Polícia Militar revela estatísticas de que a criminalidade vem diminuindo em Olímpia

Publicado em 30 de abril de 2015 às 11h24
Atualizado em 30 de abril de 2015 às 11h38

A Polícia Militar de Olímpia vem desenvolvendo um trabalho preventivo na cidade que tem dado resultados efetivos no combate à criminalidade. Seja na redução de roubos e furtos a pessoas, residências e veículos, seja na prisão por tráfico e apreensão de drogas, os números mostram que a dinâmica imposta ao Pelotão da 2ª Companhia da Polícia Militar local, está se mostrando acertada.

PM

Para se ter uma ideia, em 2015 os roubos de modo geral caíram 52%, e os furtos de veículos, 30%. A prisão de pessoas por crimes diversos cresceu 42%, os flagrantes 56%, enquanto os flagrantes por tráfico de drogas cresceram 18%. A Polícia Militar de Olímpia apreendeu mais de 3,5 quilos de drogas nos três primeiros meses do ano. A comparação do trabalho da PM foi feita com base nos três primeiros meses de 2014, e janeiro, fevereiro e março deste ano.

Interessante notar que, se em 2015 houve queda na apreensão de drogas – 3,564 quilos este ano, contra 4,747 quilos no ano passado, o número de pessoas presas por envolvimento com o tráfico aumentou – 18% -, passando de 39 para 46 agora.

“É uma comparação meio difícil de se fazer, porque em uma ocorrência ou outra é apreendida uma quantidade grande de entorpecente. Em outra ocasião se tem uma quantidade maior de ocorrências, porém uma quantidade menor de apreensão de drogas. É uma coisa comum de acontecer”, explica o comandante do Pelotão da PM olimpiense, 1º tenente Marlon de Assis Magro.

O fator negativo foi o aumento em 14% nos furtos em geral, passando de 149 ano passado, para 170 nos três primeiros meses deste ano. Os furtos de veículos, ao contrário, caíram 30% – 20 em 2014, e 14 este ano. Os roubos em geral foram de 27 para 13, e os roubos de veículos caíram de três para dois este ano. Homicídio e latrocínio seguiram traçado inverso: em 2014 duas pessoas foram mortas no período, e nenhuma este ano; nenhum latrocínio foi registrado ano passado, mas este ano tivemos um.

“Verificamos que houve 18% de aumento em flagrantes de tráfico de drogas. Isso é interessante porque tem relação com os demais crimes. O tráfico incide no roubo, incide em furtos de forma geral. Então, combatendo o tráfico nós conseguimos combater também os demais delitos”, analisa o comandante do Pelotão.

Nestes três primeiros meses do ano de 2015 foram feitos 75 flagrantes, 56% a mais que em 2014 – 48; foram 81 prisões, contra 57 no ano passado, 42% a mais; registros de Atos Infracionais caíram 5% – de 41 para 39; também caiu a apreensão de menores em 8% – 52 em 2014, 48 em 2015. A PM capturou 26 condenados este ano, contra 22 no ano passado – mais 18%.

Foram presos 46 traficantes em janeiro, fevereiro e março-2015, contra 39 no mesmo período de 2014 – 18% menos. Porte de drogas foram 19 contra 34 em 2014. Subiu 31% o número de escoltas – viaturas e soldados empregados no acompanhamento de detentos para penitenciárias, feitas pelos policiais militares, passando de 116 para 152.

Faz parte também da ação policial os chamados “comandos”, feitos em diversos locais estratégicos da cidade, quando são vistoriados documentos de veículos. Este ano foram vistoriados mais carros (19%) que ano passado (subiu de 3.870 para 4.594), e motos (mais 13%), passando de 2.730 para 3.093. Neste período, mais pessoas também foram abordadas nas ruas – índice 11% maior, passando de 8.778 para 9.771.

A Polícia recuperou oito veículos furtados este ano, contra seis no ano passado – 33% mais, enquanto armas brancas (facas) apreendidas foram 17 este ano, contra 11 no ano passado. Em 2014 houve a apreensão de cinco armas de fogo, contra apenas uma este ano – redução de 80%.

“Tudo isso é reflexo do empenho dos Policiais Militares da 2ª Companhia de Olímpia, sempre empenhados em prestar o melhor serviço possível para a sociedade”, considerou o 1º tenente Marlon.

Assunto(s):

Faça um comentário