Manifestação em Olímpia reúne 1% da população nas praças centrais

Publicado em 15 de março de 2015 às 21h01
Atualizado em 15 de março de 2015 às 21h30

Timidamente, aos poucos foram chegando mais e mais olimpienses na Praça Rui Barbosa a partir das 16h, neste domingo, 15 de Março, dia de manifestações em quase todo o País em defesa da democracia, contra a corrupção e, em sua maioria, contra o PT e o governo Dilma Rousseff. São Pedro colaborou com o tempo e não choveu, apesar do céu nublado.

Nenhuma liderança classista esteve presente, e apenas um político com mandato, o vereador Marco Antônio Parolim de Carvalho. “Está presente apenas a nata da sociedade”, disse uma das participantes. Ninguém do PT ou daqueles que sempre motivam e participam de protestos em Olímpia. Nem mesmo, prejudicados com o Fies 2015, se deram ao trabalho de protestarem.

Uma caixa de som foi montada no poste de força e as pessoas se concentraram ao da Prefeitura. Na organização, pelo menos informalmente, a médica Maura Troncoso José, o empresário Octávio Sacchetim e Josias de Andrade, da Pousada Oasis. A Polícia Militar deu apoio com três viaturas.

Calcula-se que pelo menos 500 pessoas participaram da manifestação. Após breves discursos de Sacchetim, Maura e Josias, E a entoação do Hino Nacional, deram uma volta ao redor das praças centrais, após acordo com a PM, já que o evento não previa  passeatas. Apenas um cartaz foi notado.

Josias motivava as pessoas com palavras de ordem contra o PT e Dilma, além de coros contra a corrupção.

Após a passeata, quem estava de carro partiu para um tímido buzinaço na Avenida Aurora Forti Neves.

GALERIA DE FOTOS

Clique na imagem abaixo e confira as demais fotos destas cobertura jornalística:

Assunto(s):

4 comentários

  1. junior fabrini disse:

    nota-se uma certa má vontade do editor na reportagem. atrapalhou seu descanso de domingo?

  2. Ivair disse:

    Acredito que nesta manifestação faltaram alguns ingredientes fundamentais: whisky, caviar e coxinha.

  3. paulo disse:

    Parabéns ao pessoal de Olimpia,vi na reportagem que foram poucas pessoas mas antes pouco do que nada. Aqui em Severinia não houve manifestação alguma mas se tivesse sorvete e pipoca na praça creio que muitos estariam lá(na praça) .

Faça um comentário