Prefeitos se unem em consórcio para reforçar ações políticas e Geninho é o presidente

Foi fundado na manhã desta quinta-feira (24), o Consórcio de Desenvolvimento do Vale do Rio Grande (Codevar), integrado por prefeitos de Guaíra, Embaúba, Colômbia, Olímpia, Barretos, Severínia, Taquaral, Bebedouro e Cajobi, e que tem o objetivo de unir lideranças políticas para o desenvolvimento das cidades. Na oportunidade foram eleitos, por unanimidade, o prefeito Geninho Zuliani, de Olímpia, como presidente do Codevar, e de Barretos, Guilherme Ávila, como vice-presidente.

codevar 2

Para Zuliani, o Consórcio terá autonomia para poder tocar as demandas. Vários temas serão defendidos pelo Codevar, como, por exemplo, a questão do lixo, da iluminação pública, da Saúde, do desenvolvimento regional e dos roteiros turísticos integrados.

“É preciso que haja vontade, predisposição visando o desenvolvimento regional, o que seria o nosso maior motivo. A grande saída para nossos problemas comuns é este Consórcio, que é muito bem-vindo”, disse ele.

OS PREFEITOS

Para o prefeito de Bebedouro, Fernando Galvão Moura, o consórcio é uma união de municípios em busca de uma colaboração na gestão. “Hoje os municípios estão numa dificuldade muito grande até por conta de recursos. O pacto federativo no Brasil é muito injusto, os recursos ficam todos concentrados no Governo Federal e os municípios acabam recebendo uma parcela muito pequena”, afirmou.

“O consórcio é uma união política dos municípios, inclusive para que a gente mostre a força política perante o Governo do Estado e Governo Federal, mas principalmente para a troca de experiências em gestão. Juntos, nós somos muito mais fortes para buscar recursos. Juntos, nós também vamos nos ajudar na gestão internamente”, completou o Moura.

codevar

Denir Ferreira dos Santos, vice-prefeito de Guaíra, disse que a fundação do consórcio é um marco importante: “Nós sabemos que numa cidade de 40 mil habitantes é impossível que se faça gestões no sentido de captar recursos, tanto na área federal como também na área estadual. Então, quando várias cidades se reúnem, a somatória dos eleitores é muito grande e consequentemente os governadores, presidente e deputados olham com mais carinho para essa densidade eleitoral”.

Já Laércio Vicente Scaramal, prefeito de Taquaral, espera conseguir mais recursos e oportunidades para o município: “Por intermédio do consórcio teremos a oportunidade de buscar diminuir as nossas despesas. Essa união vai facilitar muito. Hoje nós temos muitas dificuldades, município pequeno não tem uma estrutura adequada para atender todas as necessidades, então, com o consórcio, vai facilitar muito”, disse.

“Nós estamos empenhados na criação deste consórcio. Essa ideia surgiu devido às grandes dificuldades que os municípios vêm passando. E nós acreditamos que com a união de todos esses municípios vamos ter mais força para buscar recursos e um desenvolvimento melhor para cada cidade”, avaliou o prefeito Endrigo Lucas Gambarato Bertin, de Colômbia.

Paulo Rogério Bruneli, Prefeito de Embaúba, acredita que o consórcio irá ajudar, principalmente, os municípios menores. “Como município pequeno, temos sempre a esperança de procurar melhorar. O consórcio vem realmente ajudar, não só os grandes municípios, mas também os pequenos, a conquistarem recursos e buscarem sempre o desenvolvimento das cidades”.

Para o Prefeito Guilherme Ávila, de Barretos, o consórcio é fundamental para todos os municípios: “Quando queremos pensar em um crescimento sustentável temos que pensar grande. Quando eu vou pedir uma verba, seja no Governo do Estado ou em Brasília, eu vou num pedido de 115 mil pessoas. Quando nos unimos nesse consórcio vamos num pedido de 300 mil pessoas e esse número aumenta cada vez mais. Então, a força é muito maior, a região é muito maior. A possibilidade de conseguirmos esse desenvolvimento em todas as áreas, seja econômica, social, saúde e no turismo é muito maior, a chance de obter êxito é muito grande. O consórcio vem para poder facilitar e auxiliar os municípios na elaboração de projetos”.

Também estiveram presentes na reunião os prefeitos Edwanil Oliveira, de Severínia; Márcio Donizeti Barbarelli, de Cajobi; e Marina Hizeko Nozaki Sano, vice-prefeita de Colômbia.

Na ocasião, foi formado também o Conselho Fiscal do Codevar e decidido que a sede do Consórcio será em Olímpia.

O Conselho Fiscal é formado pelos seguintes prefeitos: Paulo Rogério Bruneli, presidente; Laércio Vicente Scaramal, vice-presidente; Endrigo Lucas Gambarato Bertin, secretário; Edwanil de Oliveira, suplente, e Sérgio de Melo, suplente.

Olímpia quer liderar Consórcio Intermunicipal de Meio Ambiente

A interlocutora do Programa ‘Município Verde-Azul’ e assessora de Meio Ambiente da Daemo Ambiental, Ana Lúcia Lopes Volfe, e Camila Valente Furquim Vicente, suplente do Programa Município Verde-Azul e Assessora Setorial da Daemo Ambiental, participaram no dia 27 de maio passado, em São José do Rio Preto, do encontro da Rede de Estudos Ambientais do Noroeste Paulista-REANP, realizado na sede regional do DAEE (Departamento de Água e Esgoto do Estado), com a finalidade de obter novos elementos que auxiliem na formatação do Consórcio Intermunicipal em formação tendo Olímpia como “carro-chefe” de outros 22 municípios da macrorregião que o integrarão.

reuniao-meio-ambiente

A Estância Turística de Olímpia preocupa-se em montar um Consórcio Intermunicipal e em março de 2015 fez a primeira discussão com outras prefeituras para a elaboração e posterior concretização do projeto. “Esse ato é um grande avanço nas ações do Programa Município Verde-Azul”, pontua Camila Furquim Vicente. De acordo com ela, neste encontro foi possível vislumbrar um modelo de consórcio implantado na região de Assis, o CIVAP – Consórcio Intermunicipal do Vale do Paranapanema.

No encontro em questão, os representantes dos municípios presentes tiveram a oportunidade de conhecer a realidade do Consórcio Intermunicipal do Vale do Paranapanema, fundado em 1985, portanto com 30 anos de história, representando atualmente 25 municípios da região do Vale do Paranapanema. O lema do consórcio é “Sozinho, o problema é seu, juntos, ele é nosso!”.

O Consórcio funciona como uma ONG (Organização Não Governamental) e possui rotina de administração pública, inclusive auditado pelo Tribunal de Contas.

O formato do Consórcio Intermunicipal em gestação em Olímpia não é exclusivamente voltado ao Meio Ambiente. Mas Camila vê um entrelaçamento de todas as questões tratadas, com o Meio Ambiente. “Todos os projetos apresentados tratam, entre as diversas ações, também do Meio Ambiente. Praticamente todas as cidades possui um curso d´água, por exemplo”, lembra ela, “o que já demanda preocupação ambiental”, completa. “Tudo está interligado. Os municípios têm seus projetos em saúde, recape, drenagem, etc. e também em revegetação, e qualquer obra a ser implantada requer uma atenção especial ao meio ambiente”, analisa Camila.

A Diretora Executiva do CIVAP, Ida Frangoso de Souza apresentou projetos ambientais desenvolvidos com os municípios consorciados que destinam de maneira ambientalmente correta os resíduos eletroeletrônicos, pneumáticos inservíveis, pilhas e baterias, o beneficiamento de resíduos da construção civil, com a utilização de uma usina móvel de britagem destes resíduos, por meio de um caminhão, um britador e um gerador. Depois, o resultado é reaproveitado no melhoramento das estradas rurais e outros fins, conforme se pretende também para Olímpia.

Olímpia e mais 21 cidades da região querem formar consórcio para facilitar ações estaduais e federais

Prefeitos da região, inclusive Olímpia, iniciaram a discussão em torno da criação de um Consórcio Intermunicipal, do qual fariam parte, pelo menos, 22 municípios.

DSC_0022-(1)

O Consórcio agregaria cidades com interesses comuns, que passariam a trabalhar em conjunto, elaborando pautas em comum, o que facilitaria em muito a obtenção de resultados junto às esferas Estadual e Federal. “Seria o ‘Partido da Região’, porque juntos somos muito mais fortes”, na definição do Prefeito de Barretos, Guilherme Henrique de Ávila.

Além dele, foram recepcionados na sala de reuniões do Gabinete pelo prefeito Geninho Zuliani, de Olímpia, os prefeitos de Bebedouro, Fernando Galvão Moura; de Cajobi, Márcio Donizete Barbarelli; de Taquaral, Laércio Vicente Scaramel; de Vista Alegre do Alto, Kalil Aidar Filho, e Sergio Melo, de Guaíra.

“Este Consórcio tem como objetivo a realização de projetos de interesse comum em qualquer área, e de viabilizar a gestão pública nos espaços em que a solução de problemas comuns só se pode dar por meio de políticas e ações conjuntas”, explica o organizador técnico do projeto, Vítor Borges. O Consórcio também permite que pequenos municípios ajam em parceria e, com o ganho de escala, melhorem a capacidade técnica gerencial e financeira, segundo ainda Borges.

Os prefeitos presentes foram unânimes no entendimento de que o Consórcio precisa focar em algumas áreas específicas, “como a dificuldade no trato de projetos com a Caixa Econômica Federal”, conforme explicitou o Prefeito de Barretos. O Prefeito de Bebedouro, dizendo apoiar integralmente a criação do Consórcio, pede cautela na sua criação, por já ter exemplo negativo num Consórcio entre Barretos e Bebedouro na questão do lixo. “Mas sou inteiramente a favor de sua criação”, observou.

Para o prefeito de Olímpia, Geninho Zuliani, o Consórcio precisa ter autonomia e sede administrativa separada da prefeitura, para poder tocar as demandas. “Eu tenho como itens mais importantes para serem levados a discussão dentro do Consórcio, a questão do lixo, porque não tenho interesse em implantar um aterro sanitário aqui; da iluminação pública, a Saúde, o desenvolvimento regional e os roteiros turísticos integrados”, elencou Geninho.

DSC_0030-(1)

“É preciso que haja vontade, predisposição visando o desenvolvimento regional, o que seria o nosso maior motivo. A grande saída para nossos problemas comuns é este Consórcio, que será muito bem-vindo”, disse o Prefeito Geninho Zuliani.

“Temos que buscar cada um sua vocação. Por exemplo, a Agricultura Familiar. Estamos numa região essencialmente agrícola, poderia se ter o Consórcio amparando-a em âmbito regional. No turismo, criar incentivo para que os turistas permaneçam mais tempo por aqui. Então por que não criarmos atrativos regionais?”, sugere Geninho.

“Pode ser um turismo regional, conhecendo os roteiros turísticos de cada município. Neste aspecto, um Plano Diretor de Turismo Regional seria o ideal. São cerca de dois milhões de turistas que poderíamos agregar com os demais, por meio de pacotes regionais”, complementou o prefeito de Olímpia.

Neste encontro os prefeitos presentes concordaram com a criação do Consórcio assinando a Ata com o comprometimento da criação do protocolo de Intenções. Este protocolo será ratificado por meio de Lei, a qual cada prefeitura fará a sua e a encaminhará para o Legislativo aprovar, mediante modelo de Lei a ser apresentada a todos os municípios pelo responsável técnico do projeto.

Os prefeitos presentes se comprometeram a incentivar a vinda de mais prefeitos ou seus representantes legais para a próxima reunião ainda a ser marcada.

Consórcio Canopus é apresentado pela ACIO em coquetel no Clube de Campo

Diretores e representantes do Consórcio Canopus reuniram representantes da Associação Comercial e Industrial de Olímpia (ACIO), empresários, e com a presença do secretário de governo Paulo Marcondes, representando o prefeito Geninho Zuliani (DEM), expuseram a filosofia da empresa que, desde há algumas semanas, vem visitando diversos segmentos da cidade, apresentando a empresa que, segundo eles, pretende se instalar no município.

O evento foi no Clube de Campo Álvaro Britto, às 20h, apresentado pelo presidente da ACIO Flávio Vedovato, acompanhado do diretor José Elias Morais (Zé das Pedras). Fotos de Julião Pitbull para o Diário

DSC03740

Os diretores da Canopus – Paulo Zafalon (diretor superintendente), Vailton Seminati (diretor regional para o Estado de São Paulo) e Flávia Zanfolin (representante regional), apresentaram a empresa que, desde 2000, atua no mercado e que faz parte das Empresas Canopus, grupo que atua no segmento automotivo há mais de 30 anos e que representa diferentes montadoras no segmento de automóveis e motos, figurando entre os maiores grupos de concessionárias do país.

DSC03706

Visando um atendimento diferenciado aos nossos consorciados, o que gera mais comodidade e conforto para aqueles que nos escolhem como meio de realização dos seus sonhos, o Consórcio Canopus possui uma rede de representantes em todo o território nacional.

Com mais de dez anos de atuação no mercado, o Consórcio Canopus já realizou o sonho de milhares de consorciados, sempre com a responsabilidade e o compromisso de oferecer um atendimento personalizado comum à necessidade de cada cliente.

DSC03691

Nosso diferencial é oferecer aos nossos clientes planos que atendam aos mais diferenciados objetivos que vão da aquisição de motocicletas, automóveis, caminhões até a realização do grande sonho da casa própria. E, a grande novidade: aeronaves.

Na oportunidade, foi oferecido um coquetel (assinado pelo Buffet Dat Badan), em meio à uma palestra dos diretores, e da representante Flávia Zanfolin, que fez as visitas em Olímpia.

DSC03714

Entre os tópicos, acerca das vantagens da Canopus estão: grupos de automóveis, imóveis, caminhões e motos; maior número de contemplações; lance muito mais leve (sem seguro prestamista no lance); opções de planos com parcelas decrescentes; lance parcelado em até quatro vezes; lance embutido de até 30%; acesso via internet para assembleias, ofertas de lances; segurança de uma empresa com mais de 13 anos no mercado, com representantes em todo o País e, agora, em Olímpia e região.

DSC03733

Há planos para automóveis de 30 a 106 meses; caminhões de 34 a 106 meses; imóveis de 64 a 144 meses; e motos com planos de 40 a 70 meses.

07e7579c5c6345b6bea1872a4b7b888f

Mais informações: Flávia Zanfolin – (17) 3021-2249 / 99104-8341 e 98101-4727 e no site da empresa.

GALERIA DE FOTOS por Julião Pitbull – Clique na imagem abaixo:

canopusflickr