A partir de hoje, antibióticos só com receita

Publicado em 28 de novembro de 2010 às 6h00
Atualizado em 28 de novembro de 2010 às 6h00

destaque-116557-antibioticoA partir de hoje, 28 de novembro,  começa a valer as novas regras dos antibióticos. O cliente deverá apresentar receita médica para comprar este tipo de medicamento e a farmácia deverá retê-la.

Em Olímpia, farmácias também já estão solicitando a receita, conforme comprovado por este Portal de Notícias (Blog do Concon). Segundo a funcionária Sonia, da Droga Saúde, “a medida serve para qualquer tipo de antibiótico, seja comprimido, líquido, gel ou pomada; não estamos vendendo sem a receita exigida por lei a partir de hoje”.

A medida foi adotada como forma de minimizar a resistência bacteriana, uma das bandeiras do Conselho Regional de Farmácia do Estado de São Paulo.

Segundo o CRF, uma das explicações para o agravamento da resistência bacteriana é o uso abusivo e inadequado dos antibióticos.

Na avaliação do Conselho, a população tem o hábito de ir à farmácia e adquirir antibióticos sem receita. O Conselho dos Farmacêuticos avalia que a retenção da prescrição médica para a compra de antibióticos, conforme propôs a Agência Nacional de Vigilância Sanitária, Anvisa, é uma medida extremamente necessária para controlar o consumo.

A campanha “Uso racional de antibióticos e combate à resistência bacteriana” tem atuado em várias frentes desde 2009 .

O farmacêutico está nas farmácias e drogarias para orientar o paciente na aquisição dos medicamentos e acompanhar o tratamento. Ele tem a obrigação profissional e ética de zelar pela preservação da saúde da população.

* Pode comentar à vontade, mas antes, por favor, leia a nossa política de comentários.

Assunto(s):

Leia também:

Faça um comentário