Vigia é encontrado enforcado dentro da Serglez na manhã de hoje

Publicado em 08 de dezembro de 2014 às 12h52
Atualizado em 08 de dezembro de 2014 às 13h11

Um jovem de 21 anos foi encontrado enforcado dentro da empresa de confecções Serglez, atualmente gerenciada por um ‘pool’ de costureiras, ex-funcionárias, no Distrito Industrial-1, às 7h21 desta segunda-feira (8).

Trata-se de William Benevides de Souza morador no bairro São José. Era conhecido por Torresmo ou Pelé, jamais Neguinho, foi apressadamente noticiado.

Os policiais militares cabo Rubens e soldado Casemiro foram ao local e constataram que a vítima estava dependurada por um fio de computador no pescoço e já sem vida.

Uma testemunha, de primeiro nome Marcelo, informou que era o primeiro dia em que William ficou de serviço como vigia, como teste, e que possivelmente iria para outra função, já que ele trabalhava na empresa havia três meses e que, ao assumir o posto às 19h de ontem, domingo (7), deparou com a empresa aberta, mas não encontrou o vigia.

Somente hoje pela manhã William foi encontrado, dependurado.

No local, compareceu o perito Luís Carlos e o fotógrafo Saloio. Os pertences da vítima foram entregues à testemunha Celisa.

O corpo foi retirado do local pelo serviço funerário.

Assunto(s):

Leia também:

2 comentários

  1. Mateus Miguel disse:

    Ele era conhecido como Pelé e Torresmo, nunca ouvi ninguém o chamar por Neguinho. Muito triste.

Faça um comentário