Com salários atrasados, médicos abandonam cirurgias eletivas a partir do dia 2 em Barretos

Publicado em 28 de dezembro de 2010 às 11h06
Atualizado em 28 de dezembro de 2010 às 11h06

O médicos que integram o corpo clínico da Santa Casa estão cancelando as cirurgias eletivas – aquelas sem características de urgência e emergência – marcadas a partir do dia 2 de janeiro.

De acordo com diretor clínico, Munir Daher, a medida deve-se a falta de pagamento de salário dos médicos, referente a novembro com vencimento em dezembro e 13º, bem como a existência de débito com fornecedores.

“Temos receio de que comece a faltar material para os atendimentos de urgência e emergência, que serão mantidos normalmente”, disse.

Ele estima que são realizadas diariamente entre 25 e 30 cirurgias no hospital, incluindo as emergências. Munir explica também que há profissionais buscando viabilizar plantões em outras unidades de saúde como alternativa de garantir renda.

“O clima entre os funcionários é de descontentamento, devido a falta de pagamento do 13º salário”, observa o diretor. (Diário de Barretos)

***


* Fique à vontade para dar a sua opinião, mas atenção: se ele não aparecer no mesmo dia é porque, com certeza, você não leu a nossa política de comentários. No momento, está sob moderação.

Assunto(s): ,

Leia também:

1 comentário

  1. JULIO DE OLIVEIRA disse:

    Isto mostra a dificuldade das Santas casas do Brasil, e a nossa Santa casa ainda continua de pé.

Faça um comentário