Incêndios em Bebedouro e Olímpia, de novo a pergunta: criminalidade?

Publicado em 08 de janeiro de 2014 às 23h00
Atualizado em 08 de janeiro de 2014 às 23h53

Duas lojas de artigos populares, conhecidas como de R$ 1,99, foram incendiadas recentemente. No último dia de 2013, a Giro Rápido, de Bebedouro. Hoje, quarta (8), a Grandão 1,99, de Olímpia. No primeiro dia do Ano Novo, mais dois estabelecimentos em Bebedouro: a filial do Supermercado Iquegami (que tem sede em Olímpia) e o Bradesco. A pergunta que se faz, no seio da sociedade olimpiense, que não calar, é a mesma que este Diário fez, em manchete, no dia 1º deste mês (veja link abaixo): afinal, esses incêndios, praticamente com as mesmas características, teriam motivação criminosa?

O povo espera que a resposta seja ‘não’. Afinal, conviver com o terror, com o crime, não é algo que deixaria os cidadãos à vontade.

incendio

Infelizmente, o dono não tinha seguro do estabelecimento (cujo prédio pertence ao comerciante Cláudio Roberto Vitorasso (Caju, do Chaveiros Olímpia).

Informações obtidas agora à noite pelo Diário dão conta de que parte do prédio está condenado devido à gravidade do incêndio. A confirmação se dará, provavelmente, amanhã.

Leia mais

A loja Grandão 1,99 – Shopping da Economia, de Cristiano Morosov, pegou fogo antes do atendimento ao consumidor, ou seja, por volta das 8h. A funcionária notou o incêndio e logo acionou o gerente da loja de eletrodomésticos J Mahfuz que, por possuir dois hidrantes, cuidou de resfriar as paredes do estabelecimento em chamas, jogando água para dentro, sendo essa ajuda fundamental para debelar o fogo.

O incêndio destruiu todo o imóvel e provocou correria nas ruas próximas ao local. Uma grande operação foi montada pelos bombeiros para que as chamas não se espalhassem.

Um morador fez um vídeo que mostra as chamas saindo pelo teto da loja, por volta das 8h. Quem passava pelo local parou para ver o incêndio. Algumas pessoas tentaram controlar as chamas antes da chegada dos bombeiros.

Siga o Diário de Olímpia no Twitter, Facebook e Flickr

Caminhões da prefeitura e da Usina Guarani deram apoio ao Corpo de Bombeiros. O trabalho de combate ao fogo durou mais de uma hora. A loja vendia produtos para casa, decoração e brinquedos e ficou completamente destruída. Ainda não se sabe o que provocou o incêndio.

Como o fogo começou um pouco antes da loja abrir, não havia ninguém lá dentro, mas o prejuízo foi grande: pode chegar a R$ 500 mil. Técnicos da Defesa Civil foram até o local avaliar o estrago.

DEFESA CIVIL E AJUDA EXTERNA

O presidente do Conselho de Segurança de Olímpia (COMSEG) e membro da Defesa Civil, João Paulo Pitta Polisello, escreveu ao Diário: “Prezado Concon, gostaria aqui de agradecer o grande esforço que o Posto de bombeiros de Olímpia, através do Sub Tenente Gallina, Sargentos Montozo e Marcelo, além de todos os componentes das prontidões que estavam entrando em serviço e os que estavam saindo. agradeço também o apoio dado pela Polícia Militar em nome do Capitão Vinicius Zoppellari e do Tenente Alessandro Righetti, e todos seus comandados que auxiliaram na liberação do transito e no atendimento a população. agradeço também a todos os componentes da Defesa Civil de Olimpia, em nome do colaborador Adilson. aos colaboradores do Daemo que enviaram todos os caminhões pipas disponíveis, aos funcionários da Prefeitura de Olímpia que apoiaram em todas as formas com caminhões pipa, com o isolamento da área, da Prodem com o auxilio no fechamento e no fluxo do transito e em especial a população, aos senhores José Pedro Trindade, André Vermejo, aos funcionários do Tome Leve e J Mafhuz e ao gerente da empresa Marcelo Carvalho. Olímpia é uma cidade solidária e graças ao esforço de todos, o fogo foi combatido evitando que tivesse passado para os outros prédios. E ao meu amigo Cristiano, que Deus te ampare e vamos todos juntos te ajudar meu amigo e irmão. Pode contar!!”

GALERIA DE FOTOS

flickr-grandao

Assunto(s):

Leia também:

2 comentários

  1. silmara disse:

    Muito triste , sabemos que o grande amigo Cristiano não merecia isso, exemplo de trabalho e luta, muito querido pela população….fica minha tristeza e q Deus t de muita força amigo!!!

  2. Alexandra disse:

    É muito estranho, eu não acredito que seja alguma falha no sistema, isso tem que ser muito bem investigado, algum louco está fazendo isso, é muita coincidência, primeiro o 1,99 de Bebedouro, no outro dia o Ikegami e o Bradesco, agora em Olímpia acontece um incêndio do nada, fala sério, os donos e funcionários não merecem tanta maldade.

Faça um comentário