O amásio não atendeu e o pau comeu

Publicado em 23 de janeiro de 2012 às 13h22
Atualizado em 23 de janeiro de 2012 às 14h26

Uma mulher de 37 anos, moradora no bairro Santa Ifigênia, foi tentar conversar com o seu amásio na casa de uma outra mulher,  no bairro São José, mas foi recebida a socos e xingamentos por essa outra.

A secretária Adriana Aparecida Sangali, de 37 anos, moradora no bairro Sta. Ifigênia compareceu à delegacia de Policia de Olímpia informando que foi até a casa de uma pessoa conhecida como “Vânia” com a intenção de conversar com seu amásio Lucas que ali estava.

Ficou na calçada e chamou por “Lucas”, mas acabou sendo atendida por Vânia e acabou se desentendendo com a mesma, a qual tomou a iniciativa em agredi-la, desferindo um soco no olho esquerdo, causando forte hematoma.

A vítima declarou também que foi injuriada por Vânia, que a chamou de “biscate” e “vagabunda”.

Toda a agressão aconteceu do lado de fora da casa de Vânia, na qual foi presenciado pela testemunha Viviane Cristina de Carvalho, vendedora, de 33 anos, moradora naquele bairro.

O delegado de plantão Marcelo Pupo de Paula e Investigador de Polícia João Batista de Oliveira atenderam essa ocorrência, classificando-a como lesão corporal e injúria.

Assunto(s):

Leia também:

Faça um comentário