Seguranças do Thermas dos Laranjais e PM detem ladrão de armário

Publicado em 19 de maio de 2012 às 23h50
Atualizado em 19 de maio de 2012 às 23h51

A Polícia Militar de Olímpia conseguiu recuperar, no final da tarde deste sábado, vários pertences que foram furtados em armários no Thermas dos Laranjais, pertencentes a dois turistas de Cravinhos (SP).

flagra1

Um adulto e um adolescente furtaram, segundo as vítimas Carlos Alberto Costa Machado, 25 anos, e Júlio César Costa da Silva, 24 anos, da cidade de Cravinhos, diversos pertences de seus armários no clube e, daí, a guarnição da PM, com cabo Nairton e soldado Ivan, atenderam à ocorrência.

Os seguranças já haviam encontrado, e detido, um supeito. Mais tarde, com a delação, um menor foi envolvido e encontrado pelos policiais em sua residência – ambos acusados residem no jardim Santa Fé.

Primeiramente, as vítimas acionaram os seguranças do clube que, ato contínuo, chamaram a PM. Haviam sido furtados duas gargantilhas de aço, R$ 438 em cédulas, dois celulares, uma câmera digital, um óculos da marca Oakley, uma bolsa, uma carteira, duas toalhas de banho e duas camisetas.

flagra2

Os seguranças informaram que havia fugido mais um suspeito dos furtos. Com Ilson Pereira da Silva, 19 anos, detido, e com alguns objetos encontrados com ele, não restou outra saída a não ser passar informações da segunda pessoa envolvida, um adolescente de 16 anos. Com base no relato, os PMs patrulharam o bairro Santa Fé, encontrando o menor B.R.L. em sua casa. Ele confessou ter furtado os turistas juntamente com Ilson e que deixou um óculos Oakley com uma testemunha, Luís Antonio de Moraes, também residente no Santa Fé.

Luís disse aos policiais que não sabia que o produto era furtado e que estava prestando um favor ao adolescente.

Todos foram conduzidos ao plantão policial, onde o delegado Marcelo Puppo de Paula ratificou a voz de prisão dada pelos PMs ao Ilson, encarcerando-o na Cadeia de Severínia e, devido à ausência de ameaça e gravidade, entregou o adolescente para a sua mãe.

Assunto(s):

Leia também:

Faça um comentário