Idoso que molestou criança sai do hospital direto para a cadeia, após inquérito da DDM

Publicado em 13 de maio de 2014 às 19h42
Atualizado em 13 de maio de 2014 às 19h42

Francisco Souza Castro, 66 anos, que teve o pênis e três dedos decepados, acusado de ter molestado uma criança de três anos, da Fazenda Campo Alegre, de Olímpia, no último dia 4, foi preso no começo da noite de hoje, terça-feira (13), após a conclusão do inquérito aberto pela DDM (Delegacia de Defesa da Mulher), com a prisão preventiva representada pela delegada titular Maria Tereza Ferreira Vendramel.

Embora o idoso tenha negado, nos autos, que molestou a menina A.M.G., de três anos, a delegada disse que “uma série de fatores probatórios, conseguidos no decorrer da investigação, em que a DDM trabalhou com muito afinco, comprovou que a menor, perante a lei, sofreu um estupro de vulnerável”.

Embora não a menina ainda esteja virgem e que não ocorreu o ato sexual, perante a lei, mas foi molestada sexualmente, já caracteriza estupro de vulnerável, crime que é investigado pela DDM.

Coincidentemente, Francisco Souza Castro, conhecido como ‘Chiquinho’, obteve alta da Santa Casa de Misericórdia de Barretos. Os médicos conseguiram reimplantar os três dedos, mas o seu órgão sexual não.

Com a representação da prisão preventiva do autor, concedida pelo Juízo da 1ª Vara Criminal do Fórum da Comarca de Olímpia, por volta das 18h, Chiquinho saiu direto da Santa Casa para pernoitar na cadeia de Barretos e, nesta quarta-feira (14), ficará em cela destinada a este tipo de crime na Cadeia de Severínia.

PAI E AVÔ

Em relação ao pai e ao avô da criança, acusados por Chiquinho da agressão que sofreu, eles já se apresentaram nesta segunda-feira (12), com advogados, mas se reservaram no direito constitucional de ficarem calados. Nem confirmaram e nem negaram o fato, segundo disse o delegado titular que investiga a agressão, Marcelo Pupo de Paula.

O delegado aguarda ouvir ainda mais uma testemunha para poder decidir pela requisição de prisão preventiva dos possíveis autores.

Assunto(s): ,

Leia também:

3 comentários

  1. ingryd disse:

    eu acho qe foi pouco se ele realmente fez isso com essa criança a justiça de Deus nao falha e a respeito do pai e avo acho qe se fosse eu faria ate pior dou toda razao e acho qe deviam ficar em liberdade fizeram o qe mtas vezes a justiça demora ou nem se importe em fazer.

  2. Severínia disse:

    Que a Justiça seja feita de ambas as partes. sei que é difícil a dor quando alguém abusa de algum dos nossos inocentes, mas temos que entregar na mão de justiça e confiar nela, um crime não justifica outro crime, se for assim a base de vingança, onde vamos parar, porque a justiça mesmo vem de Deus

    • ANONIMO disse:

      VOCE DIZ ISSO PORQUE NÃO FOI COM UM FAMILIAR SEU OU COM UM FILHO O QUE É O PIOR. TEMOS SIM QUE CONFIAR NA JUSTIÇA DOS HOMENS E A DE DEUS, MAS SE A JUSTIÇA FAZER ISSO QUE FIZERAM COM ELE EU TENHO A CERTEZA QUE ESSES TIPOS DE CRIME DIMINUIRIA.

Resposta para ingryd