Azul fará voo inaugural no dia 1° de março a partir de Rio Preto

Publicado em 19 de janeiro de 2011 às 14h54
Atualizado em 19 de janeiro de 2011 às 15h00

Às 6h10 do dia 1º de março, uma terça-feira, a Azul Linhas Aéreas fará o seu voo inaugural a partir de Rio Preto e marcará com isso não só a ampliação das opções aéreas aos usuários da região, como o início de uma nova etapa de expansão da própria empresa no País.

atr

A partir de Rio Preto, serão feitos cinco horários diários de ida a Campinas (Aeroporto de Viracopos) de segunda a sexta-feira, e outros cinco de volta no mesmo trajeto. Aos sábados e domingos, serão três horários de ida e outros três de volta.

O anúncio foi feito ontem à tarde, no Hotel Macksoud Plaza, em São Paulo, com a presença de toda a diretoria da empresa e o fundador e presidente do Conselho, David Neeleman, segundo o qual “o potencial de crescimento é grande nos mercados regionais”.

A empresa aposta na existência em Rio Preto de uma demanda reprimida de passageiros que atualmente não utilizam transporte aéreo regularmente por limitação de oferta de linhas, horários e conexões com outras cidades e preços das tarifas. As passagens começarão a ser vendidas a partir de fevereiro, com preços promocionais ainda não definidos. A estimativa é o de atender a cerca de 550 passageiros diariamente em Rio Preto nos trajetos de ida e volta.

Conexões

A ponte aérea com Viracopos permitirá a conexão com vôos em vários Estados do País. A Azul atualmente conecta 29 destinos com cerca de 200 vôos diários. Desses, pelo menos 12 destinos poderão ser feitos a partir de Rio Preto com ida e volta no mesmo dia: Vitória, Rio (nos dois aeroportos, Galeão e Santos Dumont), Joinville, Salvador, Goiânia, Florianópolis, Brasília, Maringá (PR), Belo Horizonte (Confins), Porto Alegre e Curitiba. O primeiro vôo a partir de Rio Preto a Viracopos permitirá a conexão com outras 15 cidades.

Além disso, a partir de Viracopos, é possível fazer ligações terrestres com a Capital paulista (Terminal Barra Funda, Aeroporto de Congonhas e shoppings Eldorado e Tamboré) e algumas cidades da região: Sorocaba, Jundiaí, Piracicaba e Santa Bárbara d’Oeste, com ônibus da Azul disponibilizados pela empresa como parte do bilhete, em horários franqueados sem custo adicional.

As autorizações de voos em Rio Preto já foram solicitados à Anac – Agência Nacional de Aviação Civil, mas ainda não estão oficialmente autorizados para operação. O presidente Pedro Janot afirma que não haverá surpresas na aprovação dos pedidos de Hotran (Horário de Transporte) porque eles já foram previamente negociados antes do anúncio. Na segunda-feira, foi feito o vôo de demonstração à Anac, uma das etapas burocráticas para a aprovação dos vôos.

Aeronave

Os vôos a partir de Rio Preto serão feitos nos primeiros meses com aviões turboélices ATR 72-200. Três aeronaves foram arrendadas do fabricante europeu que faz parte do grupo EAD. Depois, serão substituídas por uma geração superior, os ATR 72-600. A Azul investirá US$ 850 milhões na compra de 40 ATRs 72-600 que já foram encomendados e estão em fase de produção e certificação.

À medida que forem entregues, a partir do segundo semestre, substituirão a frota de ATRs 72-200 e permitirão incorporar outras cidades nas operações. A meta é saltar de atuais 29 destinos para cerca de 50 até o final do ano. “Os ATR são ideais para percorrer distâncias de até 500 quilômetros com o melhor custo/benefício em relação ao consumo de combustível”, afirma David.

Cidade é uma das escolhidas para iniciar plano

Além de Rio Preto, Ribeirão Preto também passará a integrar as suas operações no Brasil a partir de 1º de março, com o mesmo número de vôos destinados a Rio Preto. Outras 18 cidades já estudadas também serão integradas, mas os nomes não foram revelados.

Rio Preto e Ribeirão Preto foram escolhidas para as duas primeiras cidades do plano de expansão da Azul “por terem um grande potencial para aviação comercial devido ao rápido crescimento que vêm apresentando nos últimos anos”, segundo o seu presidente, Pedro Janot.
“São municípios que dobraram o seu tamanho desde 1990 e possuem renda per capita elevada (em torno de R$ 17 mil no caso de Rio Preto), além de serem grandes pólos de abastecimento para outras cidades da região”.

Os ATR 72-600 têm 70 assentos duplos de couro com espaço de 79 cm entre as fileiras, medido na altura dos joelhos. As cabines de comando são equipadas com instrumen-tação totalmente digital. O interior apresenta bagageiros com maior capacidade e redução de ruídos em relação aos modelos hoje operados pela empresa. “Essas aeronaves operam em pistas curtas melhor que os jatos e consomem menos combustível”, ressalta o presidente David Neeleman, que pretende visitar Rio Preto “em breve”.

azul

Mercado

A Azul Linhas Aéreas Brasileiras começou a operar em 2009. Opera hoje com uma frota de 27 jatos composta por 10 Embraer 190 e 17 Embraer 195. Ocupa uma fatia de 7,3% do mercado nacional de transporte aéreo de passageiros. Em 2010, transportou 4,4 milhões de passageiros; em 2011, deverá transportar cerca de 9 milhões. Outros 12 jatos da Embraer também serão adicionados à frota este ano. A empresa possui 3 mil funcionários.

Segundo a Anac, a Azul foi a empresa que mais cresceu em 2010, fechando o ano com aumento de 103% na demanda por voos em relação a 2009. Por dois anos consecutivos, é considerada a empresa mais pontual no ranking de 17 companhias aéreas.

Seus diretores disseram ontem na coletiva que a empresa está próxima de gerar lucro pela primeira vez desde a fundação, o que só não aconteceu ainda, segundo ele, devido aos constantes investimentos na ampliação dos serviços.

Movimento cresceu 39%

A chegada da Azul a Rio Preto, em março, deverá aumentar o número de passageiros que embarcam e desembarcam no aeroporto Eribelto Manoel Reino que, no ano passado, acumulou movimento de 424.740 passageiros, o segundo maior movimento entre os aeroportos administrados pelo Departamento Aeroviário do Estado de São Paulo (Daesp).

O transporte de passageiros pelo aeroporto de Rio Preto em 2010 correspondeu a 23,69% do total do Estado, que fechou em 1.793.153. O maior movimento entre os 30 aeroportos administrados pelo departamento foi em Ribeiro Preto, que totalizou 677.768 pessoas. O total de passageiros transportados em 2010 foi 39% superior ao do ano anterior (303.466 pessoas).

O número de voos que operam no aeroporto local totalizou 20.216, quantidade 17% superior à de 2009, quando foram 17.278 voos, entre regulares e não. O volume de cargas transportadas pelo aeroporto somou 686.587 quilos, o que representa 21,3% a mais do que em 2009, quando foram transportados 565.980 quilos. Além da Azul, Rio Preto também conta com as companhias TAM, Trip, Passaredo e Pantanal. (Informações Diarioweb)

***


* Fique à vontade para dar a sua opinião, mas atenção: se ele não aparecer no mesmo dia é porque, com certeza, você não leu a nossa política de comentários. No momento, está sob moderação.

Assunto(s):

Leia também:

3 comentários

  1. Murilo Esteves disse:

    Ahhhhh eeeeee, finalmente Azul em Rio Preto, é uma das empresas com melhores preços e promoções, o bom é q vai brigar direto com a TAM, fazendo baixar os preços. O único problema é q vai operar com esse turboélice, mas já tá bom… hehehee

    Abraços,

    Murilo Esteves

  2. Tatiana disse:

    Concon… Maravilhosa notícia…Bons preços, mais opções de horários… enfim nossa região terá mais independência na escolha de vôos.

  3. Paulo disse:

    Alô empresários…venham voando pra Rio Preto. Cidade de grandes oportunidades!

Resposta para Murilo Esteves