Tucanos elegem mais deputados federais por São Paulo

Publicado em 06 de outubro de 2014 às 12h20
Atualizado em 06 de outubro de 2014 às 12h27

Além de reeleger o governador Geraldo Alckmin, escolher o também tucano José Serra para senador e dar à Aécio Neves uma votação expressiva, o estado de São Paulo deu ao PSDB o posto de partido com mais representantes do estado na Câmara dos Deputados. Serão 14 legisladores, quatro a mais do que o segundo colocado, o PT, que terá 10.

rodrigo

Curiosamente, os partidos não aparecem entre os três primeiros deputados eleitos com o maior número de votos absolutos. Celso Russomano, do PRB, foi o campeão no estado, com 1.524.361 milhões de votos.

Em segundo ficou Tiririca (PR), com 1.016.796, e, em terceiro, Pastor Feliciano (PSC), com 398.087. Apenas o quarto colocado, Bruno Covas, é do PSDB. Ele teve 352.708. Já o petista mais votado foi o ex-presidente do Corinthians, Andres Sanchez, com 169.834 votos.

Algumas figuras carimbadas da política nacional, por outro lado, não conseguiram se reeleger. Foi o caso do presidente nacional do PPS, Roberto Freire, que teve 62.823 votos.

Já candidatos de outros partidos com menos votos conseguiram se eleger, casos do ex-prefeito de Santos, Beto Mansur com 31.301 votos, e Fausto Pinato, 22.097 votos.

Ambos são do PRB e foram ajudados pela boa votação de Celso Russomano. Isso porque a legislação eleitoral brasileira determina que os votos obtidos pelo candidato entram na soma total do partido para determinar o número de cadeiras a que a legenda terá direito.

No total o PRB terá direito a oito cadeiras. O PR, de Tiririca, ficou com seis, o PSD, com 5, o DEM e o PSB ficaram com quatro cadeiras cada um; o PSC e o PV com três, PMDB, PP, PPS e PTB terão direito a duas cadeiras; e PCdoB, PDT, PSOL, PTN e Solidariedade, com uma. O representante do partido Solidariedade será Paulinho da Força.

Veja abaixo a lista dos deputados federais eleitos em São Paulo por ordem de número de votos:

Celso Russomanno (PRB) 1.524.361 votos
Tiririca (PR) – 1.016.796 votos
Pastor Marco Feliciano (PSC) – 398.087
Bruno Covas (PSDB) – 352.708
Rodrigo Garcia (DEM) – 336.151
Carlos Sampaio (PSDB) – 295.623 votos
Duarte Nogueira (PSDB) – 254.051 votos
Ricardo Trípoli (PSDB) – 233.806 votos
Samuel Moreira (PSDB) – 227.210 votos
Paulinho da Força (SD) – 227.186 votos
Baleia Rossi (PMDB) – 208.352 votos
Eduardo Cury (PSDB) – 185.638 votos
Marcio Alvino (PR) – 179.950 votos
Major Olimpio Gomes (PDT) 179.196 votos
Jorge Tadeu (DEM) – 178.771 votos
Bruna Furlan (PSDB) – 178.606 votos
Luiza Erundina (PSB) – 177.279 votos
Vitor Lippi (PSDB) – 176.153 votos
Silvio Torres (PSDB) – 175.310 votos
Andres Sanchez (PT) – 169.834 votos
Ivan Valente (PSOL) – 168.928 votos
Miguel Haddad (PSDB) – 168.278 votos
Alex Manente (PPS) – 164.760 votos
Jefferson Campos (PSD) – 161.790 votos
Guilherme Mussi (PP) – 156.297 votos
Arnaldo Jardim (PPS) – 155.278 votos
Mara Gabrilli (PSDB) – 155.143 votos
Missionário José Olímpio (PP) – 154.597 votos
Vanderlei Macris (PSDB) – 148.449 votos
Zarattini (PT) – 138.286 votos
Antonio Bulhões (PRB) – 137.939 votos
Arlindo Chinaglia (PT) – 135772 votos
Eli Corrêa Filho (DEM) – 134.138 votos
Roberto Alves (PRB) – 130.516 votos
Ana Perugini (PT) – 121.681 votos
Gilberto Nascimento (PSC) – 120.044 votos
Vicente Cândido (PT) – 117.652 votos
Papa (PSDB) – 117.590 votos
Milton Monti (PR) – 115.942 votos
Floriano Pesaro (PSDB) – 113.949 votos
Ricardo Izar (PSD) – 113.547 votos
Arnaldo Faria de Sá (PTB) – 112.940
Edinho Araújo (PMDB) – 112.780
Nelson Marquezelli (PTB) – 112.711 votos
Paulo Teixeira  (PT) 111.301 votos
Paulo Freire (PR) – 111.300 votos
Alexandre Leite (DEM) – 109.708 votos
Evandro Gussi (PV) – 109.591 votos
Luiz Lauro Filho (PSB) – 105.247 votos
Ota (PSB) – 102.963 votos
Nilto Tatto (PT) – 101.196 votos
Herculano Passos (PSD) – 92.583 votos
Goulart (PSD) – 92.546 votos
Orlando Silva – (PC do B) – 90.641 votos
Flavinho (PSB) – 90.437 votos
Vicentinho (PT) – 89.001 votos
Walter Ihoshi (PSD) – 88.070 votos
Renata Abreu (PTN) – 86.647 votos
Valmir Prascidelli (PT) – 84.419 votos
José Mentor (PT) – 82.368 votos
Eduardo Bolsonaro (PSC) – 82.224 votos
Vinicius Carvalho (PRB) – 80.643 votos
Roberto de Lucena (PV) – 67.191 votos
Dr. Sinval Malheiros (PV) – 59.362  votos
Capitão Augusto (PR) – 46.905 votos
Sergio Reis (PRB) – 45.330 votos
Miguel Lombardi (PR) – 32.080 votos
Beto Mansur (PRB) – 31.301 votos
Marcelo Squasoni (PRB) – 30.315  votos
Fausto Pinato (PRB) – 22.097 votos

Fonte: G1

Assunto(s):

Leia também:

Faça um comentário