Traficante Daiane é presa com mais de 100g de crack (e mais 30 pedras) em Severínia hoje

Publicado em 25 de fevereiro de 2011 às 22h03
Atualizado em 25 de fevereiro de 2011 às 22h12

Um pedaço de crack, pesando 99g, e mais 30 pedras envoltas em alumínio prontas para serem comercializadas (uma delas já tinha sido vendida para outro indiciado) foram apreendidas na tarde de hoje, sexta (25), às 16h15, na Cohab 4, em Severínia, através de patrulhamento da Polícia Militar.

As drogas estavam em poder da traficante Zilda Daiane Silvestre, de 29 anos, em sua residência, à rua Paulino Eugênio, 105, fundos, Cohab 4 de Severínia. A PM flagrou, também, Carlos Alves de Oliveira, de 41 anos, vulgo “Agenorzinho”, também morador em Severínia, com uma pedra de crack que, segundo ele, havia sido vendida pela traficante. Ele também é conhecido dos meios policiais.

Em patrulhamento de rotina, os PMs soldados Antunes e Bitencourt depararam com Agenorzinho e, em revista pessoal, encontraram em um dos bolsos de sua bermuda a pedra de crack envolta em papel alumínio. Ele disse que é usuário e que havia comprado, há poucos instantes, da traficante Daiane.

Como ela é bastante conhecida nessa área pelos policiais, eles foram até à sua residência e, com o flagrante, ela entregou, de imediato, mais 29 pedras de crack também embrulhadas em papel alumínio.

Não satisfeitos, os policiais revistaram a sua casa e, no lixo do banheiro, juntamente com os papéis e absorventes usados, encontraram, embrulhado em um papel plástico um pedaço grande de crack, pesando 99 gramas.

Diante dos fatos, os PMs deram voz de prisão para Daiane e a encaminharam para o plantão da Delegacia de Polícia Civil, onde o delegado César Aparecido Martins ratificou a prisão, encaminhando a traficante para a Cadeia Pública de Jaborandi.

Os PMs apreenderam, também, móveis comprados anteontem, quarta (23) e ainda desmontados que, segundo Daiane, foram comprados por R$ 1,1 mil à vista, dinheiro proveniente do tráfico de crack. Enquanto ela estava sendo detida, os móveis foram entregues pela loja, daí a razão pela apreensão.

***


* Fique à vontade para dar a sua opinião, mas atenção: se ele não aparecer no mesmo dia é porque, com certeza, você não leu a nossa política de comentários. No momento, está sob moderação.

Assunto(s): ,

Leia também:

Faça um comentário