Ventilador ligado é a primeira causa do incêndio de apartamento de farmacêutico

Publicado em 21 de abril de 2014 às 19h02
Atualizado em 21 de abril de 2014 às 20h37

ATUALIZADO — O apartamento do farmacêutico Júlio César Martins, proprietário da rede de drogarias Total, de Olímpia e Monte Azul Paulista, foi incendiado no final tarde deste feriado de segunda-feira (21). Segundo consta, um ventilador deixado ligado em um dos quartos teria sido o responsável pelo incêndio, que atingiu outros quartos. Os vizinhos tiveram de deixar o prédio durante a operação dos Bombeiros. Felizmente, sem vítimas, apenas perda total no interior do apartamento.

incendio1

Quem viu o sinal de fumaça saindo das janelas, voltadas para a rua Síria, 160 (defronte a COHR – Clínica de Oftalmologia Guilherme Kiill), foi a diretora do Planeta News Priscila Foresti (Guegué), quando se dirigia com a família para São José do Rio Preto (SP).

2014-04-21-19.27

Imediatamente, ela acionou a campainha do prédio, não havia nenhum no apartamento com sinal forte de fumaça, e também ligou 193 para os Bombeiros.

Guegué também mobilizou a vizinhança para o fato e aguardou a chegada dos Bombeiros para, em seguida, continuar o seu trajeto para Rio Preto.

2014-04-21-19.27s

Os Bombeiros ainda estão no local, para o rescaldo. Felizmente, não há vítimas, exceto prejuízo material. As primeiras fotos são de Priscila Foresti, ao Diário.

2014-04-21-19.27ss

incendio2

CUIDADO COM VENTILADORES

Esse caso engrossa uma estatística do Corpo de Bombeiros, de forma geral, cuja maior parte das ocorrências nesta época do verão é exatamente de incêndios ou princípios de incêndio envolvendo ventiladores. O verão, que obviamente intensifica o uso do eletrodoméstico, acaba aumentando o número desse tipo de acidente. No segundo lugar vem acidentes com as extensões, tipo comum de fiação que alonga as instalações elétricas.

O tenente coronel do Corpo de Bombeiros, Paulo Marques, explica como prevenir esse tipo de acidente. Segundo ele, o problema com os ventiladores é que hoje eles têm cada vez mais plástico em sua composição, o que pode ocasionar incêndios. “Esse equipamento é um dos que passam muito tempo ligado, e eles transformam energia elétrica em calor, as vezes esse calor é tão alto que o equipamento incendeia, provocando acidentes”, esclarece.

Assunto(s):

Leia também:

Faça um comentário