Polícia Militar adverte: vai viajar? Tudo bem, garanta a segurança de sua casa e Feliz Natal

Publicado em 23 de dezembro de 2011 às 7h54
Atualizado em 23 de dezembro de 2011 às 13h29

Chegou o dia da tão esperada viagem de férias com a família. Nessa hora, tão importante quanto se atentar aos detalhes de hotel, bagagem e revisão do carro são os cuidados com a segurança da residência, que devem ser redobrados para não haver surpresas desagradáveis durante o descanso.

Fim de ano é um excelente convite para uma viagem, rever parentes, ir à praia ou mesmo ao campo. Mas, já imaginou se na volta desse passeio, por um descuido qualquer, você se deparar com a sua casa completamente vazia? Tudo que estava lá antes da sua partida, não mais estiver. Televisão, rádio e até mesmo suas roupas. Ainda que essa hipótese possa parecer mirabolante, casos como esse são cada vez mais frequentes.

Segundo o tenente Norival Marques de Barros, do Comando de Policiamento do Interior-5 (CPI-5), quem viajar ou se ausentar de casa por um determinado tempo, em virtude das festas de fim de ano ou férias, deve adotar algumas medidas preventivas de segurança, que podem ajudar a evitar crimes de furto.

O principal é fazer a casa parecer habitada. “O que pode chamar mais a atenção dos criminosos, no quesito de furto de residência, são as casas com aparência de abandono, vários jornais e revistas jogados na garagem ou ainda a ausência de carros na garagem”, diz o tenente.

Ele cita também a sujeira acumulada na garagem ou na calçada pela falta de manutenção e limpeza, que seriam normais no dia a dia. A recomendação, diz Barros, é avisar um vizinho de confiança e pedir-lhe para cuidar da casa durante a ausência da família. Ao observar qualquer movimentação suspeita, o vizinho deve acionar a Polícia Militar por meio do telefone 190.

“Se preferir, peça a algum amigo ou familiar próximo que visite a residência na sua ausência, retirando jornais, revistas, panfletos e qualquer outro objeto que possa deixar uma conotação de abandono da casa. O ideal é também mudar os carros de lugar na garagem”, fala o tenente.

Entre as dicas de segurança da Polícia Militar para quem vai viajar, estão a checagem do funcionamento de portas e janelas; a instalação de travas de segurança, trincos e cadeados nos pontos mais vulneráveis; e instalação de grades, preferencialmente internas, e nas portas e janelas dos fundos.

Se possível, a recomendação é colocar dispositivos de segurança, como alarmes e sensores de presença, além do reforço à tranca normal de janelas e portas. Nas áreas externas, não deixe ferramentas e escadas, pois podem ser usadas para arrombamento.

Para aqueles que já possuem algum sistema eletrônico de segurança, alguns cuidados são fundamentais, segundo a Associação Brasileira das Empresas de Sistemas Eletrônicos de Segurança (Abese). Um deles é informar a companhia de monitoramento sobre a ausência da família, além de checar se os equipamentos estão com funcionamento e instalação adequados.

COMO EVITAR A AÇÃO DOS BANDIDOS

Durante a viagem, algumas dicas também são importantes para se proteger da ação dos bandidos, como evitar a ostentação de objetos chamativos, pulseiras, relógios, correntes, celulares e outros equipamentos.

Segundo informações do Grupo GR, empresa de soluções de segurança, a melhor opção é levar dinheiro e não cartão de crédito ou talão de cheque. Isso porque tais itens chamam mais a atenção dos criminosos e, em caso de roubo, o valor perdido e o transtorno podem ser maiores.

O ideal é separar o dinheiro em várias partes da roupa, para que não seja preciso pegar todo o montante cada vez que pagar uma compra. Se possível, as compras devem ser feitas em grupo, pois bandidos preferem atacar pessoas sozinhas.

Ao caminhar, é aconselhável manter a bolsa à sua frente e deixá-la sempre firme entre o braço e o corpo, com a mão sobre o fecho e posicionada do lado da calçada.

Não contar dinheiro em público ou deixá-lo à mostra ao retirar no banco ou no caixa eletrônico. Não usar bolsos traseiros para carregar carteira, celulares ou dinheiro.

A atenção deve redobrada com as crianças. Elas devem ficar seguras firmemente sempre pela mão e ser orientadas a procurar um policial caso se percam, além de ter sempre uma identificação com nomes e telefones dos responsáveis. (Graziela Delalibera / Diarioweb)

***

 

* Fique à vontade para dar a sua opinião, mas atenção: se ele não aparecer no mesmo dia é porque, com certeza, você não leu a nossa política de comentários. No momento, está sob moderação.

Assunto(s): ,

Leia também:

1 comentário

  1. Carlos Roberto de Souza disse:

    Policia 24 Horas ocorrencia em Olímpia edição de ontem posta isso Concon!!!
    http://www.band.com.br/policia24h/videos.asp?v=2c9f94b5346858f801346888d03a0022&pg=1

Resposta para Carlos Roberto de Souza