José Serra assina com Geninho e Sebrae-SP ações em favor das microempresas

Publicado em 23 de outubro de 2013 às 22h05
Atualizado em 23 de outubro de 2013 às 22h15

A visita do ex-governador José Serra foi uma surpresa na tarde do primeiro dia no VII Congresso da AMA, no Thermas dos Laranjais, em Olímpia, sendo recebido pelo presidente da entidade, prefeito Geninho Zuliani. Fotos Cristiane Gracindo

serra-capa

Ele falou rapidamente ao público sobre a importância desse tipo de encontro e em como cada gestor municipal fica fortalecido ao participar dos debates. Serra também lembrou da época em que foi ministro da Saúde e em como lutou para melhorar os repasses federais, mas ele admitiu que esta balança precisa ser mais e mais equilibrada.

DSC_7261

Por fim, o ex-governador foi a testemunha de um protocolo de intenções assinado pelo presidente da AMA, Geninho Zuliani, e o SEBRAE-SP, na figura do diretor superintendente Bruno Caetano. O documento propõe um serviço de apoio às micro e pequenas empresas com a regulamentação e a implementação da Lei Geral das microempresas, entre uma série de futuras ações.

DSC_7299

SERRA E O ‘CARTEL DE LIBRA’

O ex-governador usou a palavra cartel para se referir à ausência de concorrentes no leilão do campo de Libra do pré-sal, comandado pelo governo federal na segunda-feira (21). Ele também criticou a condução do governo na concorrência e disse que o pronunciamento da presidente Dilma Rousseff em cadeia de TV e rádio teve objetivo apenas "publicitário".

"Leilão implica concorrência. Não teve concorrência, teve um participante só", disse. "Na verdade, o que houve aí [leilão] foi para atender um cartel que eles mesmos [governo federal] organizaram", afirmou, a jornalistas, após discursar no 7º Congresso de Municípios do Noroeste Paulista realizado pela AMA (Associação dos Municípios da Araraquarense).

DSC_7313

Também nesta quarta-feira, o governador de São Paulo, Geraldo Alckmin (PSDB), se posicionou sobre o leilão. Porém, sua opinião foi diferente da declarada por Serra. Ele disse que o leilão de Libra foi um avanço. Já o senador Aécio Neves (PSDB-MG), provável adversário da presidente Dilma Rousseff nas eleições de 2014, considerou o leilão um fracasso.

Perguntado por jornalistas sobre o termo cartel, Serra afirmou que a palavra foi usada para expressar a formação de um grupo econômico, segundo ele, sem relação criminal ou comparação com a denúncia de formação de cartel liderada pela Siemens no caso dos trens da CPTM (Companhia Paulista de Trens Metropolitanos).

DSC_7315

"É uma denominação geral. O Brasil está cheio de cartel: dos bancos, fornecedores, da imprensa", disse. "Foi uma confusão [leilão] como nunca vi na vida, com um único objetivo, publicitário, de confundir as pessoas uma vez que o leilão fracassou", completou.

Ele afirmou que refez as contas apresentadas pela presidente Dilma Rousseff sobre as receitas da exploração do petróleo e que o percentual cai de 85% para 75%. "Enfim, foi uma grande salada russa com números, com a manipulação para conquistar votos. Dá 75% na melhor das hipóteses", disse.

CRÍTICAS À SAÚDE

Serra, que foi ministro da Saúde no governo FHC, também criticou o financiamento dos serviços de saúde feito pelo governo federal aos municípios brasileiros. Disse que desde 2002 a União reduziu sua participação de 53% para 45% nos custos com a saúde de Estados e municípios.

DSC_7287

O tucano afirmou que ações como as UPAs (Unidades de Pronto Atendimento) recebem apenas dinheiro do governo federal para a construção, ficando grande parte dos encargos sob responsabilidade dos municípios. Segundo ele, as UPAs são uma cópia das AMAs (Assistência Médica Ambulatorial).

Ainda segundo ele, o governo federal faz "generosidade com metade do chapéu alheio", em referência as isenções tributárias, como de IPI (Imposto sobre Produtos Industrializados), que impactam nos cofres municipais por causa da redução no FPM (Fundo de Participação dos Municípios). – Com Folha de S.Paulo (Ribeirão)

GALERIA DE FOTOS

Clique na imagem abaixo e confira a galeria de imagens:

FLICKR-JOSE-SERRA

Assunto(s):

Leia também:

3 comentários

  1. Jader disse:

    Pelo visto Serra foi a estrela do Evento. Roubou a cena. Chegou de surpresa e viajou “na janelinha”.

  2. Mario disse:

    Censura no Blog? Que coisa feia…escrevi um comentário que é verdade e não publicou.

    O que o Serra é para assinar papel em favor de microempresas? Qual o cargo dele?

    Um cometa que aparece de 04 em 04 anos.

    • Leonardo Concon disse:

      Aprovei para responder:
      1. O senhor não é dono da Verdade.
      2. Aqui não é mais blog (blog é apenas uma página). O site é um Portal de Notícias, com várias páginas, categorias etc.
      3. O responsável sou eu. Dependendo da sua verdade, eu posso levar um processo e o senhor, com o seu email FALSO, poderá tirar o seu da reta.
      4. Como frisei, o seu email é falso, daí, todos os emails falsos são recusados, apesar da sua… argh… verdade.
      5. Quando ao José Serra, eu o respeito como político importante do País. Ele foi testemunha do acordo entre a AMA e o Sebrae-SP.
      Apareça sempre… com o seu email verdadeiro, já detectado pelo seu IP.

Faça um comentário