Geninho institui auxílio alimentação de R$ 104 aos servidores e determina percentual da assiduidade

Publicado em 05 de maio de 2015 às 11h32
Atualizado em 05 de maio de 2015 às 11h44

A Câmara Municipal de Olímpia aprovou na noite de ontem, segunda-feira (4), dois projetos de lei de autoria do prefeito Geninho Zuliani (DEM), que beneficiam o funcionalismo municipal, seja da administração direta ou da indireta. Agora, ambos irão para a sanção do prefeito.

geninho

Um deles acrescenta um parágrafo à legislação pertinente à gratificação por assiduidade, em seu artigo 2º, ou seja: “O reajuste da Gratificação por Assiduidade será concedido no mesmo índice percentual do reajuste anual dos servidores públicos municipais”.

E, outro, dispõe sobre o Auxílio Alimentação aos servidores ativos da administração direta e indireta no valor de R$ 104.

Contudo, segundo o projeto de lei, esse auxílio não será incorporado cumulativamente aos vencimentos dos servidores públicos ativos. Essa lei entra em vigor, retroativo, a 1º de maio passado.

Assunto(s): ,

Leia também:

Faça um comentário