Saúde esclarece sobre atendimento na UPA de menina que morreu após afogamento

Publicado em 03 de janeiro de 2013 às 20h40
Atualizado em 03 de janeiro de 2013 às 23h00

A Secretaria de Saúde de Olímpia, através da direção da UPA e de sua assessoria Jurídica, enviou esclarecimentos sobre o ocorrido com a criança de quatro anos que faleceu ontem, quinta-feira (2). A menina sofreu afogamento na chácara em que a avó é caseira, depois foi reanimada por vizinhos, e depois encaminhada à UPA e, posteriormente, à Santa Casa local, onde faleceu.

CIMG3300

A secretaria, devido às desinformações publicadas, inclusive nas redes sociais, enviou a seguinte nota de esclarecimento:

“A Secretaria de Saúde de Olímpia vem, através deste, solicitar direito de resposta e esclarecimento, referente fato ocorrido no dia 02 de janeiro de 2013, quarta-feira, na Unidade de Pronto Atendimento – UPA 24H de Olímpia, em questão ao atendimento e posterior óbito da paciente R.J.C.S, de 04 anos, 06 meses e 20 dias de idade, na Santa Casa de Misericórdia de Olímpia.

“Para referidos esclarecimentos, informamos que a mesma paciente, acima referida, deu entrada nesta UPA ás 15h13 do dia 2 de janeiro, sendo prontamente assistida pela pediatra Solange Aparecida Cabrelli, CRM-SP 102.274, onde foi notado comportamento agitado e assustado da paciente, com parâmetros de FC (frequência cardíaca) e oxigenação estáveis, sendo realizada medicação e estabilização, solicitados exames necessários para avaliação completa de quadro clínico, devida a gravidade do acidente ocorrido, e deficiência de informações sobre o tempo de permanência na piscina, relatados pela avó.

“A permanência da paciente nesta unidade, desde seu acolhimento até encaminhamento para realização de tomografia, totalizando um tempo de 1h15, dando saída às 16h28. Durante o percurso percorrido para a realização do exame, a paciente apresentou vomito e cianose, sendo diretamente encaminhada à Santa Casa de Misericórdia de Olímpia, onde, infelizmente, veio a óbito.

“Informamos que todos os dados acima relatados foram coletados através de gravações de nosso sistema de monitoramento e relato dos envolvidos no caso, e que as causas e circunstancias que levaram ao óbito só poderão ser esclarecidas pela Santa Casa de Misericórdia de Olímpia, através de seus representantes.

“Sem mais, nos colocamos á disposição para maiores esclarecimentos.

“Direção da UPA / Assessoria Jurídica da SMS

“Secretaria de Saúde de Olímpia”

Foto: Divulgação PM

Assunto(s):

Leia também:

Os comentários estão fechados!