Veículos Automotores) ou apresentar o CRLV (Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo) do exercício 2014. O veículo não poderá apresentar restrições judiciais ou administrativas, assim como débitos de multas, IPVA ou DPVAT.

É considerada infração gravíssima, com multa de R$ 191,54, conduzir veículos com o licenciamento em atraso. Além da multa há a inserção de sete pontos na carteira do condutor e a apreensão e remoção do veículo. Já conduzir sem portar o documento, mesmo que o licenciamento esteja em dia, é infração leve, com multa de R$ 53,20, três pontos na carteira e retenção do veículo até que o documento seja apresentado.

O licenciamento de veículos deve ser feito até o último dia útil do mês correspondente ao número final da placa.

(Fonte: O Diário de Barretos)

Detran reforça orientações ao motorista que vai viajar no feriado prolongado

Para que a viagem do feriado prolongado seja tranquila e segura, o Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) reforça algumas orientações aos condutores.

feriado

É preciso fazer uma revisão mecânica no veículo principalmente para verificar itens de segurança, checar se os documentos do condutor e do veículo estão em dia, dirigir com prudência e respeitar a sinalização de trânsito são as principais recomendações para evitar aborrecimentos na estrada.

ITENS DE SEGURANÇA OBRIGATÓRIOS

De acordo com o artigo 230 do Código de Trânsito Brasileiro (CTB), conduzir veículo sem qualquer um dos equipamentos obrigatórios, ou com eles fora das especificações estabelecidas pelo Conselho Nacional de Trânsito (Contran), é infração grave, com multa de R$ 127,69 e cinco pontos na Carteira Nacional de Habilitação (CNH) do proprietário do veículo, que deverá ser retido para regularização.

Cinto de segurança – Deve ser utilizado por todos os ocupantes do veículo. Automóveis fabricados a partir de 1999 também precisam ter o acessório com três pontas para os passageiros do banco traseiro. Nos veículos mais antigos, é permitido o uso do cinto abdominal.

Apesar de seu uso ser obrigatório desde 1997, quando o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) entrou em vigor, conduzir sem o cinto é a segunda multa mais aplicada pelo Detran.SP, perdendo apenas para as infrações por falta de licenciamento do veículo.

Extintor de incêndio – A partir de 1º de julho deste ano, todos os veículos só poderão circular com extintores do tipo ABC (eficazes também no combate ao fogo que se propaga por materiais sólidos, como bancos, tapetes e painéis do carro). Equipamentos antigos, do tipo BC (que servem apenas para eliminar chamas causadas por líquidos inflamáveis e equipamentos elétricos), devem ser substituídos até esta data. Mais seguro, o novo extintor tem validade de cinco anos (o antigo, de três). A mudança foi determinada pelo Contran e vale para todo o país.
Além de conduzir veículo sem o extintor, também é infração de trânsito se o equipamento estiver fora do prazo de validade, com o lacre rompido, sem o selo do Instituto Nacional de Metrologia, Qualidade e Tecnologia (Inmetro) ou se ele for transportado fora do lugar indicado (no porta-malas, por exemplo). O extintor deve ficar acoplado em um dos bancos dianteiros dos veículos, para facilitar o acesso ao equipamento.
Pneus e estepe – Devem estar em boas condições de uso (nem lisos ou “carecas”) e com a calibragem adequada de acordo com as especificações do fabricante. Atenção também ao pneu de reserva, que deve ser calibrado pelo menos a cada 30 dias, quando não utilizado.

Triângulo de sinalização, macaco e chave de roda – O veículo também deve dispor desses três itens compatíveis com o peso e a carga do veículo. Em casos de pneu furado, a distância mínima para sinalizar a via com o triângulo é de 30 metros a partir do veículo, conforme prevê a resolução 36/1998, do Contran.

Demais itens – Além dos equipamentos mencionados acima, a resolução 14/1998 do Contran lista outros itens obrigatórios, incluindo espelhos retrovisores internos e externos, lavador e limpador de para-brisa, pala interna (mais conhecida como quebra-sol), entre outros.

DOCUMENTOS DE PORTE OBRIGATÓRIO
De acordo com o artigo 159 do CTB, é obrigatório portar a CNH ou a Permissão para Dirigir (PPD) original, dentro do prazo de validade ou vencida, no máximo, há 30 dias.
Dirigir com documento vencido é infração gravíssima: multa de R$ 191,54 e sete pontos na carteira (artigo 162 do CTB). Já para o motorista com habilitação válida, mas que não está portando a carteira no momento da fiscalização, a multa é de R$ 53,20 (infração leve, com inserção de três pontos e retenção do veículo até a apresentação do documento, de acordo com o artigo 232 do CTB).
O condutor deve portar, ainda, o original do Certificado de Registro e Licenciamento Anual do Veículo (CRLV) – conhecido como documento de licenciamento anual. Ele atesta que o veículo está em condições de circular e que não possuía débitos pendentes no momento em que foi emitido.
Quem conduzir veículo que não esteja devidamente licenciado estará sujeito às penalidades previstas no artigo 230 do CTB: multa de R$ 191,54 (infração gravíssima, com inserção de sete pontos no prontuário do condutor, apreensão e remoção do veículo). Se o licenciamento estiver em dia, mas o motorista não estiver com o CRLV, a multa é de R$ 53,20 (infração leve, com inserção de três pontos e retenção do veículo até a apresentação do documento, de acordo com o artigo 232 do CTB).
CUIDADOS NAS RODOVIAS

Ao dirigir nas estradas, os condutores devem respeitar os limites de velocidade, obedecer à sinalização das vias e manter distância segura dos demais veículos. Também devem ficar atentos ao melhor horário para pegar a estrada. O ideal é obter o máximo de informações sobre o trajeto a ser realizado e os horários de menor fluxo de veículos. Se possível, devem-se evitar viagens à noite, período em que a visibilidade é menor e o risco de acidentes, maior.
Dispositivos de entretenimento como telas e aparelhos de DVD são proibidos, exceto se houver mecanismo de bloqueio automático quando o veículo estiver em movimento. Apenas os passageiros podem utilizar o equipamento. Quem desobedecer a regra pode ser enquadrado no artigo 230 do CTB, por andar com equipamento ou acessório proibido (infração grave, com inserção de cinco pontos na carteira, multa de R$ 127,69 e apreensão do veículo).
Cabe ressaltar ainda que o uso do telefone celular não é permitido enquanto o veículo está em deslocamento. Portanto, mesmo durante paradas temporárias em semáforos ou pedágios, o que o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) define como “interrupção de marcha”, a utilização do aparelho, seja para ligações, para o envio e leitura de mensagens e ou para acesso a sites, redes sociais etc, é proibida e o condutor poderá ser multado.
O telefone celular só pode ser usado quando o veículo estiver estacionado. Enquanto o veículo estiver em deslocamento o celular pode ser utilizado somente na função GPS e deve ser devidamente fixado no para-brisa ou no painel dianteiro. Dirigir utilizando aparelho celular ou fones de ouvido é infração média, conforme estabelece o artigo 252 do CTB. O motorista autuado receberá quatro pontos na habilitação e terá de pagar multa no valor de R$ 85,13.

Detran abre inscrições para examinadores de trânsito, inclusive Olímpia

O Detran está com inscrições abertas até o dia 4 de novembro para selecionar 50 examinadores de trânsito que atuarão em Barretos, Bebedouro, Colina, Guaíra, Monte Azul Paulista, Olímpia e Viradouro e seções de trânsito vinculadas.

examinador

O processo seletivo reforçará o quadro de profissionais que aplicam as provas práticas de direção, com o objetivo de melhorar o atendimento aos candidatos à Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

A remuneração mensal pode chegar a R$ 4 mil, dependendo da categoria de CNH a ser examinada. Para concorrer, basta preencher a ficha de inscrição no portal do Detran (www.detran.sp.gov.br) e entregar a documentação (pessoalmente ou pelos Correios) na unidade do Detran de Barretos, que fica localizado na unidade do Poupatempo, na via Conselheiro Antônio Prado, 1400.

O horário de atendimento é de segunda a sexta-feira, das 8 às 17 horas, e aos sábados, das 8 às 12 horas. Informações adicionais sobre os documentos necessários e o edital completo estão disponíveis no portal do Detran.SP, na aba “Serviços para Parceiros”, em “Cadastro de Examinadores”.

Entre os requisitos necessários para ser examinador de trânsito, de acordo com a Resolução 358 do Conselho Nacional de Trânsito, é preciso ter pelo menos 21 anos de idade, ensino médio ou ensino superior, estar habilitado há pelo menos dois anos na categoria a ser examinada, não estar com a CNH suspensa ou cassada e não ter cometido infração de trânsito gravíssima nos últimos 12 meses, entre outros requisitos.

Além disso, é preciso ter concluído o curso de examinador de trânsito, com credencial expedida pelo Detran.SP. A lista de instituições credenciadas está disponível no portal do Detran, no link “Educação”.

Fonte: O Diário de Barretos

Veículos com placas de final 4 devem fazer o licenciamento 2014 obrigatório

Proprietários de veículos com placas de final 4 devem realizar o licenciamento obrigatório do exercício 2014 durante o mês de julho. O serviço pode ser feito de forma eletrônica, com entrega do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) pelos Correios, ou diretamente nos postos do Detran.SP e do Poupatempo.

placas-carro

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), válido em todo o país, todos os veículos devem ser licenciados anualmente e o porte do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) é obrigatório. No Estado de São Paulo, o licenciamento é feito entre abril e dezembro, de acordo com o final da placa.

Conduzir veículo com o licenciamento em atraso é infração gravíssima (artigo 230 do CTB): multa de R$ 191,54, inserção de sete pontos no prontuário do condutor, além de apreensão e remoção do veículo.

Já conduzir sem portar o documento, mesmo que o licenciamento esteja em dia, é infração leve (artigo 232 do CTB): multa de R$ 53,20, três pontos na carteira e retenção do veículo até que o documento seja apresentado.

Por isso, é importante que o condutor não deixe para última hora para regularizar o CRLV, pois a partir de 1° de agosto de 2014, veículos com final de placa 4 estarão em situação irregular, caso transitem sem o licenciamento 2014.

PASSO A PASSO – A taxa de licenciamento para o exercício 2014 é de R$ 68,48 e pode ser paga pela internet, caixas eletrônicos ou nas agências dos bancos credenciados (Banco do Brasil, Santander, Bradesco, Itaú, Caixa Econômica Federal, BMB, HSBC, Safra e Citibank). Ao realizar o licenciamento, é preciso quitar possíveis débitos de IPVA, seguro obrigatório e multas.

Na hora do pagamento, é preciso fornecer o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam). Para receber o documento via Correios, é necessário pagar o valor adicional de R$ 11, referente à postagem. A entrega é feita em até sete dias úteis. É imprescindível que o endereço esteja atualizado junto ao Detran.SP. Caso contrário, não será possível fazer a entrega e o cidadão terá de retirar o documento em uma unidade de atendimento.

Quem preferir retirar o documento presencialmente deve apresentar o comprovante de pagamento na unidade do Detran.SP na qual o veículo está registrado ou nos postos do Poupatempo.

Nesse caso, será solicitado um documento de identificação. Lembrando que nessa modalidade não se deve pagar o valor de envio pelos Correios.

A entrega poderá ser solicitada, ainda, por procurador, portando procuração original e cópia do RG do proprietário do veículo; ou por parentes próximos (pais, filhos, irmãos e cônjuge), apresentando documento que comprove o grau de parentesco.

O passo a passo completo do serviço está disponível na área de “Veículos” do portal Detran.SP (www.detran.sp.gov.br) ou diretamente neste link http://migre.me/jf8ip.

Calendário de licenciamento no Estado de São Paulo:

TABELA

Simulador em CFC passa a valer a partir de hoje, ainda facultativo

O simulador de direção veicular, previsto em legislação federal, será implantado em caráter facultativo no Estado de São Paulo, a partir de hoje, 3 de julho. Em Olímpia, apenas o CFC-A Inovar possui o equipamento, e a Universal, disse que está com sala pronta, restando adquirir o mesmo.

20140703-171801-62281663.jpg

Após articulação do Governo do Estado de São Paulo, por meio do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP), a resolução de número 493/2014, do Conselho Nacional de Trânsito (Contran), sofreu alterações e agora estabelece que o candidato à primeira habilitação na categoria ”B” (carro) possa optar por realizar as aulas noturnas no equipamento.

O mesmo vale para os motoristas que desejam adicionar a categoria “B” à Carteira Nacional de Habilitação (CNH) ou que terão que reiniciar o processo porque tiveram o documento cassado por infração de trânsito.

O condutor em treinamento para obter a Permissão para Dirigir (1ª habilitação) poderá escolher se realizará até três das quatro aulas noturnas previstas no simulador de direção, que recria condições adversas e de risco muitas vezes encontradas nas vias.

No caso de adição de categoria “B” à CNH, o motorista poderá fazer até duas das três aulas noturnas previstas. No total, é preciso cumprir, no mínimo, 20 horas/aula ao tirar a 1ª habilitação e 15 horas/aula prática por adição de categoria – incluindo as noturnas.

A medida busca evitar possíveis reajustes nas tarifas praticadas pelo mercado para o processo de habilitação de condutores. “A tecnologia deve reduzir custos e facilitar a vida das pessoas. Estamos investindo na capacitação dos condutores, porém o cidadão que passa pelo processo de habilitação não pode ser onerado financeiramente pela mudança”, destaca Neiva Doretto, diretora-presidente do Detran.SP.

Cenário Anterior – Resolução anterior estabelecida pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran), em Brasília, previa a obrigatoriedade de 5 aulas de 30 minutos cada no simulador de direção veicular, ampliando a carga horária inicial de 20 horas/aula. Como o uso era obrigatório, o repasse do custo extra para o aluno pelos Centros de Formação de Condutores (CFCs) era inevitável.

Custo para a primeira habilitação

Em 2014, os valores das taxas do Detran.SP para quem vai tirar a primeira habilitação são: R$ 27,69 para o exame teórico e prático (cada); R$ 66,46 para o exame médico; R$ 77,54 do exame psicotécnico e R$ 33,23 para emissão da Carteira Nacional de Habilitação (CNH). Demais valores referem-se exclusivamente aos serviços prestados pelos CFCs.

Ao fechar negócio com a autoescola escolhida, o candidato deve exigir o contrato de prestação de serviços e o detalhamento do que está incluso no pacote, assim como os valores cobrados.

Regras para os Centros de Formação de Condutores (CFCs)

A legislação federal não obriga que todos os CFCs adquiram o simulador. Seu uso pode ser compartilhado entre os estabelecimentos comerciais.

A aquisição dos equipamentos deve ser feita somente junto às empresas homologadas pelo Departamento Nacional de Trânsito (Denatran). Posteriormente, os simuladores devem ser credenciados ao Detran.SP para o efetivo registro das aulas realizadas.

Veículos com placas final 2 devem ser licenciados neste mês de Maio

Proprietários de veículos com placas de final 2 devem realizar o licenciamento obrigatório do exercício 2014 durante o mês de maio.

final2

O serviço pode ser feito de forma eletrônica, com entrega do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) pelos Correios, ou diretamente nos postos do Detran.SP e do Poupatempo.

De acordo com o Código de Trânsito Brasileiro (CTB), válido em todo o país, todos os veículos devem ser licenciados anualmente e o porte do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) é obrigatório.

No Estado de São Paulo, o licenciamento é feito entre abril e dezembro, de acordo com o final da placa.

Conduzir veículo com o licenciamento em atraso é infração gravíssima (artigo 230 do CTB): multa de R$ 191,54, inserção de sete pontos no prontuário do condutor, além de apreensão e remoção do veículo.

Já conduzir sem portar o documento, mesmo que o licenciamento esteja em dia, é infração leve (artigo 232 do CTB): multa de R$ 53,20, três pontos na carteira e retenção do veículo até que o documento seja apresentado.

Por isso, veículos com final de placa 2 estarão em situação irregular a partir de 1º de junho, caso transitem sem o licenciamento 2014.

PASSO A PASSO – A taxa de licenciamento para o exercício 2014 é de R$ 68,48 e pode ser paga pela internet, caixas eletrônicos ou nas agências dos bancos credenciados (Banco do Brasil, Santander, Bradesco, Itaú, Caixa Econômica Federal, BMB, HSBC, Safra e Citibank). Ao realizar o licenciamento, é preciso quitar possíveis débitos de IPVA, seguro obrigatório e multas.

Na hora do pagamento, é preciso fornecer o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam). Para receber o documento via Correios, é necessário pagar o valor adicional de R$ 11, referente à postagem.

A entrega é feita em até sete dias úteis. É imprescindível que o endereço esteja atualizado junto ao Detran.SP. Caso contrário, não será possível fazer a entrega e o cidadão terá de retirar o documento em uma unidade de atendimento.

Quem preferir retirar o documento presencialmente deve apresentar o comprovante de pagamento na unidade do Detran.SP na qual o veículo está registrado ou nos postos do Poupatempo.

Nesse caso, será solicitado um documento de identificação. Lembrando que nessa modalidade não se deve pagar o valor de envio pelos Correios.

A entrega poderá ser solicitada, ainda, por procurador, portando procuração original e cópia do RG do proprietário do veículo; ou por parentes próximos (pais, filhos, irmãos e cônjuge), apresentando documento que comprove o grau de parentesco.

O passo a passo completo do serviço está disponível na área de "Veículos" do portal Detran.SP (www.detran.sp.gov.br) ou diretamente neste link http://migre.me/jf8ip.

Calendário de licenciamento no Estado de São Paulo:

detran

Detran lança aplicativo para consulta de débitos e restrições de veículo no celular

O Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran.SP) lança seu terceiro aplicativo para tablets e smartphones: consulta de débitos e restrições de veículo. Indicado para quem pretende comprar um veículo usado, o aplicativo é gratuito e está disponível para usuários das plataformas Android e iOS.

celular

A consulta a essas informações foi o serviço eletrônico mais acessado no portal do Detran.SP no ano passado, com mais de 17,5 milhões de acessos. Mesmo com o novo aplicativo, a consulta continua disponível no endereço www.detran.sp.gov.br (em “Serviços Eletrônicos”).

Para localizar o aplicativo basta digitar as palavras “consulta Detran” ou “consultas DetranSP”.

Lançados no segundo semestre de 2013, os outros dois aplicativos do Detran.SP já tiveram, juntos, mais de 142 mil downloads (78,7 mil para o simulado de prova teórica e 63,4 mil para a consulta de multas e pontos na carteira de habilitação).

Os três aplicativos foram desenvolvidos pela Companhia de Processamento de Dados do Estado de São Paulo (Prodesp) e funcionam de maneira simples: o login é feito com o CPF e a mesma senha cadastrada pelo usuário no portal do Detran.SP. Atualmente, mais de 7,4 milhões de usuários estão cadastrados no portal.

“A modernização do Detran.SP e o investimento nos serviços eletrônicos são nossas prioridades. Apostamos na tecnologia e na redução da burocracia para garantir mais  autonomia para o cidadão”, afirma o diretor-presidente do Detran.SP, Daniel Annenberg.

Serviços Online – Atualmente, estão disponíveis no portal do Detran.SP 21 serviços de trânsito relacionados à CNH (como 2ª via do documento e CNH definitiva), veículos (comunicação de venda e pesquisa de débitos e restrições) e infrações (consulta de multas e solicitação de recurso de penalidade), entre outros.

O portal fechou o ano de 2013 com o recorde de 46,7 milhões de acessos aos serviços eletrônicos – 66% a mais que o registrado no ano anterior (28,1 milhões). É como se toda a população do Estado de Pernambuco tivesse acessado cinco vezes o portal do Detran.SP.

Em 2013, cerca de 230 mil documentos foram solicitados online, sem que o cidadão precisasse de atendimento presencial. “Apesar do alto número de acessos aos serviços online, o cidadão ainda busca atendimento presencial. Nosso grande desafio é estimular a população a usar cada vez mais os serviços eletrônicos”, avalia Annenberg.

Licenciamento: dezembro é o mês dos veículos com placas de final 0 e caminhões com finais 9 e 0

Proprietários de veículos com placas de final 0 e de caminhões com placas de finais 9 e 0 devem realizar durante o mês de novembro o licenciamento do exercício 2013. O serviço poder ser solicitado de forma eletrônica, com entrega do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) pelos Correios, ou diretamente nos postos do Detran.SP e Poupatempo.

Placas com final zero para divulgação de licenciamento no Portal.

Quem conduzir veículo que não esteja devidamente licenciado estará sujeito às penalidades previstas no artigo 230 do CTB: multa de R$ 191,54, inserção de sete pontos no prontuário do condutor (infração gravíssima), além de apreensão e remoção do veículo.

Lembrando que não basta pagar a taxa de licenciamento, é obrigatório portar o documento.

PROCEDIMENTO – O primeiro passo para licenciar o veículo é pagar a taxa (R$ 65,86) pela internet, caixas eletrônicos ou nas agências dos bancos credenciados (Banco do Brasil, Santander, Bradesco, Itaú, Caixa Econômica Federal, BMB, HSBC, Safra e Citibank). Veículos registrados na cidade de São Paulo devem antes ser aprovados pela inspeção veicular ambiental, de responsabilidade da Prefeitura da Capital.

Para pagar o valor referente ao licenciamento 2013, o cidadão deve ter em mãos o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam). Ao realizar o licenciamento, também é preciso quitar possíveis débitos de multas, IPVA e seguro obrigatório.

Para receber o documento via Correios, é necessário pagar o valor de R$ 11, referente à postagem. É imprescindível que o endereço de cadastro esteja atualizado junto ao Detran.SP, caso contrário, não será possível efetuar a entrega.

Quem preferir retirar o documento presencialmente deve apresentar o documento de identidade original e o comprovante de pagamento na Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) na qual o veículo está registrado ou nos postos do Poupatempo. Lembrando que nessa modalidade não se deve pagar o valor de envio pelos Correios.

O passo a passo completo do serviço está disponível na área de “Veículos” do portal Detran.SP (www.detran.sp.gov.br).

Siga o Diário de Olímpia no Twitter, Facebook e Flickr

Novembro é o mês de licenciar veículos com placas de final 9 e caminhões com finais 6, 7 e 8

Proprietários de veículos com placas de final 9 e de caminhões com placas de finais 6, 7 e 8 devem realizar durante o mês de novembro o licenciamento do exercício 2013.

placas

O serviço poder ser solicitado de forma eletrônica, com entrega do Certificado de Registro e Licenciamento de Veículo (CRLV) pelos Correios, ou diretamente nos postos do Detran.SP e Poupatempo.

Quem conduzir veículo que não esteja devidamente licenciado estará sujeito às penalidades previstas no artigo 230 do CTB: multa de R$ 191,54, inserção de sete pontos no prontuário do condutor (infração gravíssima), além de apreensão e remoção do veículo.
Lembrando que não basta pagar a taxa de licenciamento, é obrigatório portar o documento.

PROCEDIMENTO – O primeiro passo para licenciar o veículo é pagar a taxa (R$ 65,86) pela internet, caixas eletrônicos ou nas agências dos bancos credenciados (Banco do Brasil, Santander, Bradesco, Itaú, Caixa Econômica Federal, BMB, HSBC, Safra e Citibank). Veículos registrados na cidade de São Paulo devem antes ser aprovados pela inspeção veicular ambiental, de responsabilidade da Prefeitura da Capital.

Para pagar o valor referente ao licenciamento 2013, o cidadão deve ter em mãos o número do Registro Nacional de Veículos Automotores (Renavam). Ao realizar o licenciamento, também é preciso quitar possíveis débitos de multas, IPVA e seguro obrigatório.
Para receber o documento via Correios, é necessário pagar o valor de R$ 11, referente à postagem. É imprescindível que o endereço de cadastro esteja atualizado junto ao Detran.SP, caso contrário, não será possível efetuar a entrega.

Quem preferir retirar o documento presencialmente deve apresentar o documento de identidade original e o comprovante de pagamento na Circunscrição Regional de Trânsito (Ciretran) na qual o veículo está registrado ou nos postos do Poupatempo. Lembrando que nessa modalidade não se deve pagar o valor de envio pelos Correios.

O passo a passo completo do serviço está disponível na área de “Veículos” do portal Detran.SP (www.detran.sp.gov.br).

ATENDIMENTO AO CIDADÃO:

Disque Detran.SP
Capital e cidades com DDD 11: 3322-3333. Demais municípios: 0300–101–3333. De segunda a sexta-feira, das 7h às 20h, e aos sábados, das 6h30 às 15h.

Fale com o Detran.SP
Acesso pelo portal www.detran.sp.gov.br

Siga o Diário de Olímpia no Twitter, Facebook e Flickr

Detran SP lança aplicativo para consulta de multas, pontos e até simular provas

á está disponível gratuitamente para os usuários de tablets e smartphones com plataformas Androide e IOS (Apple) mais um aplicativo do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP). Nele é possível consultar multas de veículos, além de pontos registrados na Carteira Nacional de Habilitação (CNH).

smartphone-hands

O app foi desenvolvido pela Prodesp (Cia. de Processamento de Dados do Estado de São Paulo) e funciona de maneira simples: o login é feito utilizando o CPF e a mesma senha cadastrada pelo usuário no portal do Detran.SP (www.detran.sp.gov.br). Atualmente, mais de 6,3 milhões de usuários estão cadastrados.

Em 2013, mais de 4,5 milhões de consultas de multas e pontos na CNH foram realizadas no site do Departamento de Trânsito na internet até o mês de agosto, o que significa uma demanda mensal superior a 500 mil pesquisas.

“Ferramentas como essa facilitam e muito a vida do cidadão, e este é o principal objetivo do Detran. Por isso, a modernização do órgão está acontecendo em várias frentes, da reestruturação das unidades de atendimento ao desenvolvimento de mecanismos que permitam à população ter acesso a cada vez mais serviços  sem sair de casa, utilizando as tecnologias disponíveis”, ressaltou Daniel Annenberg, diretor-presidente do Detran.SP.

Simulado de prova teórica

O primeiro aplicativo do Detran.SP para tablets e smartphones foi lançado no mês de agosto para ajudar nos estudos dos candidatos à primeira habilitação, que precisam passar por uma prova teórica  com questões de múltipla escolha sobre direção defensiva, primeiros socorros, mecânica, meio ambiente e legislação.

522793ca4fa6c

Em pouco menos de um mês, o aplicativo do simulado foi baixado mais de 10 mil vezes. Quase 80% do total de downloads foi feito em aparelhos com plataforma Androide.

Detran-SP

O Detran.SP é uma autarquia do Governo do Estado de São Paulo, vinculada à Secretaria de Planejamento e Desenvolvimento Regional.

Detran já avisa por SMS carteira vencida

Desde segunda-feira (25), o Departamento Estadual de Trânsito (Detran-SP) recorre a mensagens de celular para lembrar os motoristas de renovar a Carteira Nacional de Habilitação (CNH). O conteúdo do SMS traz a data de vencimento do documento e o endereço eletrônico do órgão (www.detran.sp.gov.br), onde há detalhes de como proceder.

sms

Quem tiver interesse em receber esse informativo precisa preencher um formulário no site. Um projeto-piloto foi colocado em prática entre o fim de janeiro e o início deste mês com 1.224 celulares. O Detran informou na segunda (25) que 180 mil pessoas já haviam se cadastrado no novo serviço. Na página da autarquia, após enviar os dados pessoais, como o número do telefone, o interessado deve escolher a opção autorizo receber mensagens SMS, na parte inferior da solicitação.

Desde junho do ano passado, o órgão já envia cartas para motoristas cujas carteiras estão prestes a expirar – 2 milhões delas já foram remetidas. Antes, em junho de 2011, o Detran-SP começou a expedir cerca de 50 mil correspondências mensalmente para os motoristas em processo de primeira habilitação que estão perto de obter a CNH definitiva.

Segundo o Detran, os torpedos serão repassados aos motoristas até 30 dias antes da data de vencimento da CNH, o que fará com que a pessoa tenha cerca de dois meses para renovar a habilitação. Isso porque o Código de Trânsito Brasileiro (CTB) garante a possibilidade de dirigir com a carteira vencida por 30 dias.

Após esse limite, o condutor que for parado com o documento desatualizado leva multa por infração gravíssima de R$ 191,54 e recebe sete pontos na CNH. O veículo ainda é recolhido – até que uma pessoa habilitada possa pegá-lo – e a carteira fica retida.

barbatira

Ao longo do ano, o Detran-SP tentará incluir no serviço de SMS mais facilidades, como avisos sobre a pontuação por multas no prontuário do motorista e o mês em que deve ser feito o licenciamento. Desse modo, a expectativa é de que sejam repassadas aproximadamente 6,5 milhões de mensagens de celular a cada ano, a um custo de cerca de R$ 1 milhão.

O diretor-presidente do órgão, Daniel Annenberg, ressalta que a nova medida é uma forma de “ampliar o contato com os usuários” e de tentar melhorar a qualidade dos serviços. As informações são do jornal O Estado de S. Paulo.

Detran-SP vai avisar o vencimento da CNH por cartas e até torpedos

O coordenador do Departamento Estadual de Trânsito de São Paulo (Detran-SP), Daniel Anenberg, anunciou nesta quinta-feira que o órgão deve oferecer como um dos próximos serviços eletrônicos o envio de mensagens por torpedo via celular e cartas alertando a proximidade de vencimento da carteira de motorista.

CNH-vencimento

Anenberg afirmou que a digitalização dos serviços no Detran-SP é uma das apostas da gestão contra “maracutaias”. De acordo com ele, o cidadão pode contar atualmente com 18 serviços na internet, como segunda via da carteira motorista, CNH definitiva, com o recebimento dos documentos em casa, pelos Correios e permissão internacional para dirigir, entre outros.

“Isso é importante porque quebra o contato ruim entre a população e um intermediário”, disse Anenberg. Segundo ele, os serviços pela internet reduzem em 150 mil o número de usuários que não precisam mais comparecer às Ciretrans, diminuindo filas e agilizando o atendimento. Em março, as reformulações implantadas no órgão, como revisão de todos os serviços, num investimento de R$ 20 milhões, completam um ano.

Entre os maiores investimentos, estão a capacitação dos funcionários. Segundo o coordenador, a ideia é que o atendimento ao despachante seja o mesmo que o prestado ao cidadão, sem distinções.

Entre as irregularidades combatidas pelo órgão, Anenberg citou o caso de um cidadão que disse na rede de microblogs Twitter ter pago pela carteira de motorista. Identificado, teve a carta cancelada e virou alvo de inquérito. (Terra)