denguecaata_thumb.jpg

Com epidemia de dengue, Catanduva cancela o seu tradicional carnaval

A prefeitura de Catanduva (SP) decretou estado de emergência por causa da dengue. O ano está começando e cidade, de apenas 120 mil habitantes já vive uma epidemia. Em duas semanas, a Vigilância Epidemiológica recebeu 386 notificações de moradores com sintomas da doença, 38 casos foram confirmados. No ano passado, 515 moradores tiveram dengue.

denguecaata

O carnaval de Catanduva é um dos mais tradicionais do noroeste paulista e atrai em média 100 mil pessoas. A festa foi cancelada por causa da epidemia de dengue no município. Cerca de R$ 1,5 milhão e serão economizados. O município pretende usar parte do dinheiro para investir em medidas de combate à dengue.

A primeira já foi anunciada: 80 novos funcionários serão contratados para trabalhar como agentes de saúde. "Nós estamos vivendo um momento em que tem que se otimizar os recursos públicos. Nesse momento em que temos uma crise de dengue e necessidade de investimentos na área da saúde, tomamos essa decisão de não realizar o carnaval, devido a esse comportamento da economia e a queda de repasses de verbas do governo Federal e Estadual, isso tudo gera uma insegurança especialmente em começo de ano, então temos que otimizar os recursos", explica o prefeito Geraldo Vinholi.

Por dia, os Pronto Socorros estão atendendo cerca de 70 pessoas com sintomas da doença. De acordo com o Secretário de Saúde João Marcelo Porcionato, a situação é preocupante. “Nós temos que tomar as medidas, mas a gente precisa também do apoio da população. A população tem que fazer o dever de casa, olhar no quintal, evitar água parada. Temos batido em cima dessa tecla desde o ano passado para intensificar a prevenção", comenta Porcionato.

Os números da doença na cidade podem ser ainda maiores. A Secretaria de Saúde ainda vai atualizar os casos. Segundo a prefeitura, com a mudança no sistema de avaliação dos pacientes, é preciso esperar uma confirmação da Vigilância Epidemiológica.

Fonte: G1

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *