IAMSPE só precisa de mais duas especialidades em Olímpia: Otorrino e Ortopedia

Publicado em 25 de setembro de 2013 às 12h32
Atualizado em 25 de setembro de 2013 às 12h37

O presidente da Câmara Municipal Beto Puttini recebeu ofício assinado pelo chefe de gabinete Roberto Baviera, do IAMSPE (Instituto de Assistência Médica dos Servidores do Estado de São Paulo), em resposta à solicitação dele e do vereador Alcides Becerra, solicitando a expansão de outras especialidades de médicos, como Geriatria, Urologia, Gastrenterologia, Vascular, Neurologia, Pneumologia, Nefrologia e Reumatologia.

20130823114320

Conforme foi noticiado, em agosto esteve em Olímpia o diretor técnico e gerente de Credenciamento do IAMSPE Tony Ribeiro para o credenciamento de nove especialidades: Pediatria – José Roberto Bijotti, Oftalmologia – Guilherme Kiill Jr., Cardiologia – Octavio Lopes Ferraz Sobrinho, Endocrinologia – Suelen Regina Mazer, Clinica – Octavio Lopes Ferraz Sobrinho, Ginecologia – Carlos Renato de Oliveira Souza  e Adriana Rivoiro, e Dermatologia – Bruna Somilio de Aguiar.

Todos estes profissionais já entregaram a documentação e estão somente aguardando a liberação para o atendimento.

Restam, ainda, duas especialidades já autorizadas, sendo Otorrino e Ortopedia, que Puttini já está em contato com estes profissionais para finalizar os primeiros cadastros.

No ofício recebido, o instituto enfatiza que só poderá liberar as outras especialidades solicitadas quando as primeiras já autorizadas estiverem completas, ou seja, juntamente com Otorrino e Ortopedia.

No primeiro semestre de 2014 estará sendo realizado o cadastro de Clínicas laboratoriais e Imagens.

Beto e Becerra afirmaram estarem “realizados pelo sucesso deste trabalho que só foi possível graças a participação dos funcionários públicos estaduais na realização de seus cadastros, conseguindo desta forma demonstrar junto ao IAMSPE a grande demanda de nosso município”.

Assunto(s): ,

Leia também:

2 comentários

  1. Mario disse:

    Esse pessoal vai trabalhar onde? Tem espaço físico?

  2. Fleury disse:

    Exatamente ! em que hospital ?
    Me responde porque a Santa Casa não fez convênio com o IAMSPE com tantos professores e policiais civis e militares na nossa micro região…
    No caso de internação, onde o associado do Iamspe, que é uma contribuição compulsória de todo funcionário público, interna em Olímpia ?
    Até agora a Santa Casa não se pronunciou… quem tem condições faz internação particular, e quem não tem condições tem que enfrentar o SUS COM AQUELAS ENFERMARIAS SUPER LOTADAS….
    Vocês acham que policial tem condição de bancar uma internação particular ???
    A verdade é que a dignidade do funcionário público estadual não é mais respeitada ! e saibam vocês que delegados, promotores e juízes também contribuem compulsóriamente para o IAMSPE, conheço, inclusive, um Promotor Público (vou omitir a cidade) que tem os pais como dependentes do Iamspe.
    Isto é para vocês verem que até quem está no topo da pirâmide do funcionalismo público estadual utiliza o convênio… mas por aqui é só dificuldade, há muito tempo não não temos hospital e isto ocorreu depois da nova administração da santa casa ligada ao nosso Prefeito que não renovou o convênio. Seria este o momento ideal em que o Iamspe reabre a época de negociação mas pelo que vemos o funcionario publico vai morrer na praia. Tem genicologista/obstetra mas não tem o hospital para internar.
    Para que serve então ???

Faça um comentário