Mulher se defende em briga doméstica e acaba presa por porte ilegal

Publicado em 15 de setembro de 2015 às 8h44
Atualizado em 15 de setembro de 2015 às 8h54

Uma discussão de casal na noite de ontem, segunda-feira (14), na Chácara Nossa Senhora Aparecida, proximidades de um Pesque-Pague, terminou no plantão policial, com uma arma de fogo apreendida.

arma-de-fogo

Segundo relata a vítima Ana Lúcia Franco, 36, cuidadora de idoso, aos policiais militares que a atenderam – cabo Vinicius e soldado Anderson, o seu amásio Luiz Fernando da Cruz, 49, agricultor, agrediu-lhe e tentou enforcar o seu pescoço, quando se desvencilhou e se trancou no banheiro. No apoio, viatura com tenente Marlon, cabo Kleber Lima e soldado Adaor.

De posse de um revólver Rossi, de inox, calibre 22, tentou disparar várias vezes em direção à janela, quando Luiz, segundo ela, tentou entrar no banheiro, mas nenhum disparo foi efetuado, já que seis estavam picotadas e um vazio.

Aqb1b5n72Zil2ohUIk_aALFA-XWAYJjU6Tw-Sh-VtSe2

Muito nervosa, ela alegou aos PMs que tinha encontrado essa arma em um mato nas proximidades, meses atrás, e logo entregou-a alegando que poderia ‘fazer uma besteira’ com o marido se este continuasse a lhe agredir.

Luiz Fernando disse desconhecer a existência da arma na residência do casal. E também negou a agressão à mulher.

Ambos foram parar no plantão policial, onde o delegado titular Marcelo Pupo de Paula registrou a ocorrência como vias de fato e posse ilegal de porte de arma, dando voz de prisão para a mulher, arbitrando fiança de R$ 800, que foi paga, e assim ela responderá em liberdade pelo crime de posse ilegal de arma de fogo.

Assunto(s): ,

Leia também:

Faça um comentário