Zé das Pedras pergunta: “Cadê os que estavam ajudando a UEUO? Acordem, estudantes…”

Publicado em 06 de outubro de 2009 às 1h08
Atualizado em 02 de dezembro de 2009 às 22h17

O vereador olimpiense José Elias Morais (PMDB), 1° secretário da Câmara Municipal, fez um discurso contundente na sessão de ontem, segunda-feira (5). Ele perguntou onde estão os políticos que ‘estavam ajudando’ a União dos Estudantes Universitários de Olímpia (UEUO), já que agora a instituição está praticamente desestruturada, na ilegalidade e com denúncias de má gestão e desvio de dinheiro público (veja tópicos relacionados quando você ‘continuar lendo’…).

Zé das Pedras, como é conhecido, com certeza se referia ao presidente da Câmara (e ex da entidade) Hilário Ruiz (PT) uma vez que, na reunião com o prefeito Geninho Zuliani (DEM), para resolver o impasse da subvenção bloqueada justamente pelo esfacelamento da UEUO, o próprio Hilário confessou e revelou fatos onde ‘ele estava junto’, como na cata de membros para a eleição que está sob suspeita na Justiça e sem legitimidade até hoje (vai completar um ano em dezembro).

Ouça a Rádio Blog e acompanhe o raciocínio do vereador peemedebista.

Assunto(s): ,

Leia também:

9 comentários

  1. Bia Fernandes disse:

    Aproveitando o embalo que escrevi para elogiar o Blog do Leo e a homenagem que ele recebeu, no post anterior, vou concordar com o vereador, embora não votei nele, mas sou universitária e sei o quanto ele está certíssimo.

    Parabéns, vereador. Continue assim, cada vez mais admiramos mais o seu trabalho.

  2. Pedro Souza disse:

    Querem acabar com a UEUO e ainda são demagogos, o jornalista do estádio atacou o josé elias hoje, parecia um louco.

    aproveito pra mandar um abraço pro ***

    ____

    Pedro: nada a ver o abraço…rs…

  3. Lucio disse:

    O Vereador tem razão, que União que é esta que esta com desvio de dinheiro (público), vergonha total, ai usaram hoje a radio do Carneiro para detonar o vereador Zé das Pedras a pedido do Hilário, resta alguma dúvida…?

    • Lúcio, eu penso diferente. Tá certo que o olimpiense gosta de ‘apimentar’ os comentários jogando os desafetos, ou adversários, na fogueira…ehehe… mas, desta vez, houve excessos de ambas as partes. Do vereador e do radialista. Só acho que, nesse embate, o radialista poderá perder. Tô sabendo que vem aí uma representação e tanto. O vereador não rotulou ninguém e, exageros à parte, fez um desabafo que poderia até ‘passar batido’. O radialista foi fundo em acusações de invasão de casas da CDHU, Cristo etc e tal. Sei não, Lúcio, isso vai feder.
      Pelo amor de Deus, Lúcio.. não me joga no rolo colocando Hilário no meio.. No fundo, Hilário deve ter gostado hoje da braveza de Márcio, mas não teve culpa nesse episódio.
      Aliás, estranhamente, ficou quieto demais quando o assunto foi.. U-E-U-O…
      Abraços.

  4. Pedro Souza disse:

    Pra mim o “radialista” chamou o Zé das Pedras de ladrão, eu entendi que ele disse que o zé roubou o povo com a história do cristo, isso da um processo, apesar que cada besteira que a radio falar, tomar um processo, eles vão tomar uns 5 na cabeça por dia, porque só falam besteiras e mentiras.

  5. Pedro Souza disse:

    Pra mim o radialista chamou o zé das pedras de laddrão, ele disse que o povo foi roubado pelo vereador na historia do cristo. Isso da processo

  6. Miriam disse:

    O veredor Zé das Pedras ataca a UEUO pois tem interesse em criar sua prórpia União dos Estudantes na cidade de Olímpia, mas qual será seu verdadeiro interesse….. o que ele fez até agora pelos estudantes da cidade ?????

    • Eu acompanho o vereador há 12 anos e nunca soube que queira montar uma entidade similar, mesmo porque como a UEUO não tem sentido ter outra. Muito embora, o ano passado, e o vereador teve razão em reclamar, a gestão foi péssima e arrasou a entidade, tanto que, se não legalizar corre até sérios riscos.

      A crítica é salutar. Naquele momento, eu também dei razão ao vereador. Agora, se ele quer montar outra entidade, só o tempo dirá…rs.

      Abs Míriam…

      Aliás, passado é passado.. Os tempos são outros. Quem vive de passado é museu, não os estudantes e a sua entidade, hoje revigorada.

Faça um comentário