Morcego Verdureiro é preso por CNH falsa, embriaguez e tentativa de suborno nos PMs

Publicado em 24 de agosto de 2013 às 17h39
Atualizado em 25 de agosto de 2013 às 15h20

Um homem de 46 anos foi preso na tarde deste sábado (24), acusado de uso de documento falso (carteira de habilitação), embriaguez ao volante e, ainda por cima, por corrupção ativa ao tentar subornar policiais militares para liberá-lo.

verdudeiro

Em patrulhamento pela rua Oito, no bairro Santa Ifigênia, os policiais cabo Kleber Lima e soldado Adaor, abordaram o condutor Ademir Donizete Rodrigues, popular “Morcego Verdureiro”, com apoio de 2º sargento Otoniel e soldado Fábio, por estar em atitude suspeita e, de fato, em revista pessoal, os PMs observaram que ele estava com CNH falsa, confirmada por pesquisa na rede Prodesp.

O falso motorista alegou que comprou a CNH em Ribeirão Preto (SP) por R$ 2 mil, porque não é alfabetizado. Para ser liberado, chegou a oferecer R$ 10 aos PMs, o que caracterizou corrupção ativa.

No teste do bafômetro, aferiu que ele estava com 0,49 mg/l, recebendo, então, voz de prisão em flagrante por porte de documento falso, corrupção ativa e embriaguez ao volante, sendo conduzido ao plantão da Delegacia Civil.

Na Delpol, Morcego Verdureiro recebeu a ratificação da voz de prisão através do delegado Ricardo Rodriguez, sendo encarcerado na Cadeia de Severínia.

Assunto(s):

Leia também:

2 comentários

  1. Luis Fossalussa disse:

    “por corrupção ativa ao tentar subornar policiais militares para liberá-lo.”

    “Para ser liberado, chegou a oferecer R$ 10 aos PMs, o que caracterizou corrupção passiva.”

    Confuso. Corrupcao passiva parte do funcionario publico

Faça um comentário