Agora é a vez dos dragões invadirem o Riopreto Shopping

Publicado em 15 de maio de 2015 às 10h50
Atualizado em 15 de maio de 2015 às 10h57

Figuras fascinantes e mitológicas presentes em histórias clássicas, em filmes, no horóscopo e cultura chinesa, os Dragões fazem parte do imaginário de  pessoas de todas a idades. Toda a simbologia e crenças associadas à sua figura tem resistido ao longo dos séculos como um dos mitos mais famosos da  cultura popular.

dragos2

A partir desta sábado, dia 16 de maio, os clientes do Riopreto Shopping se  surpreenderão com essas impressionantes criaturas mitológicas que expelem  fogo pela boca e tem anatomia que mistura répteis com dinossauros.

O  Departamento de Marketing do Riopreto Shopping espera repetir o sucesso dos  eventos “Dinossauros” e “África Animais Selvagens” – que atraíram centenas de  milhares de visitantes no ano passado e neste ano.

Novidade no Brasil, “Dragões” traz para o centro de compras mais de 20  dragões robóticos, onde o público poderá visitar na Praça 3 de Eventos com um  cenário tematizado feito exclusivamente para esta exposição, reproduzindo o  suposto habitat dessas feras.

Um dos destaques é o assustador Big Dragon de 10 metros. O local ainda  contará com um estande que comercializará souvenirs para as crianças e  adultos levarem lembranças deste grande evento pra casa, dragões robotizados  que simulam caminhada onde as crianças poderão se divertir, e também uma cabine de Cinema 7D. dragos3

Durante esta viagem à mitologia grega, à cultura oriental e às histórias  fascinantes de livros e filmes, o público conhecerão as seguintes espécies:  Dragão Rei do Oceano; Dragão da Floresta; Dragão Borboleta; Dragão Hydra;  Dragão Esmeralda; Dragão dos Céus; Dragão Pedra; Dragão Ruby; Dragão Chama Negra; Dragão do Gelo; Dragão Chimera; Dragão de Prata; Dragão da  Água; Dragão Vulcão; Dragão de Ferro; Dragão Âmbar; Pequeno Dragão Roxo;  Pequeno Dragão de Fogo; Pequeno Dragão Azul.

Conheça os tipos de dragões da exposição:

  • Ocean Dragon Lord (Dragão Rei do Oceano), de nome científico Daedalus: era conhecido pela imponência entre os sete mares.
  • Forest Dragon (Dragão da Floresta), de nome científico Timaeus: segundo a mitologia, o dragão da floresta era a criatura mais sociável entre todas as espécies.
  • Butterfly Dragon (Dragão Borboleta), de nome científico Moonveil: de uma beleza hipnotizante, o Butterfly Dragon era ágil e muito arisco, além de apresentar temperamento explosivo.
  • Hydra Dragon (Dragão Hydra), de nome científico Chaos: além de famoso pelo sopro venenoso, a lenda diz que quando você corta uma das cabeças da Hydra, duas a mais vão crescer em seu lugar.
  • Emerald Dragon (Dragão Esmeralda), de nome científico Smaragdos: esta criatura era extremamente preciosa, pois acreditavam ser uma divindade.
  • Sky Dragon (Dragão dos Céus), de nome científico Slifer: segundo lenda européia, o Dragão dos Céus era a figura temida por todos.
  • Stone Dragon (Dragão Pedra), de nome científico Wyrm: o Dragão Pedra foi tão reverenciado na Grécia antiga que muitos arquitetos planejaram monumentos colossais em torno de estátuas que o representavam, elevando-os ao status de grande espiritual. Grandes túmulos, teatros e arenas foram construídos em torno de monumentos deste épico dragão.
  • Ruby Dragon (Dragão Ruby), de nome científico Burnia: como os demais dragões batizados com nomes de pedras preciosas, esta fera de cor avermelhada não podia se reproduzir.
  • Hyra Dragon (Dragão Chama Negra), de nome científico Darkblaze: na cultura chinesa antiga, o Dragão Chama Negra possuía um importante papel na previsão climática, pois era considerado como o responsável pelas chuvas. Assim, era comum associá-lo com a água e com a fertilidade nos campos, criando uma imagem bastante positiva para ele, mesmo que ainda fosse capaz de causar muita destruição quando enfurecido, criando grandes tempestades.
  • Ice Dragon (Dragão Do Gelo), de nome cientifico Heilos: este dragão é um dos mais poderosos dentro das lendas. Na modernidade, os dragões se tornaram um símbolo atrativo para a juventude. São criaturas poderosas que dão a ideia de força e controle, ao mesmo tempo que a capacidade de voar remete à ideia de liberdade.
  • Chimera Dragon (Dragão Chimera), de nome científico Bahamut: o Dragão Chimera foi, de acordo com a mitologia grega, um cuspidor de fogo monstruoso híbrido, composto por cabeças de mais de um animal. Geralmente descrito como um leão, com uma cabeça semelhante à de uma cabra partindo de seu dorso, e uma longa cauda em cuja ponta há ainda uma cabeça de cobra.
  • Silver Dragon (Dragão de Prata), de nome científico Edra: na mitologia de vários países orientais, como o Japão e a China, esses dragões representam poder, sabedoria e força dos campos celeste e terrestre. Eles residem em água e podem trazer riqueza e boa sorte.
  • Water Dragon (Dragão da Água), de nome científico Wyvern: segundo a mitologia era uma divindade da água, poderosa e trazia bons fluidos. Este dragão, de acordo com as crenças chinesas, foi um dos quatro animais sagrados convocados por Pan Ku (o deus criador) para participarem na criação do mundo. Sua representação no Oriente é um misto de vários animais místicos, possui características como olhos de tigre, corpo de serpente, patas de águia, chifres de veado, orelhas de boi e bigodes de carpa, entre outras. Ele representa a energia do fogo, que destrói, mas também permite o nascimento do novo, a transformação.
  • Volcanic Dragon (Dragão Vulcão), de nome científico Halgaer: aterrorizante, esta criatura cospe fogo aos quatro ventos. Este dragão europeu está representado por um enorme corpo de couro, quatro pernas escamosas, asas de morcego emergentes da parte de trás e as garras curvas.
  • Iron Dragon (Dragão de Ferro), de nome científico Alphais: um dos dragões mais raros, de característica enérgica e decisiva. Esta criatura é fonte de inspiração para cartunistas e designers de todo o mundo.
  • Amber Dragon (Dragão Âmbar), de nome científico Belmos: este dragão tem em seu poder o eclipse para atacar seus inimigos. Ao lançar fogo, a luz é feita para ser devorado trazendo um Eclipse Eterno.
  • Small Purple Dragon (Pequeno Dragão Roxo): dragões roxos, também conhecidos como dragões profundos, são possivelmente os menos conhecidos. A maioria das pessoas não tem conhecimento da existência de dragões roxos. Muitos daqueles que já ouviram falar de dragões roxos descartam essas histórias como mito ou equívoco. Afinal de contas, na escuridão abaixo da terra, quem pode dizer se escamas de um dragão são roxo ou preto?
  • Small Fire Dragon (Pequeno Dragão de Fogo): ele tem fama pela sua popularidade. Está nas grandes lendas por ter característica competitiva, além de ser ambicioso e mal humorado. Este dragão, ao ter um mestre, torna-se melhor pois aprende a se comunicar sem utilizar sua força.
  • Small Blue Dragon (Pequeno Dragão Azul): o azul é uma cor comum para serpentes do mar. Dragões azuis de luz representam a imensidão do céu e do voo, enquanto os dragões azuis escuros representam ainda, águas profundas. Dragões azuis são criaturas altamente protetoras e mágicas. Os dragões chineses azuis são os mais puros entre as cores. Eles são um grande símbolo da cultura oriental.

dragos1

Serviço:

“Dragões”

Data: 16 de maio a 15 de junho.

Horário: de 10h às 22h (de segunda a sábado) e de 12h às 20h (aos domingos e feriados)

Local: Riopreto Shopping – avenida Faria Lima

Quanto: Gratuito, com exceção de cinema 7D e simulador no valor de R$ 10.

Assunto(s):

Leia também:

Faça um comentário