Jovem teria comprado arma de Guarda Municipal e ele estaria com 8 ou 9 projéteis

s_w_5shot_9(1)O adolescente G.P.J., de 17 anos, que tentou matar a sua amásia, a cabeleireira Juliana Aparecida Jacomelli Iesi, de 28 anos, ontem, em Severínia, após mais uma discussão do casal, pode ter comprado a arma do crime de um guarda municipal daquela cidade.

Essa informação foi apurada hoje cedo pelo Blog do Concon, com exclusividade. O menor estaria com a arma (similar à da foto) e mais oito ou nove munições, já que seis cápsulas vazias e mais duas intactas foram encontradas pela Polícia Civil.

20101112104435Procurado para confirmar, ou não, a informação de como o menor teria comprado a arma, cuja marca ainda não foi identificada, o delegado César Aparecido Martins, que conduz as investigações, disse que “a prioridade, no momento, é apurar a origem da arma através de sua numeração, em órgãos oficiais, e da análise do Instituto de Criminalística, porque, oficialmente, não temos nenhuma informação de como ele adquiriu essa arma, já que encontra-se em UTI e, evidentemente, não pode ainda colaborar com a polícia”.

O delegado não quis confirmar, e nem desmentir, a informação de que o menor teria comprado a arma de um guarda municipal.

Mas, confirmou que foram encontradas, no corredor da casa da cabelereira quatro cápsulas deflagradas, o que levou a crer que a vítima tenha levado quatro tiros. Mas, hoje, pela manhã, também com exclusividade ao Blog, o médico Nilton Martinez descreveu cinco perfurações. “Pode ser que uma cápsula esteja perdida, daí seriam nove as munições em poder do menor”, disse.

Dois projéteis intactos foram encontrados na cozinha da casa da cabeleireira e outros dois estavam deflagrados na arma, calibre 32, do adolescente, após ele ter dado o tiro em sua própria cabeça numa casa, após fugir.

“Dizem que, ao pular os muros, na fuga, ele deu um tiro, talvez para o alto, e outro foi para cabeça dele”, explicou o delegado César Aparecido Martins.

s_w_5shot_9(1)Ao contrário das demais armas, cujo tambor é destravado e ‘cai’ para o lado, essa dobra o cano para a frente, por isso a sua procedência ainda não foi identificada. Ela pode ser uma Smith & Wesson, como da foto ao lado, ou uma INA.

***


* Fique à vontade para dar a sua opinião, mas atenção: se ele não aparecer no mesmo dia é porque, com certeza, você não leu a nossa política de comentários. No momento, está sob moderação.

6 comentários em “Jovem teria comprado arma de Guarda Municipal e ele estaria com 8 ou 9 projéteis”

  1. os tres terão sérios problemas se saírem dessa… o guarda por ter vendido uma arma a um menor, ela por ter ficado com um menor, e ele, por tentar mata-la…

  2. è… para vocês verem que país é esse,
    uma pessoa que foi designada para cuidar da população,
    está vendendo armas á um menor de idade…é..com certeza concordo com você Danilo,,,
    Viro Palhaçada!!!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *