Prefeito de Hortolândia encontra ‘outra Olímpia’ ao retornar desde 2008: “É uma revolução. Uma reconstrução”

Publicado em 14 de maio de 2010 às 21h01
Atualizado em 14 de maio de 2010 às 21h08

* O prefeito de Hortolândia, Ângelo Perugini (PT), desabafou ao Blog: “Não sei como um prefeito, tão jovem, em tão pouco tempo, fez tanto pela cidade”.

Ele esteve no final de 2008 e, a convite do prefeito Geninho Zuliani (DEM), seu particular amigo, inclusive companheiro de viagem à Paris na Feira Pollutec de Meio Ambiente, no ano passado, retornou à cidade para recepcionar o senador e candidato a pré-candidato ao governo paulista Aloizio Mercadante.

DSC04836Parece que a cidade está sendo reconstruída. Tudo é novo, bem feito e conservado, bem cuidado, não vejo tamanho zelo e empreendedorismo como encontrei em Olímpia”, disse Perugini ao Blog, durante o almoço na cidade, antes da recepção ao senador petista. “O prefeito Geninho está de parabéns, a cidade é outra daquela que encontrei no final de 2008, fui bem recebido por onde andei, inclusive no Thermas dos Laranjais, grande ícone do turismo, vi a preocupação com a terceira idade, a saúde pública e o meio ambiente”.

DSC04834

Em companhia de Geninho, o prefeito de Hortolândia conheceu algumas das obras do atual governo municipal, como da UPA (Unidade de Pronto Atendimento), CRI (Centro de Referência do Idoso), Ginásio de Esportes, duplicação da Av. Harry Giannechini, e até os novos banheiros da Estação Rodoviária. “Confesso que nunca vi nada igual. Dizem que conhecendo os banheiros se tem a impressão do resto do conjunto, e estou mesmo surpreso com tamanha limpeza e cuidado”, disse Perugini, que, inclusive, trocou impressões com transeuntes e motoristas de táxi e de ônibus no local.

O prefeito petista veio no final de 2008, a eleição municipal já tinha definido Geninho como candidato eleito, derrotando o situacionismo de oito anos do PMDB, e confessa que ficou surpreso com o que reencontrou: “Parece que a cidade mudou de lugar. A cidade é outra. Encontrei canteiros bonitos, bem cuidados, inúmeras obras em andamento, a recuperação da praça central, posto de saúde sendo construído, a avenida central (Aurora Forti Neves) toda recuperada com área de lazer para idosos, semáforos, eu vi uma revolução na cidade, estou entusiasmado e apreendendo com o Geninho”.

E, arrematou: “Não sei como um prefeito, tão jovem, em tão pouco tempo, fez tanto pela cidade”.

FAMÍLIA DE POLÍTICOS

Ao ser questionado sobre sua carreira política e se na família somente ele estaria na vida pública, Ângelo Perugini respondeu, brincando: “Parece até engraçado dizer isso: tenho um irmão que é prefeito no Sul de Minas, em Pouso Alegre. Minha esposa, Ana Perugini, é deputada estadual, também pelo PT. Ela tinha sido minha vereadora, já que venho em segundo mandato em Hortolândia e, em 2006, ela saiu candidata a deputada e ganhou. Agora ela disputa a reeleição. E tenho uma irmã que foi vereadora, um irmão que é secretário no Estado de Minas, e a minha filha, que eu não queria que se envolvesse com política, atualmente é vice-presidente do PT, tem 18 anos e está muito envolvida”.

Perugini destacou que não há a preocupação de ‘fazer carreira política’: “Não, nada disso. A política tem de ser um dom, fazer por altruísmo, como faz o Geninho aqui em Olímpia, que pensa em sua cidade 24 horas, respira e vive a política para o bem comum”.

RÁDIO BLOG

Ouça a íntegra da entrevista com o prefeito Ângelo Perugini na Rádio Blog, inclusive abordando o cenário estadual, nacional e outros temas:

Audio clip: Adobe Flash Player (version 9 or above) is required to play this audio clip. Download the latest version here. You also need to have JavaScript enabled in your browser.

Assunto(s):

Leia também:

1 comentário

  1. Luiz Augusto da Silva disse:

    Exmo Sr Prefeito, Angêlo Perugini, permita-me:

    Este prefeito tão jovem, com experiência e capacidade,
    Em tão pouco tempo, exercendo a democracia com responsabilidade;
    É assim que consegue: muito fazer pela nossa cidade,
    Que a êle é confiada pelo voto de credibilidade.

    Quem “ontem” passou por olímpia;… ” hoje” ao revê-la pensa: será que errei o caminho? Entretanto, conclui: não…não errei ! Houve uma mudança… a cidade mudou da água para o vinho…Gerenciada, com cidadania, pelo prefeito Geninho. Claro ! Bem assessorado, pois ninguém faz nada sózinho.

    “Mitologicamente”, Olímpia ressurgiu das cinzas.

    Respeitosos cumprimentos, do poeta olimpiense,

    Luiz Augusto da Silva

Faça um comentário