Promotoria vai ouvir médicos suspeitos de não cumprirem jornada e Conselho faz ‘blitz’

1249871294O Ministério Público de Olímpia deve ouvir nos próximos dias médicos e funcionários da rede municipal de saúde suspeitos de descumprir a carga horária de trabalho. De acordo com os promotores, os depoimentos serão de médicos, dentistas e gerentes das unidades de saúde.

O que a Justiça quer é saber quem não cumpriu as determinações trabalhistas, ou seja, 20 horas semanais. Caso a irregularidade seja comprovada, a devolução do dinheiro será pedida aos cofres públicos.

Segundo a Secretaria de Saúde, cerca de 19 médicos já pediram demissão, mas o atendimento não foi prejudicado: foram contratados dez profissionais através de contrato de emergência de 180 dias e aberto concurso público para a categoria.

Inclusive, esses médicos estão atendendo também na sede da Secretaria de Saúde, zerando os déficits de consultas.

A Prefeitura abriu sindicância para apurar as denúncias e o Conselho de Saúde da cidade está fazendo ‘blitz’ nas UBS para verificar se as 20 horas semanais estão sendo cumpridas.

***

Leia com atenção antes de comentar esta notícia:

Os comentários são de responsabilidade de seus autores e não representam a opinião do Portal Blog do Concon. É vedada a inserção de comentários que violem a lei, a moral e os bons costumes ou violem direitos de terceiros. Leia antes a nossa Política de Comentários.

O Portal Blog do Concon poderá retirar, sem prévia notificação, comentários postados que não respeitem os critérios impostos neste aviso ou que estejam fora do tema da matéria comentada.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *