Empresário italiano da Italcabos e Villa Itália receberá Cidadania na quinta-feira

Publicado em 04 de fevereiro de 2014 às 11h13
Atualizado em 04 de fevereiro de 2014 às 11h15

O empresário Franco Battista Cozzo receberá, nesta quinta-feira (6), às 20h, em sessão solene na Câmara Municipal, o título de Cidadão Honorário de Olímpia. Empresário italiano, veio para Olímpia, em 1998, fundar a Italcabos, empresa voltada para a fabricação de fios e cabos elétricos, no antigo prédio da Ceagesp que, finalmente, após 15 de imbróglio jurídico, a atual administração municipal conseguiu doar a escritura definitiva para a empresa que é uma das primeiras no ranking da balança comercial da cidade.

Beto-e-Cozzo

A autoria da homenagem, através de decreto legislativo aprovado na sessão ordinária de ontem, a primeira de 2014, é do presidente, vereador Beto Puttini (PTB).

ITALCABOS

Sempre acreditando no potencial de Olímpia, Franco Cozzo continua investindo, agora no setor turístico com a inauguração do Hotel Lazer Villa Itália.

DSC_0305

DSC_0309

A ITALCABOS

Baseado na experiência de Franco Cozzo e na responsabilidade de sua equipe técnica, a empresa é dotada da mais moderna tecnologia para a fabricação de seus produtos, com capacidade para processar cerca de mil toneladas mensais de produtos acabados.

Desta forma, a Italcabos possui condições para atender as mais rígidas normas internacionais de fabricação de fios e cabos elétricos, com a presença garantida nos setores automobilísticos, eletrodomésticos, industriais, máquinas e equipamentos.

DSC_0262

A Italcabos possui importantes parcerias com grandes empresas brasileiras e internacionais, que a credencia e permite deslumbrar um futuro promissor como fornecedor de fios e cabos elétricos para nossos parceiros.

VÍDEO INSTITUCIONAL ITALCABOS

IMBRÓGLIO RESOLVIDO

O presidente da CEAGESP – Companhia de Entrepostos e Armazéns Gerais de São Paulo, Mário Maurici de Lima Morais esteve em Olímpia no final de junho de 2011, para assinar com a Prefeitura e com a Italcabos, do empresário Franco Cozzo, a escritura do terreno onde está localizada a empresa e colocar um ponto final na história que se arrastava por 15 anos.

DSC_0298

Depois de várias idas para São Paulo, o prefeito Geninho Zuliani (DEM), conseguiu com que a escritura do prédio ficasse para a Italcabos. Cozzo ameaçou retirar a Italcabos de Olímpia e transferir a unidade para Pernambuco (veja foto abaixo com o diagrama da futura instalação, que não se concretizou com a solução do problema).

DSC_0348

A história começou em meados de 1998, quando foi feita uma licitação para implantação de uma unidade industrial, que é a Italcabos, e na época foi utilizado este prédio que é de propriedade da CEAGESP. Com esta licitação as administrações anteriores não pagaram e isso foi rolando no tempo e através de um grande trabalho da prefeitura, com ajuda de deputados, entre outros fatores, chegou-se a um denominador comum com a CEAGESP, equacionando com a troca de garantias entre a CEAGESP, Italcabos e prefeitura e ajustar o valor da dívida parcelado dentro da administração atual.

Assunto(s):

Leia também:

Faça um comentário