Vereadores de Olímpia não querem mais recesso de julho

Publicado em 08 de julho de 2015 às 9h16
Atualizado em 08 de julho de 2015 às 9h20

Os vereadores de Olímpia poderão não mais usufruir mais as férias de julho, através do expediente do recesso legislativo. É que, por iniciativa do presidente Luiz Salata (PP), está sendo proposta alteração na Lei Orgânica do Município a fim de formalizar essa iniciativa. Na sessão extraordinária de anteontem, segunda-feira (6).

salata

A mudança já foi votada e aprovada em primeira votação, ficando para ser referendada na próxima sessão, dia 13, onde será votada pela segunda vez e subirá à sanção do prefeito Geninho.

Segundo Salata, “este é mais um passo importante de nossa gestão, é um avanço que já havia sido feito no ano passado pelo ex-presidente da Câmara Beto Puttini, mas que, por um lapso, não foi feita a modificação na lei Orgânica.

Salata justifica o fim do recesso como necessidade moral perante a população  que não vive a realidade de três férias por ano ” assim o final do recesso de julho é uma resposta ao verdadeiro clamor popular”, disse.

Por outro lado, a medida tem outro beneficio que é o de evitar a paralisação administrativa do parlamento que ocorria durante os recessos parlamentares. “É inaceitável que a casa do povo feche ao meio dia durante um mês, com o final do recesso a população terá acesso aos seu parlamentar e pleitear suas demandas”, concluiu Salata.

Assunto(s):

Leia também:

Faça um comentário