Radialista rebate vereador com acusações graves contra a sua moral e honra

Publicado em 07 de outubro de 2009 às 16h54
Atualizado em 02 de dezembro de 2009 às 22h17

Márcio Matheus na Câmara

Márcio Matheus na Câmara

O radialista Márcio Matheus, da Rádio Menina AM 720 de Olímpia, fez uma ‘defesa’ na emissora, ontem, que poderá resultar em processo de calúnia, difamação e injúria.

A pretexto de se defender de uma provável acusação que o vereador, primeiro secretário, José Elias Morais, o Zé das Pedras (PMDB), fez da tribuna legislativa na sessão ordinária de anteontem (segunda, 5), Matheus se descontrolou e, segundo operadores do Direito consultados, foi além da ética e do profissionalismo que rege a sua profissão, esquecendo-se, inclusive, dos preceitos básicos da educação e até da diplomacia que regem os canais da política com a imprensa.

Apesar de Zé das Pedras não citar o seu nome, o radialista, como se diz popularmente, ‘vestiu a carapuça’ e desferiu um virulento ataque. O vereador se queixou de ter levado a pecha de ‘demagogo’ numa informação veiculada, semana passada, acerca da União dos Estudantes Universitários de Olímpia (UEUO), e também fez um discurso irritado, mas sem citar nomes ou fazer denúncias nas entrelinhas, ao contrário do que rebateu Márcio Matheus.

PROVIDÊNCIAS AO PRESIDENTE

O vereador Zé das Pedras estranhou “tamanha braveza do profissional do rádio, que tinha me prometido mostrar que ele não tinha dito que eu era demagogo, na questão dos universitários da UEUO, embora o seu comentário duvidando de minha atuação dá na mesma, se disse ou não, porque ele sempre faz comentários desse tipo o tempo todo, basta ver o seu comportamento durante as eleições passadas quando, por conta disso, a juíza tirou a rádio do ar justamente no dia da eleição, sem contar que chamou várias vezes o então candidato, hoje prefeito eleito, de caloteiro e outros adjetivos contra sua moral e honra”.O primeiro secretário da Mesa Diretora disse que irá “tomar as devidas providências judiciais, porque ele não se limitou a provar, de forma educada, ética e profissional, diante de um poderoso instrumento de comunicação instantânea de massa, que eu estava errado. No mínimo, deveria agir com respeito. Embora irritado, eu não citei o seu nome, mas conheço bem os seus métodos de trabalho, ele primeiro atira, depois pergunta, gosta de acusar os outros, fazer gracinhas, bancar o locutor machão, agora terá de ser tudo isso perante o juiz”.”Eu vou exigir do presidente da Câmara, Hilário Ruiz, que abra um procedimento contra esse ataque do radialista”, acrescentou o vereador peemedebista. Segundo ele, “se houve exagero na informação que recebi, se eu errei, bastava me desculpar na tribuna e ponto final, embora os seus comentários, dando risadinhas quando se referiu à emenda à UEUO e à minha atuação junto aos estudantes, me desmentindo, dá na mesma proporção da demagogia, citada ou não, e com esse ataque parecendo um cão raivoso que fugiu da coleira não tem outra saída a não ser processá-lo e exigir providências da Mesa“.Ouça agora, na Rádio Blog, toda essa discussão na íntegra:

Assunto(s): , ,

Leia também:

1 comentário

  1. Cesar Garcia disse:

    Nossa, o marcio humilhou o zé das pedras, ficou feio pro zé, a cidade inteira está comentando a historia do cristo.

Resposta para Cesar Garcia